As Maiores Semanas de Moda do Mundo em Cinco Giros - por Mônica Matarazzo

FLORIANÓPOLIS, Brasil, 2 de agosto de 2020 /PRNewswire/ -- A pandemia do Covid-19 trouxe consequências irreversíveis ao mercado da moda, alterando permanentemente o conceito de consumo. Torna-se preciso ressignificar a forma como a indústria se comporta, repensando, por exemplo, os grandes impactos ambientais dos eventos de uma semana de moda. As revistas Vogue da Itália e de Portugal lançaram capas que refletem a atual situação e reduzem a preocupação com o consumo.

As semanas de moda mais proeminentes são realizadas em cinco capitais da moda do mundo: Milão, Paris, Londres, Nova York e São Paulo e, neste ano, pouco aconteceram até aqui.

Diversos países se transformam em puro glamour para receber os maiores nomes da moda. Suas coleções recém-criadas, para ditar as tendências das próximas estações, são apresentadas em vários pontos do globo e disseminam o que há de melhor na alta costura pelo mundo todo. As semanas de moda acontecem inclusive aqui no Brasil e são eventos consagradíssimos e super badalados.

New York Fashion Week

A Semana de Moda de Nova York (NYFW) foi o primeiro evento de moda em nível mundial. Inicialmente, em 1943, era conhecida como Press Week. Hoje, ela recebe os maiores nomes do mundo fashion, como Calvin Klein, Ralph Lauren, Salinas e Boss, dentre outros quase 100 estilistas, grifes e designers. O evento conta com duas edições anuais. Uma delas é realizada a partir da primeira quinta-feira de fevereiro, na qual são apresentadas as tendências para o outono/inverno. A segunda edição se inicia na primeira quinta-feira de setembro, apresentando as tendências de primavera/verão.

London Fashion Week

A London Fashion Week nasceu depois da NYFW, tendo sua primeira edição em 1984. Mas, foi a partir de 2010 que o evento se tornou a fashion week mais badalada do mundo, ultrapassando inclusive a semana de moda de Tóquio. Ela conta hoje com vários nomes como Alexander McQueen, Burberry, Vivienne Westwood, dentre várias outras grifes muito respeitadas. No decorrer dos cinco dias de evento, é possível prestigiar além dos maravilhosos desfiles de moda, várias exposições, shows, festas e outros eventos com artistas de peso.

Milan Fashion Week

Milão hoje é considerada a capital da moda! O Milan Fashion Week teve sua primeira edição no ano de 1958 e é, desde então, organizado pela Camera Nazionale dela Moda Italiana. Em suas passarelas desfilam as maiores grifes do mundo como Giorgio Armani, Dolce & Gabbana, Versace, Gucci, Prada, Roberto Cavalli, Fendi, Alberta Ferreti, Emporio Armani, Salvatore Ferragamo, Bottega Veneta e Emilio Pucci. Esse super evento é dividido em 4 edições, sendo que janeiro e junho são destinados à moda masculina, e em fevereiro e setembro acontecem os desfiles femininos.

Paris Fashion Week

A primeira edição do evento aconteceu em 1973 e é organizada pela Federação de Moda Francesa. A Paris Fashion Week é a última das semanas de moda e traz consigo grandes nomes, como Chanel, Louis Vuitton, Dior, Miu Miu, Alexander McQueen, Yves Saint Laurent, Hermès, Jean Paul Gaultier e a grife brasileira de Pedro Lourenço. O evento é realizado semestralmente com as apresentações das coleções primavera/verão e outono/inverno. Ainda, falando de Paris, temos a Semana de Alta Costura que é mais um grande evento de moda parisiense e, geralmente, acontece em janeiro, apresentando as coleções de outono/inverno, e em julho com as coleções de primavera/verão. Participam da semana grandes grifes como Chanel, Christian Dior, Chanel Joaillerie, Valentino e outros grandes nomes da nata da moda mundial.

São Paulo Fashion Week

O SPFW é o maior evento de moda brasileiro e também o mais importante do Hemisfério Sul. Mas, não fica só por aí: o evento se tornou rapidamente uma das maiores semanas de moda do mundo, juntamente com as já citadas anteriormente. O evento teve início em 1995, e foi uma evolução do Phytoervas Fashion, que reuniu jovens estilistas brasileiros entre os anos de 1993 e 1997. O maior foco do SPFW, além de divulgar o trabalho de criadores brasileiros, é também organizar a produção de moda do país e lançá-la para o mundo. A boa notícia é que tem dado muito certo!

Em busca de reduzir os impactos à indústria, muitas marcas criaram ações próprias de contenção à Covid-19.

Todas as fábricas italianas do grupo Armani, por exemplo, passaram a produzir macacões médicos descartáveis para o uso de agentes de saúde durante a crise. Um consórcio de empresas têxteis da associação comercial Confindustria Moda, também na Itália, voltou-se para a produção de máscaras de proteção, em prol de tornar o país autossuficiente na produção dos itens.

Serão bem lembradas aquelas marcas que, hoje, se mobilizam para a produção de máscaras e aventais. Essa pandemia pode ser um empurrão para que a indústria repense todo o comércio, incluindo os nossos hábitos e o nosso vestir cotidiano. O mercado reage a essas transformações falando de uma moda sem data de validade, uma moda que prega a inclusão de todos, a diversidade, o empoderamento, e, sem data para voltarem os desfiles com suas plateias lotadas de personalidades do mundo da moda.

Cotacto: Marcio Demari / Brazil, Telefone: 48 9 8834-8552 

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1222753/IMG_9714.jpg

FONTE Mônica Matarazzo

FLORIANÓPOLIS, Brasil, 2 de agosto de 2020 /PRNewswire/ -- A pandemia do Covid-19 trouxe consequências irreversíveis ao mercado da moda, alterando permanentemente o conceito de consumo. Torna-se preciso ressignificar a forma como a indústria se comporta, repensando, por exemplo, os grandes impactos ambientais dos eventos de uma semana de moda. As revistas Vogue da Itália e de Portugal lançaram capas que refletem a atual situação e reduzem a preocupação com o consumo.

As semanas de moda mais proeminentes são realizadas em cinco capitais da moda do mundo: Milão, Paris, Londres, Nova York e São Paulo e, neste ano, pouco aconteceram até aqui.

Diversos países se transformam em puro glamour para receber os maiores nomes da moda. Suas coleções recém-criadas, para ditar as tendências das próximas estações, são apresentadas em vários pontos do globo e disseminam o que há de melhor na alta costura pelo mundo todo. As semanas de moda acontecem inclusive aqui no Brasil e são eventos consagradíssimos e super badalados.

New York Fashion Week

A Semana de Moda de Nova York (NYFW) foi o primeiro evento de moda em nível mundial. Inicialmente, em 1943, era conhecida como Press Week. Hoje, ela recebe os maiores nomes do mundo fashion, como Calvin Klein, Ralph Lauren, Salinas e Boss, dentre outros quase 100 estilistas, grifes e designers. O evento conta com duas edições anuais. Uma delas é realizada a partir da primeira quinta-feira de fevereiro, na qual são apresentadas as tendências para o outono/inverno. A segunda edição se inicia na primeira quinta-feira de setembro, apresentando as tendências de primavera/verão.

London Fashion Week

A London Fashion Week nasceu depois da NYFW, tendo sua primeira edição em 1984. Mas, foi a partir de 2010 que o evento se tornou a fashion week mais badalada do mundo, ultrapassando inclusive a semana de moda de Tóquio. Ela conta hoje com vários nomes como Alexander McQueen, Burberry, Vivienne Westwood, dentre várias outras grifes muito respeitadas. No decorrer dos cinco dias de evento, é possível prestigiar além dos maravilhosos desfiles de moda, várias exposições, shows, festas e outros eventos com artistas de peso.

Milan Fashion Week

Milão hoje é considerada a capital da moda! O Milan Fashion Week teve sua primeira edição no ano de 1958 e é, desde então, organizado pela Camera Nazionale dela Moda Italiana. Em suas passarelas desfilam as maiores grifes do mundo como Giorgio Armani, Dolce & Gabbana, Versace, Gucci, Prada, Roberto Cavalli, Fendi, Alberta Ferreti, Emporio Armani, Salvatore Ferragamo, Bottega Veneta e Emilio Pucci. Esse super evento é dividido em 4 edições, sendo que janeiro e junho são destinados à moda masculina, e em fevereiro e setembro acontecem os desfiles femininos.

Paris Fashion Week

A primeira edição do evento aconteceu em 1973 e é organizada pela Federação de Moda Francesa. A Paris Fashion Week é a última das semanas de moda e traz consigo grandes nomes, como Chanel, Louis Vuitton, Dior, Miu Miu, Alexander McQueen, Yves Saint Laurent, Hermès, Jean Paul Gaultier e a grife brasileira de Pedro Lourenço. O evento é realizado semestralmente com as apresentações das coleções primavera/verão e outono/inverno. Ainda, falando de Paris, temos a Semana de Alta Costura que é mais um grande evento de moda parisiense e, geralmente, acontece em janeiro, apresentando as coleções de outono/inverno, e em julho com as coleções de primavera/verão. Participam da semana grandes grifes como Chanel, Christian Dior, Chanel Joaillerie, Valentino e outros grandes nomes da nata da moda mundial.

São Paulo Fashion Week

O SPFW é o maior evento de moda brasileiro e também o mais importante do Hemisfério Sul. Mas, não fica só por aí: o evento se tornou rapidamente uma das maiores semanas de moda do mundo, juntamente com as já citadas anteriormente. O evento teve início em 1995, e foi uma evolução do Phytoervas Fashion, que reuniu jovens estilistas brasileiros entre os anos de 1993 e 1997. O maior foco do SPFW, além de divulgar o trabalho de criadores brasileiros, é também organizar a produção de moda do país e lançá-la para o mundo. A boa notícia é que tem dado muito certo!

Em busca de reduzir os impactos à indústria, muitas marcas criaram ações próprias de contenção à Covid-19.

Todas as fábricas italianas do grupo Armani, por exemplo, passaram a produzir macacões médicos descartáveis para o uso de agentes de saúde durante a crise. Um consórcio de empresas têxteis da associação comercial Confindustria Moda, também na Itália, voltou-se para a produção de máscaras de proteção, em prol de tornar o país autossuficiente na produção dos itens.

Serão bem lembradas aquelas marcas que, hoje, se mobilizam para a produção de máscaras e aventais. Essa pandemia pode ser um empurrão para que a indústria repense todo o comércio, incluindo os nossos hábitos e o nosso vestir cotidiano. O mercado reage a essas transformações falando de uma moda sem data de validade, uma moda que prega a inclusão de todos, a diversidade, o empoderamento, e, sem data para voltarem os desfiles com suas plateias lotadas de personalidades do mundo da moda.

Cotacto: Marcio Demari / Brazil, Telefone: 48 9 8834-8552 

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1222753/IMG_9714.jpg

FONTE Mônica Matarazzo