A NEXTEVO trabalha com agricultores para transformar resíduos agrícolas em têxteis sustentáveis

SINGAPURA, 2 de novembro de 2021 /PRNewswire/ -- A NEXTEVO anuncia o lançamento de suas fibras e fios sustentáveis feitos com folhas de abacaxi, um resíduo agrícola comum da cultura de abacaxi. Combinando essas fibras prontas para fiação (RTS) com outras ecofibras (por exemplo, algodão orgânico, liocel, poliéster reciclado, etc.), a NEXTEVO oferece fios combinados para o setor têxtil em todas as aplicações, incluindo roupas de jeans, tênis, estofados e toalhas de banho.

  

  

Reduzindo a poluição ambiental e promovendo o impacto social para os agricultores locais

O Sudeste Asiático é a maior região produtora de abacaxi do mundo com Filipinas, Tailândia e Indonésia entre os principais produtores. Volumes significativos de resíduos de folha de abacaxi gerados são comumente queimados, descartados em aterros sanitários ou compostados, resultando em impactos ambientais prejudiciais.

Alternativamente, e em colaboração com agricultores locais, a NEXTEVO coleta essas folhas de abacaxi e as transforma em materiais de valor agregado para o setor têxtil. A iniciativa não apenas minimiza os problemas ambientais existentes no processo, mas também complementa a renda dos agricultores.

A joint venture na Tailândia entre Jinny Tantipipatpong, presidente da SAICO (o quarto maior produtor mundial de latas de abacaxi), e a NEXTEVO cria uma cadeia de suprimentos integrada verticalmente. Isso inclui a obtenção de folhas de abacaxi, processamento em fibras de RTS e fios combinados para fabricantes, fabricando produtos de consumo premium para marcas em todo o mundo.

Extensa rede em todo o Sudeste Asiático para folhas de abacaxi e outras fontes de resíduos agrícolas

A produção da fibra da folha de abacaxi (PALF) na Tailândia resulta de uma jornada de um ano, desde a prova de conceito até a produção. A produção experimental começou no final de setembro de 2021 e o volume de produção de PALF aumentará no primeiro trimestre de 2022.

Na Indonésia, o suprimento de PALF já começou por meio de uma cooperativa agrícola, com planos de expandir para o processamento de resíduos de casca de coco em materiais sustentáveis até o segundo trimestre de 2022.

Harold Koh, fundador da NEXTEVO, que passou nove anos como CEO da Great Giant Pineapple (a maior plantação de abacaxi do mundo na Indonésia), construiu uma extensa rede no setor agrícola. Harold planeja expandir para outros tipos de resíduos agrícolas no Sudeste Asiático para oferecer soluções sustentáveis de valor agregado em escala.

Nos próximos três anos, a NEXTEVO pretende impactar a vida de cinco mil agricultores do sudeste asiático.

Sobre a NEXTEVO 

A missão da NEXTEVO é transformar resíduos agrícolas em escala em produtos sustentáveis de valor agregado para a vida cotidiana e aplicações agrícolas. A empresa tem como objetivo impulsionar um impacto social positivo para os agricultores e reduzir a poluição ambiental. Por trás desses esforços está seu objetivo em direção ao desperdício zero, utilizando todos os componentes dos resíduos agrícolas. A NEXTEVO está localizada em Singapura e tem operações na Tailândia e na Indonésia.

www.nextevo.one  

Logo - https://mma.prnewswire.com/media/1674154/NEXTEVO_Logo___color_Logo.jpg  

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1674155/NEXTEVO_sustainable_textiles.jpg

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1674156/Pineapple_leaf_collection_by_farmers.jpg

FONTE NEXTEVO

SINGAPURA, 2 de novembro de 2021 /PRNewswire/ -- A NEXTEVO anuncia o lançamento de suas fibras e fios sustentáveis feitos com folhas de abacaxi, um resíduo agrícola comum da cultura de abacaxi. Combinando essas fibras prontas para fiação (RTS) com outras ecofibras (por exemplo, algodão orgânico, liocel, poliéster reciclado, etc.), a NEXTEVO oferece fios combinados para o setor têxtil em todas as aplicações, incluindo roupas de jeans, tênis, estofados e toalhas de banho.

  

  

Reduzindo a poluição ambiental e promovendo o impacto social para os agricultores locais

O Sudeste Asiático é a maior região produtora de abacaxi do mundo com Filipinas, Tailândia e Indonésia entre os principais produtores. Volumes significativos de resíduos de folha de abacaxi gerados são comumente queimados, descartados em aterros sanitários ou compostados, resultando em impactos ambientais prejudiciais.

Alternativamente, e em colaboração com agricultores locais, a NEXTEVO coleta essas folhas de abacaxi e as transforma em materiais de valor agregado para o setor têxtil. A iniciativa não apenas minimiza os problemas ambientais existentes no processo, mas também complementa a renda dos agricultores.

A joint venture na Tailândia entre Jinny Tantipipatpong, presidente da SAICO (o quarto maior produtor mundial de latas de abacaxi), e a NEXTEVO cria uma cadeia de suprimentos integrada verticalmente. Isso inclui a obtenção de folhas de abacaxi, processamento em fibras de RTS e fios combinados para fabricantes, fabricando produtos de consumo premium para marcas em todo o mundo.

Extensa rede em todo o Sudeste Asiático para folhas de abacaxi e outras fontes de resíduos agrícolas

A produção da fibra da folha de abacaxi (PALF) na Tailândia resulta de uma jornada de um ano, desde a prova de conceito até a produção. A produção experimental começou no final de setembro de 2021 e o volume de produção de PALF aumentará no primeiro trimestre de 2022.

Na Indonésia, o suprimento de PALF já começou por meio de uma cooperativa agrícola, com planos de expandir para o processamento de resíduos de casca de coco em materiais sustentáveis até o segundo trimestre de 2022.

Harold Koh, fundador da NEXTEVO, que passou nove anos como CEO da Great Giant Pineapple (a maior plantação de abacaxi do mundo na Indonésia), construiu uma extensa rede no setor agrícola. Harold planeja expandir para outros tipos de resíduos agrícolas no Sudeste Asiático para oferecer soluções sustentáveis de valor agregado em escala.

Nos próximos três anos, a NEXTEVO pretende impactar a vida de cinco mil agricultores do sudeste asiático.

Sobre a NEXTEVO 

A missão da NEXTEVO é transformar resíduos agrícolas em escala em produtos sustentáveis de valor agregado para a vida cotidiana e aplicações agrícolas. A empresa tem como objetivo impulsionar um impacto social positivo para os agricultores e reduzir a poluição ambiental. Por trás desses esforços está seu objetivo em direção ao desperdício zero, utilizando todos os componentes dos resíduos agrícolas. A NEXTEVO está localizada em Singapura e tem operações na Tailândia e na Indonésia.

www.nextevo.one  

Logo - https://mma.prnewswire.com/media/1674154/NEXTEVO_Logo___color_Logo.jpg  

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1674155/NEXTEVO_sustainable_textiles.jpg

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1674156/Pineapple_leaf_collection_by_farmers.jpg

FONTE NEXTEVO

Você acabou de ler:

A NEXTEVO trabalha com agricultores para transformar resíduos agrícolas em têxteis sustentáveis

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/a-nextevo-trabalha-com-agricultores-para-transformar-residuos-agricolas-em-texteis-sustentaveis/