Asma, uma das principais doenças respiratórias

Com mais de 235 milhões de casos pelo mundo, a asma é grave e negligenciada pelos pacientes

SAO PAULO, 18 de maio de 2022 /PRNewswire/ -- No mês de conscientização sobre a asma, a Associação Amigos Múltiplos da Esclerose (AME) e a Crônicos do Dia a Dia (CDD) promovem um alerta sobre a gravidade da doença que acomete mais de 235 milhões de pessoas pelo mundo, sendo que o Brasil é o 8º país em prevalência. Essa condição afeta diretamente as vias respiratórias inferiores, que se estreitam, produzindo mais muco e dificultando a absorção do oxigênio pelos pulmões. Até hoje não se sabe ao certo a origem do problema, mas os médicos afirmam que os fatores genéticos, como casos de rinite, obesidade e tabagismo na família influenciam diretamente no quadro. Além disso, questões ambientais como exposição à poeira, ácaros e fungos, somadas a variações climáticas e infecções virais, agravam a situação.

Entre os sintomas estão a tensão no peito, tosse, falta de ar ou respiração ofegante, chiado grave, ansiedade ou pânico, suador, movimento rápido das narinas e peito inflamado. Diante da cianose, o diagnóstico seguido do tratamento é indispensável para preservar a vida do paciente. A avaliação é feita por meio de análise clínica e teste de função pulmonar para classificar a gravidade do problema. Nomeada de Espirometria, por meio de um aparelho chamado espirômetro, esse exame é capaz de detectar uma série de distúrbios respiratórios e seus graus de comprometimento. Para sua realização, o paciente enche os pulmões de ar e assopra o aparelho com força, durante um período de tempo determinado pelo médico. 

Sobre a importância desse diagnóstico, Gustavo San Martin, diretor executivo da AME/CDD reforça que "o diagnóstico é fundamental para a boa qualidade de vida do paciente que sofre de asma. Assim é possível definir o tratamento que vai impedir o agravamento da doença. Por isso, nós da AME/CDD nos preocupamos tanto em propagar essa conscientização".

A partir desta análise, o tratamento ideal será definido. No entanto, independentemente da escolha terapêutica, a adesão do paciente ao tratamento é crucial para determinar o controle real da doença e seus sintomas. Segundo Gustavo, o que acontece é que, quando o paciente inicia o tratamento e sente uma melhora dos sintomas, ele abandonar o medicamento por, erroneamente, achar que a doença está controlada. "Por isso que aqui na AME/CDD nós nos preocupamos tanto em promover essa conscientização sobre a asma. Ter conhecimento sobre a doença e sua gravidade ajuda a prevenir problemas, melhorando a qualidade de vida do paciente", reforça o diretor executivo da AME/CDD.

Sobre a AME/CDD

O objetivo do trabalho da CDD - Crônicos do Dia a Dia é apoiar todo o potencial humano para ampliar as perspectivas de vida das pessoas com condição crônica de doença, através de projetos e conteúdos, para que as pessoas não sejam definidas nem reduzidas a seus diagnósticos. A CDD disponibiliza acolhimento dedicado a pessoas com diagnósticos crônicos, realizando uma média de 3 mil atendimentos online por mês, junto com a associação coirmã AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose. Mais informações site.

FONTE Amigos Múltiplos pela Esclerose (AME); Crônicos do Dia a Dia (CDD)

Com mais de 235 milhões de casos pelo mundo, a asma é grave e negligenciada pelos pacientes

SAO PAULO, 18 de maio de 2022 /PRNewswire/ -- No mês de conscientização sobre a asma, a Associação Amigos Múltiplos da Esclerose (AME) e a Crônicos do Dia a Dia (CDD) promovem um alerta sobre a gravidade da doença que acomete mais de 235 milhões de pessoas pelo mundo, sendo que o Brasil é o 8º país em prevalência. Essa condição afeta diretamente as vias respiratórias inferiores, que se estreitam, produzindo mais muco e dificultando a absorção do oxigênio pelos pulmões. Até hoje não se sabe ao certo a origem do problema, mas os médicos afirmam que os fatores genéticos, como casos de rinite, obesidade e tabagismo na família influenciam diretamente no quadro. Além disso, questões ambientais como exposição à poeira, ácaros e fungos, somadas a variações climáticas e infecções virais, agravam a situação.

Entre os sintomas estão a tensão no peito, tosse, falta de ar ou respiração ofegante, chiado grave, ansiedade ou pânico, suador, movimento rápido das narinas e peito inflamado. Diante da cianose, o diagnóstico seguido do tratamento é indispensável para preservar a vida do paciente. A avaliação é feita por meio de análise clínica e teste de função pulmonar para classificar a gravidade do problema. Nomeada de Espirometria, por meio de um aparelho chamado espirômetro, esse exame é capaz de detectar uma série de distúrbios respiratórios e seus graus de comprometimento. Para sua realização, o paciente enche os pulmões de ar e assopra o aparelho com força, durante um período de tempo determinado pelo médico. 

Sobre a importância desse diagnóstico, Gustavo San Martin, diretor executivo da AME/CDD reforça que "o diagnóstico é fundamental para a boa qualidade de vida do paciente que sofre de asma. Assim é possível definir o tratamento que vai impedir o agravamento da doença. Por isso, nós da AME/CDD nos preocupamos tanto em propagar essa conscientização".

A partir desta análise, o tratamento ideal será definido. No entanto, independentemente da escolha terapêutica, a adesão do paciente ao tratamento é crucial para determinar o controle real da doença e seus sintomas. Segundo Gustavo, o que acontece é que, quando o paciente inicia o tratamento e sente uma melhora dos sintomas, ele abandonar o medicamento por, erroneamente, achar que a doença está controlada. "Por isso que aqui na AME/CDD nós nos preocupamos tanto em promover essa conscientização sobre a asma. Ter conhecimento sobre a doença e sua gravidade ajuda a prevenir problemas, melhorando a qualidade de vida do paciente", reforça o diretor executivo da AME/CDD.

Sobre a AME/CDD

O objetivo do trabalho da CDD - Crônicos do Dia a Dia é apoiar todo o potencial humano para ampliar as perspectivas de vida das pessoas com condição crônica de doença, através de projetos e conteúdos, para que as pessoas não sejam definidas nem reduzidas a seus diagnósticos. A CDD disponibiliza acolhimento dedicado a pessoas com diagnósticos crônicos, realizando uma média de 3 mil atendimentos online por mês, junto com a associação coirmã AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose. Mais informações site.

FONTE Amigos Múltiplos pela Esclerose (AME); Crônicos do Dia a Dia (CDD)

Você acabou de ler:

Asma, uma das principais doenças respiratórias

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/asma-uma-das-principais-doencas-respiratorias/