Artmarket.com e Artprice não observam qualquer impacto da crise ucraniana nas vendas por leilão

PARIS, 27 de junho de 2022 /PRNewswire/ -- Quatro meses após a invasão do exército russo na Ucrânia, a Artmarket. com e o Artprice observam que o mercado deartes global continuou sua agenda aparentemente sem perturbações devido ao conflito que se desenvolve à entrada daEuropa. As feiras de prestígio Art Basel, TEFAF e Brafa decorreram (ou decorrerão) na Europa, em conjunto com a Bienal de Veneza e dOCUMENTA sem o risco de a guerra (mais do que o recomeço da epidemia de Covid-19 ou a ameaça de uma crise ecológica) estragarem a festa.

 

Volume de negócios de leilões de obras de arte global semanal (2021 vs. início de 2022) ©artprice.com

 

Tweet de Mykhailo Fedorov, Vice-primeiro-ministro da Ucrânia e Ministro da Transformação Digital, pedindo donativos em NFT

 

«Com $6,1 bilhões obtidos em leilões nos primeiros cinco meses deste ano contra $5,4 bilhões no mesmo período do ano passado, 2022 já está se revelando mais forte. É um aumento de 12%!» afirma Thierry Ehrmann, CEO e Fundador da Artmarket.com e de seu departamento Artprice.

+50% de volume de negócios nos EUA

As análises realizadas pelo Artprice revelam um início bastante intenso do ano de 2022, apesar de a organização de vendas por leilão continuar perturbada em várias partes do mundo (especialmente na Ásia) devido à pandemia da Covid-19.

O claro vencedor este ano, os Estados Unidos tiveram um aumento de 50% no volume de negócios dos leilões de obras de arte após a grande promoção de primavera. As últimas sessões de prestígio foram marcadas pelo espetacular resultado de perto de $200 milhões pelo Shot Sage Blue Marilyn (1964) de Andy Warhol's da Christie's. Seu novo proprietário é o proprietário de galerias, Larry Gagosian, cujo negócio pode sofrer com as sanções internacionais impostas contra os oligarcas russos que tem como clientes.

A promoção de primavera de Nova York também foi eletrificada pela venda do quadro de Jean-Michel BasquiatSem Título (1982). Tendo pago $57,3 milhões para adquirir o quadro em 2016, o bilionário japonês Yusaku Maezawa o revendeu este ano por $85 milhões, 48%  adicionais em apenas seis anos.

Sem Títulode Jean-Michel Basquiat (1982) teve,assim, um retorno anual médio de +6,8% durante os seis anos em que esteve na coleção de Maezawa. Este lucro financeiro servirá parcialmente para cobrir as comissões dos compradores da Christie's (mais de $11 milhões para este lote), mas também tranquilizar o mercado, que observou os preços de Basquiat aumentarem em um ritmo vertiginoso com as compras realizadas por Yusaku Maezawa. Em 2017, o colecionador japonês comprou uma obra do mesmo artista e do mesmo ano por um valor recorde de $110 milhões.

A Europa avança, a Ásia aguarda e o Metaverso está dando os primeiros passos

O Reino Unido iniciou 2022 com um aumento de 35% no volume de negócios de leilões de obras de arte (contra o período do ano anterior) e França publicou um aumento de 25%. Por isso, a Europa parece ter recuperado totalmente da crise sanitária. Contudo, a situação é diferente na Ásia, onde muitas vendas foram adiadas devido a uma nova vaga de Covid-19. Até agora, este ano, Hong Kong obteve apenas $146 milhões de volume de negócios de leilões de obras de arte em comparação com mais de meio bilhão de USD no ano passado.

Entretanto, o mundo das criptomoedas e a Web3 têm sido bastante generosos no apoio à causa ucraniana. Kyiv começou a aceitar donativos sob a forma de NFT a partir de abril de 2022. Vários artistas também embarcaram nas vendas solidárias de NFT, como JR em colaboração com a Ukraine DAO e as Pussy Riot, que venderam uma versão digital da bandeira ucraniana por $6,7 milhões.

Imagens:

[https://imgpublic.artprice.com/img/wp/sites/11/2022/06/image1-fine-art-auction-turnover-2021-vs-2022early.png]

[https://imgpublic.artprice.com/img/wp/sites/11/2022/06/image2-image2-tweet-Mykhailo-fedorov-donations-NFT.png]

Copyright 1987-2022 thierry Ehrmann www.artprice.com - www.artmarket.com

Sobre a Artmarket:

A Artmarket.com está cotada na Eurolist por Euronext Paris, SRD long only e Euroclear: 7478 - Bloomberg: PRC - Reuters: ARTF.

Conheça a Artmarket e seu departamento Artprice em vídeo: www.artprice.com/video

A Artmarket e seu departamento Artprice foram fundados em 1997 por seu CEO, thierry Ehrmann. A Artmarket e seu departamento Artprice são controlados pelo Groupe Serveur, criado em 1987.

Consulte a biografia certificada em Quem em Quem ©:

Biographie_thierry_Ehrmann_2022_WhosWhoInFrance.pdf

A Artmarket é um player global no Mercado de Arte com, entre outras estruturas, seu departamento Artprice, líder mundial no acúmulo, gerenciamento e exploração de informação histórica e atual de mercados de arte em bancos de dados com mais de 30 milhões de índices e resultados de leilões, abrangendo mais de 782.000 artistas.

Artprice by Artmarket, líder mundial em informação sobre o mercado de arte, estabeleceu a ambição, através de seu Global Standardized Marketplace, de ser a principal plataforma de NFT de Belas-Artes do mundo.

Artprice Images® permite o acesso ilimitado ao maior banco de imagens do Mercado de Arte do mundo: 180 milhões de imagens digitais de fotografias ou reproduções gravadas de obras de arte de 1.700 até ao presente, comentadas por nossos historiadores de arte.

A Artmarket, com seu departamento Artprice, acumula dados de forma permanente de 6.300 Casas de Leilões e produz informação essencial sobre o Mercado de Arte para a imprensa principal e agências noticiosas (7.200 publicações). Seus 5,4 milhões ('login de membros'+redes sociais) de usuários têm acesso a anúncios publicados por outros membros, uma rede que hoje representa o principal Global Standardized Marketplace® para comprar e vender obras de arte a um preço fixo ou oferta (leilões regulamentados pelos parágrafos 2 e 3 d Artigo L 321.3 do Código Comercial francês).

A Artmarket, com seu departamento Artprice, recebeu o selo do estado «Empresa Inovadora» pelo Public Investment Bank (BPI) (pela segunda vez em novembro de 2018 por um novo período de 3 anos), que está apoiando a empresa em seu projeto para consolidar sua posição de player global no mercado da arte.

O Relatório Global do Mercado de Arte de 2020 da Artprice de Artmarket publicado em março de 2022:

https://www.artprice.com/artprice-reports/the-art-market-in-2021

Relatório do Mercado de Arte Contemporânea 2020/21 da Artprice por Artmarket.com:

https://www.artprice.com/artprice-reports/the-contemporary-art-market-report-2021

Índice de comunicados de imprensa pulicados pela Artmarket com seu departamento Artprice:

serveur.serveur.com/Press_Release/pressreleaseEN.htm

Siga todas as notícias sobre o Mercado de Arte em tempo real com a Artmarket e seu departamento Artprice no Facebook e no Twitter:

www.facebook.com/artpricedotcom/ (mais de 5,8 milhões de seguidores)

twitter.com/artmarketdotcom

twitter.com/artpricedotcom

Conheça a alquimia e o universo da Artmarket e de seu departamento Artprice https://www.artprice.com/video com sede no famoso Museu de Arte Contemporânea Organe «The Abode of Chaos» (dixit The New York Times): https://issuu.com/demeureduchaos/docs/demeureduchaos-abodeofchaos-opus-ix-1999-2013

Entre em contato com a Artmarket.com e seu departamento Artprice - Contate: Thierry Ehrmann, ir@artmarket.com

Infographic - https://mma.prnewswire.com/media/1845212/Artmarket_Infographic.jpg

Photo - https://mma.prnewswire.com/media/1845213/Artmarket.jpg

Logo - https://mma.prnewswire.com/media/1009603/Art_Market_logo.jpg

 

FONTE Artmarket.com

PARIS, 27 de junho de 2022 /PRNewswire/ -- Quatro meses após a invasão do exército russo na Ucrânia, a Artmarket. com e o Artprice observam que o mercado deartes global continuou sua agenda aparentemente sem perturbações devido ao conflito que se desenvolve à entrada daEuropa. As feiras de prestígio Art Basel, TEFAF e Brafa decorreram (ou decorrerão) na Europa, em conjunto com a Bienal de Veneza e dOCUMENTA sem o risco de a guerra (mais do que o recomeço da epidemia de Covid-19 ou a ameaça de uma crise ecológica) estragarem a festa.

 

Volume de negócios de leilões de obras de arte global semanal (2021 vs. início de 2022) ©artprice.com

 

Tweet de Mykhailo Fedorov, Vice-primeiro-ministro da Ucrânia e Ministro da Transformação Digital, pedindo donativos em NFT

 

«Com $6,1 bilhões obtidos em leilões nos primeiros cinco meses deste ano contra $5,4 bilhões no mesmo período do ano passado, 2022 já está se revelando mais forte. É um aumento de 12%!» afirma Thierry Ehrmann, CEO e Fundador da Artmarket.com e de seu departamento Artprice.

+50% de volume de negócios nos EUA

As análises realizadas pelo Artprice revelam um início bastante intenso do ano de 2022, apesar de a organização de vendas por leilão continuar perturbada em várias partes do mundo (especialmente na Ásia) devido à pandemia da Covid-19.

O claro vencedor este ano, os Estados Unidos tiveram um aumento de 50% no volume de negócios dos leilões de obras de arte após a grande promoção de primavera. As últimas sessões de prestígio foram marcadas pelo espetacular resultado de perto de $200 milhões pelo Shot Sage Blue Marilyn (1964) de Andy Warhol's da Christie's. Seu novo proprietário é o proprietário de galerias, Larry Gagosian, cujo negócio pode sofrer com as sanções internacionais impostas contra os oligarcas russos que tem como clientes.

A promoção de primavera de Nova York também foi eletrificada pela venda do quadro de Jean-Michel BasquiatSem Título (1982). Tendo pago $57,3 milhões para adquirir o quadro em 2016, o bilionário japonês Yusaku Maezawa o revendeu este ano por $85 milhões, 48%  adicionais em apenas seis anos.

Sem Títulode Jean-Michel Basquiat (1982) teve,assim, um retorno anual médio de +6,8% durante os seis anos em que esteve na coleção de Maezawa. Este lucro financeiro servirá parcialmente para cobrir as comissões dos compradores da Christie's (mais de $11 milhões para este lote), mas também tranquilizar o mercado, que observou os preços de Basquiat aumentarem em um ritmo vertiginoso com as compras realizadas por Yusaku Maezawa. Em 2017, o colecionador japonês comprou uma obra do mesmo artista e do mesmo ano por um valor recorde de $110 milhões.

A Europa avança, a Ásia aguarda e o Metaverso está dando os primeiros passos

O Reino Unido iniciou 2022 com um aumento de 35% no volume de negócios de leilões de obras de arte (contra o período do ano anterior) e França publicou um aumento de 25%. Por isso, a Europa parece ter recuperado totalmente da crise sanitária. Contudo, a situação é diferente na Ásia, onde muitas vendas foram adiadas devido a uma nova vaga de Covid-19. Até agora, este ano, Hong Kong obteve apenas $146 milhões de volume de negócios de leilões de obras de arte em comparação com mais de meio bilhão de USD no ano passado.

Entretanto, o mundo das criptomoedas e a Web3 têm sido bastante generosos no apoio à causa ucraniana. Kyiv começou a aceitar donativos sob a forma de NFT a partir de abril de 2022. Vários artistas também embarcaram nas vendas solidárias de NFT, como JR em colaboração com a Ukraine DAO e as Pussy Riot, que venderam uma versão digital da bandeira ucraniana por $6,7 milhões.

Imagens:

[https://imgpublic.artprice.com/img/wp/sites/11/2022/06/image1-fine-art-auction-turnover-2021-vs-2022early.png]

[https://imgpublic.artprice.com/img/wp/sites/11/2022/06/image2-image2-tweet-Mykhailo-fedorov-donations-NFT.png]

Copyright 1987-2022 thierry Ehrmann www.artprice.com - www.artmarket.com

Sobre a Artmarket:

A Artmarket.com está cotada na Eurolist por Euronext Paris, SRD long only e Euroclear: 7478 - Bloomberg: PRC - Reuters: ARTF.

Conheça a Artmarket e seu departamento Artprice em vídeo: www.artprice.com/video

A Artmarket e seu departamento Artprice foram fundados em 1997 por seu CEO, thierry Ehrmann. A Artmarket e seu departamento Artprice são controlados pelo Groupe Serveur, criado em 1987.

Consulte a biografia certificada em Quem em Quem ©:

Biographie_thierry_Ehrmann_2022_WhosWhoInFrance.pdf

A Artmarket é um player global no Mercado de Arte com, entre outras estruturas, seu departamento Artprice, líder mundial no acúmulo, gerenciamento e exploração de informação histórica e atual de mercados de arte em bancos de dados com mais de 30 milhões de índices e resultados de leilões, abrangendo mais de 782.000 artistas.

Artprice by Artmarket, líder mundial em informação sobre o mercado de arte, estabeleceu a ambição, através de seu Global Standardized Marketplace, de ser a principal plataforma de NFT de Belas-Artes do mundo.

Artprice Images® permite o acesso ilimitado ao maior banco de imagens do Mercado de Arte do mundo: 180 milhões de imagens digitais de fotografias ou reproduções gravadas de obras de arte de 1.700 até ao presente, comentadas por nossos historiadores de arte.

A Artmarket, com seu departamento Artprice, acumula dados de forma permanente de 6.300 Casas de Leilões e produz informação essencial sobre o Mercado de Arte para a imprensa principal e agências noticiosas (7.200 publicações). Seus 5,4 milhões ('login de membros'+redes sociais) de usuários têm acesso a anúncios publicados por outros membros, uma rede que hoje representa o principal Global Standardized Marketplace® para comprar e vender obras de arte a um preço fixo ou oferta (leilões regulamentados pelos parágrafos 2 e 3 d Artigo L 321.3 do Código Comercial francês).

A Artmarket, com seu departamento Artprice, recebeu o selo do estado «Empresa Inovadora» pelo Public Investment Bank (BPI) (pela segunda vez em novembro de 2018 por um novo período de 3 anos), que está apoiando a empresa em seu projeto para consolidar sua posição de player global no mercado da arte.

O Relatório Global do Mercado de Arte de 2020 da Artprice de Artmarket publicado em março de 2022:

https://www.artprice.com/artprice-reports/the-art-market-in-2021

Relatório do Mercado de Arte Contemporânea 2020/21 da Artprice por Artmarket.com:

https://www.artprice.com/artprice-reports/the-contemporary-art-market-report-2021

Índice de comunicados de imprensa pulicados pela Artmarket com seu departamento Artprice:

serveur.serveur.com/Press_Release/pressreleaseEN.htm

Siga todas as notícias sobre o Mercado de Arte em tempo real com a Artmarket e seu departamento Artprice no Facebook e no Twitter:

www.facebook.com/artpricedotcom/ (mais de 5,8 milhões de seguidores)

twitter.com/artmarketdotcom

twitter.com/artpricedotcom

Conheça a alquimia e o universo da Artmarket e de seu departamento Artprice https://www.artprice.com/video com sede no famoso Museu de Arte Contemporânea Organe «The Abode of Chaos» (dixit The New York Times): https://issuu.com/demeureduchaos/docs/demeureduchaos-abodeofchaos-opus-ix-1999-2013

Entre em contato com a Artmarket.com e seu departamento Artprice - Contate: Thierry Ehrmann, ir@artmarket.com

Infographic - https://mma.prnewswire.com/media/1845212/Artmarket_Infographic.jpg

Photo - https://mma.prnewswire.com/media/1845213/Artmarket.jpg

Logo - https://mma.prnewswire.com/media/1009603/Art_Market_logo.jpg

 

FONTE Artmarket.com

Você acabou de ler:

Artmarket.com e Artprice não observam qualquer impacto da crise ucraniana nas vendas por leilão

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/artmarket-com-e-artprice-nao-observam-qualquer-impacto-da-crise-ucraniana-nas-vendas-por-leilao/