Blue like an Orange Sustainable Capital capta mais de US$200 milhões para o seu primeiro fundo, Latin America Fund I

Recursos captados para prover crédito privado a empresas na América Latina visando fomentar crescimento e impacto social em conformidade com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas.

LUXEMBURGO, 2 de junho de 2020 /PRNewswire/ -- Blue like an Orange Sustainable Capital concluiu a captação de mais de US$200 milhões para o seu primeiro fundo, Latin America Fund I ("Fundo"). O Fundo tem como foco a mobilização de capital privado, principalmente institucional, para a América Latina, e conta com mais de 25 investidores – incluindo AXA, HSBC, CNP Assurances, BNP Paribas Cardif, SG Insurance e MACSF, além de vários fundos familiares (family offices), incluindo pioneiros nas áreas de private equity e impacto social, Sir Ronald Cohen e Ray Chambers. Além disso, investidores no nível da gestora incluem o ex-CEO da Unilever, Paul Polman; o empresário e filantropo, Alejandro Santo Domingo; o empresário e antigo embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Clifford Sobel; e o filantropo, Jamie Cooper. A gestora possui uma rede consultiva internacional e interdisciplinar que inclui o renomado economista, Olivier Blanchard, e o médico e antropólogo, o Dr. Paul Farmer.

 

 

"Estamos honrados em gerir cada um dos dólares confiados a nós por um grupo tão incrível. Sei que cada membro do nosso ecossistema da Blue like an Orange está se juntando a nós nesta jornada para demonstrar – como estes tempos extraordinários destacam – o papel importante que as finanças podem, e devem, assumir como uma força pelo bem no mundo", declarou Bertrand Badré, Sócio Fundador e CEO da Blue like an Orange.

O Fundo tem um acordo de co-financiamento com o braço de financiamento privado do Banco Interamericano de Desenvolvimento, a BID Invest, no qual Blue like an Orange e BID Invest trabalham juntos para originar, estruturar e executar transações – permitindo que ambos os grupos sejam potencializados e destinem ainda mais capital à região. Adicionalmente, e de suma importância no contexto da atual pandemia, o relacionamento próximo com a BID Invest amplia a conectividade com os governos na América Latina, o que possibilita que a Blue like an Orange seja beneficiada pelo conhecimento profundo do BID sobre a situação política e macroeconômica na região.

"A BID Invest tem o prazer de continuar a trabalhar com a Blue like an Orange," comentou James Scriven, CEO da BID Invest. "Nestes momentos extraordinários, estamos comprometidos em apoiar os nossos clientes em toda a América Latina e o Caribe, investindo nossos recursos e encorajando mais capital privado como o da Blue like an Orange a fluir à região. É uma mobilização como esta que irá levar o nosso desenvolvimento com impacto e torná-lo exponencial neste momento crítico."

O Fundo, que já investiu mais de US$80 milhões, concede financiamentos privados destinados primordialmente às seguintes áreas – Acesso a Finanças, Infraestrutura e Serviços Habilitados por Tecnologia, Agricultura e Infraestrutura Social – como Saúde e Educação. Até o momento, a BID Invest aportou mais de US$40 milhões em recursos para determinadas transações com a Blue like an Orange, e ambos os grupos esperam investir conjuntamente mais de US$50 milhões em co-financiamento para novas transações de mezanino nos próximos meses – o que reflete a forte demanda por este tipo de capital na região.

"A pandemia do coronavírus tem lembrado a todos nós que vivemos num mundo interconectado e que desafios como a desigualdade somente podem ser superados se os governos, a sociedade civil e o setor privado trabalharem juntos", declarou Luis Alberto Moreno, Presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento . "Nós parabenizamos o time da Blue like an Orange por ter atingido este importante marco num momento em que o capital é tão crítico para propiciar a recuperação econômica da região".

Transações recentes incluem iniciativas para ampliar o acesso equitativo ao transporte, através de plataforma tecnológica com uma rede de transporte seguro, Cabify; prover serviços de tecnologia da informação (IT) a empresas pequenas e médias (PME) e grupos importantes no Brasil pela Qintess; expandir o acesso a serviços financeiros e "finanças verdes e sustentáveis" no Equador pelo Produbanco, e à população desbancarizada, na Colômbia, pela Movii. No caso da Movii, por exemplo, a empresa de tecnologia financeira (fintech) tem como objetivo reduzir a desigualdade na Colômbia propiciando acesso a serviços financeiros à população desbancarizada ou sub-bancarizada, incluindo refugiados dos países vizinhos que atualmente somam mais de 1.4 milhões. O governo colombiano solicitou que a empresa desempenhe um papel importante na distribuição de fundos assistenciais aos colombianos que estão sofrendo com a situação da COVID-19.

Blue like an Orange adota uma estratégia rigorosa de no-trade off para investir o capital proveniente de seus investidores, considerando de forma igualmente ponderada o retorno ajustado ao risco e o impacto mensurável de forma a contribuir com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas. Em conexão com a Reunião Anual do Fórum Econômico Mundial em Davos realizada em janeiro de 2020, a Blue like an Orange lançou uma metodologia para mensuração de impacto aberta ao público vinculada aos ODS das Nações Unidas – denominada SDG Blue.

"Simplesmente, não há como voltar atrás em se tratando de investimento sustentável de longo prazo", disse Olivier Gouder, Diretor Executivo e Presidente de JAB Holding Company. "O time da Blue like an Orange tem conseguido um resultado extraordinário neste primeiro passo, mas eu sei que é somente o princípio de muito mais por vir dado que há uma necessidade imensa para a abordagem criteriosa e o capital que eles estão trazendo ao mundo."

Sobre a Blue like an Orange Sustainable Capital

Blue like an Orange Sustainable Capital busca oportunidades de financiamento a empresas e projetos que propiciem ambos, retorno robusto ajustado ao risco e impacto social positivo, de forma a contribuir com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas. Blue like an Orange foca primordialmente em Infraestrutura Sustentável & Serviços Habilitados por Tecnologia, Infraestrutura Social (Saúde e Educação) & Agricultura e Acesso a Finanças. A Empresa dedica-se ao desenvolvimento sustentável promovendo o crescimento inclusivo e sustentável sem comprometimento (trade-off) das taxas de retorno financeiro adequadas ao parâmetros de mercado. Os sócios fundadores da Blue like an Orange são Bertrand Badré, Amer Baig, Suprotik Basu, Rashad Kaldany e Emmanuelle Yannakis.

Para mais informações, por favor acessar o site http://www.bluelikeanorangecapital.com.

Logo: https://mma.prnewswire.com/media/1175564/Blue_like_an_Orange_Sustainable_Capital_Logo.jpg

FONTE Blue like an Orange Sustainable Capital

Recursos captados para prover crédito privado a empresas na América Latina visando fomentar crescimento e impacto social em conformidade com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas.

LUXEMBURGO, 2 de junho de 2020 /PRNewswire/ -- Blue like an Orange Sustainable Capital concluiu a captação de mais de US$200 milhões para o seu primeiro fundo, Latin America Fund I ("Fundo"). O Fundo tem como foco a mobilização de capital privado, principalmente institucional, para a América Latina, e conta com mais de 25 investidores – incluindo AXA, HSBC, CNP Assurances, BNP Paribas Cardif, SG Insurance e MACSF, além de vários fundos familiares (family offices), incluindo pioneiros nas áreas de private equity e impacto social, Sir Ronald Cohen e Ray Chambers. Além disso, investidores no nível da gestora incluem o ex-CEO da Unilever, Paul Polman; o empresário e filantropo, Alejandro Santo Domingo; o empresário e antigo embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Clifford Sobel; e o filantropo, Jamie Cooper. A gestora possui uma rede consultiva internacional e interdisciplinar que inclui o renomado economista, Olivier Blanchard, e o médico e antropólogo, o Dr. Paul Farmer.

 

 

"Estamos honrados em gerir cada um dos dólares confiados a nós por um grupo tão incrível. Sei que cada membro do nosso ecossistema da Blue like an Orange está se juntando a nós nesta jornada para demonstrar – como estes tempos extraordinários destacam – o papel importante que as finanças podem, e devem, assumir como uma força pelo bem no mundo", declarou Bertrand Badré, Sócio Fundador e CEO da Blue like an Orange.

O Fundo tem um acordo de co-financiamento com o braço de financiamento privado do Banco Interamericano de Desenvolvimento, a BID Invest, no qual Blue like an Orange e BID Invest trabalham juntos para originar, estruturar e executar transações – permitindo que ambos os grupos sejam potencializados e destinem ainda mais capital à região. Adicionalmente, e de suma importância no contexto da atual pandemia, o relacionamento próximo com a BID Invest amplia a conectividade com os governos na América Latina, o que possibilita que a Blue like an Orange seja beneficiada pelo conhecimento profundo do BID sobre a situação política e macroeconômica na região.

"A BID Invest tem o prazer de continuar a trabalhar com a Blue like an Orange," comentou James Scriven, CEO da BID Invest. "Nestes momentos extraordinários, estamos comprometidos em apoiar os nossos clientes em toda a América Latina e o Caribe, investindo nossos recursos e encorajando mais capital privado como o da Blue like an Orange a fluir à região. É uma mobilização como esta que irá levar o nosso desenvolvimento com impacto e torná-lo exponencial neste momento crítico."

O Fundo, que já investiu mais de US$80 milhões, concede financiamentos privados destinados primordialmente às seguintes áreas – Acesso a Finanças, Infraestrutura e Serviços Habilitados por Tecnologia, Agricultura e Infraestrutura Social – como Saúde e Educação. Até o momento, a BID Invest aportou mais de US$40 milhões em recursos para determinadas transações com a Blue like an Orange, e ambos os grupos esperam investir conjuntamente mais de US$50 milhões em co-financiamento para novas transações de mezanino nos próximos meses – o que reflete a forte demanda por este tipo de capital na região.

"A pandemia do coronavírus tem lembrado a todos nós que vivemos num mundo interconectado e que desafios como a desigualdade somente podem ser superados se os governos, a sociedade civil e o setor privado trabalharem juntos", declarou Luis Alberto Moreno, Presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento . "Nós parabenizamos o time da Blue like an Orange por ter atingido este importante marco num momento em que o capital é tão crítico para propiciar a recuperação econômica da região".

Transações recentes incluem iniciativas para ampliar o acesso equitativo ao transporte, através de plataforma tecnológica com uma rede de transporte seguro, Cabify; prover serviços de tecnologia da informação (IT) a empresas pequenas e médias (PME) e grupos importantes no Brasil pela Qintess; expandir o acesso a serviços financeiros e "finanças verdes e sustentáveis" no Equador pelo Produbanco, e à população desbancarizada, na Colômbia, pela Movii. No caso da Movii, por exemplo, a empresa de tecnologia financeira (fintech) tem como objetivo reduzir a desigualdade na Colômbia propiciando acesso a serviços financeiros à população desbancarizada ou sub-bancarizada, incluindo refugiados dos países vizinhos que atualmente somam mais de 1.4 milhões. O governo colombiano solicitou que a empresa desempenhe um papel importante na distribuição de fundos assistenciais aos colombianos que estão sofrendo com a situação da COVID-19.

Blue like an Orange adota uma estratégia rigorosa de no-trade off para investir o capital proveniente de seus investidores, considerando de forma igualmente ponderada o retorno ajustado ao risco e o impacto mensurável de forma a contribuir com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas. Em conexão com a Reunião Anual do Fórum Econômico Mundial em Davos realizada em janeiro de 2020, a Blue like an Orange lançou uma metodologia para mensuração de impacto aberta ao público vinculada aos ODS das Nações Unidas – denominada SDG Blue.

"Simplesmente, não há como voltar atrás em se tratando de investimento sustentável de longo prazo", disse Olivier Gouder, Diretor Executivo e Presidente de JAB Holding Company. "O time da Blue like an Orange tem conseguido um resultado extraordinário neste primeiro passo, mas eu sei que é somente o princípio de muito mais por vir dado que há uma necessidade imensa para a abordagem criteriosa e o capital que eles estão trazendo ao mundo."

Sobre a Blue like an Orange Sustainable Capital

Blue like an Orange Sustainable Capital busca oportunidades de financiamento a empresas e projetos que propiciem ambos, retorno robusto ajustado ao risco e impacto social positivo, de forma a contribuir com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas. Blue like an Orange foca primordialmente em Infraestrutura Sustentável & Serviços Habilitados por Tecnologia, Infraestrutura Social (Saúde e Educação) & Agricultura e Acesso a Finanças. A Empresa dedica-se ao desenvolvimento sustentável promovendo o crescimento inclusivo e sustentável sem comprometimento (trade-off) das taxas de retorno financeiro adequadas ao parâmetros de mercado. Os sócios fundadores da Blue like an Orange são Bertrand Badré, Amer Baig, Suprotik Basu, Rashad Kaldany e Emmanuelle Yannakis.

Para mais informações, por favor acessar o site http://www.bluelikeanorangecapital.com.

Logo: https://mma.prnewswire.com/media/1175564/Blue_like_an_Orange_Sustainable_Capital_Logo.jpg

FONTE Blue like an Orange Sustainable Capital

Você acabou de ler:

Blue like an Orange Sustainable Capital capta mais de US$200 milhões para o seu primeiro fundo, Latin America Fund I

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/blue-like-an-orange-sustainable-capital-capta-mais-de-us200-milhoes-para-o-seu-primeiro-fundo-latin-america-fund-i/