Artigo da Sync quantifica preocupações relativas à obsessão on-line da Geração Z

Programa de bem-estar digital lança o primeiro relatório global e anuncia novos estudos com foco na geração mais jovem, incluindo pesquisas com a Universidade de Milano-Bicocca e outras entidades confiáveis - Pesquisa da Sync conclui que dois terços dos jovens (de 18 a 24 anos de idade, 58%) querem controlar o tempo gasto on-line - Mais da metade dos entrevistados da Geração Z (54%) disseram que consideram o uso de tecnologia uma distração - A Sync e seus parceiros utilizarão metodologias inovadoras de pesquisa para investigar o impacto do uso excessivo da Internet e das redes sociais sobre o bem-estar da geração mais jovem

DHAHRAN, Arábia Saudita, 1º de fevereiro de 2022 /PRNewswire/ -- Melhorar nossa saúde é tradicionalmente uma alta prioridade nessa época do ano, e isso significa cada vez mais mudar nossos comportamentos on-line. À medida que amigos, familiares e colegas procuram se reconectar em 2022, o programa de bem-estar digital da Sync divulgou um artigo que explora os desenvolvimentos globais nos hábitos de Internet e redes sociais. O programa está priorizando pesquisas para entender o impacto do uso excessivo sobre os jovens, 58% dos quais afirmaram passar mais tempo on-line do que gostariam.

Abdullah Al-Rashid, diretor da Sync, disse: "A pesquisa da Sync em colaboração com a ASDA'A BCW e a PSB Insights prova uma das maiores contradições da sociedade moderna: os benefícios, e os efeitos potencialmente nocivos, de nossa crescente dependência das redes sociais. Nenhuma geração será mais afetada do que aquela que cresceu usando essa tecnologia, com o impacto potencial sobre o futuro da humanidade ainda desconhecido. Para ajudar a abordar esse fenômeno, estamos fazendo parcerias com grandes universidades para o desenvolvimento de soluções que promovam o bem-estar digital dos jovens."

O Dr. Mark Griffiths, Professor Distinto de Dependência Comportamental da Universidade de Nottingham Trent, no Reino Unido, disse: "O último relatório da Sync destaca as vantagens e desvantagens do aumento do tempo gasto on-line em todo o mundo. Embora os pontos positivos superem os negativos, particularmente em relação à conectividade social, o relatório destaca a natureza potencialmente distrativa das novas tecnologias e a forma como o uso da tecnologia pode afetar outras atividades importantes, como deveres educacionais e ocupacionais. Tenho estudado as 'dependências tecnológicas' há 30 anos e, embora o relatório não examine a dependência de novas tecnologias sob uma perspectiva clínica, certamente oferece provas de que as tecnologias on-line podem ser problemáticas para uma minoria, mesmo não estando no nível de uma doença diagnosticada clinicamente."

Dados ilustram uma preocupação crescente entre os jovens 

O primeiro artigo da Sync[1], Relatório Global de Bem-estar Digital de 2021, ilustra como as novas mídias estão arraigadas nos hábitos de comunicação dos jovens, em particular devido à pandemia da COVID-19:

  • Dois terços dos entrevistados da Geração Z (58%) afirmaram passar mais tempo on-line do que gostariam, destacando os potenciais efeitos adversos sobre a saúde física e mental. 
  • Mais de um em cada dois (54%) jovens disseram que a tecnologia em sua vida os distrai das tarefas do dia a dia. 
  • A maioria (69%) dos jovens de 18 a 24 anos disse que utiliza aplicativos de mensagens com maior frequência agora do que antes da pandemia, o que pode impedir a reversão para o contato direto conforme o impacto diminuir. 

Refletindo sobre a pesquisa, o Dr. Griffiths continuou: "O relatório oferece percepções muito interessantes sobre o uso da tecnologia, e a maioria acha que as dependências on-line são problemas de saúde e que alguns tipos de tecnologia, como os smartphones, são projetados para serem viciantes até mesmo entre indivíduos mais idosos. Como pesquisador, também tive o prazer de observar que mais de 40% dos entrevistados acreditam que o governo deveria financiar estudos com foco nas dependências tecnológicas e que a maioria acredita que deveria haver mais recursos para tratar tais dependências. Três quartos dos entrevistados achavam que seus próprios governos deveriam fazer mais para oferecer tratamentos de alta qualidade e acessíveis para dependências on-line. Esses tipos de dados indicam que as dependências on-line já parecem ter permeado a consciência pública"

Novas parcerias em pesquisa 

Após esse relatório inicial, a Sync está explorando proativamente o efeito do uso excessivo da Internet e das redes sociais sobre jovens adultos. Isso inclui futuras colaborações com a Universidade de Milano-Bicocca.

A colaboração da Sync com o Centro de Pesquisa do Bem-estar Digital da Universidade de Milano-Bicocca utilizará uma nova abordagem holística para estudar o relacionamento dos estudantes universitários com seus smartphones, incluindo o impacto sobre a concentração e a ansiedade em diferentes contextos sociais. 

Marco Gui, diretor do centro, disse: "Todos os universitários hoje possuem um smartphone, que oferece a conectividade com a qual as gerações passadas só podiam sonhar. Mas a que custo? Somos gratos pelo apoio da Sync a nossa nova metodologia para investigar os efeitos potencialmente benéficos e nocivos de estar permanentemente conectado."

Encontro global de bem-estar digital da Sync 

O primeiro encontro de bem-estar digital da Sync será realizado de 29 a 30 de março de 2022 e reunirá líderes globais de pensamento, instituições, influenciadores e o público para aumentar a conscientização sobre as preocupações relativas ao bem-estar digital e desenvolver novas ideias para proteger os usuários das mídias digitais no mundo todo. Para saber mais, acesse https://sync.ithra.com/.

Notas aos Editores 

Dave Gordon, CEO da PSB Global, disse: "O primeiro estudo de bem-estar digital da Sync aborda uma das questões mais importantes e crescentes de nossa época: como as comunidades em todo o mundo estão se adaptando ao papel transformador da tecnologia em nossas vidas. O alcance global desse estudo, que foi realizado em junho e julho de 2021 com mais de 15 mil consumidores, oferece visibilidade às nuances regionais e demográficas das maneiras como as tecnologias digitais estão influenciando e impactando os consumidores em 30 países. Juntas, a PSB e a SYNC ajudarão a informar os formuladores de políticas, acadêmicos, a imprensa e o público sobre a forma como as tecnologias emergentes influenciarão nossas gerações futuras."

Sunil Jones, presidente da BCW Middle-East disse: "O primeiro estudo de bem-estar digital da Sync é realmente pioneiro, uma vez que oferece dados e percepções cruciais para melhorar a compreensão dos efeitos do uso crescente das redes sociais e seu impacto sobre os estilos de vida dos jovens no mundo todo. O estudo destaca como podemos aproveitar as possibilidades da tecnologia digital, garantindo, ao mesmo tempo, o bem-estar de longo prazo de todos os usuários"

Sobre a Sync

A Sync é uma iniciativa de bem-estar digital lançada pelo King Abdulaziz Center for World Culture (Ithra), com a visão de criar um mundo onde todos estejamos no controle de nossas vidas digitais. A iniciativa é orientada por pesquisas abrangentes em colaboração com entidades globais para entender as amplificações da tecnologia e a forma como ela está afetando nossas vidas e transformar o conhecimento obtido em campanhas de conscientização, ferramentas, experiências, conteúdo educacional e programas que visem aumentar a conscientização pública global em torno do assunto.

Para sincronizar com a Sync: Twitter https://twitter.com/SyncIthra ou Facebook https://www.facebook.com/SyncIthra 

Sobre o Ithra 

O King Abdulaziz Center for World Culture (Ithra) é um dos destinos culturais mais influentes da Arábia Saudita, um destino para os curiosos, criativos e ávidos por conhecimento. Por meio de uma interessante série de programas, apresentações, exposições, eventos e iniciativas, o Ithra cria experiências de classe mundial em seus espaços públicos interativos. Essas experiências unem cultura, inovação e conhecimento de uma maneira criada para atrair todas as pessoas. Ao conectar profissionais de criação, perspectivas desafiadoras e ideias transformadoras, o Ithra tem orgulho de inspirar os líderes culturais do futuro. O Ithra é a principal iniciativa de responsabilidade social corporativa da Saudi Aramco e o maior centro cultural do reino, composto por um laboratório de ideias, biblioteca, cinema, teatro, museu, exposição sobre energia, salão, museu infantil e Torre Ithra.

Para mais informações, acesse www.ithra.com.

Siga o Ithra nas redes sociais: Facebook (King Abdulaziz Center for World Culture), Twitter (@Ithra) e Instagram (@Ithra) #Ithra

[1] Desenvolvido com base em uma pesquisa com 15 mil pessoas em 30 países, encomendada pela Sync e realizada pela PSB Middle-East em junho e julho de 2021.

 

 

FONTE Ithra

Programa de bem-estar digital lança o primeiro relatório global e anuncia novos estudos com foco na geração mais jovem, incluindo pesquisas com a Universidade de Milano-Bicocca e outras entidades confiáveis - Pesquisa da Sync conclui que dois terços dos jovens (de 18 a 24 anos de idade, 58%) querem controlar o tempo gasto on-line - Mais da metade dos entrevistados da Geração Z (54%) disseram que consideram o uso de tecnologia uma distração - A Sync e seus parceiros utilizarão metodologias inovadoras de pesquisa para investigar o impacto do uso excessivo da Internet e das redes sociais sobre o bem-estar da geração mais jovem

DHAHRAN, Arábia Saudita, 1º de fevereiro de 2022 /PRNewswire/ -- Melhorar nossa saúde é tradicionalmente uma alta prioridade nessa época do ano, e isso significa cada vez mais mudar nossos comportamentos on-line. À medida que amigos, familiares e colegas procuram se reconectar em 2022, o programa de bem-estar digital da Sync divulgou um artigo que explora os desenvolvimentos globais nos hábitos de Internet e redes sociais. O programa está priorizando pesquisas para entender o impacto do uso excessivo sobre os jovens, 58% dos quais afirmaram passar mais tempo on-line do que gostariam.

Abdullah Al-Rashid, diretor da Sync, disse: "A pesquisa da Sync em colaboração com a ASDA'A BCW e a PSB Insights prova uma das maiores contradições da sociedade moderna: os benefícios, e os efeitos potencialmente nocivos, de nossa crescente dependência das redes sociais. Nenhuma geração será mais afetada do que aquela que cresceu usando essa tecnologia, com o impacto potencial sobre o futuro da humanidade ainda desconhecido. Para ajudar a abordar esse fenômeno, estamos fazendo parcerias com grandes universidades para o desenvolvimento de soluções que promovam o bem-estar digital dos jovens."

O Dr. Mark Griffiths, Professor Distinto de Dependência Comportamental da Universidade de Nottingham Trent, no Reino Unido, disse: "O último relatório da Sync destaca as vantagens e desvantagens do aumento do tempo gasto on-line em todo o mundo. Embora os pontos positivos superem os negativos, particularmente em relação à conectividade social, o relatório destaca a natureza potencialmente distrativa das novas tecnologias e a forma como o uso da tecnologia pode afetar outras atividades importantes, como deveres educacionais e ocupacionais. Tenho estudado as 'dependências tecnológicas' há 30 anos e, embora o relatório não examine a dependência de novas tecnologias sob uma perspectiva clínica, certamente oferece provas de que as tecnologias on-line podem ser problemáticas para uma minoria, mesmo não estando no nível de uma doença diagnosticada clinicamente."

Dados ilustram uma preocupação crescente entre os jovens 

O primeiro artigo da Sync[1], Relatório Global de Bem-estar Digital de 2021, ilustra como as novas mídias estão arraigadas nos hábitos de comunicação dos jovens, em particular devido à pandemia da COVID-19:

  • Dois terços dos entrevistados da Geração Z (58%) afirmaram passar mais tempo on-line do que gostariam, destacando os potenciais efeitos adversos sobre a saúde física e mental. 
  • Mais de um em cada dois (54%) jovens disseram que a tecnologia em sua vida os distrai das tarefas do dia a dia. 
  • A maioria (69%) dos jovens de 18 a 24 anos disse que utiliza aplicativos de mensagens com maior frequência agora do que antes da pandemia, o que pode impedir a reversão para o contato direto conforme o impacto diminuir. 

Refletindo sobre a pesquisa, o Dr. Griffiths continuou: "O relatório oferece percepções muito interessantes sobre o uso da tecnologia, e a maioria acha que as dependências on-line são problemas de saúde e que alguns tipos de tecnologia, como os smartphones, são projetados para serem viciantes até mesmo entre indivíduos mais idosos. Como pesquisador, também tive o prazer de observar que mais de 40% dos entrevistados acreditam que o governo deveria financiar estudos com foco nas dependências tecnológicas e que a maioria acredita que deveria haver mais recursos para tratar tais dependências. Três quartos dos entrevistados achavam que seus próprios governos deveriam fazer mais para oferecer tratamentos de alta qualidade e acessíveis para dependências on-line. Esses tipos de dados indicam que as dependências on-line já parecem ter permeado a consciência pública"

Novas parcerias em pesquisa 

Após esse relatório inicial, a Sync está explorando proativamente o efeito do uso excessivo da Internet e das redes sociais sobre jovens adultos. Isso inclui futuras colaborações com a Universidade de Milano-Bicocca.

A colaboração da Sync com o Centro de Pesquisa do Bem-estar Digital da Universidade de Milano-Bicocca utilizará uma nova abordagem holística para estudar o relacionamento dos estudantes universitários com seus smartphones, incluindo o impacto sobre a concentração e a ansiedade em diferentes contextos sociais. 

Marco Gui, diretor do centro, disse: "Todos os universitários hoje possuem um smartphone, que oferece a conectividade com a qual as gerações passadas só podiam sonhar. Mas a que custo? Somos gratos pelo apoio da Sync a nossa nova metodologia para investigar os efeitos potencialmente benéficos e nocivos de estar permanentemente conectado."

Encontro global de bem-estar digital da Sync 

O primeiro encontro de bem-estar digital da Sync será realizado de 29 a 30 de março de 2022 e reunirá líderes globais de pensamento, instituições, influenciadores e o público para aumentar a conscientização sobre as preocupações relativas ao bem-estar digital e desenvolver novas ideias para proteger os usuários das mídias digitais no mundo todo. Para saber mais, acesse https://sync.ithra.com/.

Notas aos Editores 

Dave Gordon, CEO da PSB Global, disse: "O primeiro estudo de bem-estar digital da Sync aborda uma das questões mais importantes e crescentes de nossa época: como as comunidades em todo o mundo estão se adaptando ao papel transformador da tecnologia em nossas vidas. O alcance global desse estudo, que foi realizado em junho e julho de 2021 com mais de 15 mil consumidores, oferece visibilidade às nuances regionais e demográficas das maneiras como as tecnologias digitais estão influenciando e impactando os consumidores em 30 países. Juntas, a PSB e a SYNC ajudarão a informar os formuladores de políticas, acadêmicos, a imprensa e o público sobre a forma como as tecnologias emergentes influenciarão nossas gerações futuras."

Sunil Jones, presidente da BCW Middle-East disse: "O primeiro estudo de bem-estar digital da Sync é realmente pioneiro, uma vez que oferece dados e percepções cruciais para melhorar a compreensão dos efeitos do uso crescente das redes sociais e seu impacto sobre os estilos de vida dos jovens no mundo todo. O estudo destaca como podemos aproveitar as possibilidades da tecnologia digital, garantindo, ao mesmo tempo, o bem-estar de longo prazo de todos os usuários"

Sobre a Sync

A Sync é uma iniciativa de bem-estar digital lançada pelo King Abdulaziz Center for World Culture (Ithra), com a visão de criar um mundo onde todos estejamos no controle de nossas vidas digitais. A iniciativa é orientada por pesquisas abrangentes em colaboração com entidades globais para entender as amplificações da tecnologia e a forma como ela está afetando nossas vidas e transformar o conhecimento obtido em campanhas de conscientização, ferramentas, experiências, conteúdo educacional e programas que visem aumentar a conscientização pública global em torno do assunto.

Para sincronizar com a Sync: Twitter https://twitter.com/SyncIthra ou Facebook https://www.facebook.com/SyncIthra 

Sobre o Ithra 

O King Abdulaziz Center for World Culture (Ithra) é um dos destinos culturais mais influentes da Arábia Saudita, um destino para os curiosos, criativos e ávidos por conhecimento. Por meio de uma interessante série de programas, apresentações, exposições, eventos e iniciativas, o Ithra cria experiências de classe mundial em seus espaços públicos interativos. Essas experiências unem cultura, inovação e conhecimento de uma maneira criada para atrair todas as pessoas. Ao conectar profissionais de criação, perspectivas desafiadoras e ideias transformadoras, o Ithra tem orgulho de inspirar os líderes culturais do futuro. O Ithra é a principal iniciativa de responsabilidade social corporativa da Saudi Aramco e o maior centro cultural do reino, composto por um laboratório de ideias, biblioteca, cinema, teatro, museu, exposição sobre energia, salão, museu infantil e Torre Ithra.

Para mais informações, acesse www.ithra.com.

Siga o Ithra nas redes sociais: Facebook (King Abdulaziz Center for World Culture), Twitter (@Ithra) e Instagram (@Ithra) #Ithra

[1] Desenvolvido com base em uma pesquisa com 15 mil pessoas em 30 países, encomendada pela Sync e realizada pela PSB Middle-East em junho e julho de 2021.

 

 

FONTE Ithra

Você acabou de ler:

Artigo da Sync quantifica preocupações relativas à obsessão on-line da Geração Z

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/artigo-da-sync-quantifica-preocupacoes-relativas-a-obsessao-on-line-da-geracao-z/