Becomex recupera mais de R$ 20 mm do Reintegra no setor automotivo

Os créditos, referentes a 2017, estavam parados na Receita

SÃO PAULO, 29 de junho de 2018 /PRNewswire/ -- A Becomex, consultoria da área tributária e operações internacionais, acaba de recuperar cerca de R$ 20 milhões em créditos do Reintegra para uma empresa do setor automotivo. Na mesma empresa, a Becomex já iniciou um trabalho para resgatar mais R$ 50 milhões de 2015, 2016 e 2018.

A estratégia do governo para viabilizar a redução do preço do litro do diesel e colocar fim à greve dos caminhoneiros cortou de 2% para 0,1% a alíquota do Reintegra, a partir 1º de junho de 2018. A regra deve aumentar as perdas das exportadoras. Porém, ainda é possível resgatar com alíquota maior os mais de R$ 9,5 bilhões acumulados no Reintegra, referentes aos cinco anos anteriores à nova decisão.

O Reintegra é um programa para desonerar exportadores com ressarcimento de resíduo tributário. Criado pelo governo, devolve uma parcela dos impostos pagos na cadeia produtiva às exportadoras de bens manufaturados, que podem reaver parcial ou integralmente o resíduo tributário. Para cada ano, a Becomex leva, em média, 60 dias para levantar os dados para solicitação do benefício.

Após vários pedidos negados pela Receita a empresa firmou parceria com a Becomex para o pleito do Reintegra com total compliance e agilidade. Em paralelo, foi necessário analisar o volume de dados fiscais (SPED, Registros de Exportação e notas fiscais emitidas e recebidas) do processo de importação e exportação.

A primeira fase do trabalho, foi focada no recebimento dos arquivos da empresa a serem auditados pelo Fisco. Na segunda fase, foi realizada a simulação de auditoria, com a mesma visão do Fisco, considerando todo os dados da empresa.

Depois de ter acesso aos documentos da empresa, como os Registros de Exportação (REs) e os Despachos de Exportação (DDEs), SPED Fiscal, notas fiscais, a Becomex cruzou as informações, na visão do Fisco. Somente depois da certeza que não haveria divergência, o pleito foi gerado. A empresa recebeu o crédito sem notificação, diferente do que acontecia antes.

A curto prazo, a empresa foi beneficiada com 'dinheiro novo' no caixa. A longo prazo, esse trabalho possibilitou organizar os processos, melhorar a visão para encontrar novos benefícios que não estavam no radar, mais agilidade, garantia de compliance e, passou a ter o mesmo olhar da Receita Federal na operação.

"A parceria tornou nosso cliente ainda mais competitivo, com redução nos custos a partir dos benefícios fiscais e com 'dinheiro novo' no caixa", destaca o vice-presidente da Becomex, Rogério Borili.

Sobre a Becomex: Consultoria especializada na área tributária e operações internacionais. Contato: 11 2364 2199-  www.becomex.com.br

FONTE Becomex

Os créditos, referentes a 2017, estavam parados na Receita

SÃO PAULO, 29 de junho de 2018 /PRNewswire/ -- A Becomex, consultoria da área tributária e operações internacionais, acaba de recuperar cerca de R$ 20 milhões em créditos do Reintegra para uma empresa do setor automotivo. Na mesma empresa, a Becomex já iniciou um trabalho para resgatar mais R$ 50 milhões de 2015, 2016 e 2018.

A estratégia do governo para viabilizar a redução do preço do litro do diesel e colocar fim à greve dos caminhoneiros cortou de 2% para 0,1% a alíquota do Reintegra, a partir 1º de junho de 2018. A regra deve aumentar as perdas das exportadoras. Porém, ainda é possível resgatar com alíquota maior os mais de R$ 9,5 bilhões acumulados no Reintegra, referentes aos cinco anos anteriores à nova decisão.

O Reintegra é um programa para desonerar exportadores com ressarcimento de resíduo tributário. Criado pelo governo, devolve uma parcela dos impostos pagos na cadeia produtiva às exportadoras de bens manufaturados, que podem reaver parcial ou integralmente o resíduo tributário. Para cada ano, a Becomex leva, em média, 60 dias para levantar os dados para solicitação do benefício.

Após vários pedidos negados pela Receita a empresa firmou parceria com a Becomex para o pleito do Reintegra com total compliance e agilidade. Em paralelo, foi necessário analisar o volume de dados fiscais (SPED, Registros de Exportação e notas fiscais emitidas e recebidas) do processo de importação e exportação.

A primeira fase do trabalho, foi focada no recebimento dos arquivos da empresa a serem auditados pelo Fisco. Na segunda fase, foi realizada a simulação de auditoria, com a mesma visão do Fisco, considerando todo os dados da empresa.

Depois de ter acesso aos documentos da empresa, como os Registros de Exportação (REs) e os Despachos de Exportação (DDEs), SPED Fiscal, notas fiscais, a Becomex cruzou as informações, na visão do Fisco. Somente depois da certeza que não haveria divergência, o pleito foi gerado. A empresa recebeu o crédito sem notificação, diferente do que acontecia antes.

A curto prazo, a empresa foi beneficiada com 'dinheiro novo' no caixa. A longo prazo, esse trabalho possibilitou organizar os processos, melhorar a visão para encontrar novos benefícios que não estavam no radar, mais agilidade, garantia de compliance e, passou a ter o mesmo olhar da Receita Federal na operação.

"A parceria tornou nosso cliente ainda mais competitivo, com redução nos custos a partir dos benefícios fiscais e com 'dinheiro novo' no caixa", destaca o vice-presidente da Becomex, Rogério Borili.

Sobre a Becomex: Consultoria especializada na área tributária e operações internacionais. Contato: 11 2364 2199-  www.becomex.com.br

FONTE Becomex

Você acabou de ler:

Becomex recupera mais de R$ 20 mm do Reintegra no setor automotivo

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/becomex-recupera-mais-de-r-20-mm-do-reintegra-no-setor-automotivo/