Apelo à Mobilidade Global torna-se a pedra angular para que as empresas e o governo construam a futura mobilidade sustentável

PARIS, 17 de junho de 2022 /PRNewswire/ -- A primeira edição do Global Mobility Call,  congresso mundial da  mobilidade sustentável organizado pela IFEMA MADRID e Smobhub, terminou com um grande impulso para uma mobilidade mais sustentável, eficiente e inclusiva, e com a consolidação do novo ecossistema de novos actores institucionais e empresariais da mobilidade.

 

 

A Global Mobility Call reuniu mais de 4.500 participantes  e 13.000 participantes online de 40 países, com mais de 1,3 milhões de visualizações do programa em directo. Além disso, 250 jornalistas cobriram os mais de 100 diálogos multisectoriais, onde mais de 300 painelistas, representantes dos sectores público e privado, empresários, académicos e peritos apresentaram propostas, ideias, relatórios e reflexões sobre os rápidos processos de mudanças na mobilidade.

Entre as principais conclusões, figurou a necessidade de realizar projectos nacionais e internacionais que promovam a digitalização, descarbonização, conectividade, transporte intermodal e multimodal, transformação industrial, desenho urbano, melhoria dos transportes rurais, financiamento e serviços profissionais.

O Presidente do Governo espanhol, Pedro Sánchez, encerrou o Apelo à Mobilidade Global afirmando que este fórum "é o melhor exemplo da capacidade de resiliência, da ambição de transformação, da indispensável colaboração entre os sectores público e privado, da força das empresas e da sociedade espanhola como um todo. Tanto o sector privado como o público partilham uma capacidade especial de enfrentar dificuldades e de se adaptarem a novos cenários".

Sublinhou que as incertezas provocadas pela guerra "não devem atrasar" a transformação da mobilidade sustentável.

Ao encerrar o evento, o Presidente do Comité Executivo da IFEMA MADRID, José Vicente de los Mozos, explicou que estes dias na Global Mobility Call mostraram "a inspiração e as chaves para entrar em negócios de enormes proporções, para os quais a prioridade é aceder a fundos de recuperação", enquanto que o evento gerou "conteúdo e redes profissionais, que se traduzirão num verdadeiro impulso à mobilidade sustentável".

"Temos de processar os vastos conteúdos e contactos de maior interesse que têm sido produzidos durante estes dias. Será nosso trabalho organizar e disponibilizar este importante legado aos diferentes sectores e aos milhares de profissionais que participaram na Chamada à Mobilidade Global", afirmou.

A Chamada à Mobilidade Global respondeu à necessidade de reunir todos os actores da mobilidade num momento de profunda transformação. A necessidade de agir tanto em crises climáticas como energéticas, aproveitando a oportunidade proporcionada pelos 800 mil milhões de euros dos fundos europeus de recuperação NextGenerationEU, fez da Global Mobility Call uma oportunidade sem precedentes para moldar o futuro de uma mobilidade descarbonizada, segura e digitalizada, que respeite o planeta e a saúde das pessoas, alinhada com os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável, o Acordo de Paris e o Pacto Verde Europeu.

Entre os membros do painel, Jeffrey Sachs, economista americano e especialista em desenvolvimento sustentável, apelou a um maior desenvolvimento digital da mobilidade e insistiu que esta fosse abordada como um ecossistema integrado de sectores, tal como faz o Apelo à Mobilidade Global.

Clotilde Delbos, CEO da Mobilize, salientou a necessidade de trabalhar no sentido de fornecer aos utilizadores serviços de mobilidade adaptados às suas necessidades.

Michio Kaku, físico e futurista, previu como a física quântica do futuro irá gerar computadores que se irão ligar ao cérebro, e a robotização da indústria automóvel.

Adina Vălean, Comissário Europeu para os Transportes, destacou a oportunidade apresentada pelos FundosUE da Próxima Geração para impulsionar projectos em muitos dos sectores de mobilidade da Europa. Foi também salientado que é importante fazer coincidir isto com o impulso para a transição energética, para tornar a Europa menos dependente dos combustíveis fósseis.

Monica Araya, Conselheira para a Mobilidade Climática e membro do Comité Director da ClimateWorks & Partners sugeriu incorporar na agenda da mobilidade sustentável as questões da criação de emprego, da promoção do talento e do valor económico, numa altura em que os países estão a tentar permanecer dentro das cadeias de abastecimento, e a sociedade está muito ansiosa com a crise climática e a requalificação da mão-de-obra em muitos sectores.

O urbanista e professor do MIT Carlo Ratti apelou à reflexão sobre mudanças estruturais profundas na mobilidade de pessoas, empregos e produtos, numa altura de ruptura acelerada pela crise da Covid e pela guerra.

Mais informações: https://www.ifema.es/en/global-mobility-call/

CONTACTS:

Marta Cacho, Directrice de la Communication, mcacho@ifema.es 

Elena Valera, Presse Internacionale, evalera@ifema.es 

Photo- https://mma.prnewswire.com/media/1842428/Global_Mobility_Call.jpg

Photo- https://mma.prnewswire.com/media/1842429/Pedro_Sanchez.jpg

Logo- https://mma.prnewswire.com/media/1706777/Global_Mobility_Call_Logo.jpg

 

 

FONTE Global Mobility Call

PARIS, 17 de junho de 2022 /PRNewswire/ -- A primeira edição do Global Mobility Call,  congresso mundial da  mobilidade sustentável organizado pela IFEMA MADRID e Smobhub, terminou com um grande impulso para uma mobilidade mais sustentável, eficiente e inclusiva, e com a consolidação do novo ecossistema de novos actores institucionais e empresariais da mobilidade.

 

 

A Global Mobility Call reuniu mais de 4.500 participantes  e 13.000 participantes online de 40 países, com mais de 1,3 milhões de visualizações do programa em directo. Além disso, 250 jornalistas cobriram os mais de 100 diálogos multisectoriais, onde mais de 300 painelistas, representantes dos sectores público e privado, empresários, académicos e peritos apresentaram propostas, ideias, relatórios e reflexões sobre os rápidos processos de mudanças na mobilidade.

Entre as principais conclusões, figurou a necessidade de realizar projectos nacionais e internacionais que promovam a digitalização, descarbonização, conectividade, transporte intermodal e multimodal, transformação industrial, desenho urbano, melhoria dos transportes rurais, financiamento e serviços profissionais.

O Presidente do Governo espanhol, Pedro Sánchez, encerrou o Apelo à Mobilidade Global afirmando que este fórum "é o melhor exemplo da capacidade de resiliência, da ambição de transformação, da indispensável colaboração entre os sectores público e privado, da força das empresas e da sociedade espanhola como um todo. Tanto o sector privado como o público partilham uma capacidade especial de enfrentar dificuldades e de se adaptarem a novos cenários".

Sublinhou que as incertezas provocadas pela guerra "não devem atrasar" a transformação da mobilidade sustentável.

Ao encerrar o evento, o Presidente do Comité Executivo da IFEMA MADRID, José Vicente de los Mozos, explicou que estes dias na Global Mobility Call mostraram "a inspiração e as chaves para entrar em negócios de enormes proporções, para os quais a prioridade é aceder a fundos de recuperação", enquanto que o evento gerou "conteúdo e redes profissionais, que se traduzirão num verdadeiro impulso à mobilidade sustentável".

"Temos de processar os vastos conteúdos e contactos de maior interesse que têm sido produzidos durante estes dias. Será nosso trabalho organizar e disponibilizar este importante legado aos diferentes sectores e aos milhares de profissionais que participaram na Chamada à Mobilidade Global", afirmou.

A Chamada à Mobilidade Global respondeu à necessidade de reunir todos os actores da mobilidade num momento de profunda transformação. A necessidade de agir tanto em crises climáticas como energéticas, aproveitando a oportunidade proporcionada pelos 800 mil milhões de euros dos fundos europeus de recuperação NextGenerationEU, fez da Global Mobility Call uma oportunidade sem precedentes para moldar o futuro de uma mobilidade descarbonizada, segura e digitalizada, que respeite o planeta e a saúde das pessoas, alinhada com os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável, o Acordo de Paris e o Pacto Verde Europeu.

Entre os membros do painel, Jeffrey Sachs, economista americano e especialista em desenvolvimento sustentável, apelou a um maior desenvolvimento digital da mobilidade e insistiu que esta fosse abordada como um ecossistema integrado de sectores, tal como faz o Apelo à Mobilidade Global.

Clotilde Delbos, CEO da Mobilize, salientou a necessidade de trabalhar no sentido de fornecer aos utilizadores serviços de mobilidade adaptados às suas necessidades.

Michio Kaku, físico e futurista, previu como a física quântica do futuro irá gerar computadores que se irão ligar ao cérebro, e a robotização da indústria automóvel.

Adina Vălean, Comissário Europeu para os Transportes, destacou a oportunidade apresentada pelos FundosUE da Próxima Geração para impulsionar projectos em muitos dos sectores de mobilidade da Europa. Foi também salientado que é importante fazer coincidir isto com o impulso para a transição energética, para tornar a Europa menos dependente dos combustíveis fósseis.

Monica Araya, Conselheira para a Mobilidade Climática e membro do Comité Director da ClimateWorks & Partners sugeriu incorporar na agenda da mobilidade sustentável as questões da criação de emprego, da promoção do talento e do valor económico, numa altura em que os países estão a tentar permanecer dentro das cadeias de abastecimento, e a sociedade está muito ansiosa com a crise climática e a requalificação da mão-de-obra em muitos sectores.

O urbanista e professor do MIT Carlo Ratti apelou à reflexão sobre mudanças estruturais profundas na mobilidade de pessoas, empregos e produtos, numa altura de ruptura acelerada pela crise da Covid e pela guerra.

Mais informações: https://www.ifema.es/en/global-mobility-call/

CONTACTS:

Marta Cacho, Directrice de la Communication, mcacho@ifema.es 

Elena Valera, Presse Internacionale, evalera@ifema.es 

Photo- https://mma.prnewswire.com/media/1842428/Global_Mobility_Call.jpg

Photo- https://mma.prnewswire.com/media/1842429/Pedro_Sanchez.jpg

Logo- https://mma.prnewswire.com/media/1706777/Global_Mobility_Call_Logo.jpg

 

 

FONTE Global Mobility Call

Você acabou de ler:

Apelo à Mobilidade Global torna-se a pedra angular para que as empresas e o governo construam a futura mobilidade sustentável

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/apelo-a-mobilidade-global-torna-se-a-pedra-angular-para-que-as-empresas-e-o-governo-construam-a-futura-mobilidade-sustentavel/