A Federação Internacional de Diabetes pede mais financiamento e treinamento para ajudar os profissionais de enfermagem a enfrentar a crise global do diabetes

A IDF marca o Dia Mundial do Diabetes e o Ano Internacional do Profissional de Enfermagem e da Parteira, oferecendo treinamento gratuito e credenciado em diabetes

BRUXELAS, 14 de novembro de 2020 /PRNewswire/ -- Neste Dia Mundial do Diabetes, a Federação Internacional de Diabetes (IDF) está convocando mais profissionais de enfermagem para serem treinados para ajudar as pessoas que vivem com diabetes a compreender e controlar sua condição.

Estima-se que mais de 460 milhões de pessoas vivam com diabetes em todo o mundo, um número que deve aumentar para 578 milhões até 2030. Só no ano passado, a doença foi responsável por 4,2 milhões de mortes e pelo menos US$ 760 bilhões em gastos com saúde - 10% do total global gasto em saúde. O impacto do diabetes teve um foco ainda mais nítido este ano, com metade das pessoas diagnosticadas com COVID-19 em algumas regiões vivendo com a doença.

Os profissionais de enfermagem desempenham um papel fundamental em ajudar as pessoas com diabetes a compreender e controlar sua condição e a combater os fatores de risco para o diabetes tipo 2 nas pessoas mais suscetíveis. Como a prevalência de diabetes continua a aumentar em todo o mundo, mais profissionais de enfermagem treinados são necessários para ajudar as pessoas afetadas a evitar complicações que mudam suas vidas - como ataques cardíacos, derrames, perda de visão, doença renal e amputação de membros inferiores - bem como para promover comportamentos de estilo de vida mais saudáveis. A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou para um deficit global de 5,9 milhões de profissionais de enfermagem e indicou que o número de graduados em enfermagem precisará aumentar 8% ao ano para superar o deficit até 2030.

A IDF está incentivando os governos nacionais a responder e recrutar profissionais de enfermagem suficientes para ajudar a cuidar do número crescente de pessoas que vivem com diabetes e priorizar o papel dos profissionais de enfermagem com investimentos em seu desenvolvimento profissional.

Ao comentar sobre o deficit atual, o presidente da IDF, Professor Andrew Boulton, afirmou: "os profissionais de enfermagem estão no centro da saúde em todo o mundo e têm um papel crucial a desempenhar na luta global contra o diabetes. Infelizmente, simplesmente não há o suficiente para todos. O investimento em profissionais de enfermagem agora para economizar custos futuros é uma mensagem difícil para aqueles que gerenciam orçamentos de saúde. Muitas vezes, os tomadores de decisão da área de saúde chutam o problema pelo caminho até o momento em que não serão mais responsabilizados pelas consequências. É uma abordagem "economizar agora e pagar mais tarde" que está fadada ao fracasso. No entanto, a realidade é que os governos atuais já estão pagando pelas falhas de seus antecessores. A maré de diabetes está aumentando rapidamente e é necessário agir. Os governos devem recrutar e equipar uma força de trabalho adequadamente treinada para apoiar o número crescente de pessoas que vivem com diabetes. Os profissionais de enfermagem são essenciais para fornecer um tratamento eficaz para o diabetes, apoiando o controle contínuo da doença e prevenindo suas complicações. Os profissionais de enfermagem fazem a diferença."

Judith Mendez RN BSN é enfermeira de Belize, onde cerca de 20% da população tem diabetes. Judith, que também tem diabetes, comentou: "O papel do profissional de enfermagem é extremamente importante em Belize e em países semelhantes em tamanho e desenvolvimento econômico. Os recursos disponíveis para o tratamento do diabetes são insuficientes para atender à necessidade urgente de maior conscientização, prevenção, educação e suporte à doença.

Na maioria das vezes, as pessoas com diagnóstico de diabetes tipo 2 são simplesmente instruídas a tomar comprimidos e observar o que comem. Isso é apenas um curativo para tratar uma crise, o que simplesmente não irá funcionar. Os profissionais de enfermagem são frequentemente chamados para oferecer mais do que apenas cuidados médicos. As pessoas confiam nos profissionais de enfermagem, muitas vezes muito mais do que em outros profissionais de saúde. Oferecemos um ouvido compreensivo, um refúgio seguro onde as pessoas que vivem com diabetes podem encontrar o apoio de que precisam. O aumento no número de pessoas com diabetes está pressionando muitos sistemas de cuidados de saúde a um ponto de colapso. Os governos devem investir em profissionais de enfermagem agora para ajudar a melhorar a educação em saúde da população e aliviar a pressão."

Para marcar o Dia Mundial do Diabetes de 2020, a IDF está incentivando profissionais de enfermagem e outros profissionais de saúde a melhorar sua compreensão do tratamento do diabetes, oferecendo acesso gratuito ao curso on-line da Escola de Diabetes da IDF sobre o papel do educador em diabetes. Certificada pelo Conselho Europeu de Credenciamento para Educação Médica Continuada (EACCME), a Escola de Diabetes da IDF é uma plataforma digital que oferece educação em diabetes de alto padrão baseada em evidências para profissionais de saúde. Após a conclusão, os alunos receberão um crédito da EACCME e um certificado de conclusão.

O Dia Mundial do Diabetes 2020 é apoiado pela AstraZeneca, Lilly Diabetes, Merck, Pfizer-MSD Alliance, Novo Nordisk e Sanofi.

Nota aos Editores 

Fatos e números de suporte ao diabetes:

  • 463 milhões de adultos (1 em 11) viviam com diabetes em 2019
  • O número de pessoas que vivem com diabetes deverá aumentar para 578 milhões até 2030
  • Um em cada dois adultos com diabetes permanece sem diagnóstico (232 milhões). A maioria tem diabetes tipo 2
  • Mais de três quartos das pessoas com diabetes vivem em países de baixa e média renda
  • Dois terços das pessoas com diabetes vivem em áreas urbanas e três quartos estão em idade produtiva
  • Um quinto das pessoas com diabetes (136 milhões) tem mais de 65 anos
  • Dependendo da região global, até 50% dos diagnósticos de COVID-19 foram em pessoas que vivem com diabetes
  • O diabetes causou 4,2 milhões de mortes em 2019
  • O diabetes foi responsável por pelo menos US$ 760 bilhões em gastos com saúde em 2019 - 10% do total global gasto em saúde

Sobre a Federação Internacional de Diabetes 

A Federação Internacional de Diabetes (IDF) é uma organização guarda-chuva de mais de 240 associações nacionais de diabetes em mais de 160 países e territórios. Ela representa os interesses do crescente número de pessoas com diabetes e em risco. A Federação lidera a comunidade global de diabetes desde 1950. www.idf.org

PDF - https://mma.prnewswire.com/media/1333291/International_Diabetes_Federation_English.pdf

FONTE International Diabetes Federation

A IDF marca o Dia Mundial do Diabetes e o Ano Internacional do Profissional de Enfermagem e da Parteira, oferecendo treinamento gratuito e credenciado em diabetes

BRUXELAS, 14 de novembro de 2020 /PRNewswire/ -- Neste Dia Mundial do Diabetes, a Federação Internacional de Diabetes (IDF) está convocando mais profissionais de enfermagem para serem treinados para ajudar as pessoas que vivem com diabetes a compreender e controlar sua condição.

Estima-se que mais de 460 milhões de pessoas vivam com diabetes em todo o mundo, um número que deve aumentar para 578 milhões até 2030. Só no ano passado, a doença foi responsável por 4,2 milhões de mortes e pelo menos US$ 760 bilhões em gastos com saúde - 10% do total global gasto em saúde. O impacto do diabetes teve um foco ainda mais nítido este ano, com metade das pessoas diagnosticadas com COVID-19 em algumas regiões vivendo com a doença.

Os profissionais de enfermagem desempenham um papel fundamental em ajudar as pessoas com diabetes a compreender e controlar sua condição e a combater os fatores de risco para o diabetes tipo 2 nas pessoas mais suscetíveis. Como a prevalência de diabetes continua a aumentar em todo o mundo, mais profissionais de enfermagem treinados são necessários para ajudar as pessoas afetadas a evitar complicações que mudam suas vidas - como ataques cardíacos, derrames, perda de visão, doença renal e amputação de membros inferiores - bem como para promover comportamentos de estilo de vida mais saudáveis. A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou para um deficit global de 5,9 milhões de profissionais de enfermagem e indicou que o número de graduados em enfermagem precisará aumentar 8% ao ano para superar o deficit até 2030.

A IDF está incentivando os governos nacionais a responder e recrutar profissionais de enfermagem suficientes para ajudar a cuidar do número crescente de pessoas que vivem com diabetes e priorizar o papel dos profissionais de enfermagem com investimentos em seu desenvolvimento profissional.

Ao comentar sobre o deficit atual, o presidente da IDF, Professor Andrew Boulton, afirmou: "os profissionais de enfermagem estão no centro da saúde em todo o mundo e têm um papel crucial a desempenhar na luta global contra o diabetes. Infelizmente, simplesmente não há o suficiente para todos. O investimento em profissionais de enfermagem agora para economizar custos futuros é uma mensagem difícil para aqueles que gerenciam orçamentos de saúde. Muitas vezes, os tomadores de decisão da área de saúde chutam o problema pelo caminho até o momento em que não serão mais responsabilizados pelas consequências. É uma abordagem "economizar agora e pagar mais tarde" que está fadada ao fracasso. No entanto, a realidade é que os governos atuais já estão pagando pelas falhas de seus antecessores. A maré de diabetes está aumentando rapidamente e é necessário agir. Os governos devem recrutar e equipar uma força de trabalho adequadamente treinada para apoiar o número crescente de pessoas que vivem com diabetes. Os profissionais de enfermagem são essenciais para fornecer um tratamento eficaz para o diabetes, apoiando o controle contínuo da doença e prevenindo suas complicações. Os profissionais de enfermagem fazem a diferença."

Judith Mendez RN BSN é enfermeira de Belize, onde cerca de 20% da população tem diabetes. Judith, que também tem diabetes, comentou: "O papel do profissional de enfermagem é extremamente importante em Belize e em países semelhantes em tamanho e desenvolvimento econômico. Os recursos disponíveis para o tratamento do diabetes são insuficientes para atender à necessidade urgente de maior conscientização, prevenção, educação e suporte à doença.

Na maioria das vezes, as pessoas com diagnóstico de diabetes tipo 2 são simplesmente instruídas a tomar comprimidos e observar o que comem. Isso é apenas um curativo para tratar uma crise, o que simplesmente não irá funcionar. Os profissionais de enfermagem são frequentemente chamados para oferecer mais do que apenas cuidados médicos. As pessoas confiam nos profissionais de enfermagem, muitas vezes muito mais do que em outros profissionais de saúde. Oferecemos um ouvido compreensivo, um refúgio seguro onde as pessoas que vivem com diabetes podem encontrar o apoio de que precisam. O aumento no número de pessoas com diabetes está pressionando muitos sistemas de cuidados de saúde a um ponto de colapso. Os governos devem investir em profissionais de enfermagem agora para ajudar a melhorar a educação em saúde da população e aliviar a pressão."

Para marcar o Dia Mundial do Diabetes de 2020, a IDF está incentivando profissionais de enfermagem e outros profissionais de saúde a melhorar sua compreensão do tratamento do diabetes, oferecendo acesso gratuito ao curso on-line da Escola de Diabetes da IDF sobre o papel do educador em diabetes. Certificada pelo Conselho Europeu de Credenciamento para Educação Médica Continuada (EACCME), a Escola de Diabetes da IDF é uma plataforma digital que oferece educação em diabetes de alto padrão baseada em evidências para profissionais de saúde. Após a conclusão, os alunos receberão um crédito da EACCME e um certificado de conclusão.

O Dia Mundial do Diabetes 2020 é apoiado pela AstraZeneca, Lilly Diabetes, Merck, Pfizer-MSD Alliance, Novo Nordisk e Sanofi.

Nota aos Editores 

Fatos e números de suporte ao diabetes:

  • 463 milhões de adultos (1 em 11) viviam com diabetes em 2019
  • O número de pessoas que vivem com diabetes deverá aumentar para 578 milhões até 2030
  • Um em cada dois adultos com diabetes permanece sem diagnóstico (232 milhões). A maioria tem diabetes tipo 2
  • Mais de três quartos das pessoas com diabetes vivem em países de baixa e média renda
  • Dois terços das pessoas com diabetes vivem em áreas urbanas e três quartos estão em idade produtiva
  • Um quinto das pessoas com diabetes (136 milhões) tem mais de 65 anos
  • Dependendo da região global, até 50% dos diagnósticos de COVID-19 foram em pessoas que vivem com diabetes
  • O diabetes causou 4,2 milhões de mortes em 2019
  • O diabetes foi responsável por pelo menos US$ 760 bilhões em gastos com saúde em 2019 - 10% do total global gasto em saúde

Sobre a Federação Internacional de Diabetes 

A Federação Internacional de Diabetes (IDF) é uma organização guarda-chuva de mais de 240 associações nacionais de diabetes em mais de 160 países e territórios. Ela representa os interesses do crescente número de pessoas com diabetes e em risco. A Federação lidera a comunidade global de diabetes desde 1950. www.idf.org

PDF - https://mma.prnewswire.com/media/1333291/International_Diabetes_Federation_English.pdf

FONTE International Diabetes Federation

Você acabou de ler:

A Federação Internacional de Diabetes pede mais financiamento e treinamento para ajudar os profissionais de enfermagem a enfrentar a crise global do diabetes

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/a-federacao-internacional-de-diabetes-pede-mais-financiamento-e-treinamento-para-ajudar-os-profissionais-de-enfermagem-a-enfrentar-a-crise-global-do-diabetes/