Carrier torna-se empresa independente de capital aberto cujas ações começam a ser negociadas na Bolsa de Nova Iorque

Separação da United Technologies Corp. concluído

PALM BEACH GARDENS, Flórida, 3 de abril de 2020 /PRNewswire/ -- A Carrier Global Corporation (NYSE: CARR) hoje estreou como empresa independente e de capital aberto após concluir com sucesso a separação da United Technologies. As ações da Carrier, líder mundial no desenvolvimento de soluções de construção e refrigeração de importância para as pessoas e para o planeta, passaram a ser negociadas de forma regular na Bolsa de Valores de Nova Iorque (NYSE) hoje, no mercado aberto, com o símbolo "CARR".

Fornecedor líder em tecnologias de calefação, ventilação e climatização (HVAC), refrigeração e de incêndio e segurança, os produtos e serviços da Carrier são essenciais para a vida moderna, especialmente no ambiente mundial da atualidade. A empresa tem presença sólida em todo o mundo, conta com cerca de 53.000 funcionários e oferece soluções em mais de 160 países. A Carrier ocupa posições de liderança em segmentos críticos, entre os quais o de HVAC residencial nos Estados Unidos, HVAC comercial em grandes mercados, detecção e supressão de incêndios em todo o mundo, controles de acesso em todo o mundo e equipamentos refrigerados para as áreas de trailers e contêineres nos Estados Unidos e na Europa.

"Em um cenário de uma incerteza mundial jamais vista, a Carrier e seus funcionários mantêm o foco o e continuam a solucionar desafios críticos – desde melhorar a qualidade do ar em ambientes internos, a proteger os estoques de alimentos e medicamentos de todo o mundo a manter as pessoas protegidas e seguras. Para mim, é uma honra estar à frente desta empresa fantástica e, agora, mais do que nunca, tenho imenso orgulho da perseverança e resiliência de nossa força de trabalho que une tantos talentos", comentou o presidente e CEO da Carrier, Dave Gitlin. "Por mais de um século, a Carrier tem sido um símbolo de excelência e, hoje, como empresa independente, definimos nossa própria estratégia, visão, cultura e prioridades. Temos um legado sem igual e nosso objetivo é trazer crescimento sustentável em longo prazo para nossos acionistas e outros grupos de interesse de nossa empresa."

Estratégia

Como uma empresa independente, a Carrier poderá dar maior ênfase e terá agilidade aprimorada em suas próprias prioridades operacionais e estratégias para crescimento e rentabilidade em longo prazo, entre elas a consolidação e a ampliação de suas principais atividades, aumento do leque e da abrangência geográfica dos produtos e da oferta digitais e de serviços. A empresa ocupa uma boa posição, com fortes megatendências que impulsionam o crescimento sustentável do setor, posições de liderança com uma base importante instalada, um sistema operacional disciplinado e um inabalável compromisso com a inovação.

Responsabilidade social corporativa

A Carrier continuará a contribuir, de forma significativa, com as comunidades em todo o mundo por meio de voluntariado de funcionários e com operações, produtos e serviços que levam em conta a responsabilidade ambiental. A recente doação de 3 milhões em três anos para The Nature Conservancy por parte da empresa ajudará a cidades a estarem melhor preparadas para as mudanças climáticas e para oferecerem apoio para o desenvolvimento da educação STEM on-line para crianças de todo o mundo, além de servir com um testemunho do compromisso da Carrier com a liderança ambiental.

"Somos líderes mundiais no fornecimento de soluções que prezam pelo uso eficiente da energia para prédios em todo o mundo. Estamos profundamente comprometidos em alcançar uma posição de liderança em soluções sustentáveis para o planeta e para as gerações futuras. O fortalecimento de nossa comunidade global faz da Carrier uma empresa mais forte e cria um valor compartilhado para o nosso negócio e para a sociedade", disse Gitlin. "Como uma empresa independente, temos a capacidade de extrair o máximo de nosso legado de liderança e sustentabilidade no setor para enfrentar os desafios de hoje e de amanhã, ao mesmo tempo em que concretizamos nossa visão e estratégia de crescimento."

Para obter mais informações sobre a nova Carrier, acesse www.Corporate.Carrier.com.

Sobre a Carrier 

A Carrier Global Corporation é líder no fornecimento de tecnologias de calefação, ventilação e climatização (HVAC), refrigeração, de incêndio e segurança e de tecnologias para automação predial. Com o respaldo do icônico nome Carrier, a empresa tem o compromisso de fazer do mundo um lugar mais seguro e confortável para as futuras gerações, por meio de marcas líderes em seus setores, como Carrier, Kidde, Edwards, LenelS2 e Automated Logic. Para mais informações, visite www.Corporate.Carrier.com ou nos siga nas redes sociais em @Carrier.

Declaração cautelar.  Este comunicado contém declarações que, na medida em que não se referem a feitos históricos ou presentes, constituem "declarações sobre o futuro" sob as legislações de títulos e valores. De tempos em tempos, declarações sobre o futuro em forma oral ou escrita também podem ser incluídas em outras informações reveladas ao público. Estas declarações sobre o futuro visam informar as expectativas atuais da gestão ou os planos da Carrier sobre o desempenho futuro nos quesitos financeiro e operacional, tendo como base pressuposições que se acredita serem válidas no presente momento. As declarações sobre o future podem ser identificadas pelo uso de termos como "acredita-se", "espera-se", "expectativas", "planos", "estratégia", "perspectivas", "estimativas", "metas", "prevê-se", "irá", deverá", "enxergar", "orientações", "visão", "confiantes" e outras palavras com significado semelhante em relação à discussão sobre desempenho futuro nos quesitos financeiros e operacionais ou a separação da United Technologies. As declarações sobre o future podem incluir, entre outras, declarações a respeito das vendas, receita, fluxo de Caixa, resultados de operações, usos de capital, recompra de ações, taxas de câmbio futuros e outros indicadores de desempenho financeiro ou possíveis planos, estratégias ou transações para o futuro da Carrier após a separação, incluindo custos estimados relacionados à separação e outras declarações que não sejam fatos históricos. Todas as declarações sobre o futuro envolvem riscos, incertezas e outros fatores que podem fazer com que os resultados reais sejam materialmente diferentes dos que foram expressos ou sugeridos nas declarações sobre o futuro. Quanto a essas declarações, a Carrier ampara-se na proteção de "safe harbor" sobre declarações sobre o future presente na Lei de 1995 da Reforma de Litígios sobre Títulos e Valores Privados dos Estados Unidos (U.S. Private Securities Litigation Reform Act of 1995). Tais riscos, incertezas e outros fatores incluem, entre outros: (1) o efeito das condições econômicas nas indústrias e mercados nos quais a Carrier e suas atividades atuam, nos EUA e em todo o mundo, e quaisquer mudanças nesses aspectos, entre elas condições do mercado financeiro, variações nos preços de commodities, taxas de juros e taxas de câmbio de moedas estrangeiras, nível de demanda do mercado final em construção, o impacto de condições climáticas, problemas relacionados a pandemias (inclusive o coronavírus e seus efeitos, entre outros, interrupções no suprimento, demanda e distribuição globais com a continuação da epidemia do coronavírus e seus resultados em período cada vez mais prolongado de restrições e limitações de deslocamento, comerciais e/ou outras semelhantes), desastres naturais e a condição financeira dos clientes e fornecedores da Carrier; (2) desafios no desenvolvimento, produção, entrega, suporte, desempenho e realização dos benefícios previstos de tecnologias avançadas e novos produtos e serviços; (3) níveis futuros de endividamento, incluindo endividamento relacionado à separação e despesas de capital e com pesquisas e desenvolvimento; (4) disponibilidade futura de crédito e fatores que possam afetar tal disponibilidade, inclusive condições do mercado de crédito e a estrutura de capital da Carrier; (5) o momento e o escopo de futuras recompras de ações comuns da Carrier, que podem ser suspensas a qualquer momento em decorrência de diversos fatores, entre os quais condições do mercado e o nível de outras atividades de investimento e usos de capital; (6) atrasos e interrupções na entrega de materiais e prestação de serviços por parte de fornecedores; (7) iniciativas de redução de custos e custos e economias derivados de reestruturações e outras consequências destas; (8) novas oportunidades de negócios e investimentos; (9) os benefícios previstos de evitar a diversificação e o balanço das operações entre as linhas de produtos, regiões e setores; (10) o resultado de processos, investigações e outras contingências jurídicas; (11) pressupostos e aportes futuros de planos de previdência; (12) o impacto da negociação de contratos coletivos de trabalho e litígios trabalhistas; (13) o efeito de mudanças nas condições políticas nos EUA e em outros países onde a Carrier e suas atividades atuem, inclusive os efeitos de mudanças nas políticas comerciais dos EUA ou retirada do Reino Unido da União Europeia nas condições gerais dos mercados, políticas comerciais mundiais e taxas cambiais no futuro próximo e momentos posteriores; (14) o efeito de alterações mudanças em leis e regulamentações relações a impostos, meio ambiente e regulatórias (entre outras, as de importação/exportação), nos EUA e em outros países onde a Carrier e suas atividades atuam; (15) a capacidade da Carrier de reter e contratar recursos humanos importantes; (16) o escopo, a natureza, o impacto ou o momento de atividades de aquisição e diversificação, inclusive, entre outros, a integração de empresas adquiridas a empresas existentes e a concretização de sinergias e oportunidades de crescimento e inovação e incorrência de custos relacionados; (17) os benefícios esperados da separação; (18) qualquer determinação por parte do IRS e de outras autoridades fiscais de que a distribuição ou determinadas transações relacionadas devem ser tratadas como transações tributáveis; (19) riscos associados ao endividamento incorrido em decorrência de transações financeiras realizadas em associação à separação; (20) os riscos de que os custos de dissinergia, custos de transações de reestruturação e outros custos incorridos associados à separação excedam as estimativas da Carrier; e (21) o impacto da separação nas atividades da Carrier e nos recursos, sistemas, procedimentos e controles da Carrier, desvio da atenção da gestão e seu impacto nas relações com clientes, fornecedores, funcionários e outros parceiros comerciais. A lista de fatores acima não pretende ser exaustiva ou apresentar necessariamente a ordem de importância destes. Para outras informações sobre os fatores identificadores que podem fazer com que os resultados reais sejam materialmente diferentes dos sugeridos ou expressos nas declarações sobre o futuro, consulte a declaração de registro da Carrier no Formulário 10 e os relatórios da Carrier nos Formulários 10-K, 10-Q e 8-K apresentados ou enviados à SEC oportunamente. Qualquer declaração sobre o future trata apenas da data em que foi feita e a Carrier se exime de qualquer obrigação de atualizar ou revisar tal declaração, seja em decorrência de novas informações, eventos futuros ou outros fatores, exceto nos casos exigidos pela legislação pertinente.

Logo - https://mma.prnewswire.com/media/985365/Carrier_Logo.jpg

FONTE Carrier Global Corporation

Separação da United Technologies Corp. concluído

PALM BEACH GARDENS, Flórida, 3 de abril de 2020 /PRNewswire/ -- A Carrier Global Corporation (NYSE: CARR) hoje estreou como empresa independente e de capital aberto após concluir com sucesso a separação da United Technologies. As ações da Carrier, líder mundial no desenvolvimento de soluções de construção e refrigeração de importância para as pessoas e para o planeta, passaram a ser negociadas de forma regular na Bolsa de Valores de Nova Iorque (NYSE) hoje, no mercado aberto, com o símbolo "CARR".

Fornecedor líder em tecnologias de calefação, ventilação e climatização (HVAC), refrigeração e de incêndio e segurança, os produtos e serviços da Carrier são essenciais para a vida moderna, especialmente no ambiente mundial da atualidade. A empresa tem presença sólida em todo o mundo, conta com cerca de 53.000 funcionários e oferece soluções em mais de 160 países. A Carrier ocupa posições de liderança em segmentos críticos, entre os quais o de HVAC residencial nos Estados Unidos, HVAC comercial em grandes mercados, detecção e supressão de incêndios em todo o mundo, controles de acesso em todo o mundo e equipamentos refrigerados para as áreas de trailers e contêineres nos Estados Unidos e na Europa.

"Em um cenário de uma incerteza mundial jamais vista, a Carrier e seus funcionários mantêm o foco o e continuam a solucionar desafios críticos – desde melhorar a qualidade do ar em ambientes internos, a proteger os estoques de alimentos e medicamentos de todo o mundo a manter as pessoas protegidas e seguras. Para mim, é uma honra estar à frente desta empresa fantástica e, agora, mais do que nunca, tenho imenso orgulho da perseverança e resiliência de nossa força de trabalho que une tantos talentos", comentou o presidente e CEO da Carrier, Dave Gitlin. "Por mais de um século, a Carrier tem sido um símbolo de excelência e, hoje, como empresa independente, definimos nossa própria estratégia, visão, cultura e prioridades. Temos um legado sem igual e nosso objetivo é trazer crescimento sustentável em longo prazo para nossos acionistas e outros grupos de interesse de nossa empresa."

Estratégia

Como uma empresa independente, a Carrier poderá dar maior ênfase e terá agilidade aprimorada em suas próprias prioridades operacionais e estratégias para crescimento e rentabilidade em longo prazo, entre elas a consolidação e a ampliação de suas principais atividades, aumento do leque e da abrangência geográfica dos produtos e da oferta digitais e de serviços. A empresa ocupa uma boa posição, com fortes megatendências que impulsionam o crescimento sustentável do setor, posições de liderança com uma base importante instalada, um sistema operacional disciplinado e um inabalável compromisso com a inovação.

Responsabilidade social corporativa

A Carrier continuará a contribuir, de forma significativa, com as comunidades em todo o mundo por meio de voluntariado de funcionários e com operações, produtos e serviços que levam em conta a responsabilidade ambiental. A recente doação de 3 milhões em três anos para The Nature Conservancy por parte da empresa ajudará a cidades a estarem melhor preparadas para as mudanças climáticas e para oferecerem apoio para o desenvolvimento da educação STEM on-line para crianças de todo o mundo, além de servir com um testemunho do compromisso da Carrier com a liderança ambiental.

"Somos líderes mundiais no fornecimento de soluções que prezam pelo uso eficiente da energia para prédios em todo o mundo. Estamos profundamente comprometidos em alcançar uma posição de liderança em soluções sustentáveis para o planeta e para as gerações futuras. O fortalecimento de nossa comunidade global faz da Carrier uma empresa mais forte e cria um valor compartilhado para o nosso negócio e para a sociedade", disse Gitlin. "Como uma empresa independente, temos a capacidade de extrair o máximo de nosso legado de liderança e sustentabilidade no setor para enfrentar os desafios de hoje e de amanhã, ao mesmo tempo em que concretizamos nossa visão e estratégia de crescimento."

Para obter mais informações sobre a nova Carrier, acesse www.Corporate.Carrier.com.

Sobre a Carrier 

A Carrier Global Corporation é líder no fornecimento de tecnologias de calefação, ventilação e climatização (HVAC), refrigeração, de incêndio e segurança e de tecnologias para automação predial. Com o respaldo do icônico nome Carrier, a empresa tem o compromisso de fazer do mundo um lugar mais seguro e confortável para as futuras gerações, por meio de marcas líderes em seus setores, como Carrier, Kidde, Edwards, LenelS2 e Automated Logic. Para mais informações, visite www.Corporate.Carrier.com ou nos siga nas redes sociais em @Carrier.

Declaração cautelar.  Este comunicado contém declarações que, na medida em que não se referem a feitos históricos ou presentes, constituem "declarações sobre o futuro" sob as legislações de títulos e valores. De tempos em tempos, declarações sobre o futuro em forma oral ou escrita também podem ser incluídas em outras informações reveladas ao público. Estas declarações sobre o futuro visam informar as expectativas atuais da gestão ou os planos da Carrier sobre o desempenho futuro nos quesitos financeiro e operacional, tendo como base pressuposições que se acredita serem válidas no presente momento. As declarações sobre o future podem ser identificadas pelo uso de termos como "acredita-se", "espera-se", "expectativas", "planos", "estratégia", "perspectivas", "estimativas", "metas", "prevê-se", "irá", deverá", "enxergar", "orientações", "visão", "confiantes" e outras palavras com significado semelhante em relação à discussão sobre desempenho futuro nos quesitos financeiros e operacionais ou a separação da United Technologies. As declarações sobre o future podem incluir, entre outras, declarações a respeito das vendas, receita, fluxo de Caixa, resultados de operações, usos de capital, recompra de ações, taxas de câmbio futuros e outros indicadores de desempenho financeiro ou possíveis planos, estratégias ou transações para o futuro da Carrier após a separação, incluindo custos estimados relacionados à separação e outras declarações que não sejam fatos históricos. Todas as declarações sobre o futuro envolvem riscos, incertezas e outros fatores que podem fazer com que os resultados reais sejam materialmente diferentes dos que foram expressos ou sugeridos nas declarações sobre o futuro. Quanto a essas declarações, a Carrier ampara-se na proteção de "safe harbor" sobre declarações sobre o future presente na Lei de 1995 da Reforma de Litígios sobre Títulos e Valores Privados dos Estados Unidos (U.S. Private Securities Litigation Reform Act of 1995). Tais riscos, incertezas e outros fatores incluem, entre outros: (1) o efeito das condições econômicas nas indústrias e mercados nos quais a Carrier e suas atividades atuam, nos EUA e em todo o mundo, e quaisquer mudanças nesses aspectos, entre elas condições do mercado financeiro, variações nos preços de commodities, taxas de juros e taxas de câmbio de moedas estrangeiras, nível de demanda do mercado final em construção, o impacto de condições climáticas, problemas relacionados a pandemias (inclusive o coronavírus e seus efeitos, entre outros, interrupções no suprimento, demanda e distribuição globais com a continuação da epidemia do coronavírus e seus resultados em período cada vez mais prolongado de restrições e limitações de deslocamento, comerciais e/ou outras semelhantes), desastres naturais e a condição financeira dos clientes e fornecedores da Carrier; (2) desafios no desenvolvimento, produção, entrega, suporte, desempenho e realização dos benefícios previstos de tecnologias avançadas e novos produtos e serviços; (3) níveis futuros de endividamento, incluindo endividamento relacionado à separação e despesas de capital e com pesquisas e desenvolvimento; (4) disponibilidade futura de crédito e fatores que possam afetar tal disponibilidade, inclusive condições do mercado de crédito e a estrutura de capital da Carrier; (5) o momento e o escopo de futuras recompras de ações comuns da Carrier, que podem ser suspensas a qualquer momento em decorrência de diversos fatores, entre os quais condições do mercado e o nível de outras atividades de investimento e usos de capital; (6) atrasos e interrupções na entrega de materiais e prestação de serviços por parte de fornecedores; (7) iniciativas de redução de custos e custos e economias derivados de reestruturações e outras consequências destas; (8) novas oportunidades de negócios e investimentos; (9) os benefícios previstos de evitar a diversificação e o balanço das operações entre as linhas de produtos, regiões e setores; (10) o resultado de processos, investigações e outras contingências jurídicas; (11) pressupostos e aportes futuros de planos de previdência; (12) o impacto da negociação de contratos coletivos de trabalho e litígios trabalhistas; (13) o efeito de mudanças nas condições políticas nos EUA e em outros países onde a Carrier e suas atividades atuem, inclusive os efeitos de mudanças nas políticas comerciais dos EUA ou retirada do Reino Unido da União Europeia nas condições gerais dos mercados, políticas comerciais mundiais e taxas cambiais no futuro próximo e momentos posteriores; (14) o efeito de alterações mudanças em leis e regulamentações relações a impostos, meio ambiente e regulatórias (entre outras, as de importação/exportação), nos EUA e em outros países onde a Carrier e suas atividades atuam; (15) a capacidade da Carrier de reter e contratar recursos humanos importantes; (16) o escopo, a natureza, o impacto ou o momento de atividades de aquisição e diversificação, inclusive, entre outros, a integração de empresas adquiridas a empresas existentes e a concretização de sinergias e oportunidades de crescimento e inovação e incorrência de custos relacionados; (17) os benefícios esperados da separação; (18) qualquer determinação por parte do IRS e de outras autoridades fiscais de que a distribuição ou determinadas transações relacionadas devem ser tratadas como transações tributáveis; (19) riscos associados ao endividamento incorrido em decorrência de transações financeiras realizadas em associação à separação; (20) os riscos de que os custos de dissinergia, custos de transações de reestruturação e outros custos incorridos associados à separação excedam as estimativas da Carrier; e (21) o impacto da separação nas atividades da Carrier e nos recursos, sistemas, procedimentos e controles da Carrier, desvio da atenção da gestão e seu impacto nas relações com clientes, fornecedores, funcionários e outros parceiros comerciais. A lista de fatores acima não pretende ser exaustiva ou apresentar necessariamente a ordem de importância destes. Para outras informações sobre os fatores identificadores que podem fazer com que os resultados reais sejam materialmente diferentes dos sugeridos ou expressos nas declarações sobre o futuro, consulte a declaração de registro da Carrier no Formulário 10 e os relatórios da Carrier nos Formulários 10-K, 10-Q e 8-K apresentados ou enviados à SEC oportunamente. Qualquer declaração sobre o future trata apenas da data em que foi feita e a Carrier se exime de qualquer obrigação de atualizar ou revisar tal declaração, seja em decorrência de novas informações, eventos futuros ou outros fatores, exceto nos casos exigidos pela legislação pertinente.

Logo - https://mma.prnewswire.com/media/985365/Carrier_Logo.jpg

FONTE Carrier Global Corporation

Você acabou de ler:

Carrier torna-se empresa independente de capital aberto cujas ações começam a ser negociadas na Bolsa de Nova Iorque

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/carrier-torna-se-empresa-independente-de-capital-aberto-cujas-acoes-comecam-a-ser-negociadas-na-bolsa-de-nova-iorque/