2ª pesquisa sobre o uso das mídias digitais nas redes de franquias

A MD | Make a Difference, agência de comunicação especializada em redes de varejo e franquias, apresenta os resultados da segunda edição do estudo feito com mais de 700 franqueados e 27 marcas diferentes

SÃO PAULO, 6 de janeiro de 2020 /PRNewswire/ -- A MD | Make a Difference, agência de comunicação especializada em redes de varejo e franquias, apresentou os resultados da 2ª pesquisa sobre o uso das mídias digitais nas redes de franquias. O levantamento ouviu mais de 700 franqueados entre 27 marcas de diferentes setores.

Entre os entrevistados, 86% possuem o perfil da sua franquia nas redes sociais. Nesta segunda edição da pesquisa, o Instagram passou o Facebook na preferência dos franqueados: 78% possuem conta no Instagram e 71% no Facebook. Em terceiro lugar aparece o WhatsApp, com 59%. Entre os 14% que não possuem conta própria da franquia nas redes, parte alega não ter autorização da franqueadora para essa ação.

"A liderança do Instagram na pesquisa mostra que os franqueados estão acompanhando o comportamento do consumidor, que também tem utilizado, cada vez mais, essa rede social", comenta Denis Santini, CEO da MD | Make a Difference e organizador do estudo.

Quando questionado sobre a razão de usarem as redes sociais, 86% utilizam para captar clientes, 73% para manter relacionamento com os atuais consumidores, 44% para replicar os posts publicados no canal oficial da franqueadora e 32% para captar cadastros para futuras ações.

Metade dos franqueados entrevistados cria os posts que publica, sendo que as fotos são o formato preferido (89%), seguido por vídeos (65%) e stories no Instagram (62%). Essa dinâmica requer atenção dos franqueadores.

"O desafio é como manter no mundo digital o mesmo padrão que as marcas conseguem manter em suas unidades físicas", alerta Santini. "O franqueado quer usar as redes sociais, então é preciso dizer para ele como isso deve ser feito, porque sem uma diretriz ele fará o perfil da sua unidade da maneira como achar melhor, e aí existe o risco de ficar desalinhado com a estratégia da marca."

Feita pela primeira vez em 2018, a pesquisa nasceu a partir de um desafio do setor de franquias: entender o papel de franqueado e franqueador no uso das mídias digitais. "Não há uma única resposta de qual é a melhor prática. A maioria das redes permite que os franqueados tenham seus próprios canais, e poucas são as que centralizam toda a comunicação digital em um só canal oficial da marca, administrado pelo franqueador", afirma Santini.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1060153/make_a_difference.jpg?p=original

FONTE MD | Make a Difference

A MD | Make a Difference, agência de comunicação especializada em redes de varejo e franquias, apresenta os resultados da segunda edição do estudo feito com mais de 700 franqueados e 27 marcas diferentes

SÃO PAULO, 6 de janeiro de 2020 /PRNewswire/ -- A MD | Make a Difference, agência de comunicação especializada em redes de varejo e franquias, apresentou os resultados da 2ª pesquisa sobre o uso das mídias digitais nas redes de franquias. O levantamento ouviu mais de 700 franqueados entre 27 marcas de diferentes setores.

Entre os entrevistados, 86% possuem o perfil da sua franquia nas redes sociais. Nesta segunda edição da pesquisa, o Instagram passou o Facebook na preferência dos franqueados: 78% possuem conta no Instagram e 71% no Facebook. Em terceiro lugar aparece o WhatsApp, com 59%. Entre os 14% que não possuem conta própria da franquia nas redes, parte alega não ter autorização da franqueadora para essa ação.

"A liderança do Instagram na pesquisa mostra que os franqueados estão acompanhando o comportamento do consumidor, que também tem utilizado, cada vez mais, essa rede social", comenta Denis Santini, CEO da MD | Make a Difference e organizador do estudo.

Quando questionado sobre a razão de usarem as redes sociais, 86% utilizam para captar clientes, 73% para manter relacionamento com os atuais consumidores, 44% para replicar os posts publicados no canal oficial da franqueadora e 32% para captar cadastros para futuras ações.

Metade dos franqueados entrevistados cria os posts que publica, sendo que as fotos são o formato preferido (89%), seguido por vídeos (65%) e stories no Instagram (62%). Essa dinâmica requer atenção dos franqueadores.

"O desafio é como manter no mundo digital o mesmo padrão que as marcas conseguem manter em suas unidades físicas", alerta Santini. "O franqueado quer usar as redes sociais, então é preciso dizer para ele como isso deve ser feito, porque sem uma diretriz ele fará o perfil da sua unidade da maneira como achar melhor, e aí existe o risco de ficar desalinhado com a estratégia da marca."

Feita pela primeira vez em 2018, a pesquisa nasceu a partir de um desafio do setor de franquias: entender o papel de franqueado e franqueador no uso das mídias digitais. "Não há uma única resposta de qual é a melhor prática. A maioria das redes permite que os franqueados tenham seus próprios canais, e poucas são as que centralizam toda a comunicação digital em um só canal oficial da marca, administrado pelo franqueador", afirma Santini.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1060153/make_a_difference.jpg?p=original

FONTE MD | Make a Difference

Você acabou de ler:

2ª pesquisa sobre o uso das mídias digitais nas redes de franquias

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/2a-pesquisa-sobre-o-uso-das-midias-digitais-nas-redes-de-franquias/