CGTN: China se prepara para o desenvolvimento da ciência e tecnologia, com maior foco em autossuficiência

BEIJING, 31 de maio de 2021 /PRNewswire/ -- Há quase duas semanas, a China teve sucesso em seu primeiro pouso em Marte, atraindo a atenção do mundo para o importante marco na exploração espacial da China.

Na sexta-feira, a ciência e a tecnologia como apoio estratégico ao desenvolvimento nacional, com foco na autossuficiência e inovação, foram mais uma vez destacadas no roteiro de desenvolvimento do país com a convenção do 10º congresso nacional da Associação Chinesa de Ciência e Tecnologia em Beijing.

Autossuficiência em ciência e tecnologia e autonomia

São necessários esforços acelerados para transformar a China em um país líder em ciência e tecnologia e alcançar a autonomia e a autossuficiência em ciência e tecnologia em níveis mais altos, de acordo com o presidente chinês, Xi Jinping, ao se dirigir à reunião assistida por cerca de três mil pessoas.

Observando a importância de fazer descobertas em tecnologias essenciais em áreas-chave, o presidente Xi enfatizou a construção de um sistema moderno de ciência e tecnologia com as confederações de inovação conduzidas por empresas líderes, com o apoio de universidades e instituições, e entidades de inovação coordenadas.

Ele ressaltou que é preciso estimular a resolução de problemas nas principais tarefas de ciência e tecnologia, visando os problemas mais urgentes e preocupantes, e atender às necessidades imediatas e de longo prazo do país.

Pesquisas básicas e originais são fundamentais na expansão de novas fronteiras cognitivas, de acordo com Xi.

A busca da China pela independência em inovação científica se reflete em suas várias conquistas, incluindo o sistema de navegação por satélite Beidou; a exploração do espaço, incluindo sondas lunares e em Marte; e a construção da própria estação espacial da China e do submarino de águas profundas tripulado Fendouzhe. O país também desenvolveu suas próprias tecnologias ferroviárias de alta velocidade, tecnologias de comunicação 5G e inteligência artificial.

Ele também enfatizou o papel de laboratórios nacionais e instituições de pesquisa científica, universidades de pesquisa de alto nível e empresas líderes em ciência e tecnologia, pedindo-lhes que façam conquistas científicas e tecnológicas mais estratégicas e importantes e se esforcem para resolver grandes problemas científicos e tecnológicos que afetam o desenvolvimento geral e os interesses de longo prazo da China.

Xi disse ainda que é importante fazer esforços para cultivar funcionários de alto nível nas áreas científica e tecnológica com influência global, apoiando continuamente várias equipes de inovação e treinando mais funcionários técnicos e qualificados de alta qualidade.

Estratégia de desenvolvimento orientada para a inovação

O presidente Xi ressaltou novamente a importância da inovação na busca por desenvolver e moldar as novas vantagens de desenvolvimento mencionadas no 14º Plano Quinquenal da China (2021-2025) para o desenvolvimento econômico e social nacional e para os objetivos de longo prazo até o ano de 2035.

Em 2016, o governo chinês estabeleceu a meta de tornar a China um dos países mais inovadores até 2020 e um inovador líder até 2030, bem como uma potência líder global de C&T até o 100º aniversário da fundação da República Popular da China, em 2049.

De acordo com Xi, são necessários esforços para aprofundar a reforma do sistema de ciência e tecnologia e formar um sistema básico que apoie a inovação geral, além da necessidade de dar força total ao papel do estado como organizador de grandes inovações científicas e tecnológicas.

Xi observou que a Academia Chinesa de Ciências e a Academia Chinesa de Engenharia, como forças estratégicas nacionais científicas e tecnológicas, devem desempenhar um papel de liderança, e que a Associação Chinesa de Ciência e Tecnologia deve assumir a responsabilidade de ser um intermediário entre o governo e os trabalhadores científicos e tecnológicos.

Ele pediu esforços para se envolver profundamente na governança científica e tecnológica global em áreas como saúde pública e mudanças climáticas e para fazer a ciência e tecnologia chinesas contribuírem mais para a construção de uma comunidade com um futuro compartilhado para a humanidade.

O presidente chinês também estendeu as saudações aos trabalhadores de ciência e tecnologia em todo o país antes do dia nacional dos trabalhadores de ciência e tecnologia da China, comemorado em 30 de maio.

https://news.cgtn.com/news/2021-05-28/Xi-Jinping-stresses-sci-tech-self-strengthening-at-higher-levels-10Dr6N2aiu4/index.html

Vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=zaobFI65lRE

 

 

FONTE CGTN

BEIJING, 31 de maio de 2021 /PRNewswire/ -- Há quase duas semanas, a China teve sucesso em seu primeiro pouso em Marte, atraindo a atenção do mundo para o importante marco na exploração espacial da China.

Na sexta-feira, a ciência e a tecnologia como apoio estratégico ao desenvolvimento nacional, com foco na autossuficiência e inovação, foram mais uma vez destacadas no roteiro de desenvolvimento do país com a convenção do 10º congresso nacional da Associação Chinesa de Ciência e Tecnologia em Beijing.

Autossuficiência em ciência e tecnologia e autonomia

São necessários esforços acelerados para transformar a China em um país líder em ciência e tecnologia e alcançar a autonomia e a autossuficiência em ciência e tecnologia em níveis mais altos, de acordo com o presidente chinês, Xi Jinping, ao se dirigir à reunião assistida por cerca de três mil pessoas.

Observando a importância de fazer descobertas em tecnologias essenciais em áreas-chave, o presidente Xi enfatizou a construção de um sistema moderno de ciência e tecnologia com as confederações de inovação conduzidas por empresas líderes, com o apoio de universidades e instituições, e entidades de inovação coordenadas.

Ele ressaltou que é preciso estimular a resolução de problemas nas principais tarefas de ciência e tecnologia, visando os problemas mais urgentes e preocupantes, e atender às necessidades imediatas e de longo prazo do país.

Pesquisas básicas e originais são fundamentais na expansão de novas fronteiras cognitivas, de acordo com Xi.

A busca da China pela independência em inovação científica se reflete em suas várias conquistas, incluindo o sistema de navegação por satélite Beidou; a exploração do espaço, incluindo sondas lunares e em Marte; e a construção da própria estação espacial da China e do submarino de águas profundas tripulado Fendouzhe. O país também desenvolveu suas próprias tecnologias ferroviárias de alta velocidade, tecnologias de comunicação 5G e inteligência artificial.

Ele também enfatizou o papel de laboratórios nacionais e instituições de pesquisa científica, universidades de pesquisa de alto nível e empresas líderes em ciência e tecnologia, pedindo-lhes que façam conquistas científicas e tecnológicas mais estratégicas e importantes e se esforcem para resolver grandes problemas científicos e tecnológicos que afetam o desenvolvimento geral e os interesses de longo prazo da China.

Xi disse ainda que é importante fazer esforços para cultivar funcionários de alto nível nas áreas científica e tecnológica com influência global, apoiando continuamente várias equipes de inovação e treinando mais funcionários técnicos e qualificados de alta qualidade.

Estratégia de desenvolvimento orientada para a inovação

O presidente Xi ressaltou novamente a importância da inovação na busca por desenvolver e moldar as novas vantagens de desenvolvimento mencionadas no 14º Plano Quinquenal da China (2021-2025) para o desenvolvimento econômico e social nacional e para os objetivos de longo prazo até o ano de 2035.

Em 2016, o governo chinês estabeleceu a meta de tornar a China um dos países mais inovadores até 2020 e um inovador líder até 2030, bem como uma potência líder global de C&T até o 100º aniversário da fundação da República Popular da China, em 2049.

De acordo com Xi, são necessários esforços para aprofundar a reforma do sistema de ciência e tecnologia e formar um sistema básico que apoie a inovação geral, além da necessidade de dar força total ao papel do estado como organizador de grandes inovações científicas e tecnológicas.

Xi observou que a Academia Chinesa de Ciências e a Academia Chinesa de Engenharia, como forças estratégicas nacionais científicas e tecnológicas, devem desempenhar um papel de liderança, e que a Associação Chinesa de Ciência e Tecnologia deve assumir a responsabilidade de ser um intermediário entre o governo e os trabalhadores científicos e tecnológicos.

Ele pediu esforços para se envolver profundamente na governança científica e tecnológica global em áreas como saúde pública e mudanças climáticas e para fazer a ciência e tecnologia chinesas contribuírem mais para a construção de uma comunidade com um futuro compartilhado para a humanidade.

O presidente chinês também estendeu as saudações aos trabalhadores de ciência e tecnologia em todo o país antes do dia nacional dos trabalhadores de ciência e tecnologia da China, comemorado em 30 de maio.

https://news.cgtn.com/news/2021-05-28/Xi-Jinping-stresses-sci-tech-self-strengthening-at-higher-levels-10Dr6N2aiu4/index.html

Vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=zaobFI65lRE

 

 

FONTE CGTN

Você acabou de ler:

CGTN: China se prepara para o desenvolvimento da ciência e tecnologia, com maior foco em autossuficiência

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/cgtn-china-se-prepara-para-o-desenvolvimento-da-ciencia-e-tecnologia-com-maior-foco-em-autossuficiencia/