CGTN: Em busca da felicidade para o povo: a jornada da China rumo à prosperidade comum

PEQUIM, 1º de janeiro de 2022 /PRNewswire/ -- Na década de 1980, a China permitiu que algumas pessoas enriquecessem primeiro para ajudar outras pessoas a atingir gradualmente o objetivo nacional de prosperidade comum. Agora, a prosperidade comum é o caminho prioritário para proporcionar felicidade a todas as pessoas.

Em 2021, a China cumpriu o objetivo de construir uma sociedade moderadamente próspera em todos os aspectos (conhecida como "Xiaokang" em chinês) e teve um bom início durante o período do 14º Plano Quinquenal (FYP) (2021-2025).

"Para garantir que todos tenham uma vida melhor, nunca devemos descansar sobre o que conquistamos, e ainda há um longo caminho a percorrer", disse o presidente chinês Xi Jinping em seu discurso de Ano Novo na sexta-feira.

Seguindo o plano 

No primeiro ano do período do 14º FYP, a China implementou o plano com foco na filosofia centrada nas pessoas e priorizou os esforços para promover um novo paradigma de desenvolvimento, fortalecer o papel da inovação e promover a transformação verde do desenvolvimento social e econômico.

A filosofia centrada nas pessoas tem sido a chave para as realizações notáveis da China nas últimas décadas e guiará o país em direção à prosperidade comum. Após erradicar a pobreza extrema em todo o país e atingir o objetivo "Xiaokang", a China embarcou em uma nova jornada em direção à modernização socialista e ao rejuvenescimento nacional.

"Na jornada que temos pela frente, devemos apoiar-nos estreitamente nas pessoas para fazer história", disse Xi, também secretário-geral do Comitê Central do Partido Comunista da China (PCCh), em discurso durante uma reunião em comemoração ao centenário do PCCh em 1º de julho. Ele prometeu que o PCCh iria atender às preocupações do povo e promover a prosperidade comum para todos.

Por um lado, os líderes chineses enfatizaram a importância de criar e acumular riqueza social e, por outro, evitar a polarização. Primeiramente, todos os chineses precisam trabalhar em conjunto para tornar o "bolo" maior e melhor; em seguida, devem-se ser realizados esforços para dividir bem o "bolo" por meio de arranjos institucionais adequados, de acordo com um comunicado divulgado após a Conferência Central de Trabalho Econômico em dezembro.

Ao colocar mais ênfase no mercado interno, a China também reiterou seu compromisso de abrir oportunidades de desenvolvimento mais amplas e compartilhá-las com o mundo.

Ao colocar a inovação no centro de seu impulso de modernização, a China fez vários avanços científicos e tecnológicos, como o lançamento da nave espacial tripulada Shenzhou-13, o pouso da sonda à Marte Tianwen-1 no planeta vermelho, o avanço na indústria de fabricação de chips e na área de computação quântica.

À medida que o desenvolvimento ecológico se torna uma prioridade, a China enfatizou repetidamente seus compromissos de atingir o pico das emissões de carbono até 2030 e alcançar a neutralidade de carbono até 2060, além de lançar uma série de políticas para cumprir os objetivos. 

Em 2021, o país assistiu a uma odisseia de elefantes asiáticos que chamou a atenção de todo o mundo, prometeu mais investimentos para proteger a biodiversidade, lançou projetos de energia eólica e fotovoltaica em áreas desérticas e reiterou seu compromisso com o combate às mudanças climáticas.

Maiores preocupações de Xi em visitas domésticas 

O presidente Xi fez 11 viagens de inspeção pela China ao longo do último ano, deixando suas pegadas em dezenas de locais. Houve uma série de questões-chave que Xi destacou nessas paradas, que refletiram algumas áreas prioritárias do desenvolvimento do país no período do 14º FYP e além.

Desde os locais dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022 e vilas remotas a reservas naturais e pequenas empresas, suas visitas demonstraram o compromisso da China em promover o progresso ecológico e buscar um desenvolvimento inovador, sustentável e de alta qualidade.

"Pessoas", "ecologia", "inovação", "alta qualidade", "segurança", "cultura", "serviço", "educação", "tecnologia" e "áreas rurais" estão entre as principais palavras e frases que Xi mencionou durante suas visitas em 2021, de acordo com a análise da CGTN.

Em todas as suas visitas, Xi demonstrou profunda preocupação com as pessoas. Ele esteve em antigas bases revolucionárias, regiões de minorias étnicas e locais com infraestrutura precária, condições ambientais deficientes e vítimas de desastres naturais frequentes. Ele visitou os pobres, conversou com as autoridades locais, inspecionou as condições, além de analisar o trabalho voltado à redução da pobreza.

Ao visitar a província de Guizhou, no sudoeste da China, em fevereiro, ele enfatizou a importância de lançar um novo caminho que priorize a conservação ecológica e o desenvolvimento verde. 

Ele também destacou a proteção da biodiversidade no planalto Qinghai-Tibet e no ambiente ecológico na bacia do Rio Amarelo e Saihanba, as terras anteriormente áridas localizadas na província de Hebei, no norte da China, que se tornaram uma das maiores florestas artificiais do mundo, durante suas visitas às províncias de Qinghai, Henan, Shandong e Hebei e à Região Autônoma do Tibete.

Em meio a um ambiente externo cada vez mais complexo, ele solicitou esforços para aprofundar a reforma estrutural do lado da oferta, construir um novo paradigma de desenvolvimento e promover o desenvolvimento de alta qualidade em muitas ocasiões.

https://news.cgtn.com/news/2022-01-01/Seeking-happiness-for-the-people-China-s-journey-to-common-prosperity-16sKtHFJZ8k/index.html 

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1718525/CGTN_Seeking_Happniess_For_The_People.jpg

 

 

FONTE CGTN

PEQUIM, 1º de janeiro de 2022 /PRNewswire/ -- Na década de 1980, a China permitiu que algumas pessoas enriquecessem primeiro para ajudar outras pessoas a atingir gradualmente o objetivo nacional de prosperidade comum. Agora, a prosperidade comum é o caminho prioritário para proporcionar felicidade a todas as pessoas.

Em 2021, a China cumpriu o objetivo de construir uma sociedade moderadamente próspera em todos os aspectos (conhecida como "Xiaokang" em chinês) e teve um bom início durante o período do 14º Plano Quinquenal (FYP) (2021-2025).

"Para garantir que todos tenham uma vida melhor, nunca devemos descansar sobre o que conquistamos, e ainda há um longo caminho a percorrer", disse o presidente chinês Xi Jinping em seu discurso de Ano Novo na sexta-feira.

Seguindo o plano 

No primeiro ano do período do 14º FYP, a China implementou o plano com foco na filosofia centrada nas pessoas e priorizou os esforços para promover um novo paradigma de desenvolvimento, fortalecer o papel da inovação e promover a transformação verde do desenvolvimento social e econômico.

A filosofia centrada nas pessoas tem sido a chave para as realizações notáveis da China nas últimas décadas e guiará o país em direção à prosperidade comum. Após erradicar a pobreza extrema em todo o país e atingir o objetivo "Xiaokang", a China embarcou em uma nova jornada em direção à modernização socialista e ao rejuvenescimento nacional.

"Na jornada que temos pela frente, devemos apoiar-nos estreitamente nas pessoas para fazer história", disse Xi, também secretário-geral do Comitê Central do Partido Comunista da China (PCCh), em discurso durante uma reunião em comemoração ao centenário do PCCh em 1º de julho. Ele prometeu que o PCCh iria atender às preocupações do povo e promover a prosperidade comum para todos.

Por um lado, os líderes chineses enfatizaram a importância de criar e acumular riqueza social e, por outro, evitar a polarização. Primeiramente, todos os chineses precisam trabalhar em conjunto para tornar o "bolo" maior e melhor; em seguida, devem-se ser realizados esforços para dividir bem o "bolo" por meio de arranjos institucionais adequados, de acordo com um comunicado divulgado após a Conferência Central de Trabalho Econômico em dezembro.

Ao colocar mais ênfase no mercado interno, a China também reiterou seu compromisso de abrir oportunidades de desenvolvimento mais amplas e compartilhá-las com o mundo.

Ao colocar a inovação no centro de seu impulso de modernização, a China fez vários avanços científicos e tecnológicos, como o lançamento da nave espacial tripulada Shenzhou-13, o pouso da sonda à Marte Tianwen-1 no planeta vermelho, o avanço na indústria de fabricação de chips e na área de computação quântica.

À medida que o desenvolvimento ecológico se torna uma prioridade, a China enfatizou repetidamente seus compromissos de atingir o pico das emissões de carbono até 2030 e alcançar a neutralidade de carbono até 2060, além de lançar uma série de políticas para cumprir os objetivos. 

Em 2021, o país assistiu a uma odisseia de elefantes asiáticos que chamou a atenção de todo o mundo, prometeu mais investimentos para proteger a biodiversidade, lançou projetos de energia eólica e fotovoltaica em áreas desérticas e reiterou seu compromisso com o combate às mudanças climáticas.

Maiores preocupações de Xi em visitas domésticas 

O presidente Xi fez 11 viagens de inspeção pela China ao longo do último ano, deixando suas pegadas em dezenas de locais. Houve uma série de questões-chave que Xi destacou nessas paradas, que refletiram algumas áreas prioritárias do desenvolvimento do país no período do 14º FYP e além.

Desde os locais dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022 e vilas remotas a reservas naturais e pequenas empresas, suas visitas demonstraram o compromisso da China em promover o progresso ecológico e buscar um desenvolvimento inovador, sustentável e de alta qualidade.

"Pessoas", "ecologia", "inovação", "alta qualidade", "segurança", "cultura", "serviço", "educação", "tecnologia" e "áreas rurais" estão entre as principais palavras e frases que Xi mencionou durante suas visitas em 2021, de acordo com a análise da CGTN.

Em todas as suas visitas, Xi demonstrou profunda preocupação com as pessoas. Ele esteve em antigas bases revolucionárias, regiões de minorias étnicas e locais com infraestrutura precária, condições ambientais deficientes e vítimas de desastres naturais frequentes. Ele visitou os pobres, conversou com as autoridades locais, inspecionou as condições, além de analisar o trabalho voltado à redução da pobreza.

Ao visitar a província de Guizhou, no sudoeste da China, em fevereiro, ele enfatizou a importância de lançar um novo caminho que priorize a conservação ecológica e o desenvolvimento verde. 

Ele também destacou a proteção da biodiversidade no planalto Qinghai-Tibet e no ambiente ecológico na bacia do Rio Amarelo e Saihanba, as terras anteriormente áridas localizadas na província de Hebei, no norte da China, que se tornaram uma das maiores florestas artificiais do mundo, durante suas visitas às províncias de Qinghai, Henan, Shandong e Hebei e à Região Autônoma do Tibete.

Em meio a um ambiente externo cada vez mais complexo, ele solicitou esforços para aprofundar a reforma estrutural do lado da oferta, construir um novo paradigma de desenvolvimento e promover o desenvolvimento de alta qualidade em muitas ocasiões.

https://news.cgtn.com/news/2022-01-01/Seeking-happiness-for-the-people-China-s-journey-to-common-prosperity-16sKtHFJZ8k/index.html 

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1718525/CGTN_Seeking_Happniess_For_The_People.jpg

 

 

FONTE CGTN

Você acabou de ler:

CGTN: Em busca da felicidade para o povo: a jornada da China rumo à prosperidade comum

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/cgtn-em-busca-da-felicidade-para-o-povo-a-jornada-da-china-rumo-a-prosperidade-comum/