CGTN: o que impulsiona o sucesso da China em 2020

PEQUIM, 6 de janeiro de 2021 /PRNewswire/ -- enfrentando desafios sem precedentes trazidos pela COVID-19 e as complexas mudanças no ambiente externo, o Comitê Central do Partido Comunista da China (PCC), com o Presidente Xi Jinping no centro, levou a China a alcançar um progresso substancial em 2020.

Manter a autoridade do PCC, colocar as pessoas em primeiro lugar e dar plena importância às vantagens institucionais são os fatores-chave que impulsionam o sucesso da China em sua batalha épica contra a pandemia da COVID-19 e a pobreza no ano passado.

"Pessoas em primeiro lugar"

Sob o comando de Xi, o tema constante da guerra da China contra o coronavírus foi "as pessoas em primeiro lugar".

"A segurança e a saúde das pessoas estão sempre em primeiro lugar e, assim, a prevenção e o controle do surto é o trabalho mais importante do país por enquanto", disse Xi em sua reunião com o diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, em janeiro passado.

Leia mais:

Como Xi Jinping conduz a guerra da China contra a COVID-19

Palavras-chave de Xi Jinping sobre a COVID-19: pessoas, resposta e confiança

A guerra de Wuhan contra a COVID-19: como a China mobiliza todo o país para conter o vírus

Cronologia: a luta da China contra a COVID-19 em cinco estágios

Enfatizando que o PCC é a espinha dorsal mais confiável para os chineses em tempos de dificuldade, Xi ordenou o uso dos recursos de todo o país para enfrentar a pandemia, o que também é uma vantagem do sistema socialista da China.

Como resultado, a China emergiu entre os primeiros países a conter o vírus, reabrir a economia com segurança e restaurar o crescimento econômico. O PIB do país deverá superar 100 trilhões de yuans (cerca de $15,38 trilhões) em 2020, com o PIB per capita atingindo $10.000.

Enquanto isso, a China enviou 36 equipes de especialistas médicos para 34 países e ofereceu ajuda a 150 países e 10 organizações internacionais para combater o vírus, ecoando o apelo do Presidente Xi para a construção de uma comunidade de saúde comum para a humanidade.

"A vacina contra a COVID-19 será um bem público global, que será a contribuição da China para garantir sua acessibilidade e custo acessível em países em desenvolvimento", anunciou Xi em maio na abertura da 73ª sessão da Assembleia Mundial da Saúde.

"Ninguém deve ser deixado para trás"

Em 23 de Novembro, a província de Guizhou, sudoeste da China, conseguiu retirar todos os nomes da sua lista de pobreza. Assim, a China erradicou a pobreza absoluta e a pobreza regional.

Em um simpósio sobre a garantia de uma vitória decisiva na redução da pobreza em março, Xi disse que tirar da pobreza todos os residentes rurais que vivem abaixo da linha de pobreza até 2020 é uma promessa solene feita pelo Comitê Central do PCC e deve ser cumprida a tempo.

Xi colocou o centro de combate à pobreza na frente do seu governo e dedicou mais energia na pauta. Durante suas inspeções domésticas no ano passado, Xi foi com frequência à linha de frente para supervisionar os esforços de combate à pobreza.

Leia mais:

Mapeamento das visitas de redução da pobreza de Xi Jinping de 2016 a 2020

Uma história de luta e sucesso: os 832 condados mais pobres da China

"Ninguém deve ser deixado para trás no caminho do socialismo", disse Xi em maio. "Todos devem estar no caminho para uma sociedade moderadamente próspera em todos os aspectos e prosperidade comum."

Artigo original: aqui. 

Vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=xKfMBG6oURM  

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1395666/release_Jan_6.jpg

 

FONTE CGTN

PEQUIM, 6 de janeiro de 2021 /PRNewswire/ -- enfrentando desafios sem precedentes trazidos pela COVID-19 e as complexas mudanças no ambiente externo, o Comitê Central do Partido Comunista da China (PCC), com o Presidente Xi Jinping no centro, levou a China a alcançar um progresso substancial em 2020.

Manter a autoridade do PCC, colocar as pessoas em primeiro lugar e dar plena importância às vantagens institucionais são os fatores-chave que impulsionam o sucesso da China em sua batalha épica contra a pandemia da COVID-19 e a pobreza no ano passado.

"Pessoas em primeiro lugar"

Sob o comando de Xi, o tema constante da guerra da China contra o coronavírus foi "as pessoas em primeiro lugar".

"A segurança e a saúde das pessoas estão sempre em primeiro lugar e, assim, a prevenção e o controle do surto é o trabalho mais importante do país por enquanto", disse Xi em sua reunião com o diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, em janeiro passado.

Leia mais:

Como Xi Jinping conduz a guerra da China contra a COVID-19

Palavras-chave de Xi Jinping sobre a COVID-19: pessoas, resposta e confiança

A guerra de Wuhan contra a COVID-19: como a China mobiliza todo o país para conter o vírus

Cronologia: a luta da China contra a COVID-19 em cinco estágios

Enfatizando que o PCC é a espinha dorsal mais confiável para os chineses em tempos de dificuldade, Xi ordenou o uso dos recursos de todo o país para enfrentar a pandemia, o que também é uma vantagem do sistema socialista da China.

Como resultado, a China emergiu entre os primeiros países a conter o vírus, reabrir a economia com segurança e restaurar o crescimento econômico. O PIB do país deverá superar 100 trilhões de yuans (cerca de $15,38 trilhões) em 2020, com o PIB per capita atingindo $10.000.

Enquanto isso, a China enviou 36 equipes de especialistas médicos para 34 países e ofereceu ajuda a 150 países e 10 organizações internacionais para combater o vírus, ecoando o apelo do Presidente Xi para a construção de uma comunidade de saúde comum para a humanidade.

"A vacina contra a COVID-19 será um bem público global, que será a contribuição da China para garantir sua acessibilidade e custo acessível em países em desenvolvimento", anunciou Xi em maio na abertura da 73ª sessão da Assembleia Mundial da Saúde.

"Ninguém deve ser deixado para trás"

Em 23 de Novembro, a província de Guizhou, sudoeste da China, conseguiu retirar todos os nomes da sua lista de pobreza. Assim, a China erradicou a pobreza absoluta e a pobreza regional.

Em um simpósio sobre a garantia de uma vitória decisiva na redução da pobreza em março, Xi disse que tirar da pobreza todos os residentes rurais que vivem abaixo da linha de pobreza até 2020 é uma promessa solene feita pelo Comitê Central do PCC e deve ser cumprida a tempo.

Xi colocou o centro de combate à pobreza na frente do seu governo e dedicou mais energia na pauta. Durante suas inspeções domésticas no ano passado, Xi foi com frequência à linha de frente para supervisionar os esforços de combate à pobreza.

Leia mais:

Mapeamento das visitas de redução da pobreza de Xi Jinping de 2016 a 2020

Uma história de luta e sucesso: os 832 condados mais pobres da China

"Ninguém deve ser deixado para trás no caminho do socialismo", disse Xi em maio. "Todos devem estar no caminho para uma sociedade moderadamente próspera em todos os aspectos e prosperidade comum."

Artigo original: aqui. 

Vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=xKfMBG6oURM  

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1395666/release_Jan_6.jpg

 

FONTE CGTN

Você acabou de ler:

CGTN: o que impulsiona o sucesso da China em 2020

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/cgtn-o-que-impulsiona-o-sucesso-da-china-em-2020/