As principais marcas e varejistas do mundo unem suas forças para enfrentar o desafio dos resíduos plásticos através de embalagens e compromissos politicos

Trinta e seis membros do The Consumer Goods Forum se engajam na luta contra o problema da poluição de plásticos no âmbito da nova Aliança de ações contra os resíduos de plásticos liderada pelo CEO

Com o desenvolvimento das duas primeiras "Regras de ouro do design", empresas com uma receita anual coletiva de mais de 1 trilhão de euros visam reduzir a utilização de plásticos e melhorar a reciclabilidade, eliminando progressivamente materiais, cores e rótulos problemáticos de suas embalagens

Novo parecer sobre o enquadramento de otimização do programa de Responsabilidade estendida dos produtores promove soluções lideradas pela indústria para fortalecer e expandir os sistemas de reciclagem em todo o mundo 

PARIS, 8 de dezembro de 2020 Demonstrando liderança mundial nos esforços da indústria de bens de consumo para enfrentar o desafio da poluição de plásticos e contribuir para promover um mundo onde nenhum resíduo de plástico acabe na natureza, a Aliança de ações contra os resíduos de plásticos do The Consumer Goods Forum (CGF) anuncia hoje os primeiros avanços fundamentais realizados pelos membros da Aliança para transformar a relação da indústria com as embalagens plásticas.

Com foco nas principais mudanças de design de embalagens e no desenvolvimento de um enquadramento para programas de otimização da Responsabilidade estendida dos produtores (EPR), essas ações ilustram o papel de liderança da Aliança na indústria para reduzir os resíduos de plásticos, impulsionando ações tangíveis e evolutivas que impactarão a qualidade e reciclabilidade de embalagens plásticas e apoiarão esquemas de gerenciamento de resíduos em todo o mundo.

O desenvolvimento da nova Aliança no início deste ano se baseia no endosso do CGF de 2018 ao Compromisso mundial da Nova Economia do Plástico da Fundação Ellen MacArthur. A visão da Aliança de avançar em direção à Nova Economia do Plástico está incorporada em suas quatro prioridades principais:

  • adoção de diretrizes de design para embalagens de plástico para reduzir a quantidade de plástico utilizado nas embalagens e aumentar seu valor, qualidade e reciclabilidade;
  • alinhamento em um enquadramento para programas de EPR para apoiar a melhoria e o desenvolvimento de sistemas de gerenciamento de resíduos em todo o mundo;
  • suporte de inovações de reciclagem; e
  • condução de novos programas em mercados avançados e em transição para aumentar as taxas de reciclagem.

Avançando em sua primeira prioridade, os membros da Aliança finalizaram as duas primeiras "Regras de ouro do design" para o design de embalagens de plástico concebidas para acelerar o progresso em direção ao seu objetivo de utilizar menos e melhor plástico. Essas regras têm como objetivo ajudar a reduzir a complexidade do processo de reciclagem de diferentes tipos de materiais, aumentando assim as taxas de reciclagem. As duas primeiras têm como foco aumentar o valor da reciclagem de garrafas PET e remover elementos problemáticos da embalagem, como negro de fumo, PVC (cloreto de polivinil) e EPS (poliestireno expandido), que complicam o processo de reciclagem. Os consumidores poderão ver o impacto dessas mudanças, pois os produtos de uso diário, como garrafas descartáveis, produtos de higiene pessoal, produtos de limpeza doméstica, embalagens para alimentos e recipientes para levar, serão feitos com materiais que podem ser reciclados mais facilmente.

Os membros da Aliança de todo o mundo, com uma receita compartilhada de mais de 1 trilhão de euros e representando mais de 10 por cento do mercado mundial de embalagens plásticas, se comprometeram a adotar essas regras na medida do possível até 2025. Esses compromissos surgem após a identificação e priorização de oportunidades em seus portfólios de embalagens, que podem ter um impacto específico e valioso. Eles também se comprometem a informar sobre a implementação das regras através de um processo simples alinhado com os relatórios do Compromisso mundial da Nova Economia do Plástico da Fundação Ellen MacArthur. Os detalhes sobre o que essas duas primeiras regras envolvem e quais membros as adotaram estão disponíveis no site da Aliança.

Além disso, os membros da Aliança lançaram um novo parecer, "Construção de uma economia circular para embalagens: uma visão da indústria de bens de consumo sobre a otimização da responsabilidade estendida dos produtores", que proporciona um enquadramento para o desenvolvimento e implementação de programas de EPR em todo o mundo. Reconhecendo que a indústria não pode alcançar uma economia circular trabalhando sozinha, a Aliança apoia o desenvolvimento de programas de EPR para facilitar a colaboração da indústria e do governo na melhoria do gerenciamento de resíduos. Os membros da Aliança poderão utilizar este enquadramento para orientar seu envolvimento com os mercados ao redor do mundo e contribuir para um apoio eficaz dos esquemas locais de reciclagem. O artigo está disponível para download no site da Aliança.

Essas ações no design e EPR são supervisionadas pela liderança da Aliança. A Aliança é patrocinada no Conselho do CGF por Alan Jope, CEO da Unilever e Galen Weston, Presidente Executivo da Loblaw Companies Limited. Seu Comitê Diretor é copresidido por Barry Parkin, Diretor de Compras e Sustentabilidade da Mars, Incorporated e Robert Nicol, Vice-presidente de Assuntos Corporativos da Walmart no Canadá.

Alan Jope, CEO da Unilever, disse: "Devemos agir urgentemente para deter os resíduos plásticos e passar para um modelo circular. Esta é a prioridade número um para nós da Aliança. Nenhuma empresa pode conseguir isso sozinha, e é por isso que unimos forças para impulsionar a mudança em nosso próprio setor e, esperamos, dar o exemplo para outros setores".

Galen Weston, Presidente Executivo da Loblaw Companies Limited, disse: "Nosso setor gera uma parcela significativa dos resíduos plásticos do mundo. Como empresas que concebem, embalam e vendem produtos, devemos ser uma parte substancial da solução. Como uma Aliança, apoiamos ativamente decisões impactantes e políticas equilibradas que reduzam os resíduos plásticos".

Ramon Laguarta, CEO da PepsiCo, disse: "Nosso setor está tomando medidas vitais para lutar contra o desperdício de embalagens e poluição de plásticos, incluindo inovação de materiais e de design, novos formatos e sistemas de embalagens e a criação de melhores programas de reciclagem. Sabemos que o setor público tem um papel importante a desempenhar. Um espírito de parceria público-privada está no centro de nossa nova orientação sobre a otimização dos sistemas de responsabilidade estendida dos produtores".

Doug McMillon, CEO da Walmart, disse: "O uso contínuo e generalizado de plástico em nosso setor evidenciou a necessidade de uma ação rápida para reverter seus efeitos negativos em nosso planeta e nas pessoas. O setor deu alguns passos, mas, até o momento, nosso trabalho não foi suficiente. A Aliança de ações contra os resíduos de plásticos do CGF está dando um passo audacioso na direção certa, criando regras de design de embalagens indispensáveis para incentivar a ação coletiva. Este trabalho é fundamental para o nosso próprio objetivo de nos tornarmos uma empresa regenerativa – que restaura, renova e reabastece – e estamos ansiosos para progredir juntos".

As 36 empresas membros da Aliança de ações contra os resíduos de plásticos são: Amcor, Barilla, Bel Group, Beijing Hualian Group, Carrefour, The Coca-Cola Company, Colgate-Palmolive, Danone, Dairy Farm, Essity, Grupo Bimbo, GSK, Henkel, ICA, Jerónimo Martins, Johnson & Johnson Consumer Health, Kao Corporation, Land O'Lakes, L'Oréal, Loblaw Companies Limited, Mars, Incorporated, Merck Animal Health, Mondelēz International, Nestlé, NTUC Fairprice, PepsiCo, Procter & Gamble, Reckitt Benckiser, Rewe Group, Sainsbury's, SC Johnson, SIG Combibloc Group, Tetra Pak, Unilever PLC, Walgreens Boots Alliance e Walmart.

-- Fim --

Sobre a Aliança de ações contra os resíduos de plásticos do The Consumer Goods Forum

A Aliança de ações contra os resíduos de plásticos do The Consumer Goods Forum ("CGF") foi fundada em 2020 com o objetivo de desenvolver uma abordagem mais circular para o desenvolvimento e processamento de embalagens plásticas na indústria de bens de consumo. O desenvolvimento da Aliança se baseia no endosso do CGF de 2018 à Nova Economia do Plástico da Fundação Ellen MacArthur. Como um grupo liderado por um CEO de 36 varejistas e fabricantes comprometidos e inovadores, a visão da Aliança de acelerar o progresso em direção à Nova Economia do Plástico é incorporada por seus objetivos centrais para que os membros trabalhem na implementação de medidas de impacto graças a colaborações de múltiplas partes interessadas que contribuirão para que a circularidade passe a ser a norma na indústria. Para obter mais informações sobre o trabalho do CGF na redução dos resíduos de plástico, visite www.tcgfplasticwaste.com.

Sobre The Consumer Goods Forum

The Consumer Goods Forum ("CGF") é uma rede industrial global baseada na igualdade gerenciada por seus membros para incentivar a adoção global de práticas e normas úteis para a indústria de bens de consumo por todo o mundo. Reúne os CEOs e gerentes seniores de cerca de 400 varejistas, produtores, prestadores de serviços e outras partes interessadas em 70 países e reflete a diversidade da indústria em termos geográficos, de tamanho, formato e categoria de produtos. Suas empresas associadas têm vendas combinadas de 3,5 trilhões de euros e empregam, diretamente, quase 10 milhões de pessoas, com mais 90 milhões de empregos relacionados estimados ao longo da cadeia de valor. Ele é gerenciado por seu Conselho de Administração, que inclui 58 CEOs de varejo e produtores. Para mais informações, visite: www.theconsumergoodsforum.com.

Logo: https://mma.prnewswire.com/media/1279200/The_Consumer_Goods_Forum_Logo.jpg

 

 

FONTE The Consumer Goods Forum

Trinta e seis membros do The Consumer Goods Forum se engajam na luta contra o problema da poluição de plásticos no âmbito da nova Aliança de ações contra os resíduos de plásticos liderada pelo CEO

Com o desenvolvimento das duas primeiras "Regras de ouro do design", empresas com uma receita anual coletiva de mais de 1 trilhão de euros visam reduzir a utilização de plásticos e melhorar a reciclabilidade, eliminando progressivamente materiais, cores e rótulos problemáticos de suas embalagens

Novo parecer sobre o enquadramento de otimização do programa de Responsabilidade estendida dos produtores promove soluções lideradas pela indústria para fortalecer e expandir os sistemas de reciclagem em todo o mundo 

PARIS, 8 de dezembro de 2020 Demonstrando liderança mundial nos esforços da indústria de bens de consumo para enfrentar o desafio da poluição de plásticos e contribuir para promover um mundo onde nenhum resíduo de plástico acabe na natureza, a Aliança de ações contra os resíduos de plásticos do The Consumer Goods Forum (CGF) anuncia hoje os primeiros avanços fundamentais realizados pelos membros da Aliança para transformar a relação da indústria com as embalagens plásticas.

Com foco nas principais mudanças de design de embalagens e no desenvolvimento de um enquadramento para programas de otimização da Responsabilidade estendida dos produtores (EPR), essas ações ilustram o papel de liderança da Aliança na indústria para reduzir os resíduos de plásticos, impulsionando ações tangíveis e evolutivas que impactarão a qualidade e reciclabilidade de embalagens plásticas e apoiarão esquemas de gerenciamento de resíduos em todo o mundo.

O desenvolvimento da nova Aliança no início deste ano se baseia no endosso do CGF de 2018 ao Compromisso mundial da Nova Economia do Plástico da Fundação Ellen MacArthur. A visão da Aliança de avançar em direção à Nova Economia do Plástico está incorporada em suas quatro prioridades principais:

  • adoção de diretrizes de design para embalagens de plástico para reduzir a quantidade de plástico utilizado nas embalagens e aumentar seu valor, qualidade e reciclabilidade;
  • alinhamento em um enquadramento para programas de EPR para apoiar a melhoria e o desenvolvimento de sistemas de gerenciamento de resíduos em todo o mundo;
  • suporte de inovações de reciclagem; e
  • condução de novos programas em mercados avançados e em transição para aumentar as taxas de reciclagem.

Avançando em sua primeira prioridade, os membros da Aliança finalizaram as duas primeiras "Regras de ouro do design" para o design de embalagens de plástico concebidas para acelerar o progresso em direção ao seu objetivo de utilizar menos e melhor plástico. Essas regras têm como objetivo ajudar a reduzir a complexidade do processo de reciclagem de diferentes tipos de materiais, aumentando assim as taxas de reciclagem. As duas primeiras têm como foco aumentar o valor da reciclagem de garrafas PET e remover elementos problemáticos da embalagem, como negro de fumo, PVC (cloreto de polivinil) e EPS (poliestireno expandido), que complicam o processo de reciclagem. Os consumidores poderão ver o impacto dessas mudanças, pois os produtos de uso diário, como garrafas descartáveis, produtos de higiene pessoal, produtos de limpeza doméstica, embalagens para alimentos e recipientes para levar, serão feitos com materiais que podem ser reciclados mais facilmente.

Os membros da Aliança de todo o mundo, com uma receita compartilhada de mais de 1 trilhão de euros e representando mais de 10 por cento do mercado mundial de embalagens plásticas, se comprometeram a adotar essas regras na medida do possível até 2025. Esses compromissos surgem após a identificação e priorização de oportunidades em seus portfólios de embalagens, que podem ter um impacto específico e valioso. Eles também se comprometem a informar sobre a implementação das regras através de um processo simples alinhado com os relatórios do Compromisso mundial da Nova Economia do Plástico da Fundação Ellen MacArthur. Os detalhes sobre o que essas duas primeiras regras envolvem e quais membros as adotaram estão disponíveis no site da Aliança.

Além disso, os membros da Aliança lançaram um novo parecer, "Construção de uma economia circular para embalagens: uma visão da indústria de bens de consumo sobre a otimização da responsabilidade estendida dos produtores", que proporciona um enquadramento para o desenvolvimento e implementação de programas de EPR em todo o mundo. Reconhecendo que a indústria não pode alcançar uma economia circular trabalhando sozinha, a Aliança apoia o desenvolvimento de programas de EPR para facilitar a colaboração da indústria e do governo na melhoria do gerenciamento de resíduos. Os membros da Aliança poderão utilizar este enquadramento para orientar seu envolvimento com os mercados ao redor do mundo e contribuir para um apoio eficaz dos esquemas locais de reciclagem. O artigo está disponível para download no site da Aliança.

Essas ações no design e EPR são supervisionadas pela liderança da Aliança. A Aliança é patrocinada no Conselho do CGF por Alan Jope, CEO da Unilever e Galen Weston, Presidente Executivo da Loblaw Companies Limited. Seu Comitê Diretor é copresidido por Barry Parkin, Diretor de Compras e Sustentabilidade da Mars, Incorporated e Robert Nicol, Vice-presidente de Assuntos Corporativos da Walmart no Canadá.

Alan Jope, CEO da Unilever, disse: "Devemos agir urgentemente para deter os resíduos plásticos e passar para um modelo circular. Esta é a prioridade número um para nós da Aliança. Nenhuma empresa pode conseguir isso sozinha, e é por isso que unimos forças para impulsionar a mudança em nosso próprio setor e, esperamos, dar o exemplo para outros setores".

Galen Weston, Presidente Executivo da Loblaw Companies Limited, disse: "Nosso setor gera uma parcela significativa dos resíduos plásticos do mundo. Como empresas que concebem, embalam e vendem produtos, devemos ser uma parte substancial da solução. Como uma Aliança, apoiamos ativamente decisões impactantes e políticas equilibradas que reduzam os resíduos plásticos".

Ramon Laguarta, CEO da PepsiCo, disse: "Nosso setor está tomando medidas vitais para lutar contra o desperdício de embalagens e poluição de plásticos, incluindo inovação de materiais e de design, novos formatos e sistemas de embalagens e a criação de melhores programas de reciclagem. Sabemos que o setor público tem um papel importante a desempenhar. Um espírito de parceria público-privada está no centro de nossa nova orientação sobre a otimização dos sistemas de responsabilidade estendida dos produtores".

Doug McMillon, CEO da Walmart, disse: "O uso contínuo e generalizado de plástico em nosso setor evidenciou a necessidade de uma ação rápida para reverter seus efeitos negativos em nosso planeta e nas pessoas. O setor deu alguns passos, mas, até o momento, nosso trabalho não foi suficiente. A Aliança de ações contra os resíduos de plásticos do CGF está dando um passo audacioso na direção certa, criando regras de design de embalagens indispensáveis para incentivar a ação coletiva. Este trabalho é fundamental para o nosso próprio objetivo de nos tornarmos uma empresa regenerativa – que restaura, renova e reabastece – e estamos ansiosos para progredir juntos".

As 36 empresas membros da Aliança de ações contra os resíduos de plásticos são: Amcor, Barilla, Bel Group, Beijing Hualian Group, Carrefour, The Coca-Cola Company, Colgate-Palmolive, Danone, Dairy Farm, Essity, Grupo Bimbo, GSK, Henkel, ICA, Jerónimo Martins, Johnson & Johnson Consumer Health, Kao Corporation, Land O'Lakes, L'Oréal, Loblaw Companies Limited, Mars, Incorporated, Merck Animal Health, Mondelēz International, Nestlé, NTUC Fairprice, PepsiCo, Procter & Gamble, Reckitt Benckiser, Rewe Group, Sainsbury's, SC Johnson, SIG Combibloc Group, Tetra Pak, Unilever PLC, Walgreens Boots Alliance e Walmart.

-- Fim --

Sobre a Aliança de ações contra os resíduos de plásticos do The Consumer Goods Forum

A Aliança de ações contra os resíduos de plásticos do The Consumer Goods Forum ("CGF") foi fundada em 2020 com o objetivo de desenvolver uma abordagem mais circular para o desenvolvimento e processamento de embalagens plásticas na indústria de bens de consumo. O desenvolvimento da Aliança se baseia no endosso do CGF de 2018 à Nova Economia do Plástico da Fundação Ellen MacArthur. Como um grupo liderado por um CEO de 36 varejistas e fabricantes comprometidos e inovadores, a visão da Aliança de acelerar o progresso em direção à Nova Economia do Plástico é incorporada por seus objetivos centrais para que os membros trabalhem na implementação de medidas de impacto graças a colaborações de múltiplas partes interessadas que contribuirão para que a circularidade passe a ser a norma na indústria. Para obter mais informações sobre o trabalho do CGF na redução dos resíduos de plástico, visite www.tcgfplasticwaste.com.

Sobre The Consumer Goods Forum

The Consumer Goods Forum ("CGF") é uma rede industrial global baseada na igualdade gerenciada por seus membros para incentivar a adoção global de práticas e normas úteis para a indústria de bens de consumo por todo o mundo. Reúne os CEOs e gerentes seniores de cerca de 400 varejistas, produtores, prestadores de serviços e outras partes interessadas em 70 países e reflete a diversidade da indústria em termos geográficos, de tamanho, formato e categoria de produtos. Suas empresas associadas têm vendas combinadas de 3,5 trilhões de euros e empregam, diretamente, quase 10 milhões de pessoas, com mais 90 milhões de empregos relacionados estimados ao longo da cadeia de valor. Ele é gerenciado por seu Conselho de Administração, que inclui 58 CEOs de varejo e produtores. Para mais informações, visite: www.theconsumergoodsforum.com.

Logo: https://mma.prnewswire.com/media/1279200/The_Consumer_Goods_Forum_Logo.jpg

 

 

FONTE The Consumer Goods Forum

Você acabou de ler:

As principais marcas e varejistas do mundo unem suas forças para enfrentar o desafio dos resíduos plásticos através de embalagens e compromissos politicos

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/as-principais-marcas-e-varejistas-do-mundo-unem-suas-forcas-para-enfrentar-o-desafio-dos-residuos-plasticos-atraves-de-embalagens-e-compromissos-politicos/