Agência Europeia de Medicamentos Aprova Upadacitinibe como Primeiro Inibidor de JAK na União Europeia para o Tratamento de Adultos e Adolescentes com Dermatite Atópica Moderada a Grave

  • A aprovação está fundamentada por dados de um dos maiores programas clínicos de Fase 3 em dermatite atópica, que avaliaupadacitinibe em monoterapia, ou em combinação com corticosteroides tópicos1
  • Upadacitinibe atingiu todas as metas primárias e secundárias estabelecidas para o estudo, demonstrando melhora rápida e significativa na resolução das lesões da pele e redução da coceira, em comparação com placebo, na semana 16, e em períodos anteriores de análise (p <0,001)1
  • Os resultados demonstrados na semana 16 se mantiveram até a semana 52 do estudo1
  • Upadacitinibe tem um perfil de segurança fundamentado em programas clínicos que avaliam mais de 10.500 pacientes* em indicações aprovadas e em observação pós comercialização em artrite reumatoide, artrite psoriásica e espondilite anquilosante 2-9.
  • No Brasil, upadacitinibe está disponível mediante avaliação clínica e prescrição médica para artrite reumatoide de moderada a grave, tendo sido aprovado para esta indicação em fevereiro de 2020. Upadacitinibe não está aprovado no Brasil para dermatite atópica.
  • Esta aprovação marca a quarta indicação aprovada na União Europeia para upadacitinibe1

SÃO PAULO, 15 de setembro de 2021 /PRNewswire/ -- A AbbVie (NYSE: ABBV) informou que a Comissão Europeia para Medicamentos aprovou, em 24 de agosto de 2021, upadacitinibe, como um inibidor oral, seletivo e reversível de JAK, para o tratamento de dermatite atópica moderada a grave em adultos e adolescentes (a partir de 12 anos de idade), elegíveis para terapia sistêmica1.  A dose recomendada de upadacitinibepara dermatite atópica em adultos é de  15 mg ou 30 mg uma vez ao dia (a critério médico), e de 15 mg uma vez ao dia para adolescentes (12-17 anos de idade) e adultos a partir dos  65 anos de idade1. Upadacitinibepode ser utilizado com ou sem corticosteroides de uso tópico1.

"Este é um marco importante para a AbbVie em nossa busca para transformar o tratamento da dermatite atópica", disse o médico Michael Severino, presidente da AbbVie. "Estamos entusiasmados por proporcionar uma opção de tratamento adicional na Europa para ajudar a aliviar o peso da coceira implacável e erupção cutânea com as quais muitos desses pacientes convivem na vida diária, apesar das opções de tratamento disponíveis".

A aprovação pela Comissão Europeia é fundamentada por dados de um dos maiores programas de Fase 3 em dermatite atópica, com mais de 2.500 adultos e adolescentes com doença moderada a grave1. Esses estudos avaliaram a eficácia e a segurança de upadacitinibe em monoterapia (Measure Up 1 [MU1] e Measure Up 2 [MU2]) e com corticosteroides tópicos (AD Up [AU]), em comparação com o placebo1. Em todos os três estudos, os desfechos co-primários foram pelo menos uma melhora de 75 por cento na área de eczema e índice de gravidade da doença (EASI 75) e pontuação da Avaliação Global do Investigador para Dermatite Atópica (vIGA-AD) de 0/1 (sem lesão ou quase sem lesão) na semana 161.

"Como um dermatologista que pesquisa e trata a dermatite atópica por mais de 25 anos, eu vi, em primeira mão, o impacto debilitante que essa doença pode ter na vida de uma pessoa", disse o médico Alan Irvine, MD, professor de dermatologia do Trinity College, de Dublin, Irlanda, e pesquisador do estudo clínico com upadacitinibe. "Os profissionais de saúde precisam de mais ferramentas para ajudá-los a tratar e controlar esta doença complexa. O grau e o início precoce da eliminação das lesões da pele e do alívio da coceira nos estudos clínicos de Fase 3 com upadacitinibe são muito encorajadores. Os resultados podemampliar as metas de tratamento para pacientes de dermatite atópica moderada agrave".

Outros destaques do Estudo Global de Fase 3 em Dermatite Atópica1:

Nos estudos de Fase 3, todos os desfechos primários e secundários foram atingidos com doses de 15 mg e 30 mg de upadacitinibe, em comparação com o placebo. Os destaques incluem:

  • Uma porção significativamente maior de pacientes atingiu o índice EASI 75 nasemana 16 no grupo que recebeuupadacitinibe 15 mg (MU1: 70%; MU2: 60%; AU: 65%) e no grupo que recebeuupadacitinibe 30 mg (MU1: 80%; MU2: 73%; AU: 77%), em comparação ao grupo que recebeu placebo (MU1: 16%; MU2: 13%; AU: 26%).
  • Uma porção significativamente maior de pacientes atingiu a meta vIGA-AD 0/1 na semana 16 no grupo que recebeuupadacitinibe 15 mg (MU1: 48%; MU2: 39%; 40: 31%) e no grupo que recebeuupadacitinibe 30 mg (MU1: 62%; MU2: 52%; AU: 59%), em comparação ao grupo que recebeu placebo (MU1: 8%; MU2: 5%; AU: 11%).
  • Uma porção significativamente maior de pacientes atingiram redução clínica da coceira (melhora no índice Worst Pruritus NRS ≥4) no grupoupadacitinibe 15 mg (MU1: 52%; MU2: 42%; AU: 52%) e no grupoupadacitinibe 30 mg (MU1: 60%; MU2: 60%; AU: 64%), em comparação ao grupo que recebeu placebo (MU1: 12%; MU2: 9%; AU: 15%) na semana 16.
  • Redução clínica da coceira (Worst Pruritus NRS ≥4) e redução da lesão na pele (EASI 75) foram observados nas semanas 1 e 2, respectivamente, em pacientes tratados com qualquer dosagem de upadacitinibeem comparação àqueles que receberam placebo.
  • Os resultados verificados na semana 16 se mantiveram até a semana 52em pacientes tratados com qualquer dose de upadacitinibe.

Os eventos adversos mais comuns (≥5% dos pacientes) comupadacitinibe 15 mg ou 30 mg foram infecção do trato respiratório superior (25.4%), acne (15.1%), herpes simplex (8.4%), dor de cabeça (6.3%) e aumento de creatina fosfoquinase no sangue (CPK; 5.5%)1.  As reações adversas mais graves mais comuns foram infecções sérias (<1.0%).1

A autorização de comercialização significa que upadacitinibe está aprovado em todos os estados membros da União Europeia, assim como na Islândia, Liechtenstein, Noruega, Irlanda do Norte. Upadacitinibe já está aprovado para o tratamento de dermatite atópica moderada a grave na  Rússia, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Nova Zelândia e  Chile, e está sob análise nos EUA pela agência regulatória FDA.

*10.500 pacientes compreendem todos os pacientes em todos os braços em 8 estudos clínicos de fase 3 (com tratamento ativo e placebo), em artrite reumatoide, artrite psoriásica, espondilite anquilosante e dermatite atópica2-9. Também inclui 344 pacientes adolescentes (entre 12 e17 anos) nos estudos de Fase 3 Measure Up 1, Measure Up 2 e AD Up em dermatite atópica1,2,5.  Do total de pacientes incluídos nestes estudos,  6.280 foram escolhidos de forma randômica para uma das doses de upadacitinibe2-9.

Sobre Upadacitinibe

Descoberto e desenvolvido pelos cientistas da AbbVie, upadacitinibe é um inibidor seletivo e reversível de JAK, que vem sendo estudado em várias doenças inflamatórias imunomediadas1,10-20. Em ensaios com células humanas, upadacitinibe preferencialmente inibe as vias de sinalização de JAK1 ou JAK1/3, com seletividade funcional sobre os receptores das ocitocinas que utilizam vias pareadas de sinalização de JAK 2. Estão em desenvolvimento estudos de Fase 3 com upadacitinibe em dermatite atópica, doença de Crohn, retocolite ulcerativa, arterite de células gigantes e arterite de Takayasu.

No Brasil, upadacitinibe está disponível mediante avaliação clínica e prescrição médica para artrite reumatoide de moderada a grave, tendo sido aprovado para esta indicação em fevereiro de 2020. Upadacitinibe não está aprovado para dermatite atópica no Brasil. A indicação completa de upadacitinibe no Brasil pode ser conhecida em https://www.abbvie.com.br/content/dam/abbvie-dotcom/br/documents/RINVOQ-VP.pdf

Sobre a AbbVie 

A missão da AbbVie é descobrir e fornecer medicamentos inovadores que solucionem as questões mais sérias de saúde de hoje e enfrentem os desafios médicos de amanhã. Nós nos empenhamos em causar um impacto notável na vida das pessoas em várias áreas terapêuticas: Imunologia, Oncologia, Neurociência, Oftalmologia, Virologia, Saúde da Mulher e Gastrenterologia, além dos serviços e produtos da Allergan Aesthetics. Para mais informações, acesse www.abbvie.com.br. Siga @abbvie no TwitterFacebookInstagramYouTube e LinkedIn.

No Brasil, a AbbVie começou a operar no início de 2014. Suas unidades de negócios locais incluem Imunologia, Oncologia, Neonatologia, Virologia, Oftalmologia, além dos serviços e produtos da Allergan Aesthetics. A AbbVie conduz mais de 64 estudos clínicos em Imunologia, Oncologia e Virologia, envolvendo mais de 800 pacientes brasileiros e 200 equipes e centros de pesquisa em todo o país.

Referências:

  • RINVOQ [Resumo das características do produto na Europa]. AbbVie Deutschland GmbH & Co. KG; August 2021. Disponível em: https://www.ema.europa.eu/en/documents/product-information/rinvoq-epar-product-information_en.pdf
  • Guttman-Yassky E., et al. Once-daily upadacitinib versus placebo in adolescents and adults with moderate-to-severe atopic dermatitis (Measure Up 1 and Measure Up 2): results from two replicate double-blind, randomised controlled phase 3 trials. Lancet. 2021; 397(10290): 2151-2168. doi:10.1016/S0140-6736(21)00588-2. 
  • Blauvelt A., et al. Efficacy and Safety of Upadacitinib vs Dupilumab in Adults With Moderate-to-Severe Atopic Dermatitis: A Randomized Clinical Trial. JAMA Dermatol. Publicado online em 4 de agosto de 2021. doi:10.1001/jamadermatol.2021.3023. 
  • EPAR: RINVOQ [European Public Assessment Report]. AbbVie Deutschland GmbH & Co. KG. June 2021. Disponível em: https://www.ema.europa.eu/en/medicines/human/EPAR/rinvoq
  • Reich K, Teixeira HD, Bruin-Weller, et al. Safety and efficacy of upadacitinib in combination with topical corticosteroids in adolescents and adults with moderate-to-severe atopic dermatitis (AD Up): results from a randomised, double-blind, placebo-controlled, phase 3 trial. Lancet. 2021; 397(10290): 2169-2181. 
  • Zeng, X., et al. SAT0160 Efficacy and Safety of Upadacitinib In Patients From China, Brazil, And South Korea With Rheumatoid Arthritis Who Have Had Inadequate Response To Conventional Synthetic Disease-Modifying Antirheumatic Drugs. Ann Rheum Dis. 2020. 79:1020-1021. 
  • Rubbert-Roth A., et al. Trial of Upadacitinib or Abatacept in Rheumatoid Arthritis. N Engl J Med. 2020;383(16):1511-1521. doi:10.1056/NEJMoa2008250. 
  • Kameda H., et al. Efficacy and safety of upadacitinib in Japanese patients with rheumatoid arthritis (SELECT-SUNRISE): a placebo-controlled phase llb/lll study. Rheumatology (Oxford). 2020;59(11):3303-3313. doi:10.1093/rheumatology/keaa084. 
  • A Study to Evaluate Safety of Upadacitinib in Combination With Topical Corticosteroids in Adolescent and Adult Participants With Moderate to Severe Atopic Dermatitis (Rising Up). ClinicalTrials.gov. 2020. Disponível em: https://clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT03661138. Acessado em 19 de Agosto de 2021 
  • Cohen S., et al. Safety profile of upadacitinib in rheumatoid arthritis: integrated analysis from the SELECT phase III clinical programme. Ann Rheum Dis. 2020 Oct 28;80(3):304-11. 
  • Mease, P.J., et al. Upadacitinib in Patients with Psoriatic Arthritis and Inadequate Response to Biologics: 56-Week Data from the Randomized Controlled Phase 3 SELECT-PsA 2 Study. Rheumatol Ther. 2021 Apr 28. doi: 10.1007/s40744-021-00305-z. Online ahead of print. 
  • Pipeline – Our Science | AbbVie. AbbVie. 2021. Disponível em: https://www.abbvie.com/our-science/pipeline.html. Acessado em 27 de julho de 2021. 
  • A Study to Evaluate Efficacy and Safety of Upadacitinib in Adult Participants With Axial Spondyloarthritis (SELECT AXIS 2). ClinicalTrials.gov. 2021. Disponível em: https://clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT04169373. Accessed on July 27, 2021. 
  • Evaluation of Upadacitinib in Adolescent and Adult Patients With Moderate to Severe Atopic Dermatitis (Eczema) (Measure Up 1). ClinicalTrials.gov. 2021. Disponível em: https://clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT03569293. Acessado em 27 de Julho de 2021. 
  • A Study of the Efficacy and Safety of Upadacitinib (ABT-494) in Participants With Moderately to Severely Active Crohn's Disease Who Have Inadequately Responded to or Are Intolerant to Biologic Therapy. ClinicalTrials.gov. 2021. Disponível em https://clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT03345836. Acessado em  27 de Julho de 2021. 
  • A Study to Evaluate the Safety and Efficacy of Upadacitinib (ABT-494) for Induction and Maintenance Therapy in Participants With Moderately to Severely Active Ulcerative Colitis (UC). ClinicalTrials.gov. 2021. Disponível em https://clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT02819635. Acessado em 27 de julho de 2021
  • A Study Comparing Upadacitinib (ABT-494) to Placebo in Adults With Rheumatoid Arthritis on a Stable Dose of Conventional Synthetic Disease-Modifying Antirheumatic Drugs (csDMARDs) Who Have an Inadequate Response to csDMARDs Alone (SELECT-NEXT). ClinicalTrials.gov. 2021. Disponível em: https://clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT02675426. Acessado em 27 de julho de 202
  • A Study Comparing Upadacitinib (ABT-494) to Placebo and to Adalimumab in Participants With Psoriatic Arthritis Who Have an Inadequate Response to at Least One Non-Biologic Disease Modifying Anti-Rheumatic Drug (SELECT - PsA 1). ClinicalTrials.gov. 2021. Disponível em: https://clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT03104400. Acessado em 27 de julho de 2021
  • A Study to Evaluate the Safety and Efficacy of Upadacitinib in Participants With Giant Cell Arteritis (SELECT-GCA). ClinicalTrials.gov. 2021. Disponível em: https://clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT03725202. Acessado em 27 de julho de 2021
  • A Study to Evaluate the Efficacy and Safety of Upadacitinib in Subjects With Takayasu Arteritis (TAK) (SELECT-TAK). ClinicalTrials.gov. 2021. Disponível em: https://clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT04161898. Acessado em 27 de julho de 2021.
  • FONTE AbbVie Brasil

    • A aprovação está fundamentada por dados de um dos maiores programas clínicos de Fase 3 em dermatite atópica, que avaliaupadacitinibe em monoterapia, ou em combinação com corticosteroides tópicos1
    • Upadacitinibe atingiu todas as metas primárias e secundárias estabelecidas para o estudo, demonstrando melhora rápida e significativa na resolução das lesões da pele e redução da coceira, em comparação com placebo, na semana 16, e em períodos anteriores de análise (p <0,001)1
    • Os resultados demonstrados na semana 16 se mantiveram até a semana 52 do estudo1
    • Upadacitinibe tem um perfil de segurança fundamentado em programas clínicos que avaliam mais de 10.500 pacientes* em indicações aprovadas e em observação pós comercialização em artrite reumatoide, artrite psoriásica e espondilite anquilosante 2-9.
    • No Brasil, upadacitinibe está disponível mediante avaliação clínica e prescrição médica para artrite reumatoide de moderada a grave, tendo sido aprovado para esta indicação em fevereiro de 2020. Upadacitinibe não está aprovado no Brasil para dermatite atópica.
    • Esta aprovação marca a quarta indicação aprovada na União Europeia para upadacitinibe1

    SÃO PAULO, 15 de setembro de 2021 /PRNewswire/ -- A AbbVie (NYSE: ABBV) informou que a Comissão Europeia para Medicamentos aprovou, em 24 de agosto de 2021, upadacitinibe, como um inibidor oral, seletivo e reversível de JAK, para o tratamento de dermatite atópica moderada a grave em adultos e adolescentes (a partir de 12 anos de idade), elegíveis para terapia sistêmica1.  A dose recomendada de upadacitinibepara dermatite atópica em adultos é de  15 mg ou 30 mg uma vez ao dia (a critério médico), e de 15 mg uma vez ao dia para adolescentes (12-17 anos de idade) e adultos a partir dos  65 anos de idade1. Upadacitinibepode ser utilizado com ou sem corticosteroides de uso tópico1.

    "Este é um marco importante para a AbbVie em nossa busca para transformar o tratamento da dermatite atópica", disse o médico Michael Severino, presidente da AbbVie. "Estamos entusiasmados por proporcionar uma opção de tratamento adicional na Europa para ajudar a aliviar o peso da coceira implacável e erupção cutânea com as quais muitos desses pacientes convivem na vida diária, apesar das opções de tratamento disponíveis".

    A aprovação pela Comissão Europeia é fundamentada por dados de um dos maiores programas de Fase 3 em dermatite atópica, com mais de 2.500 adultos e adolescentes com doença moderada a grave1. Esses estudos avaliaram a eficácia e a segurança de upadacitinibe em monoterapia (Measure Up 1 [MU1] e Measure Up 2 [MU2]) e com corticosteroides tópicos (AD Up [AU]), em comparação com o placebo1. Em todos os três estudos, os desfechos co-primários foram pelo menos uma melhora de 75 por cento na área de eczema e índice de gravidade da doença (EASI 75) e pontuação da Avaliação Global do Investigador para Dermatite Atópica (vIGA-AD) de 0/1 (sem lesão ou quase sem lesão) na semana 161.

    "Como um dermatologista que pesquisa e trata a dermatite atópica por mais de 25 anos, eu vi, em primeira mão, o impacto debilitante que essa doença pode ter na vida de uma pessoa", disse o médico Alan Irvine, MD, professor de dermatologia do Trinity College, de Dublin, Irlanda, e pesquisador do estudo clínico com upadacitinibe. "Os profissionais de saúde precisam de mais ferramentas para ajudá-los a tratar e controlar esta doença complexa. O grau e o início precoce da eliminação das lesões da pele e do alívio da coceira nos estudos clínicos de Fase 3 com upadacitinibe são muito encorajadores. Os resultados podemampliar as metas de tratamento para pacientes de dermatite atópica moderada agrave".

    Outros destaques do Estudo Global de Fase 3 em Dermatite Atópica1:

    Nos estudos de Fase 3, todos os desfechos primários e secundários foram atingidos com doses de 15 mg e 30 mg de upadacitinibe, em comparação com o placebo. Os destaques incluem:

    • Uma porção significativamente maior de pacientes atingiu o índice EASI 75 nasemana 16 no grupo que recebeuupadacitinibe 15 mg (MU1: 70%; MU2: 60%; AU: 65%) e no grupo que recebeuupadacitinibe 30 mg (MU1: 80%; MU2: 73%; AU: 77%), em comparação ao grupo que recebeu placebo (MU1: 16%; MU2: 13%; AU: 26%).
    • Uma porção significativamente maior de pacientes atingiu a meta vIGA-AD 0/1 na semana 16 no grupo que recebeuupadacitinibe 15 mg (MU1: 48%; MU2: 39%; 40: 31%) e no grupo que recebeuupadacitinibe 30 mg (MU1: 62%; MU2: 52%; AU: 59%), em comparação ao grupo que recebeu placebo (MU1: 8%; MU2: 5%; AU: 11%).
    • Uma porção significativamente maior de pacientes atingiram redução clínica da coceira (melhora no índice Worst Pruritus NRS ≥4) no grupoupadacitinibe 15 mg (MU1: 52%; MU2: 42%; AU: 52%) e no grupoupadacitinibe 30 mg (MU1: 60%; MU2: 60%; AU: 64%), em comparação ao grupo que recebeu placebo (MU1: 12%; MU2: 9%; AU: 15%) na semana 16.
    • Redução clínica da coceira (Worst Pruritus NRS ≥4) e redução da lesão na pele (EASI 75) foram observados nas semanas 1 e 2, respectivamente, em pacientes tratados com qualquer dosagem de upadacitinibeem comparação àqueles que receberam placebo.
    • Os resultados verificados na semana 16 se mantiveram até a semana 52em pacientes tratados com qualquer dose de upadacitinibe.

    Os eventos adversos mais comuns (≥5% dos pacientes) comupadacitinibe 15 mg ou 30 mg foram infecção do trato respiratório superior (25.4%), acne (15.1%), herpes simplex (8.4%), dor de cabeça (6.3%) e aumento de creatina fosfoquinase no sangue (CPK; 5.5%)1.  As reações adversas mais graves mais comuns foram infecções sérias (<1.0%).1

    A autorização de comercialização significa que upadacitinibe está aprovado em todos os estados membros da União Europeia, assim como na Islândia, Liechtenstein, Noruega, Irlanda do Norte. Upadacitinibe já está aprovado para o tratamento de dermatite atópica moderada a grave na  Rússia, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Nova Zelândia e  Chile, e está sob análise nos EUA pela agência regulatória FDA.

    *10.500 pacientes compreendem todos os pacientes em todos os braços em 8 estudos clínicos de fase 3 (com tratamento ativo e placebo), em artrite reumatoide, artrite psoriásica, espondilite anquilosante e dermatite atópica2-9. Também inclui 344 pacientes adolescentes (entre 12 e17 anos) nos estudos de Fase 3 Measure Up 1, Measure Up 2 e AD Up em dermatite atópica1,2,5.  Do total de pacientes incluídos nestes estudos,  6.280 foram escolhidos de forma randômica para uma das doses de upadacitinibe2-9.

    Sobre Upadacitinibe

    Descoberto e desenvolvido pelos cientistas da AbbVie, upadacitinibe é um inibidor seletivo e reversível de JAK, que vem sendo estudado em várias doenças inflamatórias imunomediadas1,10-20. Em ensaios com células humanas, upadacitinibe preferencialmente inibe as vias de sinalização de JAK1 ou JAK1/3, com seletividade funcional sobre os receptores das ocitocinas que utilizam vias pareadas de sinalização de JAK 2. Estão em desenvolvimento estudos de Fase 3 com upadacitinibe em dermatite atópica, doença de Crohn, retocolite ulcerativa, arterite de células gigantes e arterite de Takayasu.

    No Brasil, upadacitinibe está disponível mediante avaliação clínica e prescrição médica para artrite reumatoide de moderada a grave, tendo sido aprovado para esta indicação em fevereiro de 2020. Upadacitinibe não está aprovado para dermatite atópica no Brasil. A indicação completa de upadacitinibe no Brasil pode ser conhecida em https://www.abbvie.com.br/content/dam/abbvie-dotcom/br/documents/RINVOQ-VP.pdf

    Sobre a AbbVie 

    A missão da AbbVie é descobrir e fornecer medicamentos inovadores que solucionem as questões mais sérias de saúde de hoje e enfrentem os desafios médicos de amanhã. Nós nos empenhamos em causar um impacto notável na vida das pessoas em várias áreas terapêuticas: Imunologia, Oncologia, Neurociência, Oftalmologia, Virologia, Saúde da Mulher e Gastrenterologia, além dos serviços e produtos da Allergan Aesthetics. Para mais informações, acesse www.abbvie.com.br. Siga @abbvie no TwitterFacebookInstagramYouTube e LinkedIn.

    No Brasil, a AbbVie começou a operar no início de 2014. Suas unidades de negócios locais incluem Imunologia, Oncologia, Neonatologia, Virologia, Oftalmologia, além dos serviços e produtos da Allergan Aesthetics. A AbbVie conduz mais de 64 estudos clínicos em Imunologia, Oncologia e Virologia, envolvendo mais de 800 pacientes brasileiros e 200 equipes e centros de pesquisa em todo o país.

    Referências:

  • RINVOQ [Resumo das características do produto na Europa]. AbbVie Deutschland GmbH & Co. KG; August 2021. Disponível em: https://www.ema.europa.eu/en/documents/product-information/rinvoq-epar-product-information_en.pdf
  • Guttman-Yassky E., et al. Once-daily upadacitinib versus placebo in adolescents and adults with moderate-to-severe atopic dermatitis (Measure Up 1 and Measure Up 2): results from two replicate double-blind, randomised controlled phase 3 trials. Lancet. 2021; 397(10290): 2151-2168. doi:10.1016/S0140-6736(21)00588-2. 
  • Blauvelt A., et al. Efficacy and Safety of Upadacitinib vs Dupilumab in Adults With Moderate-to-Severe Atopic Dermatitis: A Randomized Clinical Trial. JAMA Dermatol. Publicado online em 4 de agosto de 2021. doi:10.1001/jamadermatol.2021.3023. 
  • EPAR: RINVOQ [European Public Assessment Report]. AbbVie Deutschland GmbH & Co. KG. June 2021. Disponível em: https://www.ema.europa.eu/en/medicines/human/EPAR/rinvoq
  • Reich K, Teixeira HD, Bruin-Weller, et al. Safety and efficacy of upadacitinib in combination with topical corticosteroids in adolescents and adults with moderate-to-severe atopic dermatitis (AD Up): results from a randomised, double-blind, placebo-controlled, phase 3 trial. Lancet. 2021; 397(10290): 2169-2181. 
  • Zeng, X., et al. SAT0160 Efficacy and Safety of Upadacitinib In Patients From China, Brazil, And South Korea With Rheumatoid Arthritis Who Have Had Inadequate Response To Conventional Synthetic Disease-Modifying Antirheumatic Drugs. Ann Rheum Dis. 2020. 79:1020-1021. 
  • Rubbert-Roth A., et al. Trial of Upadacitinib or Abatacept in Rheumatoid Arthritis. N Engl J Med. 2020;383(16):1511-1521. doi:10.1056/NEJMoa2008250. 
  • Kameda H., et al. Efficacy and safety of upadacitinib in Japanese patients with rheumatoid arthritis (SELECT-SUNRISE): a placebo-controlled phase llb/lll study. Rheumatology (Oxford). 2020;59(11):3303-3313. doi:10.1093/rheumatology/keaa084. 
  • A Study to Evaluate Safety of Upadacitinib in Combination With Topical Corticosteroids in Adolescent and Adult Participants With Moderate to Severe Atopic Dermatitis (Rising Up). ClinicalTrials.gov. 2020. Disponível em: https://clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT03661138. Acessado em 19 de Agosto de 2021 
  • Cohen S., et al. Safety profile of upadacitinib in rheumatoid arthritis: integrated analysis from the SELECT phase III clinical programme. Ann Rheum Dis. 2020 Oct 28;80(3):304-11. 
  • Mease, P.J., et al. Upadacitinib in Patients with Psoriatic Arthritis and Inadequate Response to Biologics: 56-Week Data from the Randomized Controlled Phase 3 SELECT-PsA 2 Study. Rheumatol Ther. 2021 Apr 28. doi: 10.1007/s40744-021-00305-z. Online ahead of print. 
  • Pipeline – Our Science | AbbVie. AbbVie. 2021. Disponível em: https://www.abbvie.com/our-science/pipeline.html. Acessado em 27 de julho de 2021. 
  • A Study to Evaluate Efficacy and Safety of Upadacitinib in Adult Participants With Axial Spondyloarthritis (SELECT AXIS 2). ClinicalTrials.gov. 2021. Disponível em: https://clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT04169373. Accessed on July 27, 2021. 
  • Evaluation of Upadacitinib in Adolescent and Adult Patients With Moderate to Severe Atopic Dermatitis (Eczema) (Measure Up 1). ClinicalTrials.gov. 2021. Disponível em: https://clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT03569293. Acessado em 27 de Julho de 2021. 
  • A Study of the Efficacy and Safety of Upadacitinib (ABT-494) in Participants With Moderately to Severely Active Crohn's Disease Who Have Inadequately Responded to or Are Intolerant to Biologic Therapy. ClinicalTrials.gov. 2021. Disponível em https://clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT03345836. Acessado em  27 de Julho de 2021. 
  • A Study to Evaluate the Safety and Efficacy of Upadacitinib (ABT-494) for Induction and Maintenance Therapy in Participants With Moderately to Severely Active Ulcerative Colitis (UC). ClinicalTrials.gov. 2021. Disponível em https://clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT02819635. Acessado em 27 de julho de 2021
  • A Study Comparing Upadacitinib (ABT-494) to Placebo in Adults With Rheumatoid Arthritis on a Stable Dose of Conventional Synthetic Disease-Modifying Antirheumatic Drugs (csDMARDs) Who Have an Inadequate Response to csDMARDs Alone (SELECT-NEXT). ClinicalTrials.gov. 2021. Disponível em: https://clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT02675426. Acessado em 27 de julho de 202
  • A Study Comparing Upadacitinib (ABT-494) to Placebo and to Adalimumab in Participants With Psoriatic Arthritis Who Have an Inadequate Response to at Least One Non-Biologic Disease Modifying Anti-Rheumatic Drug (SELECT - PsA 1). ClinicalTrials.gov. 2021. Disponível em: https://clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT03104400. Acessado em 27 de julho de 2021
  • A Study to Evaluate the Safety and Efficacy of Upadacitinib in Participants With Giant Cell Arteritis (SELECT-GCA). ClinicalTrials.gov. 2021. Disponível em: https://clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT03725202. Acessado em 27 de julho de 2021
  • A Study to Evaluate the Efficacy and Safety of Upadacitinib in Subjects With Takayasu Arteritis (TAK) (SELECT-TAK). ClinicalTrials.gov. 2021. Disponível em: https://clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT04161898. Acessado em 27 de julho de 2021.
  • FONTE AbbVie Brasil

    Você acabou de ler:

    Agência Europeia de Medicamentos Aprova Upadacitinibe como Primeiro Inibidor de JAK na União Europeia para o Tratamento de Adultos e Adolescentes com Dermatite Atópica Moderada a Grave

    Compartilhe

    https://prnewswire.com.br/releases/agencia-europeia-de-medicamentos-aprova-upadacitinibe-como-primeiro-inibidor-de-jak-na-uniao-europeia-para-o-tratamento-de-adultos-e-adolescentes-com-dermatite-atopica-moderada-a-grave/