Ameaças à cadeia de suprimentos e ransomware causaram um aumento de 60% no compartilhamento global de inteligência cibernética entre empresas de serviços financeiros

AMEX, Banco Falabella, IAG e UBS ganham prêmio global por esforços anuais em compartilhamento de inteligência cibernética

RESTON, Virgínia, 23 de setembro de 2021 /PRNewswire/ -- A FS-ISAC, única comunidade global de compartilhamento de inteligência cibernética com foco unicamente em serviços financeiros, anunciou hoje que o compartilhamento global de inteligência cibernética entre as empresas financeiras membros de sua comunidade aumentou 60% no período de agosto de 2020 a agosto de 2021, um aumento impulsionado por ameaças à cadeia de suprimentos e ransomware. As ameaças em larga escala resultaram em picos recordes de compartilhamento de inteligência em todas as regiões: América do Norte, América Latina, Europa, Reino Unido, Oriente Médio e África e Ásia-Pacífico.

Para aumentar a colaboração global e incentivar o desenvolvimento de talentos em segurança cibernética, a FS-ISAC lançou seu prêmio Global Leaders. Este ano, profissionais de segurança cibernética da American Express, Banco Falabella Chile, IAG da Austrália e UBS receberam o prêmio em reconhecimento a seus esforços excepcionais em compartilhamento de inteligência cibernética.

"Com o aumento das campanhas sofisticadas de crimes cibernéticos internacionais contra o setor financeiro e sua cadeia de suprimentos, a colaboração global em todo o setor se tornou essencial para a gestão de riscos", disse Steven Silberstein, CEO da FS- ISAC. "O compartilhamento de inteligência e melhores práticas em nossa comunidade e plataformas atingiram novos patamares, impulsionados pelos eventos de alto nível dos últimos 12 meses. Parabenizamos os membros da comunidade que fazem o possível e o impossível para proteger o sistema financeiro em geral."

"A American Express está profundamente interconectada com as outras atuantes no sistema financeiro mundial", disse Fred Gibbins, diretor de segurança da informação da American Express. "Acreditamos ser nossa responsabilidade crucial compartilhar inteligência e melhores práticas com nossos colegas para ajudar o setor a se proteger e se defender contra ameaças cibernéticas emergentes. Estamos honrados em ser reconhecidos pela FS-ISAC e agradecemos a colaboração entre todos os membros por nossa proteção coletiva."

"Na América Latina, nos beneficiamos da inteligência compartilhada por empresas globais sediadas nos EUA e na Europa, bem como de nossos países vizinhos", disse Juan Carrasco, diretor de segurança cibernética do Banco Falabella Chile. "Ao monitorar ataques na Argentina e no Brasil, conseguimos prever e impedir um ataque cibernético no Chile. Isso atesta o poder do compartilhamento de inteligência internacional na mitigação do risco cibernético."

As indicações dos membros ocorreram da última semana de março até 30 de junho. As indicações foram avaliadas pelo escritório de inteligência global da FS-ISAC quanto ao impacto e à qualidade das contribuições e limitadas a três finalistas por região. A diretoria da FS-ISAC, composta por diretores de segurança da informação de empresas de serviços financeiros líderes mundiais, votou em um vencedor de cada região.

"A inteligência de ameaças significativa oferece a nossa equipe de segurança da IAG uma vantagem sobre os malfeitores e reduz o risco cibernético", disse Craig Hall, gerente da célula de análises de ameaças da IAG. "Recentemente, conseguimos identificar um ator de ameaças que atacou de forma metódica as instituições financeiras australianas em ordem alfabética durante o dia todo. Ao compartilhar as táticas do criminoso, membros de toda a região sabiam quando era provável que seriam atingidos e, portanto, conseguiram se defender contra os ataques."

"Como uma empresa global, a UBS monitora o cenário global de segurança cibernética para detectar e mitigar proativamente os riscos", disse Corsin Camichel, líder regional de inteligência de ameaças cibernéticas da UBS. "Compartilhar inteligência e melhores práticas com nossos colegas e parceiros regionais é fundamental para se manter à frente das ameaças cibernéticas emergentes. Estou honrado com este prêmio e continuarei a compartilhar com meus colegas e com colegas do mundo todo."

Além de ajudar a detectar e prevenir ataques cibernéticos, o compartilhamento por parte das instituições financeiras maiores sediadas em mercados com regulamentações mais rigorosas e abrangentes ajuda a fortalecer os programas de segurança cibernética de empresas menores ou com menos recursos do mundo inteiro, beneficiando todo o ecossistema financeiro.

Sobre a FS-ISAC

O Centro de Compartilhamento e Análise de Informações de Serviços Financeiros (FS-ISAC) é a única comunidade global de compartilhamento de inteligência cibernética dedicada exclusivamente a serviços financeiros. Atendendo instituições financeiras e, por sua vez, seus clientes, a organização utiliza sua plataforma de inteligência, recursos de resiliência e uma rede confiável de especialistas que colaboram entre si para prever, mitigar e responder a ameaças cibernéticas. Com sede nos Estados Unidos, a organização tem escritórios no Reino Unido e Singapura e membros em mais de 70 países. Para saber mais, acesse fsisac.com.

Contato para a imprensa:

media@fsisac.com

FONTE FS-ISAC

AMEX, Banco Falabella, IAG e UBS ganham prêmio global por esforços anuais em compartilhamento de inteligência cibernética

RESTON, Virgínia, 23 de setembro de 2021 /PRNewswire/ -- A FS-ISAC, única comunidade global de compartilhamento de inteligência cibernética com foco unicamente em serviços financeiros, anunciou hoje que o compartilhamento global de inteligência cibernética entre as empresas financeiras membros de sua comunidade aumentou 60% no período de agosto de 2020 a agosto de 2021, um aumento impulsionado por ameaças à cadeia de suprimentos e ransomware. As ameaças em larga escala resultaram em picos recordes de compartilhamento de inteligência em todas as regiões: América do Norte, América Latina, Europa, Reino Unido, Oriente Médio e África e Ásia-Pacífico.

Para aumentar a colaboração global e incentivar o desenvolvimento de talentos em segurança cibernética, a FS-ISAC lançou seu prêmio Global Leaders. Este ano, profissionais de segurança cibernética da American Express, Banco Falabella Chile, IAG da Austrália e UBS receberam o prêmio em reconhecimento a seus esforços excepcionais em compartilhamento de inteligência cibernética.

"Com o aumento das campanhas sofisticadas de crimes cibernéticos internacionais contra o setor financeiro e sua cadeia de suprimentos, a colaboração global em todo o setor se tornou essencial para a gestão de riscos", disse Steven Silberstein, CEO da FS- ISAC. "O compartilhamento de inteligência e melhores práticas em nossa comunidade e plataformas atingiram novos patamares, impulsionados pelos eventos de alto nível dos últimos 12 meses. Parabenizamos os membros da comunidade que fazem o possível e o impossível para proteger o sistema financeiro em geral."

"A American Express está profundamente interconectada com as outras atuantes no sistema financeiro mundial", disse Fred Gibbins, diretor de segurança da informação da American Express. "Acreditamos ser nossa responsabilidade crucial compartilhar inteligência e melhores práticas com nossos colegas para ajudar o setor a se proteger e se defender contra ameaças cibernéticas emergentes. Estamos honrados em ser reconhecidos pela FS-ISAC e agradecemos a colaboração entre todos os membros por nossa proteção coletiva."

"Na América Latina, nos beneficiamos da inteligência compartilhada por empresas globais sediadas nos EUA e na Europa, bem como de nossos países vizinhos", disse Juan Carrasco, diretor de segurança cibernética do Banco Falabella Chile. "Ao monitorar ataques na Argentina e no Brasil, conseguimos prever e impedir um ataque cibernético no Chile. Isso atesta o poder do compartilhamento de inteligência internacional na mitigação do risco cibernético."

As indicações dos membros ocorreram da última semana de março até 30 de junho. As indicações foram avaliadas pelo escritório de inteligência global da FS-ISAC quanto ao impacto e à qualidade das contribuições e limitadas a três finalistas por região. A diretoria da FS-ISAC, composta por diretores de segurança da informação de empresas de serviços financeiros líderes mundiais, votou em um vencedor de cada região.

"A inteligência de ameaças significativa oferece a nossa equipe de segurança da IAG uma vantagem sobre os malfeitores e reduz o risco cibernético", disse Craig Hall, gerente da célula de análises de ameaças da IAG. "Recentemente, conseguimos identificar um ator de ameaças que atacou de forma metódica as instituições financeiras australianas em ordem alfabética durante o dia todo. Ao compartilhar as táticas do criminoso, membros de toda a região sabiam quando era provável que seriam atingidos e, portanto, conseguiram se defender contra os ataques."

"Como uma empresa global, a UBS monitora o cenário global de segurança cibernética para detectar e mitigar proativamente os riscos", disse Corsin Camichel, líder regional de inteligência de ameaças cibernéticas da UBS. "Compartilhar inteligência e melhores práticas com nossos colegas e parceiros regionais é fundamental para se manter à frente das ameaças cibernéticas emergentes. Estou honrado com este prêmio e continuarei a compartilhar com meus colegas e com colegas do mundo todo."

Além de ajudar a detectar e prevenir ataques cibernéticos, o compartilhamento por parte das instituições financeiras maiores sediadas em mercados com regulamentações mais rigorosas e abrangentes ajuda a fortalecer os programas de segurança cibernética de empresas menores ou com menos recursos do mundo inteiro, beneficiando todo o ecossistema financeiro.

Sobre a FS-ISAC

O Centro de Compartilhamento e Análise de Informações de Serviços Financeiros (FS-ISAC) é a única comunidade global de compartilhamento de inteligência cibernética dedicada exclusivamente a serviços financeiros. Atendendo instituições financeiras e, por sua vez, seus clientes, a organização utiliza sua plataforma de inteligência, recursos de resiliência e uma rede confiável de especialistas que colaboram entre si para prever, mitigar e responder a ameaças cibernéticas. Com sede nos Estados Unidos, a organização tem escritórios no Reino Unido e Singapura e membros em mais de 70 países. Para saber mais, acesse fsisac.com.

Contato para a imprensa:

media@fsisac.com

FONTE FS-ISAC

Você acabou de ler:

Ameaças à cadeia de suprimentos e ransomware causaram um aumento de 60% no compartilhamento global de inteligência cibernética entre empresas de serviços financeiros

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/ameacas-a-cadeia-de-suprimentos-e-ransomware-causaram-um-aumento-de-60-no-compartilhamento-global-de-inteligencia-cibernetica-entre-empresas-de-servicos-financeiros/