Campanha busca alertar famílias sobre atrasos nos marcos motores do desenvolvimento infantil

  • Atrasos nos marcos motores podem indicar doenças graves como a atrofia muscular espinhal, uma condição rara e genética 
  • Farmacêutica Biogen desenvolve a campanha "O raro também pode acontecer", que tem por objetivo chamar atenção para o desenvolvimento motor 

SÃO PAULO, 14 de julho de 2020 /PRNewswire/ -- Os primeiros anos de vida de uma criança são fundamentais para a aquisição de habilidades motoras, cognitivas e sociais. O desenvolvimento motor, processo de mudança no comportamento relacionado com a idade, tanto na postura quanto no movimento da criança, é um aspecto essencial do desenvolvimento infantil que deve ser acompanhado de perto. "Os marcos do desenvolvimento infantil são alguns parâmetros que indicam como está o desenvolvimento da criança. Eles servem de base para avaliar as habilidades adquiridas em cada fase. A sustentação da cabeça é, por exemplo, um dos primeiros marcos motores alcançados", explica o neuropediatra Dr. Hélio Van der Linden.

Por volta dos seis meses de idade, o bebê que está dentro do desenvolvimento normal começa a levar às mãos até a boca, sentar-se sem apoio e rolar. Outras habilidades, como segurar um brinquedo e balançar em movimentos suspensos, também são comuns nessa fase. Aos sete meses, a criança começa a dar impulso para ficar de pé, engatinhar e dar os primeiros passos sem apoio. A partir de um ano, outros avanços são conquistados. É o período que a criança começa a andar, falar, subir escadas com apoio, puxar objetos e comer sozinha123.

"É bem comum escutarmos que cada criança tem o seu tempo de desenvolvimento, mas não é bem assim. É preciso estar atento se o bebê está atingindo os marcos motores esperados, de acordo com as fases pré-determinadas. Atrasos nas funções motoras exigem uma investigação cuidadosa. Quando comparamos o desenvolvimento motor esperado em cada idade, com o que está sendo alcançado, é possível identificar, por exemplo, se a criança apresenta alguma condição neurológica que precisa ser investigada. Se o atraso vier associado a alguns sinais, como hipotonia (flacidez) e fraqueza, é possível se tratar de uma doença neuromuscular. A atrofia muscular espinhal (AME) é um exemplo de doença que está diretamente ligada ao atraso dos marcos motores", pondera o especialista.

Para alavancar o entendimento do tema e estimular o olhar atento, a farmacêutica, Biogen, desenvolveu a campanha "O raro também pode acontecer", que propõe dar mais visibilidade sobre a relevância de acompanhar os marcos motores do desenvolvimento infantil. "É necessário que os pais e os profissionais de saúde estejam vigilantes nessa evolução. É de extrema importância observar se a criança apresenta algum atraso ou até mesmo uma regressão, que é quando ela atinge um marco esperado, mas depois perde.  Os marcos motores são fundamentais na suspeita clínica da atrofia muscular espinhal, que pode ser diagnosticada e confirmada precocemente com auxílio de teste genético. Esse olhar atento é fundamental para a identificação e contribui, fortemente, para o melhor manejo da doença e para um futuro com mais qualidade de vida", avalia Marcelo Gomes, diretor médico da Biogen.

De acordo com o especialista, os pais podem e precisam monitorar o desenvolvimento motor infantil.  "Mas em caso de alguma suspeita, é necessário procurar o especialista adequado, como um neuropediatra. Quando há o diagnóstico de atrofia muscular espinhal, por exemplo, a identificação precoce permite intervenção mais eficiente, e isso, pode trazer resultados imensuráveis para a criança, sua família e toda a sociedade", conclui.

Para saber mais informações sobre a campanha, acesse: www.oraropodeacontecer.com.br

Sobre a atrofia muscular espinhal: a AME é uma das mais de 8 mil doenças raras conhecidas no mundo e afeta, aproximadamente, entre 7 a 10 bebês em cada 100 mil nascidos vivos4. É a principal causa genética de morte em crianças de até dois anos de idade5. Se caracteriza por uma fraqueza progressiva, que compromete funções como respirar, comer e andar. No Brasil, ainda não há um estudo epidemiológico que indique o número exato de indivíduos afetados pela doença. A AME é classificada clinicamente em tipos (que vão do tipo 0 ao 4), com base no início dos sinais e sintomas e nos marcos motores atingidos pelos pacientes6.

1 WHO Multicentre Growth Reference Study Group. WHO Child Growth Standards: Length/height-for-age, weight-for-age, weight-for-length, weight-for-height and body mass index-for-age: Methods and development. Geneva: World Health Organization, 2006. 

2 De Onis M, Onyango AW, Borghi E, Garza C, Yang H & the WHO Multicentre Growth Reference Study Group. Comparison of the WHO Child Growth Standards and the NCHS/WHO international growth reference: implications for child health programmes. Public Health Nutr 2006;9:942–947 

3
 Ministério da Saúde. Saúde da Criança. Acompanhamento do crescimento e desenvolvimento infantil. Série Cadernos da Atenção Básica, 2002. n.11

4 Lunn MR, Wang CH. Spinal muscular atrophy. Lancet 2008;371:2120–33. doi:10.1016/S0140-6736(08)60921-6.

5 Farrar MA, Kiernan MC. The Genetics of Spinal Muscular Atrophy:Progress and Challenges. Neurotherapeutics; 2015; 12:290–302. 

6 Lunn MR, Wang CH. Spinal muscular atrophy. Lancet 2008;371:2120–33. doi:10.1016/S0140-6736(08)60921-6.  

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1214502/Biogen_Campanha.jpg

FONTE Biogen

  • Atrasos nos marcos motores podem indicar doenças graves como a atrofia muscular espinhal, uma condição rara e genética 
  • Farmacêutica Biogen desenvolve a campanha "O raro também pode acontecer", que tem por objetivo chamar atenção para o desenvolvimento motor 

SÃO PAULO, 14 de julho de 2020 /PRNewswire/ -- Os primeiros anos de vida de uma criança são fundamentais para a aquisição de habilidades motoras, cognitivas e sociais. O desenvolvimento motor, processo de mudança no comportamento relacionado com a idade, tanto na postura quanto no movimento da criança, é um aspecto essencial do desenvolvimento infantil que deve ser acompanhado de perto. "Os marcos do desenvolvimento infantil são alguns parâmetros que indicam como está o desenvolvimento da criança. Eles servem de base para avaliar as habilidades adquiridas em cada fase. A sustentação da cabeça é, por exemplo, um dos primeiros marcos motores alcançados", explica o neuropediatra Dr. Hélio Van der Linden.

Por volta dos seis meses de idade, o bebê que está dentro do desenvolvimento normal começa a levar às mãos até a boca, sentar-se sem apoio e rolar. Outras habilidades, como segurar um brinquedo e balançar em movimentos suspensos, também são comuns nessa fase. Aos sete meses, a criança começa a dar impulso para ficar de pé, engatinhar e dar os primeiros passos sem apoio. A partir de um ano, outros avanços são conquistados. É o período que a criança começa a andar, falar, subir escadas com apoio, puxar objetos e comer sozinha123.

"É bem comum escutarmos que cada criança tem o seu tempo de desenvolvimento, mas não é bem assim. É preciso estar atento se o bebê está atingindo os marcos motores esperados, de acordo com as fases pré-determinadas. Atrasos nas funções motoras exigem uma investigação cuidadosa. Quando comparamos o desenvolvimento motor esperado em cada idade, com o que está sendo alcançado, é possível identificar, por exemplo, se a criança apresenta alguma condição neurológica que precisa ser investigada. Se o atraso vier associado a alguns sinais, como hipotonia (flacidez) e fraqueza, é possível se tratar de uma doença neuromuscular. A atrofia muscular espinhal (AME) é um exemplo de doença que está diretamente ligada ao atraso dos marcos motores", pondera o especialista.

Para alavancar o entendimento do tema e estimular o olhar atento, a farmacêutica, Biogen, desenvolveu a campanha "O raro também pode acontecer", que propõe dar mais visibilidade sobre a relevância de acompanhar os marcos motores do desenvolvimento infantil. "É necessário que os pais e os profissionais de saúde estejam vigilantes nessa evolução. É de extrema importância observar se a criança apresenta algum atraso ou até mesmo uma regressão, que é quando ela atinge um marco esperado, mas depois perde.  Os marcos motores são fundamentais na suspeita clínica da atrofia muscular espinhal, que pode ser diagnosticada e confirmada precocemente com auxílio de teste genético. Esse olhar atento é fundamental para a identificação e contribui, fortemente, para o melhor manejo da doença e para um futuro com mais qualidade de vida", avalia Marcelo Gomes, diretor médico da Biogen.

De acordo com o especialista, os pais podem e precisam monitorar o desenvolvimento motor infantil.  "Mas em caso de alguma suspeita, é necessário procurar o especialista adequado, como um neuropediatra. Quando há o diagnóstico de atrofia muscular espinhal, por exemplo, a identificação precoce permite intervenção mais eficiente, e isso, pode trazer resultados imensuráveis para a criança, sua família e toda a sociedade", conclui.

Para saber mais informações sobre a campanha, acesse: www.oraropodeacontecer.com.br

Sobre a atrofia muscular espinhal: a AME é uma das mais de 8 mil doenças raras conhecidas no mundo e afeta, aproximadamente, entre 7 a 10 bebês em cada 100 mil nascidos vivos4. É a principal causa genética de morte em crianças de até dois anos de idade5. Se caracteriza por uma fraqueza progressiva, que compromete funções como respirar, comer e andar. No Brasil, ainda não há um estudo epidemiológico que indique o número exato de indivíduos afetados pela doença. A AME é classificada clinicamente em tipos (que vão do tipo 0 ao 4), com base no início dos sinais e sintomas e nos marcos motores atingidos pelos pacientes6.

1 WHO Multicentre Growth Reference Study Group. WHO Child Growth Standards: Length/height-for-age, weight-for-age, weight-for-length, weight-for-height and body mass index-for-age: Methods and development. Geneva: World Health Organization, 2006. 

2 De Onis M, Onyango AW, Borghi E, Garza C, Yang H & the WHO Multicentre Growth Reference Study Group. Comparison of the WHO Child Growth Standards and the NCHS/WHO international growth reference: implications for child health programmes. Public Health Nutr 2006;9:942–947 

3
 Ministério da Saúde. Saúde da Criança. Acompanhamento do crescimento e desenvolvimento infantil. Série Cadernos da Atenção Básica, 2002. n.11

4 Lunn MR, Wang CH. Spinal muscular atrophy. Lancet 2008;371:2120–33. doi:10.1016/S0140-6736(08)60921-6.

5 Farrar MA, Kiernan MC. The Genetics of Spinal Muscular Atrophy:Progress and Challenges. Neurotherapeutics; 2015; 12:290–302. 

6 Lunn MR, Wang CH. Spinal muscular atrophy. Lancet 2008;371:2120–33. doi:10.1016/S0140-6736(08)60921-6.  

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1214502/Biogen_Campanha.jpg

FONTE Biogen

Você acabou de ler:

Campanha busca alertar famílias sobre atrasos nos marcos motores do desenvolvimento infantil

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/campanha-busca-alertar-familias-sobre-atrasos-nos-marcos-motores-do-desenvolvimento-infantil/