CAIXA atinge Lucro Líquido de R$ 10,8 bilhões no 1S21, maior 1S e maior 2T de toda série histórica, sendo R$ 6,3 bilhões no 2T21, aumento de 144,7% comparado ao 2T20.

BRASÍLIA, Brazil , 19 de agosto de 2021 /PRNewswire/ -- A CAIXA ECONÔMICA FEDERAL ("CAIXA"), o maior banco brasileiro em número de clientes, crédito, contas digitais e depósitos em poupança, anuncia o seu resultado consolidado do segundo trimestre (2T21).

Destaques do resultado:

  • Volume financeiro de R$ 5,0 bilhões no IPO da CAIXA Seguridade.
  • Desinvestimento total no Banco PAN, com lucro líquido de R$ 2,0 bilhões.
  • Pela primeira vez nos últimos 10 anos, os 3 balanços pelos quais a CAIXA é responsável foram publicados sem nenhuma ressalva – CAIXA, FGTS e FI-FGTS.
  • Retirada de ressalvas, oriundas de gestões passadas, por parte das auditorias independentes dos balanços da CAIXA (4T16 a 1T19), do FGTS (Investimentos de 2009 a 2015) e do FI-FGTS (2011 a 2019).
  • Lucro Líquido de R$ 6,3 bilhões no 2T21, aumento de 144,7% sobre o 2T20.
  • Lucro Líquido de R$ 10,8 bilhões no 1S21, aumento de 93,4% sobre o 1S20.
  • Lucro Líquido de R$ 10,8 bilhões no 1S21 é o maior lucro no primeiro semestre de toda série histórica do banco.
  • Saldo de R$ 816,3 bilhões na carteira de crédito total, crescimento de 13,4% sobre o 2T20.
  • + 101,3% em contratações de crédito imobiliário SBPE em relação ao 1S20, totalizando R$ 37,4 bilhões.
  • +93,2% no saldo MPE em 12 meses, atingindo R$ 48,2 bilhões.
  • +79,5% no volume de contratações Agro, comparado ao 1S20, com + R$ 5,8 bilhões contratados.
  • Contratação de R$ 17,6 bilhões em crédito consignado no 2T21, + 35,9% sobre o 1T21, a maior contratação de um 2T dos últimos 10 anos nessa modalidade.
  • Saldo em poupança de R$ 371,4 bilhões, evolução de 2,1% em 12 meses.
  • ROE totalizou 19,01%, +2,68 p.p. no trimestre.
  • Índice de Basileia de 20,1% no 2T21, com capital de nível 1 atingindo 15,6%.      
  • Fitch elevou o rating de Qualidade de Gestão de Investimento da CAIXA para Excelente, e elevou de 2 para 4[+] rating ESG Social - único banco brasileiro com essa classificação.
  • Participação da CAIXA pela primeira vez no Plano Safra.

webcast 2T21: 19/08/21, 10h00 (Brasília):

https://webcastlite.mziq.com/cover.html?webcastId=dbe99a2d-4a2e-41b0-9747-d2d6ca7b7ce2

Documentos 2T21: www.caixa.gov.br/sobre-a-caixa/relacoes-com-investidores/

FONTE CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

BRASÍLIA, Brazil , 19 de agosto de 2021 /PRNewswire/ -- A CAIXA ECONÔMICA FEDERAL ("CAIXA"), o maior banco brasileiro em número de clientes, crédito, contas digitais e depósitos em poupança, anuncia o seu resultado consolidado do segundo trimestre (2T21).

Destaques do resultado:

  • Volume financeiro de R$ 5,0 bilhões no IPO da CAIXA Seguridade.
  • Desinvestimento total no Banco PAN, com lucro líquido de R$ 2,0 bilhões.
  • Pela primeira vez nos últimos 10 anos, os 3 balanços pelos quais a CAIXA é responsável foram publicados sem nenhuma ressalva – CAIXA, FGTS e FI-FGTS.
  • Retirada de ressalvas, oriundas de gestões passadas, por parte das auditorias independentes dos balanços da CAIXA (4T16 a 1T19), do FGTS (Investimentos de 2009 a 2015) e do FI-FGTS (2011 a 2019).
  • Lucro Líquido de R$ 6,3 bilhões no 2T21, aumento de 144,7% sobre o 2T20.
  • Lucro Líquido de R$ 10,8 bilhões no 1S21, aumento de 93,4% sobre o 1S20.
  • Lucro Líquido de R$ 10,8 bilhões no 1S21 é o maior lucro no primeiro semestre de toda série histórica do banco.
  • Saldo de R$ 816,3 bilhões na carteira de crédito total, crescimento de 13,4% sobre o 2T20.
  • + 101,3% em contratações de crédito imobiliário SBPE em relação ao 1S20, totalizando R$ 37,4 bilhões.
  • +93,2% no saldo MPE em 12 meses, atingindo R$ 48,2 bilhões.
  • +79,5% no volume de contratações Agro, comparado ao 1S20, com + R$ 5,8 bilhões contratados.
  • Contratação de R$ 17,6 bilhões em crédito consignado no 2T21, + 35,9% sobre o 1T21, a maior contratação de um 2T dos últimos 10 anos nessa modalidade.
  • Saldo em poupança de R$ 371,4 bilhões, evolução de 2,1% em 12 meses.
  • ROE totalizou 19,01%, +2,68 p.p. no trimestre.
  • Índice de Basileia de 20,1% no 2T21, com capital de nível 1 atingindo 15,6%.      
  • Fitch elevou o rating de Qualidade de Gestão de Investimento da CAIXA para Excelente, e elevou de 2 para 4[+] rating ESG Social - único banco brasileiro com essa classificação.
  • Participação da CAIXA pela primeira vez no Plano Safra.

webcast 2T21: 19/08/21, 10h00 (Brasília):

https://webcastlite.mziq.com/cover.html?webcastId=dbe99a2d-4a2e-41b0-9747-d2d6ca7b7ce2

Documentos 2T21: www.caixa.gov.br/sobre-a-caixa/relacoes-com-investidores/

FONTE CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

Você acabou de ler:

CAIXA atinge Lucro Líquido de R$ 10,8 bilhões no 1S21, maior 1S e maior 2T de toda série histórica, sendo R$ 6,3 bilhões no 2T21, aumento de 144,7% comparado ao 2T20.

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/caixa-atinge-lucro-liquido-de-r-108-bilhoes-no-1s21-maior-1s-e-maior-2t-de-toda-serie-historica-sendo-r-63-bilhoes-no-2t21-aumento-de-1447-comparado-ao-2t20/