CGTN apresenta ''A Guerra nas Sombras'', novo documentário sobre o combate ao terrorismo em Xinjiang

PEQUIM, 10 de abril de 2021 /PRNewswire/ -- Uma reportagem da CCTV+:

Várias plataformas do China Media Group começaram a exibir, na sexta-feira, "A Guerra nas Sombras", o último episódio de uma tetralogia produzida pela China Global Television Network (CGTN) que narra a luta contra o terrorismo na região autônoma de Xinjiang Uygur, no noroeste da China.

O episódio retrata a situação dos moradores de Xinjiang que vivem as consequências do terrorismo na região, revelando as histórias internas por trás de décadas de luta.

"A guerra nas sombras: os desafios do combate ao terrorismo em Xinjiang" mostra o pensamento extremista e os desafios enfrentados pela China para resolver a questão do terrorismo dentro e fora de Xinjiang. O filme tem 55 minutos de duração e é composto por quatro partes: "A rede", "Inimigos de dentro", "Os livros didáticos" e "As mãos negras".

Com muitas entrevistas e filmagens exclusivas divulgadas pela primeira vez, o documentário utiliza fatos para refutar mentiras contadas pelos países ocidentais sobre "excesso de antiterrorismo" e "genocídio" em Xinjiang.

Ele revela os métodos utilizados pelas forças extremistas e separatistas que incluem os "duas-caras" entre os oficiais de alto escalão da região, bem como a maneira como a música e os vídeos que incentivam o terrorismo violento e incitam o ódio étnico penetraram na região. Além disso, também narra as dificuldades em que os policiais estão imersos há décadas.

"Embora não tenha havido nenhum caso de terrorismo violento em Xinjiang nos últimos quatro anos, a mídia ocidental nunca parou de proferir ataques a Xinjiang. Por meio desse novo documentário, esperamos usar uma atitude calma e objetiva para visualizar a história, de modo a ajudar o mundo a entender as verdades dos incidentes terroristas violentos em Xinjiang a partir de vários níveis", disse Han Bin, diretor de "A Guerra nas Sombras".

Zhou Weiping, pesquisador do Instituto de Estudos Chineses de Regiões Fronteiriças da Academia Chinesa de Ciências Sociais, disse: "Graças aos esforços árduos das autoridades e moradores de Xinjiang, a região não teve incidentes violentos de terrorismo nos últimos quatro anos, o que foi algo muito difícil de ser conseguido. E o objetivo principal do documentário mais recente é contar ao mundo e às pessoas por que combatemos o terrorismo em Xinjiang, o que é muito significativo".

Milhares de ataques terroristas de 1990 a 2016 mataram muitos inocentes e centenas de policiais em Xinjiang.

Link do vídeo: https://youtu.be/0km8LuzDgy8

 

FONTE CCTV+

PEQUIM, 10 de abril de 2021 /PRNewswire/ -- Uma reportagem da CCTV+:

Várias plataformas do China Media Group começaram a exibir, na sexta-feira, "A Guerra nas Sombras", o último episódio de uma tetralogia produzida pela China Global Television Network (CGTN) que narra a luta contra o terrorismo na região autônoma de Xinjiang Uygur, no noroeste da China.

O episódio retrata a situação dos moradores de Xinjiang que vivem as consequências do terrorismo na região, revelando as histórias internas por trás de décadas de luta.

"A guerra nas sombras: os desafios do combate ao terrorismo em Xinjiang" mostra o pensamento extremista e os desafios enfrentados pela China para resolver a questão do terrorismo dentro e fora de Xinjiang. O filme tem 55 minutos de duração e é composto por quatro partes: "A rede", "Inimigos de dentro", "Os livros didáticos" e "As mãos negras".

Com muitas entrevistas e filmagens exclusivas divulgadas pela primeira vez, o documentário utiliza fatos para refutar mentiras contadas pelos países ocidentais sobre "excesso de antiterrorismo" e "genocídio" em Xinjiang.

Ele revela os métodos utilizados pelas forças extremistas e separatistas que incluem os "duas-caras" entre os oficiais de alto escalão da região, bem como a maneira como a música e os vídeos que incentivam o terrorismo violento e incitam o ódio étnico penetraram na região. Além disso, também narra as dificuldades em que os policiais estão imersos há décadas.

"Embora não tenha havido nenhum caso de terrorismo violento em Xinjiang nos últimos quatro anos, a mídia ocidental nunca parou de proferir ataques a Xinjiang. Por meio desse novo documentário, esperamos usar uma atitude calma e objetiva para visualizar a história, de modo a ajudar o mundo a entender as verdades dos incidentes terroristas violentos em Xinjiang a partir de vários níveis", disse Han Bin, diretor de "A Guerra nas Sombras".

Zhou Weiping, pesquisador do Instituto de Estudos Chineses de Regiões Fronteiriças da Academia Chinesa de Ciências Sociais, disse: "Graças aos esforços árduos das autoridades e moradores de Xinjiang, a região não teve incidentes violentos de terrorismo nos últimos quatro anos, o que foi algo muito difícil de ser conseguido. E o objetivo principal do documentário mais recente é contar ao mundo e às pessoas por que combatemos o terrorismo em Xinjiang, o que é muito significativo".

Milhares de ataques terroristas de 1990 a 2016 mataram muitos inocentes e centenas de policiais em Xinjiang.

Link do vídeo: https://youtu.be/0km8LuzDgy8

 

FONTE CCTV+

Você acabou de ler:

CGTN apresenta ''A Guerra nas Sombras'', novo documentário sobre o combate ao terrorismo em Xinjiang

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/cgtn-apresenta-a-guerra-nas-sombras-novo-documentario-sobre-o-combate-ao-terrorismo-em-xinjiang/