Espaço PR Newswire para Comunicadores

O Blog da PR Newswire é um espaço dedicado à produção e desenvolvimento de conhecimento. Aqui você encontra as notícias e os artigos mais interessantes sobre Comunicação. São abordados temas relacionados às Relações Públicas, Jornalismo, Marketing, Publicidade, Mídias Sociais e Digitais. Confira nossos posts e deixe suas observações nos comentários. Queremos saber sua opinião.

Como Novos Aplicativos Contribuem com as Notícias

App Notícias

Quem nunca ouviu a frase: você conhece aquele app? Sempre existe um aplicativo para nos ajudar quando temos um problema. Hoje, os desenvolvedores podem criar aplicativos sobre qualquer coisa para suprir nossas necessidades.

Isso, também vale para o mundo editorial. As agências de notícias são constantemente desafiadas a fornecer novos canais e formatos de conteúdo aos seus leitores.

Aqui estão alguns aplicativos que são produzidos pelas redações em todo o mundo, uma cortesia da International Journalists’ Network (IJNet).

Movimento de Notícias Mobile na Europa Oriental

Em conjunto com agências de notícias e redações investigativas na Europa Oriental e na Eurásia, Christopher Guess desenvolveu um aplicativo de código aberto em resposta ao alto custo de distribuição de conteúdo de pequenas organizações.

Guess, do International Center for Journalists, desenvolveu o Push, que envia notificações com notícias que aparecem diretamente nas telas de bloqueio dos smartphones.

O aplicativo foi lançado para o Organized Crime and Corruption Reporting Project (OCCRP) e agora é usado regularmente por redações investigativas no Azerbaijão, Sérvia, Bulgária e Moldávia.

Guess diz que o objetivo final do Push, serviço de notícias móvel, é “finalmente aproveitar um recurso ausente desde que os smartphones foram inventados há quase dez anos”.

  Organized Crime and Corruption Reporting Project

Redações e Imprensa Digital na Índia

No ano passado, quando o jornal Hindustan Times decidiu produzir conteúdo digital e inovador, Knight Companheiro Nasr ul Hadi criou uma equipe de notícias para apps.

Por meio de sessões de treinamento, conhecidas como “Sextas Digitais”, Hadi e o diretor de conteúdo Nic Dawes familiarizaram seu pessoal com as ferramentas e aplicativos que se tornaram vitais para a distribuição e produção digital.

As ferramentas incluem a plataforma analítica Dataminr, que analisa tweets e dados para fornecer os primeiros alertas de última hora e o Parse.ly, que fornece informações sobre como os leitores respondem ao conteúdo. O Sprout Social, que se tornou a plataforma de mídia social para distribuição, ajuda a equipe a escrever e publicar notícias nos canais de mídia social do jornal.

Esta revolução digital criou uma redação que não está sujeita aos prazos diários", diz Hadi. “Eles são capazes de visualizar as histórias que querem produzir e ser mais livres para pensar como querem apresentá-las. Podem ir muito mais a fundos do que a maioria dos jornalistas tradicionais”.

  Plataforma analítica Dataminr

Notícias Individuais na Suíça

À primeira vista, o aplicativo #12, desenvolvido pela empresa de mídia suíça Tamedia, é semelhante a vários aplicativos que publicam notícias aos leitores diariamente.

Qual a diferença? A forma como as notícias recebem curadoria.

O #12 é como uma loja de café que não só conhece sua bebida favorita, mas sempre está trabalhando em novos sabores que você pode gostar.

Cada dia, uma equipe editorial seleciona 12 artigos entre os jornais e revistas da Tamedia e os prepara para a leitura mobile.

Um sistema de classificação incorporado fornece feedbacks diários para ajustar na seleção dos artigos.

O resultado é o que Michael Marti, diretor de estratégia digital da Tamedia, chama de “uma conversa aberta sobre qualidade que aumenta a satisfação dos leitores”.

  App #12

WhatsApp na Tanzânia

O WhatsApp é o aplicativo de mensagens mais popular.

No leste da Tanzânia, tornou-se fundamental, não só para o consumo de notícias, mas também para sua produção.

Lá, é uma gafe não ter o aplicativo em seu telefone.

Com pouco custo para os usuários e extremamente popular por seus grupos, o WhatsApp é o app padrão para compartilhar conteúdo multimídia. E passou a ser um boletim jornalístico.

Como a repórter da BBC, Tulanana Bohela, explica à IJNet: “Toda notícia que produzimos, invariavelmente, a vimos primeiro no WhatsApp ou em algum grupo”.

  App Tanzânia

Você conhece outros aplicativos importantes e plataformas de notícias usadas no exterior?

*Texto original publicado no Blog Beyond PR: Real World Application: How Innovative Apps are Driving News Overseas.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Tags: Jornalismo, App notícias, Aplicativos Jornalistas

4 Dicas Comprovadas para Marketing de Conteúdo

Você sabia que pelo menos 70% dos profissionais de marketing B2B pretendem criar mais conteúdo em 2017 quando comparado ao ano passado?

Mesmo o marketing de conteúdo ganhando notoriedade, um número muito menor entre esses profissionais diz ver resultados tangíveis. A pesquisa mostra que apenas 17% dos profissionais produzem relatórios com os dados de suas campanhas.

Quanto mais conteúdo, melhor! Mas todo profissional de marketing de conteúdo bem-sucedido sabe que é preciso mais do que quantidade para conseguir bons resultados. Abaixo estão quatro dicas comprovadas para tornar o seu marketing de conteúdo muito mais eficaz:

Publicar MUITO MAIS conteúdo

Um dos fatores que você precisa levar em consideração ao trabalhar com estratégia de conteúdo é a frequência. Você deve publicar mais ou menos conteúdo? Isso faz mesmo muita diferença?

Este tópico é muito controverso e divide especialistas. No entanto, graças ao extenso estudo do Hubspot com 13.500 profissionais, o veredito é: A frequência deve ser de 16 publicações por mês. O número garante 3,5 vezes mais tráfego e 4,5 vezes mais leads do que se você publicar menos de quatro artigos mensais.

Então, trabalhe a sua frequência de conteúdo e quanto mais conteúdo você puder publicar melhor.

Publicar conteúdo mais abrangente

Óbvio, o debate sobre a frequência de publicações foi construído levando em consideração sua abrangência. Os profissionais geralmente se dividem em dois grupos: os que publicam menos conteúdo, porém mais abrangentes e os que publicam mais conteúdo com menos amplitude.

E se você pudesse ter o melhor desses dois mundos?

Enquanto a pesquisa mostra que publicar mais conteúdo renderá mais ROI para o marketing, você não deve sacrificar sua abrangência. Um estudo que analisou os resultados de pesquisa do Google levando em consideração mais de 20 mil palavras-chave diz que a média de palavras entre os top dez resultados é de duas mil palavras. A pesquisa concluiu que mais conteúdo é melhor. Este estudo foi comprovado pela Buzzsumo, após analisar mais de 100 milhões de artigos, descobriram que o conteúdo precisa ter pelo menos mil palavras para obter mais tráfego de buscadores e da mídia social.

Seja mil ou duas mil palavras, uma coisa é clara: o comprimento ainda é um fator importante para calcular o ROI em marketing e, quanto mais longo o conteúdo, melhor.

Os principais tipos de conteúdo: nem todos são iguais

Pegadinha: Entre um infográfico e um post de blog com a palavra “Como”, qual deles recebe mais compartilhamento? Se usarmos o estudo Buzzsumo, abordado anteriormente, que analisou mais de 100 milhões de artigos, os infográficos conseguem muito mais compartilhamentos e geram muito mais ações em comparação aos posts de blogs.

O estudo também classifica os tipos de conteúdo mais compartilhados de acordo com a sua popularidade. São eles:

  • Infográficos
  • Lista
  • Posts com a palavra “Por que”
  • Posts com a palavra “O que”
  • Posts com a palavra “Como”
  • Vídeos

É importante usar esse conhecimento ao planejar sua estratégia de conteúdo. Naturalmente você deve diversifica-la. É essencial criar vários tipos de conteúdo para ganhar alcance e penetração.

Usar recursos visuais e sociais em seu conteúdo

Uma imagem vale mais que mil palavras, mas outros elementos multimídia podem valer muito mais. Aqui estão alguns fatos e números que você deve saber sobre eles:

  • Infográficos são mais propensos a receber 832% mais retweets do que os artigos que que contém apenas texto ou imagens;
  • Infográficos recebem muito mais engajamento quando comparados a outros tipos de conteúdo;
  • 80% das pessoas tendem a se lembrar do conteúdo visual do que texto e 30 vezes mais a ler um infográfico do que um texto;
  • Conteúdo com imagens recebe 94% mais exibições do que os sem imagens.

Após conhecer esses dados, é importante garantir que sua estratégia de conteúdo efetivamente use e integre elementos multimídia. Ter um blog, publicar infográficos de forma regular, criar vídeos e utilizar diferentes formatos multimídia podem aumentar o alcance do seu conteúdo e melhorar a sua imagem de marca.

Portanto, não basta criar conteúdo – sem graça – apenas em texto. Faça o seu conteúdo rico com recursos visuais. Ele não só será mais atraente, mas também transformará seu tráfego em conversões.

Conclusão

Ainda é possível planejar sua estratégia de marketing de conteúdo para 2017, mas você só obterá bons resultados se trabalhar com dados sólidos. Acima temos alguns, pesquise mais dicas para impulsionar o seu ROI com marketing de conteúdo. Use em sua estratégia e monitore seus resultados.

John Stevens é fundador e CEO da Hosting Facts.

*Texto original publicado no Blog Beyond PR: 4 Proven Tips to Consider for Your Content Marketing Strategy.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Tags: Marketing, Marketing de Conteúdo, Marketing B2B

3 Dicas para Criar uma Linda História de Marca com a Mídia

Mídia

Pode ser difícil conquistar a mídia espontânea, por isso ela é tão valiosa para estabelecer confiança e credibilidade - sem mencionar que ela conduz leads e vendas. O segredo para desenvolver grandes ações de relações públicas e alavancar a história da sua marca não é só criar uma mensagem atraente. Divulgue a sua mensagem usando as melhores práticas. Aqui estão três dicas para as marcas construírem uma linda história com a mídia espontânea:

  • Use press releases, blogs e as mídias sociais para conectar seu conteúdo e envolver jornalistas e consumidores. Incentive-os a compartilhá-lo. Uma abordagem multicanal garante que seu conteúdo atinja o público certo, nos mais diferentes formatos. Não se esqueça de incluir dados e elementos multimídia para reforçar sua história. 
  • Considere o timing de sua mensagem com cuidado, e compartilhe-a assim que a empresa estiver pronta, mesmo sem ter agendado uma grande coletiva de imprensa. Tempo é tudo. Se houver um grande acontecimento externo, que direciona a cobertura jornalística, leve-o em consideração – a história da sua marca não ganhará tanta repercussão. Procure a lacuna ideal e evite a concorrência. 
  • Crie conteúdo e não apenas compartilhe notícias. Amplifique a mensagem principal da sua marca. Infográficos, por exemplo, são ótimos formatos para compartilhar estatísticas relevantes integradas a liderança de pensamento. Seu enredo ajuda a construir a história da marca na mente do seu público. O conteúdo não é a única tática – crie conteúdos perenes, que podem ser reciclados e reutilizados ao longo do tempo em diferentes formatos e com múltiplas perspectivas para atingir seus principais públicos-alvo.

Para conquistar a mídia espontânea, leia o guia gratuito da PR Newswire, Five Keys to Crafting Press Releases that Drive ‘Earned Media’.

*Texto original publicado no Blog Beyond the Wire: 3 Ways to Develop a Great Brand Story with Earned Media.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Tags: Relações Públicas, Relacionamento com a Mídia, Brand Storytelling

Mediaware – Editora Abril, Rede Globo e Estadão

Bem-vindo ao MEDIAware, a newsletter mensal com o resultado das pesquisas da equipe de mídia PR Newswire.

  Mediaware - Editora Abril, Rede Globo e Estadão

MEDIAware tem como objetivo trazer a seleção das mais importantes atualizações da mídia e dos jornalistas que ocorrem em todo o Brasil, através do trabalho feito por nossos pesquisadores. Caso tenha informações sobre alterações recentes nas mídias e profissionais de comunicação ou dúvidas a respeito do conteúdo, entre em contato pelo e-mail: mediapt@prnewswire.com.br.

        

PR Newswire (São Paulo, SP)

A PR Newswire está lançando um aplicativo para dispositivos móveis, facilitando na mobilidade de nossos clientes. O aplicativo permite a leitura da Newsletter na íntegra, o acesso às matérias pelo dia ou veículo em que elas foram publicadas, permite consultar as capas de todos os jornais do Brasil, além da opção de criar uma página feita pelo próprio usuário para que ele possa ter acesso às matérias selecionadas. Para mais informações, acesse o link.

 

Rádio Gaúcha (Porto Alegre, RS)

A emissora pertencente ao Grupo RBS comemorou 90 anos com muita festa. Foram feitas transmissões ao vivo no Facebook, fotos no Instagram, streaming no digital e programas ao vivo on air em seu bar temático.

 

Mídia Help Assessoria em Comunicação (Novo Hamburgo, RS)

Comemorando 20 anos no mercado, a agência especialista no segmento fashion começa 2017 com novo site e nova identidade visual.

 

Editora Abril (São Paulo, SP)

No mês de março, a editora começará a implementar o paywall aos sites de suas revistas, começando pela Superinteressante ou Quatro Rodas.  O valor ainda não foi definido e a cobrança será feita por título. Quem não for assinante terá acesso de 10 a 15 conteúdos online gratuitos, em um modelo similar a veículos como Folha de São Paulo e Estadão.

A revista Placar está novamente sob os cuidados da Editora Abril e traz novidades para este ano. Mensalmente, a marca trará conteúdos em formatos variados para assinantes, como livros, edições digitais e guias que vão explorar temas específicos do universo do futebol, indo além das notícias do dia a dia. Além disso, o título passa a integrar o portal da Veja, onde o conteúdo de futebol terá a marca Placar.

 

Walter Thompson Brasil (São Paulo, SP)

A J. Walter Thompson conquistou o 5º lugar entre as top 5 agências no ranking Crema 2017, que será lançado em março.

Rede Globo (São Paulo, SP)

Após 19 anos na Rede Globo, a jornalista Flávia Freire se desligou da emissora para se mudar para Portugal com o marido e o filho.

 

Jornal Meia Hora (Rio de Janeiro, RJ)

Após quatro anos fora da publicação, Henrique Freitas volta como editor-chefe, assumindo o cargo de Humberto Tziolas, que estava vago após sua saída.

O Estado de São Paulo (São Paulo, SP)

O 7º Curso Estado de Jornalismo Econômico já está com suas inscrições abertas. Realizado em parceria com a FGV, o treinamento é voltado para recém-formados e será realizado em período integral, de 10 de abril a 7 de julho. Podem participar profissionais formados em 2015 e 2016, além de alunos de último semestre de faculdades de jornalismo de todo o país. As inscrições estão abertas até dia 19 de março, pelo www.vagas.com.br/v1463473. Mais informações no www.estadao.com.br/focas.

 

Jornal do Brasil (Rio de Janeiro, RJ)

A partir de maio o jornal voltará às bancas. A publicação será vendida apenas nas bancas da cidade e terá dois cadernos durante a semana e aos domingos, uma edição especial um pouco maior.

Conheça também a seleção das mais importantes atualizações da mídia e dos jornalistas estão acontecendo em outros países da América Latina: *MEDIAware Latam. Caso tenha outras informações sobre alterações recentes na mídia e/ou sobre os profissionais de comunicação ou dúvidas a respeito do conteúdo, entre em contato com nossa equipe de Relacionamento com a Mídia pelo e-mail: mediapt@prnewswire.com.br.

Tags: MEDIAware Brasil, jornalistas, mídia brasileira

9 Dicas de Design para Blogueiros que não são Designers

Design Blog

Todo blogueiro precisa produzir conteúdo periodicamente para manter um relacionamento duradouro com o seu público.

Ter uma voz consistente – tanto em um blog como nas redes sociais – é fundamental para manter a sua marca memorável e envolvente.

Com tantas pessoas criando conteúdo diariamente, como se destacar? Qual é o segredo?

A resposta: Incluir uma boa experiência visual junto ao conteúdo escrito.

O que é um bom design?

Elementos visuais, que geram uma boa experiência e capturam a atenção, tornam o seu conteúdo digno de ser compartilhado e desencadeiam uma resposta emocional positiva do público.

  • Apelo visual. O design que fala dessa forma com as pessoas é visualmente apelativo. Quando se trata de um blog, sua aparência também é importante. Ele tem um poderoso efeito sobre a interpretação do seu conteúdo e seu nível de qualidade. O segredo é encontrar um equilíbrio entre profissionalismo e criatividade.
  • Consistência. O design pode inspirar confiança instantaneamente. Para isso, você deve ser consistente. Padronize o design de todos seus canais próprios (por exemplo: blog, Twitter, Facebook, etc.) isso ajuda a construir um relacionamento visual com seu público.
  • Fácil e legível. O layout do seu blog, assim como seu conteúdo, deve ser claro e fácil de ser entendido. Isso significa que o design deve ser simples, a navegação intuitiva, e todas as ações que você pretende que seu leitor faça devem estar claras. Se você quer que eles permaneçam e brinquem dentro do seu blog, crie uma experiência simples.
  • Memorável. A sua mensagem final deve ser absorvida. Concentre-se em um apelo visual com consistência e fácil de usar. Assim você garante uma experiência memorável para seus leitores. O processo não é fácil, mas esses passos podem ajudá-lo a fixar sua mensagem na mente de seu público.

Você não tem muita experiência com design? Não se preocupe! Você não precisa ser um designer gráfico profissional para desenvolver algumas atividades básicas.

Acompanhe as dez dicas de design para melhorar a autoridade de um blog amador:

1- Escolher uma paleta de cores forte.

As cores do seu blog são muito importantes e influenciam as ações dos seus leitores. Para começar, selecione algumas cores que você gosta ou que representam a mensagem que seu blog quer transmitir.

Mas, não deixe a emoção direcionar a criação de sua paleta de cores. De acordo com a teoria das cores, há uma ciência para escolher aquelas que melhor funcionam de acordo com seus objetivos.

Para ajudar nesse processo, use o seletor de cores da Colordot para encontrar uma cor que você goste. Em seguida, use o Coolors para construir uma paleta de cores em torno da cor que você escolheu.

Uma vez que as cores para a sua marca foram definidas, não se esqueça do plano de fundo do seu blog. A cor branca ou cinza claro são boas opções e também complementam a paleta de cores.

  Colores

2- Fontes complementares.

A tipografia é um dos componentes essenciais no design, especialmente quando você está projetando um site focado em palavras, como um blog.

Uma boa regra é escolher entre duas ou três fontes que têm alto contraste entre si. Como uma com serifa e outra sem. Lembre-se que fontes muito ornamentadas ou complexas, mesmo atraentes, podem afetar gravemente o desempenho e velocidade do seu site.

O tamanho também é muito importante. Você não quer que tudo na sua página seja do mesmo tamanho. Você também deve evitar fontes muito pequenas.

O mínimo, padrão para páginas da web, é 16px. Use isso para o corpo do texto, e brinque com o tamanho no caso de títulos, cabeçalhos e menu lateral. Isso ajuda a manter os leitores em seu conteúdo por mais tempo.

Para associar suas fontes de forma eficaz, experimente ferramentas como Type Anything ou  o Font Combinations do Canvas. Você também pode testar o TypeConnection.

  tipografia

3- Design simples.

O objetivo principal é gerar consistência por meio da experiência do usuário.

Criar modelos de design para imagens é uma ótima maneira de manter a consistência.

É algo que usamos aqui no nosso blog e garante que nossas cores, fontes, espaçamento e alinhamento estejam alinhados em todos os posts de blog e na mídia social. Isso vai lhe poupar muito tempo, especialmente se você usa uma ferramenta como o Canva, que permite trabalhar com layouts já utilizados.

Crie alguns estilos simples para criar um padrão. Então, tudo que você tem que fazer é mudar o texto e as imagens antes de publicar.

  Layout Blog

4- Use imagens de qualidade.

As imagens podem ser fotografadas por você, encontradas em um site gratuito como o Pixabay, ou compradas de uma cooperativa como o Stocksy. De qualquer forma você quer ter certeza que seus posts tenham uma boa imagem.

Imagens, cores e temas são importantes. Você quer que as imagens estejam alinhadas com o estilo do seu blog. Se você tira suas próprias fotos, corrija problemas de cor e nunca estique as suas imagens.

De qualquer maneira, use fotos que atraiam os sentidos. Uma imagem que leva os leitores onde você está provoca os sentimentos e as memórias, isso pode ajudar a tornar seu conteúdo inesquecível.

Precisa de algumas dicas sobre como tirar fotos melhores? Veja nosso post cinco dicas essenciais para fotógrafos iniciantes.

  Tamanho Fotos online

Imagens

5- Inclua espaços em branco.

As pessoas consomem conteúdo rapidamente. Assim, os leitores geralmente funcionam melhor, recebendo informações curtas e destacadas.

Por isso, é uma boa ideia manter as coisas simples com uma boa dose de espaços em branco por toda parte.

Quebre o texto em pedaços menores, mantendo parágrafos curtos e utilizando cabeçalhos e subseções para quebrar longos pedaços de texto. Isso tornará mais fácil para seu público ler o conteúdo, especialmente por smartphones.

Lembre-se de sua barra lateral também. É fácil usar esta seção de sua homepage para incluir informações de perfil, categorias, anúncios, widgets de mídias sociais, etc. Mas, menos é mais. Mantenha apenas as informações mais importantes e um ou dois espaços para anúncios. Use a navegação no menu inteligente e os botões no cabeçalho e no rodapé para levar os leitores para outros lugares.

  Respiro

6- Destaque os itens mais importantes.

Outra maneira de manter a atenção dos leitores com o design é destacar as informações mais importantes.

Com a atenção sendo cada vez mais dispersa, é recomendado que você deixe claro no primeiro parágrafo a ideia geral do seu conteúdo. Mas, você pode ter uma linha de apoio mais profunda no texto para ajudar.

Para chamar a atenção do leitor para essa informação, destaque-a com as alterações no tamanho ou no estilo da fonte, como negrito ou itálico. Ou, crie um gráfico que ilustra as informações que você está apresentando de uma maneira mais simples.

Ou se preferir, faça um gráfico com uma citação ou incorpore um tweet que exibe exatamente o que você está tentando dizer.

  informações mais importante

7- Adicione um favicon.

Isso pode parecer trivial, mas adicionar um favicon mostra que você está trabalhando até mesmo nos pequenos detalhes.

Se você não está familiarizado com o termo “favicon” (ícone do site), é a pequena imagem que aparece ao lado do título do seu site em um navegador. Ela ajuda a estabelecer a identidade do seu blog e torna-la mais fácil para seus leitores construírem um reconhecimento imediato com a marca.

A maioria dos leitores trabalham com muitas guias abertas em seu navegador de internet. À medida que as guias aumentam, os títulos dos sites diminuem. Um favicon pode ajudar seus leitores a localizar facilmente sua página.

Você não sabe como adicionar um favicon? Veja como fazer isso no WordPress, Squarespace, Ghost e Medium.

 

8- Crie um guia de estilo.

Manter a coerência deve ser a sua prioridade número um. A melhor maneira de fazer isso é criar um guia de estilo para sua marca.

Depois de ter investido seu tempo para decidir como todos os seus elementos visuais trabalharão em conjunto – cores, tipografia, ícones, imagens, etc – coloque tudo no papel. Esta é a melhor maneira de garantir que você manterá seus princípios de design.

Além disso, ao aumentar o número de colaboradores do blog, ter um guia de estilo na mão vai tornar mais fácil a comunicação de forma clara com o tom e o estilo do seu blog, além de mostrar credibilidade.

Para começar, experimente uma ferramenta como o Frontify.

 

9- Eterno aprendizado.

Todo criador de conteúdo deve estudar as tendências e usá-las para estimular sua própria criatividade.

Veja o que outros blogueiros estão fazendo dentro e fora do seu mercado e selecione os elementos que você gostar para criar uma experiência única.

Ao implementar algumas táticas de design, você pode aprender alguns truques novos também. Como a forma de ajustar o código do seu site ou uma maneira melhor de exibir sua barra lateral para gerar mais engajamento.

Se você ainda tem dificuldades, instale um tema pré-determinado em sua plataforma de blog e passe algum tempo aprendendo como ajustar os vários recursos por conta própria. Se você preferir, invista em um curso de design gráfico, web e fundamentos de UX.

*Texto original publicado no Blog Beyond Bylines: 9 Design Hacks for Bloggers Who Aren’t Designers.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Tags: Marketing, Design, Blog

Como Melhorar sua Divulgação para Aumentar a Receita

Divulgação_ROI

Sabemos que visualizações e outros números não correspondem ao valor real de uma campanha de relações públicas. Profissionais de RP devem unir vários elementos de fontes distintas para amarrar o resultado de suas ações, receita e transmitir o retorno real sobre o investimento de seu trabalho.

A premiada agência Fingerpaint de inovação de marketing, está empenhada em criar uma experiência de marca significativa para cada um dos seus clientes. Foi um desafio demonstrar o ROI de suas campanhas de comunicação para seu público.

Os clientes vêm até nós e dizem que sabem que precisam de um trabalho de relações públicas, mas precisamos mostrar para eles o valor do trabalho que fazemos com resultados tangíveis e ROI”, disse Lynita Johnson, relações públicas na Fingerpaint.

 

Usar três serviços diferentes para gerenciar várias ações de comunicação era complicado. Por isso, decididos a otimizar seu trabalho com foco em análises de campanhas e relatórios com resultados precisos, a Fingerpaint adotou uma plataforma integrada: a Cision Communications Cloud™.

A Cision tem a única plataforma verdadeiramente integrada do mercado. Nós escolhemos a Cision por sua eficiência e pela forma intuitiva de usar o programa”, explica Johnson.

A Cision Communications Cloud™ permite que a Fingerpaint maximize seu potencial de mídia espontânea e execute uma estratégia multicanal unificada, enquanto mostra o ROI de suas campanhas de comunicação.

Leia o estudo de caso completo para saber mais sobre como a Cision Communications Cloud™ ajudou o Fingerpaint a melhorar sua abordagem:

  1. Divulgação para influenciadores
  2. Performance de mídia espontânea
  3. Análise de sentimento
  4. Gestão e relacionamento com a mídia
  5. Análise de engajamento

“Mostrar uma ligação direta entre o que fazemos, como a cobertura que conseguimos conquistar, direcionar o tráfego e gerar retorno é fundamental para conquistar e manter nosso negócio”, disse Johnson.

Para ver os resultados da Fingerpaint em mais detalhes, clique aqui.

*Texto original publicado no Blog Beyond the Wire: How Fingerpaint Streamlined Its Outreach and Boosted Revenue.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Tags: Relações Públicas, ROI, Divulgação, Relacionamento com a mídia

Calendário de Relacionamento com Investidores

empresas de capital aberto

Planejar e a executar são processos importantes na rotina de todo profissionais de relacionamento com investidores. Para manter o seu ano no caminho certo, A CNW – PR Newswire, desenvolveu um calendário anual com as datas e prazos mais importantes para RI.

Embora o calendário tenha sido desenvolvido para empresas de capital aberto canadenses, muitas informações, como divulgação de resultados trimestrais, conference calls e relatórios anuais servem perfeitamente para empresas brasileiras.

 

Escolha uma empresa que forneça os melhores serviços para suas divulgações ao mercado financeiro. Conheça os serviços de comunicação da PR Newswire.

*Texto original publicado no Blog Beyond Bylines: What Does a Year in IR Look Like?

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Tags: Relacionamento com Investidores, RI, Caléndário RI, Calendário Divulgação de Resultados

Os Segredos do Marketing de Influência

Influenciadores

O marketing de influência é um dos meus temas favoritos e é por uma boa razão. Ao longo dos últimos oito anos, usamos ele para conseguir aumentos significativos em áreas importantes para o negócio, como a retenção de clientes, reconhecimento de marca e participação em eventos. Houve uma explosão absurda de marcas falando sobre marketing de influência e, voltando a uma conferência onde falei com comunicadores sobre as melhores práticas de relacionamento com influenciadores, decidi compartilhar alguns segredos com você sobre como fazer seus esforços serem mais eficazes.

Todos somos influenciadores – Desde que inspiremos alguém a agir.

Em vez de se concentrar apenas em influenciadores na mídia social, expanda seus horizontes. Inclua jornalistas, especialistas, acadêmicos e até mesmo usuários que defendem a sua marca em sua lista de amigos. Seu público pode acompanhar um ou vários deles para se manter informado. O segredo é se concentrar menos no número de seguidores e mais na qualidade do conteúdo, conversas e engajamento com o público. A avaliação mais importante que você deve fazer é: Essa pessoa inspira seu público a agir, compartilhar, concluir uma tarefa ou comprar? Se a resposta for “não”, esse não é o influenciador que você procura.

É necessário investir muito dinheiro?

Um equívoco comum que ouço constantemente é que as marcas acreditam que os influenciadores são pagos. Isso está longe de ser verdade. Embora haja um bom número de influenciadores que ganham a vida por endossar marcas que pagam por sua influência, esse não é o único caminho. Muitos influenciadores estão mais interessados em receber a cobertura da mídia por meio de uma nova parceria de marca, receber acesso exclusivo a novos produtos ou serviços e até mesmo experiências que não são acessíveis para as outras pessoas. Portanto, ao fazer uma parceria com um influenciador, ofereça algo de valor para conseguir sua participação.

As pessoas confiam umas nas outras.

Nossos amigos da Edelman lançaram um relatório chamado Trust Barometer e os resultados são chocantes! A confiança das pessoas em algumas fontes diminuiu. Em contrapartida, os amigos e a família se tornaram as fontes mais confiáveis de informação. Portanto, os melhores influenciadores fazem seu público se sentir próximos e parte da família. Eles são conhecidos por criar conteúdo e uma conexão direta, um a um. As pessoas confiam em outras pessoas que são como elas - então encontrar um influenciador que seja mais parecido com o seu público-alvo gera mais confiança.

Para conhecer outros segredos do influencer marketing, veja meu webinar e leia o novo whitepaper, Targeted Outreach: Turn Influencers In Brand Advocates, e veja como:

  • Descobrir os influenciadores mais influentes no seu mercado;
  • Identificar o parceiro perfeito para sua marca com os insights certos;
  • Envolver os influenciadores de forma eficaz por meio do seu alcance;
  • Motivar os influenciadores certos para contar sua história.

  Potencialize o Alcance da sua Mensagem

A autora Stacey Miller é diretora de comunicações da Cision, onde supervisiona as estratégias para a mídia, analistas e influenciadores, bem como mídias sociais e comunicações internas. Uma veterana, com dez anos de empresa, Stacey foi a pioneira a trabalhar com narrativas baseadas em dados e não tem medo de aprofundar suas análises. Siga seu @staceylamiller.

*Texto original publicado no Blog Beyond PR: The Secrets of Influencer Marketing.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

 

Tags: Marketing, Influenciadores, Estratégia de Mídia

Blog: Como Criar um Relacionamento (longo) com o Público

Relacionamento

O relacionamento entre um blog e seus leitores parece muito com um namoro.

Você dá o seu melhor para outra pessoa: sentimentos, expectativas e resultados.

Isso é emocionante e assustador. Você também pode se sentir um pouco solitário.

Mas, quando a confiança aparece, o relacionamento pode passar rapidamente de paixão para o verdadeiro amor.

Se você quer construir um relacionamento de longo prazo com o público do seu blog, confira esses dez fundamentos para começar da forma certa:

1 – Apareça constantemente.

É importante estar sempre presente para que seu público confie em você. Seja com publicações diárias ou em dias específicos da semana, sua programação construirá confiança e fará com que as pessoas mantenham visitas regulares ao seu blog.

2 – Crie uma boa impressão.

Assim como um perfil em aplicativos de relacionamento, causar uma boa impressão é essencial para seus seguidores não perderem o interesse. Mantenha o design do blog limpo, simples e fácil de ser visualizado. Divida seus posts visualmente com imagens, títulos, seções e espaços vazios.

3 – Seja você mesmo.

Autenticidade é muito importante. Se você tentar imitar os outros, você pode ser visto como um impostor. Seu blog deve ser único e ter uma personalidade original. Mas, transmitir seu verdadeiro “eu” pode ser difícil. Mantenha um tom amigável para se conectar com as outras pessoas.

4 – Momentos espontâneos.

Consistência, estilo, conteúdo e periodicidade são as melhores práticas. Mas, ter momentos espontâneos pode estimular o seu público. Não tenha medo de testar um novo formato, como um vídeo! Surpreender seus leitores com algo novo pode ajudar a manter o seu blog interessante e criativo.

5 – Sem pressa.

Gerenciar um blog é um exercício de paciência. Para ter sucesso é necessário trabalho e empenho. Tenha um objetivo para o seu blog e seja diferente dos outros. Se você trabalhar com prazer o público virá.

6 – Curta o processo.

Você naturalmente passará por algumas fases. Em alguns momentos o blog ganhará folego com ótimos posts. Mas, provavelmente você passará por períodos de baixa e se perguntará por que não foi ao cinema ao invés de ficar trabalhando. Respeite cada momento e não tente lutar contra eles. Aproveite para trabalhar em novas ideias quando estiver em bons momentos.

7 – Leia os sinais.

Preste atenção no que está dando certo e o que não está. Algumas publicações recebem mais visualizações e outras mais interações? Alguns temas não estão gerando resultado? Replique o que funciona para manter o interesse do seu público. Se um determinado assunto é importante para você, mas não está funcionando, incorpore outros formatos que funcionem melhor e veja se há alterações.

8 – É bom olhar para trás.

Todo mundo precisa de uma pausa. Se você não tem certeza de onde está indo ou apenas precisa de um tempo livre, olhe para trás e reavalie o seu plano. Apenas avise seus leitores para que eles fiquem cientes da sua ausência. Eles provavelmente vão sentir sua falta e ficarão ansiosos para recebê-lo de volta com os braços abertos.

9 – Procurar conselhos (em fontes confiáveis).

Os leitores podem dar sugestões sobre o seu blog. Alguns úteis, mas de qualquer maneira, é melhor consultar uma fonte confiável que realmente entende de blogs. Identifique o que está trazendo seu sucesso e teste novas ideias. Nem tudo irá funcionar, mas o aprendizado é inestimável.

10 – Tenha respeito.

Mostre sua admiração por outros bloggers quando escrever sobre eles. Se seus leitores comentam e interagem com você, tire algum tempo para responde-los. Um simples “obrigado” pode dizer muito aos seus leitores. Afinal, todo relacionamento saudável é baseado em uma troca.

*Texto original publicado no Blog Beyond Bylines: How to Take Your Blog Audience from Fling to Long-Term Commitment in 10 Steps.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Como o Jornalismo está se Adaptando ao Mundo Digital

Digital Journalism

Todos os jornais impressos enfrentam esse desafio: como adequar as notícias de última hora com a agilidade do mundo digital.

A imprensa está focada nas mídias digitais e sociais há alguns anos. Ano passado foi determinante para muitos jornais, como aqueles que reduziram suas edições impressas e alocaram mais recursos em sua presença online.

Lynn Walsh, presidente nacional da Society of Professional Journalists, coloca a estratégia online em primeiro lugar. Ela trabalhou em várias publicações online e hoje lidera a equipe de pesquisa da NBC 7 em San Diego.

As pessoas querem ver notícias online e em seu smartphone”, diz Walsh. “A redação tem a responsabilidade de se adaptar a isso – publicar a informação que o público quer e como quer”.

Toda agência de notícias, jornal, revista ou emissora de rádio teve que se adaptar às notícias digitais.

A televisão, por exemplo, deve liberar imediatamente o básico de uma notícia. Se arriscar a aguarda-la até o noticiário das 17 horas pode significar perde-la para a concorrência, ou pior, abordar uma notícia antiga.

As redações digitais

Um ano atrás, a Al Jazeera America anunciou planos para encerrar seu canal de TV e aumentar suas operações digitais.

A equipe da Al Jazeera informou que o fechamento da Al Jazeera Americacoincide com a decisão de sua matriz global de se comprometer com a expansão de suas operações digitais no mercado norte-americano”.

À medida que o público se torna cada vez mais multi-plataformas, isso inclui o consumo de notícias e informações por meio de dispositivos móveis, a expansão permitirá que americanos e pessoas de outros países acessem o conteúdo jornalístico de onde e quando quiserem”, disse a Al Jazeera Media Network em uma declaração na época. “Ao expandir seus serviços de conteúdo digital e distribuição, a rede se posicionará para inovar e competir em um mundo digital que atende o público 24 horas por dia”.

Um mês depois, em fevereiro de 2016, outro jornal publicou um comunicado mundial. O jornal britânico The Independent tornou-se o primeiro jornal nacional a adotar uma abordagem global e digital.

Sua publicação impressão foi interrompida em março.

... e os veículos de notícias locais

O jornal Editor & Publisher destacou que algumas publicações que conseguiram dar a volta por cima: 10 Newspapers That Do It Right 2016: Finding Success With Audience, Digital and New Revenue Ideas.

Entre eles o Wilmington StarNews da Carolina do Norte.

A mudança de foco, do impresso para o digital, primeiro envolveu uma revisão que incluiu a mudança nas reuniões de redação do jornal para enfatizar as notícias na internet e utilizar plataformas sociais para construir conteúdo comunitário.

O Diretor Executivo do Online News Association, Irving Washington, diz que todos estão produzindo notícias digitais por conta de uma mudança cultural na forma como as pessoas consomem informação.

É a inovação na forma de contar histórias”, disse Washington.

Para as empresas jornalísticas que precisam de algumas orientações, o Advanced Media Institute da Universidade da Califórnia produziu um extenso tutorial sobre como fazer a Transição para o Jornalismo Digital.

Nela, o professor Paul Grabowicz, que também trabalhou como administrador por um longo tempo na Escola de Pós-Graduação de Jornalismo da UC Berkeley, discute sobre tudo, desde as edições de jornais e revistas em declínio, o fim das edições impressas até a competitividade online.

  Homepage Starnews-online.

O site da Wilmington Star News.

  Homepage Starnews-online.

Wilmington Star News - Edição impressa versus mobile.

Com tantas mudanças, onde iremos parar?

Alguns suspeitam que 2017 será o ano de expansão da realidade virtual e aumentada.

O digital fornece novas oportunidades para os jornalistas reinventarem a forma como contam histórias”, diz Walsh do SPJ.

Antes, construíam um relatório e mostravam as notícias, agora os jornalistas devem ir mais fundo. O conteúdo está vinculado a mais informações, é possível adicionar um videoclipe, baixar itens e até criar um conjunto de dados pesquisáveis.

Isso faz com que a experiência com a notícia seja mais rica”, afirma Walsh. “A realidade virtual pode se tornar a forma predileta de consumo de notícias. O segredo é se adaptar ao que o público quer”.

Washington concorda.

Em um ponto, a internet é tão inovadora quanto um dia a televisão também foi.

A inovação muda tudo”, disse ele. “Os jornais impressos precisam prestar atenção à forma como as pessoas preferem consumir informação. As ferramentas sempre mudarão. Devemos estar atentos às mudanças culturais que estão acontecendo”.

*Texto original publicado no Blog Beyond Bylines: The Digital News Race: How Media Meets the Demands of an Online-First World.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Tags: Jornalismo, Jornalismo digital