Seaborn Networks entrega rotas SeaSpeed ULL entre centrais de trocas de dados do Brasil e EUA

Seaborn Networks entrega rotas SeaSpeed ULL entre centrais de trocas de dados do Brasil e EUA

SeaSpeed proporciona a única rota de latência ultrabaixa desde 1400 Federal NJ até B3 São Paulo

PR Newswire

BOSTON, 9 de novembro de 2017 /PRNewswire/ -- A Seaborn Networks ("Seaborn"), operadora, proprietária e desenvolvedora líder de sistemas de cabos de fibra ótica submarina, anunciou hoje que entregou o SeaSpeed Nível 1 em Seabras-1 para seus clientes registrados. O SeaSpeed Nível 1 é a rota de latência mais baixa entre 1400 Federal em Carteret, Nova Jérsei e B3 em São Paulo, com uma latência real medida de 105,05 ms RTD entre as centrais de troca de dados. Trata-se de um serviço direto de trocas sem quedas intermediárias permitidas nas estações de aterragem de cabos.

Além disso, a Seaborn também entregou seu serviço de latência SeaSpeed Nível 2 (mais conhecido como Carrier Class) desde 1400 Federal até B3 para seus clientes registrados, com latência real medida de 106,54 ms RTD entre as centrais de trocas. O Seabras-1 Nível 2 é um método de baixo custo para que empresas de negócios financeiros entrem na rota mais nova e mais direta entre Carteret e B3. Ambos os SeaSpeed Níveis1 e 2 oferecem a conectividade mais confiável entre as trocas comerciais.

O Seaborn gerencia todos os seis pares de seis fibras do Seabras-1 para seus clientes. Isso é realizado por meio da central de operações de rede ("NOC", network operations center) própria da Seaborn que funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana, operada com funcionários da Seaborn, seu próprio NOC de recuperação de desastres, junto com o controle de sua estação de aterragem em Praia Grande e controle acionário subjacente (junto com o Partners Group em nome de seus clientes) de todos os pares de seis fibras no Seabras-1. A gestão de todo o sistema da Seaborn se aplica independentemente de se tais partes possuem SeaSpeed ou, por meio da oferta Wholesale (atacado) da Seaborn, compra de IRUs ou leasings por pares de fibras, espectro ou capacidade de LIT.

Isso permite à Seaborn oferecer seus produtos Wholesale e SeaSpeed com os seguintes atributos únicos:

  • SeaSpeed Níveis 1 e 2 estão disponíveis somente a partir da Seaborn por meio de seu parceiro de canal exclusivo, a Spread Networks, a clientes do setor financeiro, não têm a permissão de serem revendidos ou trocados com terceiros, e ambos incluem contratos de prestação de serviços ("SLAs").
  • Todos os clientes não financeiros da Seaborn (incluindo transportadoras, OTTs, ISPs e revendedores), possuem o serviço Wholesale do Seabras-1, que também é gerenciado pela Seaborn. A Seaborn acredita que sua oferta Wholesale proporciona uma latência mais baixa do que cabos submarinos concorrentes entre NJ/NY e São Paulo, além de proporcionar uma ampla gama de escolha de locais POP na rede nos EUA e no Brasil. No entanto, o Wholesale não inclui um SLA de latência, nem um caminho direto ao B3.
  • A latência real medida de POP a POP para ofertas Wholesale varia dependendo da ampla gama de locais POP que a Seaborn oferece, e cremos que esses sejam mais baixo que qualquer outro sistema de cabos EUA-Brasil existente entre os POPs que atendemos. A título de exemplo, nosso serviço Wholesale entre SP3 em São Paulo e 800 Secaucus em Nova Jérsei beneficia-se de uma latência de 107,76 ms RTD. A latência de estação a estação de nossas soluções Wholesale também diferem das ofertas SeaSpeed.

A latência e a qualidade de serviço da Seaborn para seus clientes SeaSpeed é sem precedentes.

Com mais de US$ 520 milhões investidos no Seabras-1, esse é o primeiro projeto de cabo submarino jamais elaborado desde o início até oferecer o caminho mais rápido para as maiores trocas entre a América do Norte e a América do Sul.

Sobre a Seaborn Networks
A Seaborn é uma das principais operadoras, proprietárias e desenvolvedoras de sistemas de cabo de fibra ótica submarino, incluindo o Seabras-1 EUA/Brasil, já em operação, o ARBR entre Brasil/Argentina (que deve entrar em operação no 4T de 2018), e o SABR entre Brasil/África do Sul (que deve entrar em operação em 2019). A Seaborn possui escritórios nos EUA, Brasil e Inglaterra, além de NOCs totalmente operacionais que funcionam 24 horas por dia, 7 dias por semana. A administração possui experiência na elaboração, construção, financiamento e operação de muitas das maiores redes terrestres e submarinas do mundo. www.seabornnetworks.com

Contato com a imprensa
Kate Wilson, Seaborn Networks
Tel: +1 978 471 3169
kate.wilson@seabornnetworks.com

Logo - https://mma.prnewswire.com/media/600844/Seaborn_Networks_Logo.jpg

FONTE Seaborn Networks