ESMO divulga relatório de intenções sobre tratamento de suporte de paliativo

ESMO divulga relatório de intenções sobre tratamento de suporte de paliativo

PR Newswire

LUGANO, Suíça, 15 de dezembro de 2017 /PRNewswire/ -- A ESMO, principal organização profissional de oncologia médica, divulgou um relatório de intenções sobre tratamento de suporte e paliativo, que chama a atenção para a crescente lacuna em desenvolvimento entre as necessidades dos pacientes de câncer e o fornecimento real de tratamento centrado no paciente.

"Novos estudos mostram que pode haver uma lacuna entre o que os médicos pensam que é importante para os pacientes e o que os pacientes realmente precisam. Com esse relatório de intenções, queremos chamar a atenção para o fato de que, tanto como o tratamento contra o tumor, os pacientes de câncer precisam de suporte físico, psicológico, social e espiritual, a cada estágio da doença, desde o diagnóstico", disse o principal autor do relatório Karin Jordan, coordenador acadêmico da ESMO.

O coautor Matti Aapro, ex-presidente da MASCC, disse: "Estudos recentes mostram que os tratamentos paliativos e de suporte não apenas melhoram o tratamento: eles contribuem para o melhor uso dos recursos disponíveis, evitam desperdícios e também podem reduzir o custo do tratamento".

Os resultados relatados pelos pacientes deveriam ser altamente encorajados, porque são associados a melhor qualidade de vida, menos hospitalizações e até mesmo maior sobrevivência, em comparação com o tratamento usual.

"Esperamos que esse relatório irá contribuir para o desenvolvimento de uma cultura e aceitação generalizadas do tratamento de suporte e paliativo em todo o mundo", disse Aapro. "Necessidades básicas dos pacientes, como o alívio da dor, ainda não são amplamente atendidas. A educação é vital para se certificar de que o tratamento essencial de suporte seja acessível a todos os pacientes, em todos os lugares".

Conteúdo do relatório de intenções da ESMO:

  • Intervenções e treinamento são essenciais no tratamento centrado no paciente;
  • Tratamento de fim de vida;
  • Papel de equipes multidisciplinares;
  • Integração dos recursos de tratamento de saúde;
  • Pesquisa e recursos em tratamento de suporte e paliativo.

Relato completo: http://bit.ly/2AiD5qG

A ESMO é a principal organização para oncologia médica. Com 17.000 membros representando profissionais de oncologia de 150 países, a ESMO é a sociedade de referência para educação e informação na área da oncologia.

media@esmo.org 
+41-91-973-19-07

FONTE European Society for Medical Oncology (ESMO)