Espaço PR Newswire para Comunicadores

O Blog da PR Newswire é um espaço dedicado à produção e desenvolvimento de conhecimento. Aqui você encontra as notícias e os artigos mais interessantes sobre Comunicação. São abordados temas relacionados às Relações Públicas, Jornalismo, Marketing, Publicidade, Mídias Sociais e Digitais. Confira nossos posts e deixe suas observações nos comentários. Queremos saber sua opinião.

O que os Jornalistas Brasileiros Esperam para o Futuro da Profissão? - Participe da Pesquisa da PR Newswire

Pesquisa quer entender o futuro da profissão no Brasil sob a ótica dos próprios jornalistas, levando em conta a realidade digital atual.

A PR Newswire quer saber como os jornalistas brasileiros estão enxergando os novos caminhos da profissão levando em conta a realidade digital em que vivemos. Em muitos países, a conversão dos meios impressos para digitais já é um realidade, mas e no Brasil? Qual é a expectativa dos profissionais da área com relação à digitalização dos meios?

Se você é jornalista, ajude-nos a entender estas questões respondendo à pesquisa “Jornalistas brasileiros: o que esperam para o futuro da profissão?” iniciada hoje pela PR Newswire e que será finalizada dia 10 de outubro, com os resultados ainda no próximo mês.

Para responder acesse: https://www.surveymonkey.com/s/pesquisa_futuro_do_jornalismo

A pesquisa contém 14 perguntas de múltipla-escolha, que contemplam desde a utilização de dispositivos móveis pelos jornalistas até a predileção pelas versões impressas ou digitais do conteúdo jornalístico. O questionário leva menos de 10 minutos e as respostas vão ajudar a mapear o impacto que novos meios e tecnologias têm gerado nessa área de atuação.

Os resultados serão divulgados em outubro e compartilhados via SlideShare, Twitter e também por meio de um paper nos canais de divulgação da PR Newswire. O conteúdo estará à disposição de todos para ser compartilhado e multiplicado.

Qualquer dúvida, entre em contato conosco através do e-mail mr@prnewswire.com ou pelo Twitter (www.twitter.com/prnewswirebr).

Tatiana Meneses, Gerente de Comunicação e Marketing, América Latina PR Newswire

Tags: futuro+jornalismo, jornalistas, jornalistas+brasileiros, pesquisa+jornalistas

Da Série Conectado – Foodspotting, Path, Pair e Tumblr

Não é novidade que a cada momento surja uma nova rede social na internet, mas dentre todas elas por aí, quais valem a pena? Nós sabemos que é muito incômodo ter vários cadastros em diversas redes sociais e participar ativamente em somente duas ou três. Por isso, selecionamos algumas redes sociais que são bem bacanas para você aproveitar tanto em seu computador, quanto em seu smartphone.

Foodspotting: É um aplicativo para quem é ligado em gastronomia, ele funciona como um Foursquare para estabelecimentos do ramo alimentício. Os clientes postam fotos do estabelecimento e pratos, que além de ter comentários, você pode seguir o “profile” do lugar e ainda colocar “likes” nas fotos. Outra coisa bacana também é a busca que pode ser feita por produtos, tipos de produtos ou por estabelecimentos, e caso você não tenha um smartphone, é possível acessar pelo computador. Então aproveite e marque algo com seu namorado (a), amigos e família!



Path: Indo em contradição ao termo “rede social”, o Path coloca uma restrição aos seus contatos (no máximo 150), fazendo assim uma rede apenas para melhores amigos. Já que o Facebook está se “orkutizando”, o Path está crescendo, atualmente conta com mais de 2 milhões de usuários cadastrados. Nele, você pode compartilhas fotos, vídeos, mostrar sua localização e etc.



Pair: Continuando a linha de restrição, o app (aplicativo)  Pair, como já se deduz de seu nome, é somente para casais, restringindo-se literalmente ao casal. Com ele, você pode enviar recados, guardar fotos, vídeos, lembretes (bem útil em alguns casos). Com esse app não se pode adicionar outros casais, a proposta dele é realmente ser um diário para o “par” de namorados, ficantes e etc.



Tumblr: Essa não chega a ser uma rede social em si, é mais uma plataforma de blog. O Tumblr faz um enorme sucesso com o compartilhamento de imagens, vídeos, textos, áudios e etc.. Também é possível seguir outros usuários para ser avisado a cada publicação nova, personalizar o seu próprio tumblr entre várias outras coisas.



E aí? Gostou da nossa seleção? São boas opções para quem já está cansado das redes tradicionais.

Fontes:

https://play.google.com/store/apps/details?id=com.path https://play.google.com/store/apps/details?id=com.tenthbit.juliet&feature=search_result#?t=W251bGwsMSwxLDEsImNvbS50ZW50aGJpdC5qdWxpZXQiXQ http://www.em6.com.br/redes-sociais-so-para-amigos-e-casais-viram-febre http://itunes.apple.com/br/app/path/id403639508?mt=8 http://pt.wikipedia.org/wiki/Tumblr

Leandro Santos, Executivo de Contas PR Newswire

Tags: apps, Comunicação Organizacional, foospotting, novas+redes+sociais, pair, path, redes+sociais, Tecnologia, tumblr

Mais que merecido! - Selton Mello é o número 1 no ranking de celebridades da semana



Qualquer jornalista, site ou blogueiro interessado em obter mais informações sobre o assunto poderá entrar em contato pelo email atendimento@prnewswire.com.

Equipe de Auditoria de Imagem

PR Newswire

Tags: caua+reymond, dayenne+mesquita, gianecchini, juliana+paes, ranking+celebridades, selton+melo, to+cast, Top Cast PR Newswire, top+cast+prnewswire

Como Escrever um Press Release que Funcione

Postado em 11 de setembro de 2012 por no blog Beyond PR.

[slideshare id=14225229&doc=raganprbestpracticesslideshare-120909155449-phpapp02]

Ontem, no Seminário Ragan das Melhores práricas de Comunicação, Ruth Sarfaty da Spark PR e eu apresentamos as melhores práticas de press release. Essa é uma discussão que tenho frequentemente, e a resposta é sempre envolvente. Eu falo "sempre envolvente" porque hoje nós operamos em uma ambiente fluido. Os números que ditam o que nós vemos nas redes sociais e nos mecanismos de busca podem mudar dramaticamente dia a dia, transformando as melhores práticas da semana passada em inúteis hoje.

"Releases têm mudado, assim como nós", observou minha co-apresentadora Ruth. "Enquanto os releases podem ter sido projetados para os jornalistas, não vamos nos esquecer a cauda longa que tuíta e retuíta nossas notícias!".

Aqui estão melhores práticas atuais, junto com o estudo de caso que Ruth apresentou de nosso trabalho conjunto sobre press release e mídias sociais que fizemos para o CrowdFactory. Ele é longo e compreensível. Eu não vou redigitar todos os detalhes aqui (você pode acessar todo o trabalho via SlideShare, apenas clique na imagem no começo deste post), mas vale a pena enfatizar alguns detalhes.

A casa deles, regra deles.

É importantes lembrar algumas coisas sobre os mecanismos de busca e de redes sociais que proporcionam tanta visibilidade para as nossas notícias hoje.

1- O Google não existe para promover seus press releases. Muitas pessoas se esquecem que o motivo para o Google existir é para retornar o lucro para seus acionistas. Eles fazem isso para vender seus anúncios. Esse anúncios são efetivos devido sua imensa utilidade para nós em buscar informações. É muito importante para o Google que as pessoas achem seus mecanismos de busca úteis. Assim, a melhor forma de ganhar visibilidade no Google? Publicar coisas úteis e interessantes.

2- Redes sociais são sociais. Não comerciais. Não anúncios (para a maior parte). As pessoas acessam o facebook para curtir, por exemplo. Twitter, por outro lado, é frequentemente sobre a troca de informação, principalmente em informações para nichos e furos. A conclusão é, se sua mensagem não encaixa no contexto em que as pessoas estão usando uma rede social em particular, você terá dificuldade em ganhar adesão. Você já ouviu a expressão "Cavalos para cursos" - bom, o mesmo se aplica para conteúdo nas redes sociais. Conteúdo que funciona no Facebook, não necessariamente funcionará no LinkedIn.

Muito tempo e energia são gastos na otimização de press releases. Sem dúvida, algumas das melhores práticas irão aumentar a visibilidade da mensagem. No entanto, no fim do dia a melhor forma de se fazer isso é providenciar conteúdo que seja últil e interessante para seu público.

Autora  Sarah Skerik é a vice presidentede Mídias Sociais da PR Newswire, e autora do ebook gratuito Unlocking Social Media for PR.

Traduzido por Marina Landert, Coordenadora de Análise de Conteúdo de Mídia PR Newswire

Tags: como+escrever+releases, Comunicação Organizacional, escrever+release, press+releases, Release, releases

Publicidade em Blogs – como lidar?

O amadurecimento e profissionalização da blogosfera não passou batido pelas empresas. Com audiências muitas vezes superiores a veículos tradicionais de mídia, como revistas impressas, diversos blogs despertaram o desejo dos anunciantes e viraram referência de vitrine para marcas. Blogueiras e blogueiros se transformaram em formadores de opinião e figuras requisitadas em eventos de companhias.



O formato de publicidade dentro de um blog pode seguir o padrão do restante do universo online, como banners e pop ups – esta maneira é a mais clara para sinalizar um anuncio. É comum também na blogosfera o modelo de publipost, em que empresas compram um espaço editorial dentro do blog e o anúncio aparece como uma matéria. Para este tipo de publicidade, exige-se que o post pago seja sinalizado como publicidade, para que os leitores não confundam a opinião do blogueiro com um texto comercial.

Mas na vida real... – Na prática, porém, muitos blogs simplesmente ignoram a regra do publipost e camuflam entre seus próprios posts anúncios comerciais. Os casos mais claros estão em blogs de moda e variedades, onde blogueiras oferecem produtos como “dicas” para suas leitoras, sem mencionar que estão sendo pagas para isso. Como resenhas de produtos são relativamente comuns e inofensivas, é preciso um olhar atento para separar o que é a opinião sincera da publicidade velada.

O hábito do publipost disfarçado cresceu e chamou não somente a atenção de leitores mais assíduos, como também dos órgãos reguladores. Recentemente, o Conar abriu uma investigação contra 3 blogueiras famosas por uma ação publicitária velada de uma rede de cosméticos em seus respectivos blogs.

Publicidade em blog, como lidar ? – A ação do Conar vem na esteira do amadurecimento dos leitores de blogs. Se os veículos se profissionalizaram, não se pode esquecer que também os leitores são hoje muito mais habituados com novos formatos de mídia.

Assim, a tendência é que matérias pagas, sem nenhum tipo de identificação, caiam no desgosto popular e que blogueiras e blogueiros tenham cada vez mais que fortalecer sua identidade e idoneidade para manter seus leitores. Empresas, portanto, deverão investir menos em um publipost e mais em relacionamento e reconhecimento. Fica a dica**

Leitura Recomendada: Revista Galileu – Há algo de podre no reino dos blogs de moda e beleza

** Este post não é um publieditorial, que fique claro J

Por Camila Conte, Gerente de Relacionamento com a Mídia PR Newswire

Tags: blog+publicidade, blogueira, blogueiro, Comunicação Organizacional, publicidade+blog, publipost

Tudo de bom! Reynaldo Gianecchini é o primeiro no Top Cast da PR Newswire



Qualquer jornalista, site ou blogueiro interessado em obter mais informações sobre o assunto poderá entrar em contato pelo email atendimento@prnewswire.com.

Equipe de Auditoria de Imagem PR Newswire

Tags: debora+nascimento, gianecchini, marcos+caruso, nanda+costa, pr newswire, ranking+celebridades, Reynaldo+Gianecchini, sabrina+sato, Top Cast PR Newswire

iPhone 5 deve chegar ao mercado brasileiro até dezembro

As especulações não paravam, estava todo mundo esperando por um dos lançamentos mais aguardados de 2012 e, no último dia 12 de setembro, a Apple acabou com o mistério e lançou em São Francisco, na Califórnia, o iPhone 5.

O iPhone 5 estará disponível a partir do dia 21 de setembro, nos Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Japão, Hong Kong, Cingapura, França e Alemanha. Os valores variam de acordo com as versões, a de 16 GB custará US$ 199, a de 32 GB, US$ 299 e para a de 64 GB o valor será de US$ 399. Os valores são válidos para quem assinar contrato de fidelidade com operadoras locais por dois anos. Estes são os mesmos preços do iPhone 4S quando foi lançado nos Estados Unidos. A previsão de lançamento no Brasil é até dezembro de 2012. Caso a Apple siga o calendário do ano passado, quando lançou o 4S, a versão de 16 GB do aparelho deve custar cerca de 2 mil reais, seguindo a tabela de preços da Apple.

O novo iPhone 5 está mais enxuto, teve redução de 18% na espessura e de 20% no peso,  tem tela maior e a resolução também foi ampliada. Para quem é fã das funcionalidades do celular da Apple, as novas formas de ligar para alguém que o novo modelo traz são só um detalhe. Quando o comparamos a seu antecessor, o iPhone 4S, percebemos que ele  ganhou quase um centímetro de altura, tem resolução melhor e conta com a tecnologia Retina encontrada nos painéis de LCD da Apple. Confira todas as especificações no comparativo que preparamos ao final do post.

iPhone 4s da Apple

iPhone 5 da Apple - Lançamento

Depois de tantas novidades, vamos falar sobre o iPhone  no Brasil. A pergunta de muitos é: Mas ele vai funcionar no Brasil ? A resposta é sim, mas parcialmente.

A tecnologia do iPhone 5, 4G (do tipo LTE), não é uma rede compatível com a nossa  e nem com a de alguns países da Europa, mas, no entanto, não estamos sós,  nos acompanham nessa lista outros 22 países. Atualmente temos as tecnologias 3G e 3G+, a 4G ainda deve demorar um pouco para aparecer por aqui. O mais importante é que isto não impedirá que o aparelho funcione, ele utilizará as conexões que temos aqui, desde que a banda seja GSM, porém, certamente o Iphone 5 não terá  o mesmo desempenho que em outros países que possuem o 4G. Os mapas em 3D, por exemplo, serão afetados e não devem abrir por aqui, assim como as informações de trânsito em tempo real e a navegação para busca de caminhos por comandos de voz.

Há ainda outro pequeno entrave para o mercado brasileiro, este de fácil resolução.  O NanoSIM, ainda menor e com tecnologia diferente do antecessor MicroSIM,  não é um tipo de chip comercializado por aqui, mas as operadoras prometem lançá-lo no país assim que possível. E por último, e não menos importante nesta lista, está o SIRI e seus recursos. Por aqui eles também não devem funcionar corretamente, pois o aplicativo ainda não tem a língua portuguesa dentre os idiomas.

iPhone 4S X iPhone 5 – Versões de 16, 32 e 64 GB

iPhone 4S

iPhone 5

Tela: 3,5 polegadas,   proporção 3:2 Tela: 4 polegadas,   proporção 16:9
Resolução: 960x640   pixels, 326 pontos por polegadas Resolução:   1.136x640 pixels, 326 pontos por polegada
Dimensões: 11,52cmx5,86cmx0,93cm Dimensões: 12,38cmx5,86cmx0,76cm
Peso: 140g Peso: 112g
Processador: Apple   A5 (ARM Cortex-A9, duplo núcleo 800 MHz) Processador: Apple   A6
Vídeo: Power VR SGX543   MP2 (duplo núcleo) Vídeo:  Não Informado
Memória: 512   Megabytes Memória: 1 Gbyte
Câmera: 8   Megapixels, vídeo 1.080p (traseira);(0,3 Mpixel, vídeo VGA (frontal) Câmera:  8 Megapixels com fotos panorâmicas de até 28   Megapixels
Tipo de Chip: Micro   SIM Tipo de Chip: Nano   SIM
Tecnologia: 3G e   3GS Tecnologia: 4G LTE

As estimativas para as vendas do Iphone 5 pelo mundo seguem promissoras, as ações da Apple na bolsa são prova disso:  registraram alta após o lançamento do smartphone que vem com tudo para concorrer com a Samsung e seu Galaxy 3. Mas as comparações e discussões sobre estas duas marcas cabem num outro post.

Vamos esperar pelo lançamento do iPhone 5, que deve desembarcar no Brasil até Dezembro, quem sabe até lá a Apple ofereça alguns updates que possam otimizar o funcionamento do smartphone no Brasil.

Fontes: Folha de São Paulo, O Estado de S. Paulo, Exame.com, Mundo Bit e TechTudo.

Por Richele Manoel, Coordenadora de Distribuição Online PR Newswire

Tags: iphone5, lançamento+iphone+5+brasil, o+que+funciona+no+iphone+5+no+brasil, Tecnologia

Querida Gracie: As lições mais importantes das carreiras dos profissionais de RP

Postado em 7 de setembro de 2012 por Grace Lavigne no blog Beyond PR.

A cada semana, Querida Gracie responde perguntas dos leitores da conexão ProfNet com conselhos de nossa rede de quase 50.000 especialistas em Profnet. Tem alguma pergunta que está pairando na sua cabeça ultimamente, alguma coisa que você vem pensando e nenhum de seus colegas consegue responder? Por favor, envie para grace.lavigne@prnewswire.com. 

Querida Gracie, 

Eu sou estudante e estou no meu primeiro estágio em Relações Públicas neste verão. Qual o melhor conselho que um RP de longa data pode me dar. Qual a lição mais importante que aprenderam durante a carreira na área?



Conselhos para um Iniciante 

1. Vá além do óbvio. Sanuel Goldwyn, produtor de filmes, uma vez disse: “Quanto mais eu trabalho, mais sortudo eu fico”. Isso é, quanto mais você trabalha, você cria mais ideias e chances para você mesmo. 2. Tenha expectativas realistas. Thomas Lee, fundador e chefe de relações públicas na 451 Marketing, estava representando uma estação de rádio local que tinha conseguido uma apresentação ao vivo do músico Tio Cracker. Ele fez algumas ligações e conseguiu que a mídia da área garantisse que cobririam o evento. Ele disse a seu cliente “todos os canais de mídia estarão lá”, e claro seu cliente ficou extasiado.Esse é o que os publicitários considerariam um pecado capital, diz Lee. Porque apesar de garantias, nenhum canal de mídia apareceu para cobrir o evento. A lição foi que, como publicitário, você não pode controlar a mídia. Também existem diversas variáveis que podem impedir que a imprensa compareça a um evento, publiquem um artigo ou façam uma reportagem – Furos, trânsito, condições climáticas adversas, anunciantes, editores que precisam de maior espaço, etc. – nada é uma certeza. “Sempre entregue o que prometeu”, concorda Shannon Blood, gerente de conta na Off Madison Ave. 3.Fique calmo sob pressão. “Delicadeza sob pressão pode fazer toda a diferença”, afirma Karyn Martin, vice-presidente da 451 Marketing. “Quando uma situação não sai como planejado, sua reação pode consagrar ou prejudicar um cliente”. Tranquilize os outros e supere a situação – e você estará com grande vantagem na área de relações públicas. 4.Lembre dos Detalhes. Minha lição mais importante como relações públicas se resume em uma palavra: ‘Estacionamento’, afirma Zipporah Dyash, vice-presidente de interesses públicos e desenvolvimento no Centro Médico SUNY Downstate e no Hospital Universidade do Brooklyn na faculdade Long Island. Em uma área metropolitana como Nova York, os repórteres não só irão avaliar os méritos da sua iniciativa, como se você consegue trazer a equipe ao local. “Toda negociação inclui ‘disponibilizaremos estacionamento’”, diz. 5. Sempre represente. Feiras são frequentes em Las Vegas, mas lembre-se que você está lá como porta-voz de seu cliente, e sempre o represente, diz Jeremy Pepper, consultor de relações públicas e blogueiro. “Você pode sair e tomar uma bebida, mas é bom você sempre chegar nos horários dos eventos e nunca de ressaca”. 6. Seja Pró ativo. Como jornalista, você só pode denunciar – você só pode ser reativo – mas como relações públicas, você pode fazer as coisas acontecerem – você pode ser pró-ativo, explica Dan Collins, diretor sênior de relações públicas no Centro Médico Mercy. Ele aprendeu essa lição em seu primeiro trabalho como relações públicas, quando uma música local foi brutalmente assaltada e seu violino de cinco anos roubado. Collins se esforçou para oferecer uma recompensa pelo violino roubado e também para cobrir suas despesas médicas. Isso atraiu a atenção da mídia, e por outro lado, também atraiu os criminosos, que tentaram reaver a recompensa e acabarem presos. “Relações Públicas e Jornalismo são dois lados da mesma moeda”, diz Collins. Mas a habilidade de ser pró-ativo é de um RP. 7. Seja sincero. “Seja genuíno e você será confiável”, afirma Chris Leogrande, diretor de relações públicas da Faculdade Utica. “Isso tem me ajudado muito na relação com os repórteres. Se eu não posso responder suas perguntas, eu digo que não posso”. Por exemplo:
  • A imprensa nesse momento poderia colocar em risco o nosso funcionamento.
  • Nós temos uma política de não falar sobre informações pessoais dos funcionários.
  • Eu não sei a resposta sobre isso, mas procurarei me informar.

    “Nunca, jamais minta para um repórter. Acima de tudo”, afirma Lewis Goldberg em seu trabalho “PR Lessons Learned”. “Você será descoberto e você vai perder sua credibilidade, e prejudicar profundamente seu cliente”.
8. Ganhe a confiança. “Muitos relacionamentos são mais baseados na dinâmica de vendedor-consumidor do que numa parceria de confiança” afirma Bill Mc Laughlin, RP e especialista em mídias sociais para o Louis Paul e parceiros, em seu trabalho “Client-PR Agency Relationships: It’s a Matter of Trust.”. Aqui estão algumas maneiras de construir relacionamentos baseados na confiança:
  • Passe aos clientes a realidade. É crucial desde o início que os clientes entendam seus ativos, forças e fraquezas, desejos e metas, etc.
  • Evite investir em expectativas. “A agência precisa entregar resultados, mas o cliente também precisa pagar pelos custos desses resultados”.
  • Providencie transparência financeira. Uma vez acordada a verba, tenha certeza que o cliente esteja consciente de como suas atividades estão alinhadas com o orçamento.
  • Corte o mal pela raiz. Não hesite falar sobre expectativas ou problemas. Quanto antes esses assuntos forem conversados, melhor.
Uma relação de confiança também deve ter respeito e privacidade, acrescenta Brooks. “Não importa o contexto de seu trabalho, não importa o que os repórteres perguntem ou achem que sabem, algumas conversas e informações devem ficar longe da opinião pública”. Mantenha sua palavra.

9. Mantenha a diplomacia. “Saiba o tempo certo para falar e para ficar quieto”, afirma Rachel Hutman, especialista em comunicação na Agência Clearpoint. É uma linha fina, e algo que você aprende no caminho, diz. Ainda, lembre-se que em tempos de crise é importante dizer algo para a mídia, afirma John Brooks, diretor de relações públicas na Universidade North Park em Chicago. “Repórteres sempre acharão alguém que comente, e você provavelmente não gostará do que esse ‘porta-voz’ tem a dizer”. Sempre retorne as ligações dos repórteres em tempo hábil e tenha um comunicado para divulgar, mesmo que contenha poucas informações.

10. Escolha suas batalhas. “O cliente está sempre certo, mesmo quando não está”, afirma Susan Tellem sócia da Grody RP. “É essencial que os especialistas em relações públicas ofereçam o melhor conselho quando os clientes pedem, mesmo que eles não peçam”. Diga aos clientes o que você pensa e por que, continua Tellem. “Se o cliente por qualquer razão não concordar, diga: Você é o cliente. Enquanto você não concorda, lhe ajudarei a alcançar o que você quiser com a minha melhor habilidade (enquanto não for ilegal ou imoral)”.

11. Colabore. Trabalhe como um verdadeiro parceiro com as partes interessadas ou clientes, declara Rachel DiCaro Metscher, diretora de comunicação corporativa no Hobsons. O melhor colaborador irá identificar claramente as necessidades, providenciar uma solução que funcione, ter certeza que o trabalho será feito e o acompanhar. “A habilidade de trabalhar bem com cada pessoa é vital para o sucesso delas e para o meu”, afirma. “Trace metas para o time”, acrescenta McLaughlin. “Comece com metas realistas e inclua possibilidades de rápido retorno para que todos possam ver imediatamente a energia do programa”.

12. Tenha cuidado com o Status Quo. “O status quo é o inimigo”, diz Lou Hoffman, CEO da Agência Hoffman. “É mais fácil cair na armadilha de fazer da mesma forma, porque ela sempre tem sido feita”. Sempre há espaço para pensamentos inovadores.

13. Discurse de forma sensata. “Envie um discurso porque ele contém a história certa para a pessoa certa da mídia”, diz John Goodman, da RP John Goodman. “Discursos mudos para acalmar o cliente voltarão piores através da mídia”.

14. Leia Muito. “Você nunca leu o suficiente na área de RP”, afirma o publicitário de Atlanta, Dan Beeson. “Experimente o maior número de gêneros literários enquanto forem humanamente possíveis”.

15. Divirta-se. “Enquanto RP é um trabalho, levar a alegria da vida para seu trabalho tornará seu caminho mais eficaz", afirma Goldberg. “Se você ver apenas o lado difícil, não estará fazendo um favor a ninguém”. Aproveite sua vida e seu emprego e seu trabalho refletirá isso.

Gracie

Escrito por Grace Lavigne, editora sênior da ProfNet, um serviço da PR Newswire que ajuda jornalistas a se conectarem com fontes experientes. Querida Gracie é publicada semanalmente na Conexão Profnet, uma rede social gratuita para comunicadores. Para ler mais de Grace, veja seu blog na Conexão Profnet.

Traduzido por Marina Landert, Coordenadora de Análise de Conteúdo de Mídia PR Newswire

Tags: carreira, Comunicação Organizacional, dicas+rp, o que é importante para um profissional de rp, profissionais+rp, relações+públicas, RP

Na ginga da capoeira ele alcança o topo do ranking - Lázaro Ramos é o primeiro da semana!



Qualquer jornalista, site ou blogueiro interessado em obter mais informações sobre o assunto poderá entrar em contato pelo email atendimento@prnewswire.com.

Equipe de Auditoria de Imagem PR Newswire

Tags: camila+pitanga, celebridades, Comunicação Organizacional, debora+falabela, isis+valverde, lázaro+ramos, ranking+celebridades, Top Cast PR Newswire

Olha ela aí outra vez... Adriana Esteves está no Topo do Ranking de Celebridades da semana!



Qualquer jornalista, site ou blogueiro interessado em obter mais informações sobre o assunto poderá entrar em contato pelo email atendimento@prnewswire.com.

Equipe de Auditoria de Imagem PR Newswire

Tags: adriana+esteves, bunchen, Carminha, celebridades+mídia, gisele, juliana+paes, ranking+celebridades, Top Cast PR Newswire, xuxa+morena