CGTN: A China impulsiona a proteção ecológica do ''teto do mundo''

PEQUIM, 10 de junho de 2021 /PRNewswire/-- Por trás de sua espetacular paisagem e grande harmonia entre o homem e a natureza, o lago Qinghai da China, na parte nordeste do planalto Qinghai-Tibet, conta uma história real sobre os persistentes esforços da China para melhorar a proteção ecológica do "teto do mundo."

"A ecologia é nosso recurso, riqueza e tesouro", disse o presidente chinês Xi Jinping enquanto observava o lago durante sua recente visita de inspeção à província de Qinghai, noroeste da China.

Finalizando sua inspeção na quarta-feira, o presidente Xi Jinping enfatizou a necessidade de sempre colocar as pessoas em primeiro lugar e avançar a reforma e a abertura para promover a conservação ecológica e o desenvolvimento de alta qualidade no planalto Qinghai-Tibet.

Beneficiar o homem e a natureza

Reiterando que "águas límpidas e montanhas exuberantes são ativos inestimáveis", o Presidente Xi disse que preservar o meio ambiente de Qinghai é uma das principais prioridades do país e pediu a proteção eficaz da ecologia do "Terceiro Polo" do mundo.

Em 2008, a província de Qinghai lançou um plano de 10 anos de proteção ecológica do meio ambiente e manejo abrangente da bacia do lago Qinghai com um investimento total de 1,57 bilhão de yuans (226 milhões de dólares).

Um total de 800 hectares de pântano foi restaurado até 2018, com o número de espécies de pássaros na região do lago aumentando de 164 em 1996 para 225 atualmente. O nível de água do lago Qinghai também aumentou 3,27 metros em 15 anos.

A bela região do lago Qinghai, apelidado de "o lago mais bonito da China", recebeu 4,42 milhões de visitantes em meio à pandemia no ano passado, com uma receita turística anual de 265 milhões de yuans (41,5 milhões de dólares), de acordo com a administração local.

Ainda assim, foram feitos esforços para encontrar um equilíbrio entre proteger e desenvolver a reserva nacional natural.

O ponto panorâmico da Ilha dos Pássaros foi fechado em 2017, deixando apenas uma base para a educação científica e instalações de monitoramento de aves aquáticas. As instalações turísticas da Sand Island, outro local panorâmico fechado, também foram desmontadas, e programas recreativos como o de motocicleta e de escorregar na areia foram proibidos.

"As conquistas na conservação do ambiente ecológico do lago Qinghai não foram fáceis de atingir e devem ser valorizadas, consolidadas e expandidas", disse Xi Jinping durante sua visita.

Conjunto de parques nacionais no planalto

Durante a última inspeção, o Presidente Xi Jinping também disse às autoridades locais para redobrar os esforços na construção de um sistema de reservas naturais "centrado em parques nacionais, baseados em reservas naturais e complementados por vários tipos de parques naturais" para proteger melhor o meio ambiente e a biodiversidade.

A China promoveu a construção de um conjunto de parques nacionais para melhorar o ambiente ecológico do planalto.

Qinghai construiu dois parques nacionais ao redor de Sanjiangyuan, que abrigam as águas dos rios Yangtze, Amarelo e Lancang e as Montanhas Quilian, que representam 52,2% da área total de reserva natural da província e 38,42% da área total da área terrestre da província.

A província também está acelerando seus esforços para construir um parque nacional ao redor do Lago Qinghai. Em maio, os especialistas aprovaram o plano principal do parque.

"Preservar a ecologia do planalto Qinghai-Tibet é a maior contribuição para a sobrevivência e desenvolvimento da nação chinesa", disse Xi Jinping ao mesmo tempo que expressou a determinação do país de transformar o planalto Qinghai-Tibet em um marco nacional e até mesmo internacional no progresso ecológico.

https://news.cgtn.com/news/2021-06-09/China-boosts-ecological-protection-of-roof-of-the-world--10XoEsZSIow/index.html

Vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=VhEH6NEXugk

 

FONTE CGTN

PEQUIM, 10 de junho de 2021 /PRNewswire/-- Por trás de sua espetacular paisagem e grande harmonia entre o homem e a natureza, o lago Qinghai da China, na parte nordeste do planalto Qinghai-Tibet, conta uma história real sobre os persistentes esforços da China para melhorar a proteção ecológica do "teto do mundo."

"A ecologia é nosso recurso, riqueza e tesouro", disse o presidente chinês Xi Jinping enquanto observava o lago durante sua recente visita de inspeção à província de Qinghai, noroeste da China.

Finalizando sua inspeção na quarta-feira, o presidente Xi Jinping enfatizou a necessidade de sempre colocar as pessoas em primeiro lugar e avançar a reforma e a abertura para promover a conservação ecológica e o desenvolvimento de alta qualidade no planalto Qinghai-Tibet.

Beneficiar o homem e a natureza

Reiterando que "águas límpidas e montanhas exuberantes são ativos inestimáveis", o Presidente Xi disse que preservar o meio ambiente de Qinghai é uma das principais prioridades do país e pediu a proteção eficaz da ecologia do "Terceiro Polo" do mundo.

Em 2008, a província de Qinghai lançou um plano de 10 anos de proteção ecológica do meio ambiente e manejo abrangente da bacia do lago Qinghai com um investimento total de 1,57 bilhão de yuans (226 milhões de dólares).

Um total de 800 hectares de pântano foi restaurado até 2018, com o número de espécies de pássaros na região do lago aumentando de 164 em 1996 para 225 atualmente. O nível de água do lago Qinghai também aumentou 3,27 metros em 15 anos.

A bela região do lago Qinghai, apelidado de "o lago mais bonito da China", recebeu 4,42 milhões de visitantes em meio à pandemia no ano passado, com uma receita turística anual de 265 milhões de yuans (41,5 milhões de dólares), de acordo com a administração local.

Ainda assim, foram feitos esforços para encontrar um equilíbrio entre proteger e desenvolver a reserva nacional natural.

O ponto panorâmico da Ilha dos Pássaros foi fechado em 2017, deixando apenas uma base para a educação científica e instalações de monitoramento de aves aquáticas. As instalações turísticas da Sand Island, outro local panorâmico fechado, também foram desmontadas, e programas recreativos como o de motocicleta e de escorregar na areia foram proibidos.

"As conquistas na conservação do ambiente ecológico do lago Qinghai não foram fáceis de atingir e devem ser valorizadas, consolidadas e expandidas", disse Xi Jinping durante sua visita.

Conjunto de parques nacionais no planalto

Durante a última inspeção, o Presidente Xi Jinping também disse às autoridades locais para redobrar os esforços na construção de um sistema de reservas naturais "centrado em parques nacionais, baseados em reservas naturais e complementados por vários tipos de parques naturais" para proteger melhor o meio ambiente e a biodiversidade.

A China promoveu a construção de um conjunto de parques nacionais para melhorar o ambiente ecológico do planalto.

Qinghai construiu dois parques nacionais ao redor de Sanjiangyuan, que abrigam as águas dos rios Yangtze, Amarelo e Lancang e as Montanhas Quilian, que representam 52,2% da área total de reserva natural da província e 38,42% da área total da área terrestre da província.

A província também está acelerando seus esforços para construir um parque nacional ao redor do Lago Qinghai. Em maio, os especialistas aprovaram o plano principal do parque.

"Preservar a ecologia do planalto Qinghai-Tibet é a maior contribuição para a sobrevivência e desenvolvimento da nação chinesa", disse Xi Jinping ao mesmo tempo que expressou a determinação do país de transformar o planalto Qinghai-Tibet em um marco nacional e até mesmo internacional no progresso ecológico.

https://news.cgtn.com/news/2021-06-09/China-boosts-ecological-protection-of-roof-of-the-world--10XoEsZSIow/index.html

Vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=VhEH6NEXugk

 

FONTE CGTN

Você acabou de ler:

CGTN: A China impulsiona a proteção ecológica do ''teto do mundo''

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/cgtn-a-china-impulsiona-a-protecao-ecologica-do-teto-do-mundo/