CGTN: China se une às pessoas com deficiência por um futuro compartilhado

PEQUIM, 4 de março de 2022 /PRNewswire/ -- A cerimônia de abertura dos Jogos Paralímpicos de Inverno de Pequim 2022, organizada sob o tema "Blossoming of Life" (Florescer da vida), teve início na capital chinesa na noite de sexta-feira. Entre os artistas que participaram da apresentação, cerca de 30% são portadores de deficiência.

 

O presidente chinês Xi Jinping declarou oficialmente a abertura dos Jogos Paralímpicos no icônico estádio Ninho de Pássaro.

Nos próximos nove dias, 96 dos principais atletas paralímpicos da China competirão nos esportes de neve e gelo e deverão inspirar cerca de 85 milhões de pessoas com deficiência no país a ir além de seus limites.

"Pessoas com deficiência são tão capazes de levar uma vida gratificante quanto as pessoas sem deficiência", disse Xi durante uma visita à cidade de Tangshan, na província de Hebei, em julho de 2016.

Com uma preocupação particular por este grupo especial de pessoas, o presidente chinês, em mais de 20 ocasiões públicas, forneceu orientações sobre a causa do país para pessoas com deficiência.

"Nenhum indivíduo com deficiência deve ser deixado para trás"

O Presidente Xi disse que as pessoas com deficiências são membros iguais da sociedade e uma força importante para o desenvolvimento da civilização humana e para a defesa e o desenvolvimento do socialismo chinês.

Durante sua visita a um centro de reabilitação para paraplégicos em Tangshan, uma cidade atingida por um terremoto catastrófico em 1976, o presidente prometeu que "nenhum indivíduo com deficiência deve ser deixado para trás na motivação da China de se transformar em uma sociedade moderadamente próspera em todos os aspectos até o final de 2020."

A China incorporou programas para pessoas com deficiências em seus planos gerais de desenvolvimento econômico e social e seus planos de ação de direitos humanos, priorizando-os nos esforços de combate à pobreza e garantindo seus direitos à educação e ao emprego, entre outros.

Por exemplo, a taxa de matrícula de crianças com deficiência no ensino obrigatório chegou a mais de 95%, informou o Ministério da Educação em 2021. O número de alunos que recebem educação especial dobrou de 440 mil em 2015 para 880 mil em 2020.

Xi também assumiu o compromisso de que a China desenvolverá mais programas para pessoas com deficiências, promoverá seu desenvolvimento geral e prosperidade compartilhada e se esforçará para garantir o acesso a serviços de reabilitação para todos.

Dados oficiais em setembro de 2021 mostraram que a cobertura de terapias básicas de reabilitação e treinamento entre pessoas com deficiência registradas atingiu 80% até o final de 2020, acima dos 65,6% há cinco anos.

"Os direitos e interesses das pessoas com deficiências no país têm sido mais protegidos", segundo um artigo sobre os paradesportos da China divulgado na quinta-feira. Como resultado, eles agora têm "um senso mais sólido de realização, felicidade e segurança."

Progresso no paradesporto

Ao inspecionar os preparativos para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Inverno de Pequim 2022, o presidente Xi prometeu que a China realizaria Jogos excelentes e extraordinários.

Em janeiro, ele disse que "o país deve ser atencioso ao fornecer serviços convenientes, eficientes, direcionados e meticulosos para os atletas, particularmente no atendimento às necessidades especiais de atletas com deficiências, construindo instalações acessíveis."

De acordo com o artigo, Pequim agora alcançou acessibilidade básica em sua área central e um ambiente mais padronizado, acolhedor e sem barreiras sistêmicas. Um total de 336 mil instalações e unidades foram adaptadas desde 2019.

O desempenho da China nos paradesportos também está melhorando continuamente, informou o artigo. Em 2021, a delegação da China conquistou 207 medalhas nos Jogos Paralímpicos de Verão em Tóquio, incluindo 96 de ouro, liderando a classificação geral de medalhas e a contagem de medalhas de ouro pela quinta vez consecutiva.

No noticiário da noite da cerimônia de encerramento, Xi saudou a notável conquista dos atletas paraolímpicos chineses.

"Ela refletiu tanto o espírito esportivo e a capacidade esportiva dos atletas com deficiência quanto o progresso que a China fez em direitos humanos e no desenvolvimento nacional", disse o presidente.

https://news.cgtn.com/news/2022-03-04/China-stands-together-with-people-with-disabilities-for-shared-future-18864tzAYQ8/index.html

Vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=2ZqrB9Am-Mg

Vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=mkknM1sYqH0

FONTE CGTN

PEQUIM, 4 de março de 2022 /PRNewswire/ -- A cerimônia de abertura dos Jogos Paralímpicos de Inverno de Pequim 2022, organizada sob o tema "Blossoming of Life" (Florescer da vida), teve início na capital chinesa na noite de sexta-feira. Entre os artistas que participaram da apresentação, cerca de 30% são portadores de deficiência.

 

O presidente chinês Xi Jinping declarou oficialmente a abertura dos Jogos Paralímpicos no icônico estádio Ninho de Pássaro.

Nos próximos nove dias, 96 dos principais atletas paralímpicos da China competirão nos esportes de neve e gelo e deverão inspirar cerca de 85 milhões de pessoas com deficiência no país a ir além de seus limites.

"Pessoas com deficiência são tão capazes de levar uma vida gratificante quanto as pessoas sem deficiência", disse Xi durante uma visita à cidade de Tangshan, na província de Hebei, em julho de 2016.

Com uma preocupação particular por este grupo especial de pessoas, o presidente chinês, em mais de 20 ocasiões públicas, forneceu orientações sobre a causa do país para pessoas com deficiência.

"Nenhum indivíduo com deficiência deve ser deixado para trás"

O Presidente Xi disse que as pessoas com deficiências são membros iguais da sociedade e uma força importante para o desenvolvimento da civilização humana e para a defesa e o desenvolvimento do socialismo chinês.

Durante sua visita a um centro de reabilitação para paraplégicos em Tangshan, uma cidade atingida por um terremoto catastrófico em 1976, o presidente prometeu que "nenhum indivíduo com deficiência deve ser deixado para trás na motivação da China de se transformar em uma sociedade moderadamente próspera em todos os aspectos até o final de 2020."

A China incorporou programas para pessoas com deficiências em seus planos gerais de desenvolvimento econômico e social e seus planos de ação de direitos humanos, priorizando-os nos esforços de combate à pobreza e garantindo seus direitos à educação e ao emprego, entre outros.

Por exemplo, a taxa de matrícula de crianças com deficiência no ensino obrigatório chegou a mais de 95%, informou o Ministério da Educação em 2021. O número de alunos que recebem educação especial dobrou de 440 mil em 2015 para 880 mil em 2020.

Xi também assumiu o compromisso de que a China desenvolverá mais programas para pessoas com deficiências, promoverá seu desenvolvimento geral e prosperidade compartilhada e se esforçará para garantir o acesso a serviços de reabilitação para todos.

Dados oficiais em setembro de 2021 mostraram que a cobertura de terapias básicas de reabilitação e treinamento entre pessoas com deficiência registradas atingiu 80% até o final de 2020, acima dos 65,6% há cinco anos.

"Os direitos e interesses das pessoas com deficiências no país têm sido mais protegidos", segundo um artigo sobre os paradesportos da China divulgado na quinta-feira. Como resultado, eles agora têm "um senso mais sólido de realização, felicidade e segurança."

Progresso no paradesporto

Ao inspecionar os preparativos para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Inverno de Pequim 2022, o presidente Xi prometeu que a China realizaria Jogos excelentes e extraordinários.

Em janeiro, ele disse que "o país deve ser atencioso ao fornecer serviços convenientes, eficientes, direcionados e meticulosos para os atletas, particularmente no atendimento às necessidades especiais de atletas com deficiências, construindo instalações acessíveis."

De acordo com o artigo, Pequim agora alcançou acessibilidade básica em sua área central e um ambiente mais padronizado, acolhedor e sem barreiras sistêmicas. Um total de 336 mil instalações e unidades foram adaptadas desde 2019.

O desempenho da China nos paradesportos também está melhorando continuamente, informou o artigo. Em 2021, a delegação da China conquistou 207 medalhas nos Jogos Paralímpicos de Verão em Tóquio, incluindo 96 de ouro, liderando a classificação geral de medalhas e a contagem de medalhas de ouro pela quinta vez consecutiva.

No noticiário da noite da cerimônia de encerramento, Xi saudou a notável conquista dos atletas paraolímpicos chineses.

"Ela refletiu tanto o espírito esportivo e a capacidade esportiva dos atletas com deficiência quanto o progresso que a China fez em direitos humanos e no desenvolvimento nacional", disse o presidente.

https://news.cgtn.com/news/2022-03-04/China-stands-together-with-people-with-disabilities-for-shared-future-18864tzAYQ8/index.html

Vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=2ZqrB9Am-Mg

Vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=mkknM1sYqH0

FONTE CGTN

Você acabou de ler:

CGTN: China se une às pessoas com deficiência por um futuro compartilhado

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/cgtn-china-se-une-as-pessoas-com-deficiencia-por-um-futuro-compartilhado/