Blog

20 de abril de 2018

O release morreu? Não, se transformou.

Por Thaís Antoniolli

Desde 1954, a PR Newswire é referência global em ferramentas estratégicas de comunicação e divulgação de conteúdo para diferentes públicos. Claro que eu não estava aqui desde o começo. Aliás, nem era nascida nessa época, mas esse dado impressionante (mais de 60 anos de PR) me levou a pensar:

“Como a comunicação mudou no decorrer de todos esses anos!”

Em jornais e revistas, do rádio para a televisão, passando pela internet até chegar às redes sociais e aos buscadores. Mesmo com todas essas transformações, um personagem sempre esteve presente acompanhando todas as mudanças: o press release.

Eu, particularmente, sou entusiasta desse formato de divulgação. Simples, objetivo e direto, um camaleão que se adapta no decorrer dos anos. Uma hora ele vem em texto, outra acompanha recursos multimídia planejados como uma parte importante de grandes lançamentos de produtos/serviços. Diante disso, nos últimos tempos, o release ganhou uma cara mais dinâmica ao apresentar-se em vídeo, mesmo quando todos vinham anunciando o seu fim. Mas nosso companheiro não se deixou abater e seguiu firme e forte.

Maior e melhor: o novo press release

Pela minha experiência na área, o release vive uma de suas melhores fases. De texto institucional com fotos anexas, cujo objetivo era ser divulgado ao maior número possível de jornalistas, ele passou para um conteúdo robusto, multimídia, democrático que pode ser publicado na grande mídia ou em veículos menores, especializados, de forma online, estrategicamente estruturado em SEO e um grande aliado do marketing e das vendas para geração de leads qualificados.

Quem nunca viu o lançamento de uma marca, produto ou serviço ganhar destaque na imprensa? É isso que nós chamamos de mídia espontânea (leia aqui o texto em que falo sobre o tema).

O press release e a estratégia de SEO

A estratégia de SEO, ou otimização de textos para mecanismos de busca, foi fundamental, pois deu mais força ao press release no mundo digital. Divulgar hoje um conteúdo sem ela é quase um “tiro no pé”. A discrepância nos resultados (com e sem SEO) é gritante. E o mais importante: conseguimos mapear onde o retorno é melhor para cada cliente.

Em alguns casos, estar presente em veículos especializados é mais interessante para a marca, do que ser divulgada nas mídias tradicionais, mesmo se a mídia segmentada tem menor alcance.

“Como assim?”, você vai me perguntar. Eu explico: dependendo do produto, não adianta chegar à 1 milhão de pessoas se o público-alvo não estiver lá. Melhor é estar em um site com fluxo de 10 mil pessoas por dia, sendo que 2 mil podem fechar negócio com sua empresa. Além disso, quantidade de websites não é necessariamente sinônimo de relevância.

·   Avalie se seu conteúdo saiu em portais de notícias ou sites/blogs, mesmo que pequenos, mas com conteúdo editorial. Esse é o propósito do press release.

·  Verifique se as mídias onde seu conteúdo aparece estão alinhadas ao seu público-alvo: conteúdo de tecnologia publicado em sites de busca de vagas faz sentido?

·   Atente-se se o que o seu fornecedor prometeu faz sentido: seus parceiros online possuem atualização ou são apenas sites “fakes” ou próprios? Dependendo do site onde o release estiver publicado, o ranqueamento online pode ser pouco efetivo e até prejudicial para a marca e para a estratégia.

·   Questione a fonte de aferição das métricas de acesso. ComScore é uma referência mundial!

·   Pergunte ao seu fornecedor se ele segue uma política editorial global, baseada nas melhores práticas do mercado.

Enfim, na hora de comprar entenda o que estão oferecendo para não decidir por preço e, consequentemente, não ter efetividade em suas ações.

Inbound e outbound nas assessorias de imprensa

Alinhado com as estratégias de SEO, o press release também deve estar de acordo com duas importantes estratégias de marketing: o inbound e o outbound, ferramentas que ampliam o potencial e o alcance do conteúdo divulgado por assessorias de imprensa.

O “só falar com jornalistas” se tornou o básico para empresas focadas em estratégia de comunicação. As assessorias de imprensa modernas precisam estar próximas de outros setores como marketing e vendas, adotando suas boas ideias. Entre elas, as estratégias de inbound e outbound, ambas de fundamental importância para ampliar o alcance da informação e que estão inseridas nessa mudança nos press releases como verdadeiras aliadas dos bons resultados.

O que fica é a veracidade de informações

Entram infográficos, saem palavras; entram vídeos, saem fotos; até os canais de comunicação onde são publicados mudam, mas o que não pode mudar é a veracidade das informações. Principalmente com tantas notícias falsas ou “fake news” espalhadas pela internet.

Lembre-se sempre de checar cada informação, origens dos links e as políticas editoriais. Isso vai fazer seu texto ser relevante para o Google, tornando-o mais fácil de encontrar e o mais importante: com credibilidade.

Bom, acredito que por hoje é só. E você, o que acha sobre a eficiência do release?  Você o utiliza como ferramenta estratégica de comunicação?

Clique aqui e fale com um especialista!


Notice: Undefined variable: method_suffix in /var/www/html/wp-content/plugins/custom-page-templates-old/integrations/dynamic-shortcode-values/common-post.php on line 200

Notice: Undefined variable: taxonomy in /var/www/html/wp-content/plugins/custom-page-templates-old/integrations/dynamic-shortcode-values/common-post.php on line 203

Veja também