CGTN: estação espacial da China dá as boas-vindas à tripulação da Shenzhou-13 para uma estadia de seis meses

PEQUIM, 17 de outubro de 2021 /PRNewswire/ -- Os três astronautas chineses ou taikonautas levados ao espaço a bordo da nave Shenzhou-13, entraram no módulo central Tianhe da estação espacial da China no sábado, de acordo com a Agência Espacial Tripulada da China (CMSA).

O trio – Zhai Zhigang (o comandante), Wang Yaping e Ye Guangfu – entraram na Tianhe horas após a nave acoplar com sucesso ao módulo central, tornando-se a segunda tripulação a ser estacionada no local.

Wang também se tornou a primeira taikonauta mulher a trabalhar na estação espacial e fazer uma caminhada no espaço.

Tarefas a serem realizadas durante a missão de Shenzhou-13

Durante a estadia em órbita de seis meses, a tripulação realizará uma série de tarefas conforme programado.

Duas a três atividades extraveiculares (EVAs), também conhecidas como caminhadas no espaço, estão planejadas para a missão, que será concluída por meio de colaboração, segundo Ye informou ao China Media Group (CMG) em uma entrevista antes do seu lançamento.

A divisão específica de trabalho será organizada e ajustada dependendo da situação real, acrescentou Ye.

São estabelecidas tarefas diferentes em cada EVA para a construção da estação espacial, disse Zhai à CMG.

"Realizaremos mais experimentos científicos no espaço do que a tripulação da Shenzhou-12, já que temos um tempo de voo mais prolongado", disse Zhai.

Desta vez, haverá uma tarefa especial em que a tripulação controlará remotamente uma nave espacial para acoplar com a estação espacial, acrescentou Zhai.

Também serão realizados testes de tecnologias importantes, verificação adicional das tecnologias de suporte à vida e avaliação abrangente de desempenho e compatibilidade de todos os sistemas.

Durante a missão da Shenzhou-10 em 2013, Wang, juntamente com seus então membros da tripulação, Nie Haisheng e Zhang Xiaoguang, concluíram a primeira tarefa de ensino espacial da China. Durante a missão de Shenzhou-13, novas lições podem ser esperadas.

"Além das tarefas, também estimamos ter mais educação científica em ciências espaciais, para aproximar o espaço do público em geral", disse Wang, que espera ajudar as pessoas a aprender mais sobre o espaço e a vida dos taikonautas no espaço.

A China lançou a nave tripulada Shenzhou-13 no início da manhã de sábado do centro de lançamento de satélites de Jiuquan no deserto de Gobi, noroeste da China, após uma cerimônia de despedida realizada no campo na sexta-feira à noite.

A missão da Shenzhou-13 é uma entre uma série de lançamentos para concluir a construção da nova estação espacial da China chamada Tiangong até o final de 2022. Anteriormente, a China lançou com sucesso o módulo central Tianhe, dois naves de carga Tianzhou e a nave tripulada Shenzhou-12 para construir a estação espacial.

Com a Estação Espacial Internacional programada para ser aposentada nos próximos anos, a estação espacial da China passará a ser a única na órbita da Terra. A Administração Espacial Nacional da China expressou seu desejo por cooperação internacional e astronautas não chineses estão sendo treinados para futuras missões de estações espaciais.

https://news.cgtn.com/news/2021-10-16/China-s-Shenzhou-13-crew-enters-space-station-14oFV8ew2qc/index.html

Vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=AVVcwLr30F0 

 

FONTE CGTN

PEQUIM, 17 de outubro de 2021 /PRNewswire/ -- Os três astronautas chineses ou taikonautas levados ao espaço a bordo da nave Shenzhou-13, entraram no módulo central Tianhe da estação espacial da China no sábado, de acordo com a Agência Espacial Tripulada da China (CMSA).

O trio – Zhai Zhigang (o comandante), Wang Yaping e Ye Guangfu – entraram na Tianhe horas após a nave acoplar com sucesso ao módulo central, tornando-se a segunda tripulação a ser estacionada no local.

Wang também se tornou a primeira taikonauta mulher a trabalhar na estação espacial e fazer uma caminhada no espaço.

Tarefas a serem realizadas durante a missão de Shenzhou-13

Durante a estadia em órbita de seis meses, a tripulação realizará uma série de tarefas conforme programado.

Duas a três atividades extraveiculares (EVAs), também conhecidas como caminhadas no espaço, estão planejadas para a missão, que será concluída por meio de colaboração, segundo Ye informou ao China Media Group (CMG) em uma entrevista antes do seu lançamento.

A divisão específica de trabalho será organizada e ajustada dependendo da situação real, acrescentou Ye.

São estabelecidas tarefas diferentes em cada EVA para a construção da estação espacial, disse Zhai à CMG.

"Realizaremos mais experimentos científicos no espaço do que a tripulação da Shenzhou-12, já que temos um tempo de voo mais prolongado", disse Zhai.

Desta vez, haverá uma tarefa especial em que a tripulação controlará remotamente uma nave espacial para acoplar com a estação espacial, acrescentou Zhai.

Também serão realizados testes de tecnologias importantes, verificação adicional das tecnologias de suporte à vida e avaliação abrangente de desempenho e compatibilidade de todos os sistemas.

Durante a missão da Shenzhou-10 em 2013, Wang, juntamente com seus então membros da tripulação, Nie Haisheng e Zhang Xiaoguang, concluíram a primeira tarefa de ensino espacial da China. Durante a missão de Shenzhou-13, novas lições podem ser esperadas.

"Além das tarefas, também estimamos ter mais educação científica em ciências espaciais, para aproximar o espaço do público em geral", disse Wang, que espera ajudar as pessoas a aprender mais sobre o espaço e a vida dos taikonautas no espaço.

A China lançou a nave tripulada Shenzhou-13 no início da manhã de sábado do centro de lançamento de satélites de Jiuquan no deserto de Gobi, noroeste da China, após uma cerimônia de despedida realizada no campo na sexta-feira à noite.

A missão da Shenzhou-13 é uma entre uma série de lançamentos para concluir a construção da nova estação espacial da China chamada Tiangong até o final de 2022. Anteriormente, a China lançou com sucesso o módulo central Tianhe, dois naves de carga Tianzhou e a nave tripulada Shenzhou-12 para construir a estação espacial.

Com a Estação Espacial Internacional programada para ser aposentada nos próximos anos, a estação espacial da China passará a ser a única na órbita da Terra. A Administração Espacial Nacional da China expressou seu desejo por cooperação internacional e astronautas não chineses estão sendo treinados para futuras missões de estações espaciais.

https://news.cgtn.com/news/2021-10-16/China-s-Shenzhou-13-crew-enters-space-station-14oFV8ew2qc/index.html

Vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=AVVcwLr30F0 

 

FONTE CGTN

Você acabou de ler:

CGTN: estação espacial da China dá as boas-vindas à tripulação da Shenzhou-13 para uma estadia de seis meses

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/cgtn-estacao-espacial-da-china-da-as-boas-vindas-a-tripulacao-da-shenzhou-13-para-uma-estadia-de-seis-meses/