Andbank Brasil tem novo CEO

SÃO PAULO, 23 de setembro de 2019 /PRNewswire/ -- O Andbank Brasil anuncia Carlos Foz como seu novo CEO. Um dos sócios-fundadores da Triar Gestão de Patrimônio, com a qual o banco firmou um acordo de parceria estratégica em 2018, substitui Nilton Breinis, que passa a atuar como partner & manager director no Andbank de Israel, além de vice-presidente do Conselho Administrativo do banco no Brasil.

A indicação de Foz foi uma decisão dos líderes globais da instituição em razão de "seu perfil empreendedor e generalista, que tornou a Triar, em poucos anos, uma das mais reconhecidas gestoras de patrimônio do mercado", explica Carlos Moreno, Head Américas e presidente do Conselho Administrativo do Andbank Brasil. Ele destaca que o País é hoje a "grande aposta do grupo, como foi recentemente a Espanha, nossa principal operação".

Foz também afirma que o convite se deve à sua experiência como empreendedor. Ele fundou a Asset Financial Services, em 2004, e Triar Gestão de Patrimônio, em 2014. Aos 49 anos e com larga expertise em investimentos, para ele ser o novo CEO significa "liderar um time que está transformando o Andbank Brasil no melhor parceiro para nossos clientes e novos investidores"

Planos

Foz assume o Andbank com uma carteira que ultrapassará R$ 8 bilhões, quando for finalizada a migração dos ativos da Capital Investimentos, com a qual o banco assinou, em agosto, um acordo de exclusividade. A meta é superar os R$ 10 bilhões até o final de 2020 e seu objetivo nos próximos anos é tornar o Andbank um dos principais players do mercado de Private Banking do Brasil.

"O Andbank é um banco jovem e está pronto para um crescimento maduro e sustentável", diz Foz, lembrando que "nosso business é relacionamento de longo prazo com os clientes. Por isso, oferecemos o melhor serviço". Ele destaca que a tecnologia "é uma grande aliada, mas nada substitui o contato pessoal e a consultoria personalizada. Esse é nosso diferencial – nosso negócio é serviço, não é produto".

Para promover a expansão no Brasil, Foz continuará a trabalhar com "agentes autônomos afinados com nossa filosofia, contratar bankers com carteira de clientes e formar alianças com empresas com as quais compartilhamos nossa cultura e modo de trabalhar". Além disso, o banco, hoje com escritórios em São Paulo, Porto Alegre e Rio de Janeiro, pretende chegar a outros mercados no curto prazo.

FONTE Andbank Brasil

SÃO PAULO, 23 de setembro de 2019 /PRNewswire/ -- O Andbank Brasil anuncia Carlos Foz como seu novo CEO. Um dos sócios-fundadores da Triar Gestão de Patrimônio, com a qual o banco firmou um acordo de parceria estratégica em 2018, substitui Nilton Breinis, que passa a atuar como partner & manager director no Andbank de Israel, além de vice-presidente do Conselho Administrativo do banco no Brasil.

A indicação de Foz foi uma decisão dos líderes globais da instituição em razão de "seu perfil empreendedor e generalista, que tornou a Triar, em poucos anos, uma das mais reconhecidas gestoras de patrimônio do mercado", explica Carlos Moreno, Head Américas e presidente do Conselho Administrativo do Andbank Brasil. Ele destaca que o País é hoje a "grande aposta do grupo, como foi recentemente a Espanha, nossa principal operação".

Foz também afirma que o convite se deve à sua experiência como empreendedor. Ele fundou a Asset Financial Services, em 2004, e Triar Gestão de Patrimônio, em 2014. Aos 49 anos e com larga expertise em investimentos, para ele ser o novo CEO significa "liderar um time que está transformando o Andbank Brasil no melhor parceiro para nossos clientes e novos investidores"

Planos

Foz assume o Andbank com uma carteira que ultrapassará R$ 8 bilhões, quando for finalizada a migração dos ativos da Capital Investimentos, com a qual o banco assinou, em agosto, um acordo de exclusividade. A meta é superar os R$ 10 bilhões até o final de 2020 e seu objetivo nos próximos anos é tornar o Andbank um dos principais players do mercado de Private Banking do Brasil.

"O Andbank é um banco jovem e está pronto para um crescimento maduro e sustentável", diz Foz, lembrando que "nosso business é relacionamento de longo prazo com os clientes. Por isso, oferecemos o melhor serviço". Ele destaca que a tecnologia "é uma grande aliada, mas nada substitui o contato pessoal e a consultoria personalizada. Esse é nosso diferencial – nosso negócio é serviço, não é produto".

Para promover a expansão no Brasil, Foz continuará a trabalhar com "agentes autônomos afinados com nossa filosofia, contratar bankers com carteira de clientes e formar alianças com empresas com as quais compartilhamos nossa cultura e modo de trabalhar". Além disso, o banco, hoje com escritórios em São Paulo, Porto Alegre e Rio de Janeiro, pretende chegar a outros mercados no curto prazo.

FONTE Andbank Brasil

Você acabou de ler:

Andbank Brasil tem novo CEO

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/andbank-brasil-tem-novo-ceo/