CGTN: por que a filosofia de desenvolvimento da China pode ajudar a promover a prosperidade global

PEQUIM, 27 de junho de 2022 /PRNewswire/ -- À medida que o mundo enfrenta desafios difíceis, incluindo a pandemia da COVID-19, conflitos regionais e reação à globalização, a comunidade internacional está se esforçando para manter o desenvolvimento enquanto enfrenta déficits na paz e governança globais.

"Esta é uma era repleta de desafios, mas também é um período cheio de esperança", destacou o presidente chinês, Xi Jinping, ao sediar o Diálogo de Alto Nível para o Desenvolvimento Global na sexta-feira em formato virtual.

Xi observou que alguns países politizaram e marginalizaram a questão do desenvolvimento, construindo "um pequeno pátio com cercas altas", e impondo sanções máximas e incentivando a divisão e o confronto.

E exortou a comunidade internacional a reconhecer a tendência predominante do mundo, firmar a confiança e agir em uníssono e com grande motivação para promover o desenvolvimento global e promover um paradigma de desenvolvimento com benefícios para todos, equilíbrio, coordenação, inclusão, cooperação com benefícios para todas as partes envolvidas e prosperidade comum.

Concretizando o sonho das pessoas por uma vida melhor

Ao discursar no evento, Xi recontou a história e sua experiência como agricultor no planalto Loess no final dos anos 1960.

Ele disse que depois de visitar cidades, vilas e vilarejos em toda a China e muitos países do mundo ao longo dos anos, ele teve uma impressão profunda de que, somente por meio do desenvolvimento contínuo, o sonho das pessoas por uma vida melhor e estabilidade social pode ser realizado.

Ao enfatizar a inserção do desenvolvimento no centro da agenda internacional, Xi pediu a implementação da Agenda 2030 da ONU para o Desenvolvimento Sustentável e a construção de um consenso político de que o desenvolvimento seja valorizado por todas as pessoas e a cooperação buscada em conjunto por todos os países.

Buscar o desenvolvimento comum

Sob a orientação de Xi, a China está comprometida em construir um mundo de prosperidade comum. Na sexta-feira, Xi fez quatro propostas para promover o desenvolvimento comum.

Ele fez um apelo para a construção conjunta de consenso internacional sobre a promoção do desenvolvimento. "Somente quando as pessoas em todo o mundo viverem melhor, a prosperidade pode ser sustentada, protegida e os direitos humanos solidamente fundamentados."

De acordo com ele, a comunidade internacional deve trabalhar em conjunto para criar um ambiente internacional favorável ao desenvolvimento caracterizado pela economia mundial aberta e um sistema de governança global justo e equitativo.

Movimentos protecionistas serão como um bumerangue; qualquer um que tente formar blocos exclusivos acabará se isolando, observou Xi, acrescentando que as sanções máximas não atendem ao interesse de ninguém, e as práticas de dissociação e interrupção do fornecimento não são viáveis nem sustentáveis.

O presidente chinês também destacou a necessidade de promover novos impulsionadores para o desenvolvimento, declarando que devem ser feitos esforços para intensificar a inovação científica e tecnológica, bem como a inovação institucional, promover indústrias modernas, preencher a lacuna digital e acelerar a transição de baixo carbono.

Em termos de desenvolvimento, nenhum país ou indivíduo deve ser deixado para trás, ressaltou Xi, conclamando a formação de uma parceria de desenvolvimento global.

Segundo Xi, "os países desenvolvidos devem cumprir suas obrigações, os países em desenvolvimento devem aprofundar a cooperação e o Sul e o Norte devem se unir na metade do caminho".

Promessa sólida da China

Tendo em mente o bem-estar de toda a humanidade, Xi propôs a Iniciativa de Desenvolvimento Global (GDI) no Debate Geral da 76ª Assembleia Geral das Nações Unidas em setembro de 2021, para orientar o desenvolvimento global para uma nova etapa de crescimento equilibrado, coordenado e inclusivo, que foi calorosamente recebido e fortemente apoiado por mais de 100 países.

Na sexta-feira, Xi anunciou as etapas pragmáticas adicionais da China para dar suporte contínuo à Agenda de 2030 para o desenvolvimento sustentável e promover a prosperidade global.

Segundo ele, a China atualizará o fundo de assistência em cooperação Sul-Sul para um Fundo Global para o Desenvolvimento e a Cooperação Sul-Sul, adicionando US$ 1 bilhão ao fundo além dos US$ 3 bilhões já comprometidos, bem como aumentará a contribuição para o Fundo Fiduciário da ONU para a Paz e o Desenvolvimento.

A China está disposta a trabalhar com todos os lados para promover a cooperação na redução e erradicação da pobreza, produção e fornecimento de alimentos, desenvolvimento verde, inovação, pesquisa e desenvolvimento de vacinas, bem como para melhorar a industrialização e a conectividade, observou Xi.

De acordo com o presidente chinês, o país criará uma plataforma para compartilhamento de experiências e conhecimento sobre o desenvolvimento internacional, um centro de promoção de desenvolvimento global e uma rede de conhecimento global para o desenvolvimento, com o objetivo de trocar a experiência de governança e favorecer o aprendizado mútuo.

"Realizaremos um fórum global sobre o desenvolvimento da juventude e participaremos do lançamento de um plano de ação global sobre o desenvolvimento da juventude, em uma tentativa de reunir o máximo de força possível para a implementação da Agenda de 2030 para o desenvolvimento sustentável", declarou Xi.

https://news.cgtn.com/news/2022-06-24/Xi-Jinping-hosts-High-level-Dialogue-on-Global-Development-1b84KzgwYko/index.html

Vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=C52LtPJmMe4 

 

 

 

FONTE CGTN

PEQUIM, 27 de junho de 2022 /PRNewswire/ -- À medida que o mundo enfrenta desafios difíceis, incluindo a pandemia da COVID-19, conflitos regionais e reação à globalização, a comunidade internacional está se esforçando para manter o desenvolvimento enquanto enfrenta déficits na paz e governança globais.

"Esta é uma era repleta de desafios, mas também é um período cheio de esperança", destacou o presidente chinês, Xi Jinping, ao sediar o Diálogo de Alto Nível para o Desenvolvimento Global na sexta-feira em formato virtual.

Xi observou que alguns países politizaram e marginalizaram a questão do desenvolvimento, construindo "um pequeno pátio com cercas altas", e impondo sanções máximas e incentivando a divisão e o confronto.

E exortou a comunidade internacional a reconhecer a tendência predominante do mundo, firmar a confiança e agir em uníssono e com grande motivação para promover o desenvolvimento global e promover um paradigma de desenvolvimento com benefícios para todos, equilíbrio, coordenação, inclusão, cooperação com benefícios para todas as partes envolvidas e prosperidade comum.

Concretizando o sonho das pessoas por uma vida melhor

Ao discursar no evento, Xi recontou a história e sua experiência como agricultor no planalto Loess no final dos anos 1960.

Ele disse que depois de visitar cidades, vilas e vilarejos em toda a China e muitos países do mundo ao longo dos anos, ele teve uma impressão profunda de que, somente por meio do desenvolvimento contínuo, o sonho das pessoas por uma vida melhor e estabilidade social pode ser realizado.

Ao enfatizar a inserção do desenvolvimento no centro da agenda internacional, Xi pediu a implementação da Agenda 2030 da ONU para o Desenvolvimento Sustentável e a construção de um consenso político de que o desenvolvimento seja valorizado por todas as pessoas e a cooperação buscada em conjunto por todos os países.

Buscar o desenvolvimento comum

Sob a orientação de Xi, a China está comprometida em construir um mundo de prosperidade comum. Na sexta-feira, Xi fez quatro propostas para promover o desenvolvimento comum.

Ele fez um apelo para a construção conjunta de consenso internacional sobre a promoção do desenvolvimento. "Somente quando as pessoas em todo o mundo viverem melhor, a prosperidade pode ser sustentada, protegida e os direitos humanos solidamente fundamentados."

De acordo com ele, a comunidade internacional deve trabalhar em conjunto para criar um ambiente internacional favorável ao desenvolvimento caracterizado pela economia mundial aberta e um sistema de governança global justo e equitativo.

Movimentos protecionistas serão como um bumerangue; qualquer um que tente formar blocos exclusivos acabará se isolando, observou Xi, acrescentando que as sanções máximas não atendem ao interesse de ninguém, e as práticas de dissociação e interrupção do fornecimento não são viáveis nem sustentáveis.

O presidente chinês também destacou a necessidade de promover novos impulsionadores para o desenvolvimento, declarando que devem ser feitos esforços para intensificar a inovação científica e tecnológica, bem como a inovação institucional, promover indústrias modernas, preencher a lacuna digital e acelerar a transição de baixo carbono.

Em termos de desenvolvimento, nenhum país ou indivíduo deve ser deixado para trás, ressaltou Xi, conclamando a formação de uma parceria de desenvolvimento global.

Segundo Xi, "os países desenvolvidos devem cumprir suas obrigações, os países em desenvolvimento devem aprofundar a cooperação e o Sul e o Norte devem se unir na metade do caminho".

Promessa sólida da China

Tendo em mente o bem-estar de toda a humanidade, Xi propôs a Iniciativa de Desenvolvimento Global (GDI) no Debate Geral da 76ª Assembleia Geral das Nações Unidas em setembro de 2021, para orientar o desenvolvimento global para uma nova etapa de crescimento equilibrado, coordenado e inclusivo, que foi calorosamente recebido e fortemente apoiado por mais de 100 países.

Na sexta-feira, Xi anunciou as etapas pragmáticas adicionais da China para dar suporte contínuo à Agenda de 2030 para o desenvolvimento sustentável e promover a prosperidade global.

Segundo ele, a China atualizará o fundo de assistência em cooperação Sul-Sul para um Fundo Global para o Desenvolvimento e a Cooperação Sul-Sul, adicionando US$ 1 bilhão ao fundo além dos US$ 3 bilhões já comprometidos, bem como aumentará a contribuição para o Fundo Fiduciário da ONU para a Paz e o Desenvolvimento.

A China está disposta a trabalhar com todos os lados para promover a cooperação na redução e erradicação da pobreza, produção e fornecimento de alimentos, desenvolvimento verde, inovação, pesquisa e desenvolvimento de vacinas, bem como para melhorar a industrialização e a conectividade, observou Xi.

De acordo com o presidente chinês, o país criará uma plataforma para compartilhamento de experiências e conhecimento sobre o desenvolvimento internacional, um centro de promoção de desenvolvimento global e uma rede de conhecimento global para o desenvolvimento, com o objetivo de trocar a experiência de governança e favorecer o aprendizado mútuo.

"Realizaremos um fórum global sobre o desenvolvimento da juventude e participaremos do lançamento de um plano de ação global sobre o desenvolvimento da juventude, em uma tentativa de reunir o máximo de força possível para a implementação da Agenda de 2030 para o desenvolvimento sustentável", declarou Xi.

https://news.cgtn.com/news/2022-06-24/Xi-Jinping-hosts-High-level-Dialogue-on-Global-Development-1b84KzgwYko/index.html

Vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=C52LtPJmMe4 

 

 

 

FONTE CGTN

Você acabou de ler:

CGTN: por que a filosofia de desenvolvimento da China pode ajudar a promover a prosperidade global

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/cgtn-por-que-a-filosofia-de-desenvolvimento-da-china-pode-ajudar-a-promover-a-prosperidade-global/