CGTN: Crianças: de ''mudas'' para ''florestas'' em favor da nação chinesa

PEQUIM, 3 de junho de 2022 /PRNewswire/ -- Na cultura chinesa, as crianças são muito valorizadas e vistas como o futuro de uma família. Além disso, o crescimento delas é vital para o futuro da China, uma nação determinada a alcançar o rejuvenescimento.

O Dia Mundial da Criança, que cai em 1º de junho, é comemorado em toda a China todos os anos. Na terça-feira, o presidente da China Xi Jinping enfatizou os esforços para promover o desenvolvimento saudável e integral das crianças e estendeu as saudações festivas às crianças de todo o país.

Há dois meses, Xi comparou crianças a "mudas" ao participar de uma atividade de plantio de árvores em Pequim, incentivando-as a contribuir para o desenvolvimento do país.

"Vocês são como mudas", disse ele. "Vocês acabarão se transformando em árvores imponentes no futuro e formarão uma floresta para a nação chinesa, uma floresta de talentos."

Ressaltando o objetivo da China de construir um grande país socialista moderno com características chinesas até meados do século, ele disse: "Vocês têm 30 anos pela frente. Hoje, vocês têm dez anos e, após esse período, terão 40. Vocês se tornarão os pilares do país."

Xi incentiva as crianças a perseguirem seus sonhos

Xi ama crianças e sempre as incentiva a perseguirem seus sonhos.

"Nosso maior desejo é proporcionar uma vida melhor para as crianças", disse Xi ao participar de um evento antes do Dia Mundial da Criança em 2013.

Comemorando o festival em 2014 com alunos em uma escola primária, ele disse que as crianças são o futuro do país e a esperança da nação chinesa.

"Os heróis são cultivados desde tenra idade. As ondas de trás movimentam as que estão à frente. Espero que vocês vivam com sonhos e aspirações", disse Xi aos estudantes.

Em maio de 2013, Xi visitou uma escola no condado de Lushan, na cidade de Ya'an, província de Sichuan, no sudoeste da China, semanas após um terremoto de magnitude 7.0 ter atingido a área. Em uma sala de aula pré-fabricada, ele participou de uma reunião de classe com alunos e os incentivou a trabalhar duro na busca de seus sonhos. 

Nove anos depois, um ex-aluno que estava na sala de aula lembrou as palavras de Xi.

"Eu estava sentado na primeira fila quando o vovô Xi estava na frente da classe. Com um sorriso, ele perguntou quais eram nossos sonhos", disse Luo Yunfang. "Lembro-me que minha resposta foi trabalhar como editora já que adoro escrever. Vovô Xi ficou muito satisfeito. Ele nos elogiou por nossa imaginação."

Agora estudante da Universidade de Tecnologia de Chengdu, Luo disse que está realizando seu sonho.

"Entrei para o centro de mídia de nossa escola e escrevi vários artigos. Pouco a pouco, estou vivendo meu sonho", disse ela.

Esforços da China na proteção dos direitos das crianças

Desde a fundação da República Popular da China em 1949, governos em todos os níveis têm prestado cuidados sem precedentes a crianças e jovens, desde a garantia de igualdade de acesso à educação e envio de professores para aldeias carentes nas regiões montanhosas até investimentos para melhorar as instalações nas áreas rurais.

O país implementou um sistema jurídico de mais de cem leis e regulamentações que protegem de forma abrangente os direitos e interesses de mulheres e crianças, de acordo com um artigo divulgado em junho do ano passado pelo Gabinete de Informação do Conselho de Estado.

Várias leis e regulamentações foram recentemente elaboradas ou alteradas na última década para fortalecer ainda mais a proteção dos direitos e interesses dos menores. Dois grandes movimentos são uma revisão da lei de proteção ao menor, que entrou em vigor em 1º de junho de 2021, e a Lei de Promoção da Educação Familiar, que foi implementada em 1º de janeiro de 2022.

Enquanto isso, a China está intensificando os esforços para reduzir as cargas de trabalho excessivas dos alunos para promover o desenvolvimento saudável e integral.

Em julho do ano passado, a China lançou uma política de "dupla redução" para abordar a carga acadêmica excessiva sobre estudantes do ensino fundamental e médio e com o excesso de aulas particulares fora do campus.

Após a implementação da nova política, o número de instituições de treinamento presencial fora do campus que oferecem programas curriculares foi reduzido em 83,8% em todo o país, enquanto o número de instituições de treinamento on-line foram reduzidas em 84,1%, segundo dados do Ministério da Educação.

https://news.cgtn.com/news/2022-06-02/Children-From-saplings-to-forest-for-Chinese-nation-1ax7cqqppza/index.html

Vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=sYiYAJy3A-o

FONTE CGTN

PEQUIM, 3 de junho de 2022 /PRNewswire/ -- Na cultura chinesa, as crianças são muito valorizadas e vistas como o futuro de uma família. Além disso, o crescimento delas é vital para o futuro da China, uma nação determinada a alcançar o rejuvenescimento.

O Dia Mundial da Criança, que cai em 1º de junho, é comemorado em toda a China todos os anos. Na terça-feira, o presidente da China Xi Jinping enfatizou os esforços para promover o desenvolvimento saudável e integral das crianças e estendeu as saudações festivas às crianças de todo o país.

Há dois meses, Xi comparou crianças a "mudas" ao participar de uma atividade de plantio de árvores em Pequim, incentivando-as a contribuir para o desenvolvimento do país.

"Vocês são como mudas", disse ele. "Vocês acabarão se transformando em árvores imponentes no futuro e formarão uma floresta para a nação chinesa, uma floresta de talentos."

Ressaltando o objetivo da China de construir um grande país socialista moderno com características chinesas até meados do século, ele disse: "Vocês têm 30 anos pela frente. Hoje, vocês têm dez anos e, após esse período, terão 40. Vocês se tornarão os pilares do país."

Xi incentiva as crianças a perseguirem seus sonhos

Xi ama crianças e sempre as incentiva a perseguirem seus sonhos.

"Nosso maior desejo é proporcionar uma vida melhor para as crianças", disse Xi ao participar de um evento antes do Dia Mundial da Criança em 2013.

Comemorando o festival em 2014 com alunos em uma escola primária, ele disse que as crianças são o futuro do país e a esperança da nação chinesa.

"Os heróis são cultivados desde tenra idade. As ondas de trás movimentam as que estão à frente. Espero que vocês vivam com sonhos e aspirações", disse Xi aos estudantes.

Em maio de 2013, Xi visitou uma escola no condado de Lushan, na cidade de Ya'an, província de Sichuan, no sudoeste da China, semanas após um terremoto de magnitude 7.0 ter atingido a área. Em uma sala de aula pré-fabricada, ele participou de uma reunião de classe com alunos e os incentivou a trabalhar duro na busca de seus sonhos. 

Nove anos depois, um ex-aluno que estava na sala de aula lembrou as palavras de Xi.

"Eu estava sentado na primeira fila quando o vovô Xi estava na frente da classe. Com um sorriso, ele perguntou quais eram nossos sonhos", disse Luo Yunfang. "Lembro-me que minha resposta foi trabalhar como editora já que adoro escrever. Vovô Xi ficou muito satisfeito. Ele nos elogiou por nossa imaginação."

Agora estudante da Universidade de Tecnologia de Chengdu, Luo disse que está realizando seu sonho.

"Entrei para o centro de mídia de nossa escola e escrevi vários artigos. Pouco a pouco, estou vivendo meu sonho", disse ela.

Esforços da China na proteção dos direitos das crianças

Desde a fundação da República Popular da China em 1949, governos em todos os níveis têm prestado cuidados sem precedentes a crianças e jovens, desde a garantia de igualdade de acesso à educação e envio de professores para aldeias carentes nas regiões montanhosas até investimentos para melhorar as instalações nas áreas rurais.

O país implementou um sistema jurídico de mais de cem leis e regulamentações que protegem de forma abrangente os direitos e interesses de mulheres e crianças, de acordo com um artigo divulgado em junho do ano passado pelo Gabinete de Informação do Conselho de Estado.

Várias leis e regulamentações foram recentemente elaboradas ou alteradas na última década para fortalecer ainda mais a proteção dos direitos e interesses dos menores. Dois grandes movimentos são uma revisão da lei de proteção ao menor, que entrou em vigor em 1º de junho de 2021, e a Lei de Promoção da Educação Familiar, que foi implementada em 1º de janeiro de 2022.

Enquanto isso, a China está intensificando os esforços para reduzir as cargas de trabalho excessivas dos alunos para promover o desenvolvimento saudável e integral.

Em julho do ano passado, a China lançou uma política de "dupla redução" para abordar a carga acadêmica excessiva sobre estudantes do ensino fundamental e médio e com o excesso de aulas particulares fora do campus.

Após a implementação da nova política, o número de instituições de treinamento presencial fora do campus que oferecem programas curriculares foi reduzido em 83,8% em todo o país, enquanto o número de instituições de treinamento on-line foram reduzidas em 84,1%, segundo dados do Ministério da Educação.

https://news.cgtn.com/news/2022-06-02/Children-From-saplings-to-forest-for-Chinese-nation-1ax7cqqppza/index.html

Vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=sYiYAJy3A-o

FONTE CGTN

Você acabou de ler:

CGTN: Crianças: de ''mudas'' para ''florestas'' em favor da nação chinesa

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/cgtn-criancas-de-mudas-para-florestas-em-favor-da-nacao-chinesa/