Catalyst atualiza critérios de elegibilidade para o destacado prêmio Catalyst

As empresas agora deverão ter mais representação executiva para as mulheres, especialmente para as negras

NOVA YORK, 21 de julho de 2021 /PRNewswire/ -- O prêmio Catalyst — o cobiçado e distinto reconhecimento de diversidade, equidade e inclusão (DEI), em homenagem a iniciativas organizacionais inovadoras e impactantes que aceleram o avanço das mulheres por meio da inclusão no local de trabalho, está atualizando seus critérios.

Os novos critérios de elegibilidade reforçam a representação necessária de mulheres, particularmente das mulheres de grupos étnicos e raciais marginalizados, em nível executivo, para que as organizações reflitam as práticas das melhores empresas da categoria na criação de organizações equitativas.

Para o prêmio Catalyst 2023:

  • As mulheres devem representar pelo menos 20% dos líderes executivos do grupo 1 (os que estão a um ou dois níveis de reporte ao CEO ou sócio-gerente).
  • Para iniciativas com sede em qualquer região onde seja legal coletar dados sobre raça/etnia:
    • Deve haver uma mulher de um grupo étnico ou racial marginalizado no Conselho de Administração ou no grupo 1.
    • Além disso, em empresas cujo grupo 1 excede 20 pessoas, 5% dos funcionários do grupo 1 devem ser mulheres de grupos étnicos ou raciais marginalizados.

Apoiado pela pesquisa Catalyst sobre a importância da representação feminina em nível executivo, os novos critérios que exigem pelo menos 20% de representação das mulheres no grupo de alto escalão representam um aumento de 10% e refletem melhor os padrões que as empresas devem manter.

"O prêmio Catalyst reflete o progresso, não a perfeição, e mantém as empresas em um padrão de excelência. Hoje, estamos ampliando nossos padrões para manter o prêmio Catalyst à frente da diversidade, equidade e inclusão", disse Lorraine Hariton, presidente e CEO da Catalyst. "Nossos novos requisitos garantem que as iniciativas vencedoras do prêmio Catalyst continuem a apresentar exemplos de casos reais de como criar locais de trabalho que atendam às mulheres e a todos."

Concedido anualmente a iniciativas no local de trabalho em todo o mundo desde 1987, o prêmio Catalyst já reconheceu 103 iniciativas de 91 organizações. As iniciativas vencedoras do prêmio Catalyst devem atender a um padrão mínimo de excelência e incluir parâmetros para avaliar o impacto. Uma vez qualificadas, as iniciativas passam por um processo de avaliação rigoroso com duração de um ano.

Os vencedores são reconhecidos na conferência anual de premiação e jantar do prêmio Catalyst, uma das maiores encontros de CEOs em todo o mundo, que também conta com a participação de milhares de líderes empresariais, executivos e profissionais de grupos DEI em todo o mundo.

A inscrição para a premiação de 2023 será postada no site da Catalyst no início de 2022. Saiba mais sobre o prêmio Catalyst.

# # #

Sobre a Catalyst

A Catalyst é uma organização global sem fins lucrativos, que trabalha com alguns dos CEOs mais poderosos do mundo e com importantes empresas para ajudar a construir ambientes de trabalho favoráveis às mulheres. Fundada em 1962, a Catalyst promove mudanças com pesquisas pioneiras, ferramentas práticas e soluções comprovadas para acelerar e conduzir as mulheres à liderança, porque o progresso para as mulheres significa progresso para todos.

Contatos:

Naomi R. Patton

vice-presidente de comunicações globais

Catalyst

npatton@catalyst.org

Stephanie Wolf

Consultora de comunicações nos EUA

Catalyst

stephanie@stephaniewolfpr.com

Francine Beck

Consultora de comunicações no Canadá

Catalyst

francine@fbstrategiesgroup.com

Frances Knox

Consultora de comunicações na região EMEA

Catalyst

frances@frankly-pr.co.uk

Logo - https://mma.prnewswire.com/media/732308/Catalyst_Tagline_Logo.jpg

 

FONTE Catalyst

As empresas agora deverão ter mais representação executiva para as mulheres, especialmente para as negras

NOVA YORK, 21 de julho de 2021 /PRNewswire/ -- O prêmio Catalyst — o cobiçado e distinto reconhecimento de diversidade, equidade e inclusão (DEI), em homenagem a iniciativas organizacionais inovadoras e impactantes que aceleram o avanço das mulheres por meio da inclusão no local de trabalho, está atualizando seus critérios.

Os novos critérios de elegibilidade reforçam a representação necessária de mulheres, particularmente das mulheres de grupos étnicos e raciais marginalizados, em nível executivo, para que as organizações reflitam as práticas das melhores empresas da categoria na criação de organizações equitativas.

Para o prêmio Catalyst 2023:

  • As mulheres devem representar pelo menos 20% dos líderes executivos do grupo 1 (os que estão a um ou dois níveis de reporte ao CEO ou sócio-gerente).
  • Para iniciativas com sede em qualquer região onde seja legal coletar dados sobre raça/etnia:
    • Deve haver uma mulher de um grupo étnico ou racial marginalizado no Conselho de Administração ou no grupo 1.
    • Além disso, em empresas cujo grupo 1 excede 20 pessoas, 5% dos funcionários do grupo 1 devem ser mulheres de grupos étnicos ou raciais marginalizados.

Apoiado pela pesquisa Catalyst sobre a importância da representação feminina em nível executivo, os novos critérios que exigem pelo menos 20% de representação das mulheres no grupo de alto escalão representam um aumento de 10% e refletem melhor os padrões que as empresas devem manter.

"O prêmio Catalyst reflete o progresso, não a perfeição, e mantém as empresas em um padrão de excelência. Hoje, estamos ampliando nossos padrões para manter o prêmio Catalyst à frente da diversidade, equidade e inclusão", disse Lorraine Hariton, presidente e CEO da Catalyst. "Nossos novos requisitos garantem que as iniciativas vencedoras do prêmio Catalyst continuem a apresentar exemplos de casos reais de como criar locais de trabalho que atendam às mulheres e a todos."

Concedido anualmente a iniciativas no local de trabalho em todo o mundo desde 1987, o prêmio Catalyst já reconheceu 103 iniciativas de 91 organizações. As iniciativas vencedoras do prêmio Catalyst devem atender a um padrão mínimo de excelência e incluir parâmetros para avaliar o impacto. Uma vez qualificadas, as iniciativas passam por um processo de avaliação rigoroso com duração de um ano.

Os vencedores são reconhecidos na conferência anual de premiação e jantar do prêmio Catalyst, uma das maiores encontros de CEOs em todo o mundo, que também conta com a participação de milhares de líderes empresariais, executivos e profissionais de grupos DEI em todo o mundo.

A inscrição para a premiação de 2023 será postada no site da Catalyst no início de 2022. Saiba mais sobre o prêmio Catalyst.

# # #

Sobre a Catalyst

A Catalyst é uma organização global sem fins lucrativos, que trabalha com alguns dos CEOs mais poderosos do mundo e com importantes empresas para ajudar a construir ambientes de trabalho favoráveis às mulheres. Fundada em 1962, a Catalyst promove mudanças com pesquisas pioneiras, ferramentas práticas e soluções comprovadas para acelerar e conduzir as mulheres à liderança, porque o progresso para as mulheres significa progresso para todos.

Contatos:

Naomi R. Patton

vice-presidente de comunicações globais

Catalyst

npatton@catalyst.org

Stephanie Wolf

Consultora de comunicações nos EUA

Catalyst

stephanie@stephaniewolfpr.com

Francine Beck

Consultora de comunicações no Canadá

Catalyst

francine@fbstrategiesgroup.com

Frances Knox

Consultora de comunicações na região EMEA

Catalyst

frances@frankly-pr.co.uk

Logo - https://mma.prnewswire.com/media/732308/Catalyst_Tagline_Logo.jpg

 

FONTE Catalyst

Você acabou de ler:

Catalyst atualiza critérios de elegibilidade para o destacado prêmio Catalyst

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/catalyst-atualiza-criterios-de-elegibilidade-para-o-destacado-premio-catalyst/