Clientes da Huawei reconhecidos por suas realizações em cidade inteligente no Congresso Mundial e Exposição de Cidades Inteligentes de 2018

BARCELONA, Espanha, 15 de novembro de 2018 /PRNewswire/ -- A Huawei e três de seus clientes de cidade inteligente ganharam ou foram indicados para prêmios conceituados no Congresso Mundial e Exposição de Cidades Inteligentes (SCEWC – Smart City Expo World Congress) de 2018, em reconhecimento a suas inovações conjuntas e realizações excepcionais, que resultaram na melhora das condições de vida da população, aperfeiçoamento da eficiência administrativa e promoção do desenvolvimento econômico. A cidade de Gaoqing na China ganhou o Prêmio Transformação Digital por seu projeto de Cidade Inteligente. Rustemburgo, na África do Sul, ganhou o prêmio finalista pelo projeto Governança e Finanças, enquanto Qingdao, na China, ganhou o prêmio finalista pelo projeto Ideia de Inovação, por seu projeto agrícola de melhora do plantio de arroz. Esses prêmios prestigiosos refletem o reconhecimento do setor das tecnologias, soluções inovadoras e resultados de implementação importantes da Huawei no desenvolvimento da cidade inteligente.

De acordo com o Banco Mundial, as populações urbanas de hoje constituem 55% da população mundial, mas essa proporção deve subir para dois terços até a metade deste século. Cidades em países desenvolvidos e em desenvolvimento enfrentam um desafio comum: como usar tecnologias digitais para atender as demandas dos cidadãos por melhores ambientes de qualidade de vida, de maneira mais eficiente e dinâmica, e criar ambientes comerciais mais eficientes. A missão do SCEWC é "empoderar as cidades e coletivizar inovações urbanas em todo o mundo" e a Premiação Mundial da Cidade Inteligente busca reconhecer as iniciativas e projetos mais destacados.

O presidente do Departamento de Marketing e Soluções do Setor do Huawei Enterprise Business Group, Yu Dong, disse: "A Huawei acredita que o principal impulsionador do desenvolvimento da cidade inteligente é oferecer mais benefícios e maior eficiência aos cidadãos e empresas. A Huawei considera que uma cidade é um ser orgânico e se esforça para desenvolver o sistema nervoso municipal, o que irá habilitar a cidade a perceber, pensar, aprender por si mesma e crescer. Consolidamos os principais elementos requeridos para o desenvolvimento da cidade inteligente, a fim de desenvolver nossa plataforma digital, que pode agregar os diversos recursos da cidade e conectar todas as instalações e aplicações municipais, para tornar eficiente o uso dos dados disponíveis. Recursos de inteligência artificial (IA) foram adicionados à plataforma digital da Huawei, após o anúncio de nossa solução de IA completa (full-stack), para todos os cenários, e isso irá acelerar substancialmente a inovação para o desenvolvimento da cidade inteligente. Congratulamos Gaoqing e Qingdao na China e Rustemburgo na África do Sul por suas realizações na construção da cidade inteligente. A construção de cidades inteligentes globais sinaliza o advento de uma era baseada em plataforma. A Huawei continuará a desenvolver plataformas digitais, para ajudar mais cidades inteligentes a conseguir digitalização real".

Gaoqing, na China, ganha o Prêmio Transformação Digital pela criação de um modelo reproduzível de cidades inteligentes de pequeno e médio porte

Como a primeira cidade inteligente completa em nível de condado na China, Gaoqing serve de modelo para cidades de pequeno e médio porte. Gaoqing alavanca a plataforma digital da Huawei para conseguir a administração mais inteligente da cidade, desenvolvimento da indústria e múltiplos benefícios para os cidadãos. Com base em uma rede abrangente de informações da cidade, apoiada por uma rede eLTE de cobertura total exclusiva do governo, a solução integra recursos da cidade de big data, sistema de informação geográfica (GIS – geographic information system), nuvem de vídeo, comando, despacho e computação em nuvem. Além disso, mais de 30 aplicações inteligentes foram implementadas para melhorar áreas como governança da cidade, transformação empresarial, fabricação segura e proteção ambiental. Essa solução ajuda Gaoqing acelerar a transformação digital e o desenvolvimento sustentável, bem como melhorar o padrão de vida de mais de 400.000 cidadãos. A iniciativa da cidade inteligente possibilita a Gaoqing atingir governança moderna da cidade, melhorar os serviços governamentais para beneficiar seus cidadãos e promover a economia digital através do uso do setor inteligente. Até hoje, Gaoqing trabalhou com a Huawei e mais de 20 outros parceiros para estabelecer a Aliança Setorial de Pequenas e Médias Cidades Inteligentes da China, promovendo a aplicação de sua solução de governança da cidade em condados vizinhos e outras cidades.

Rustemburgo, na África do Sul, é finalista do Prêmio Governança e Finanças por desenvolver um ecossistema digital mais inteligente e mais seguro

Durante a última década, a população de Rustemburgo aumentou em 400%, causando dificuldades relativas à previdência social e desenvolvimento econômico. Com o uso de infraestrutural inteligente, o projeto de cidade inteligente de Rustemburgo fornece dados e outros indicadores essenciais em tempo real, usando tecnologias tais como analítica de big data e internet das coisas (IoT) para tomar decisões orientadas por dados para o desenvolvimento sustentável da cidade. Aplicações essenciais como plataforma de pagamento integrada, iluminação pública inteligente, estacionamento inteligente e sistema de transporte inteligente foram implementadas para melhorar a administração dos serviços públicos e o uso de instalações municipais. Em consequência, o consumo de energia no município caiu 50% e o uso de transporte público aumentou. Maior conectividade e produtividade da cidade elevou o padrão de vida de mais de 600.000 cidadãos. Em termos de segurança pública, a polícia usa agora comunicações, monitoramento e análise de dados de vídeo avançados, com sistemas de identificação para reduzir tempos de resposta, o que diminuiu o índice de criminalidade em mais de 50% e tornou a cidade mais segura. Na transformação digital de Rustemburgo, a Internet gratuita foi implementada em áreas afetadas pela pobreza e mais de 1.500 empregos foram criados. Além disso, o projeto de cidade inteligente de Rustemburgo levou à criação de múltiplas aplicações para a cidade e aplicações empresariais, bem como à formação de uma plataforma abrangente de empreendedorismo, conectando cidadãos, governo e empresas de pequeno e médio porte. A cidade permanece comprometida com o desenvolvimento de uma economia digital e um ecossistema inovador.

Qingdao, na China, foi finalista do Prêmio Ideia de Inovação por seu projeto agrícola de melhora do plantio de arroz, que revitalizou terras não cultivadas

O acadêmico Yuan Longping liderou o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Arroz Tolerante à Salinidade e Alcalinidade de Qingdao, para desenvolver um tipo de arroz salino-alcalino. Esse tipo de arroz rende o máximo de 620 kg por mǔ (área equivalente a cerca de 666,66m2) na China e 500 kg por mǔ em áreas desertas de Dubai. A realização é duplamente atribuída à invenção científica e ao sistema Element IoT da Huawei. No sistema de IoT, sensores de superfície e do subsolo coletam vários tipos de dados, tais como dados de iluminação, umidade, salinidade e alcalinidade, que são enviados para o Centro de Big Data na Nuvem da Huawei através de redes eLTE. Os sistemas de IA e especialistas analisam então esses dados e providenciam pulverização dirigida de pesticidas, fertilizantes e soluções de controle de insetos, para melhorar o desempenho e a produção de arroz salino-alcalino. Isso levou à redução de 30% no consumo de água, redução de 40% no consumo de fertilizantes e aumento de 20% em benefícios econômicos. A transformação de 100 milhões de mǔ de terras salinas-alcalinas pode render 30 bilhões de quilos de arroz e alimentar 80 milhões de pessoas. Essa inovação científica e tecnológica deverá beneficiar pessoas em todo o mundo. Além disso, o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Arroz Tolerante à Salinidade e Alcalinidade de Qingdao, liderado pela Huawei e por Yuan, estabeleceu o Centro Global de Inovação Conjunta de IoT Agrícola, para desenvolver uma "Plataforma Agrícola de Solo Fértil" para o setor agrícola global, que tem o objetivo de acelerar o desenvolvimento da agricultura inteligente 4.0 com suporte de tecnologias de IoT, big data, conectividade móvel e computação em nuvem.

A solução de cidade inteligente da Huawei já serviu mais de 160 cidades, em mais de 40 países. O Congresso Mundial e Exposição de Cidades Inteligentes (SCEWC) de 2018 é realizado em Barcelona, Espanha, de 13 a 15 de novembro. O estande da Huawei fica na seção B200 do salão de exposição da Gran Via 2 (salão 2). Para obter mais informações sobre a solução de cidade inteligente da Huawei e melhores práticas, visite http://e.huawei.com/topic/smartcity2018/en/index.html.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/785240/Huawei.jpg

FONTE Huawei

BARCELONA, Espanha, 15 de novembro de 2018 /PRNewswire/ -- A Huawei e três de seus clientes de cidade inteligente ganharam ou foram indicados para prêmios conceituados no Congresso Mundial e Exposição de Cidades Inteligentes (SCEWC – Smart City Expo World Congress) de 2018, em reconhecimento a suas inovações conjuntas e realizações excepcionais, que resultaram na melhora das condições de vida da população, aperfeiçoamento da eficiência administrativa e promoção do desenvolvimento econômico. A cidade de Gaoqing na China ganhou o Prêmio Transformação Digital por seu projeto de Cidade Inteligente. Rustemburgo, na África do Sul, ganhou o prêmio finalista pelo projeto Governança e Finanças, enquanto Qingdao, na China, ganhou o prêmio finalista pelo projeto Ideia de Inovação, por seu projeto agrícola de melhora do plantio de arroz. Esses prêmios prestigiosos refletem o reconhecimento do setor das tecnologias, soluções inovadoras e resultados de implementação importantes da Huawei no desenvolvimento da cidade inteligente.

De acordo com o Banco Mundial, as populações urbanas de hoje constituem 55% da população mundial, mas essa proporção deve subir para dois terços até a metade deste século. Cidades em países desenvolvidos e em desenvolvimento enfrentam um desafio comum: como usar tecnologias digitais para atender as demandas dos cidadãos por melhores ambientes de qualidade de vida, de maneira mais eficiente e dinâmica, e criar ambientes comerciais mais eficientes. A missão do SCEWC é "empoderar as cidades e coletivizar inovações urbanas em todo o mundo" e a Premiação Mundial da Cidade Inteligente busca reconhecer as iniciativas e projetos mais destacados.

O presidente do Departamento de Marketing e Soluções do Setor do Huawei Enterprise Business Group, Yu Dong, disse: "A Huawei acredita que o principal impulsionador do desenvolvimento da cidade inteligente é oferecer mais benefícios e maior eficiência aos cidadãos e empresas. A Huawei considera que uma cidade é um ser orgânico e se esforça para desenvolver o sistema nervoso municipal, o que irá habilitar a cidade a perceber, pensar, aprender por si mesma e crescer. Consolidamos os principais elementos requeridos para o desenvolvimento da cidade inteligente, a fim de desenvolver nossa plataforma digital, que pode agregar os diversos recursos da cidade e conectar todas as instalações e aplicações municipais, para tornar eficiente o uso dos dados disponíveis. Recursos de inteligência artificial (IA) foram adicionados à plataforma digital da Huawei, após o anúncio de nossa solução de IA completa (full-stack), para todos os cenários, e isso irá acelerar substancialmente a inovação para o desenvolvimento da cidade inteligente. Congratulamos Gaoqing e Qingdao na China e Rustemburgo na África do Sul por suas realizações na construção da cidade inteligente. A construção de cidades inteligentes globais sinaliza o advento de uma era baseada em plataforma. A Huawei continuará a desenvolver plataformas digitais, para ajudar mais cidades inteligentes a conseguir digitalização real".

Gaoqing, na China, ganha o Prêmio Transformação Digital pela criação de um modelo reproduzível de cidades inteligentes de pequeno e médio porte

Como a primeira cidade inteligente completa em nível de condado na China, Gaoqing serve de modelo para cidades de pequeno e médio porte. Gaoqing alavanca a plataforma digital da Huawei para conseguir a administração mais inteligente da cidade, desenvolvimento da indústria e múltiplos benefícios para os cidadãos. Com base em uma rede abrangente de informações da cidade, apoiada por uma rede eLTE de cobertura total exclusiva do governo, a solução integra recursos da cidade de big data, sistema de informação geográfica (GIS – geographic information system), nuvem de vídeo, comando, despacho e computação em nuvem. Além disso, mais de 30 aplicações inteligentes foram implementadas para melhorar áreas como governança da cidade, transformação empresarial, fabricação segura e proteção ambiental. Essa solução ajuda Gaoqing acelerar a transformação digital e o desenvolvimento sustentável, bem como melhorar o padrão de vida de mais de 400.000 cidadãos. A iniciativa da cidade inteligente possibilita a Gaoqing atingir governança moderna da cidade, melhorar os serviços governamentais para beneficiar seus cidadãos e promover a economia digital através do uso do setor inteligente. Até hoje, Gaoqing trabalhou com a Huawei e mais de 20 outros parceiros para estabelecer a Aliança Setorial de Pequenas e Médias Cidades Inteligentes da China, promovendo a aplicação de sua solução de governança da cidade em condados vizinhos e outras cidades.

Rustemburgo, na África do Sul, é finalista do Prêmio Governança e Finanças por desenvolver um ecossistema digital mais inteligente e mais seguro

Durante a última década, a população de Rustemburgo aumentou em 400%, causando dificuldades relativas à previdência social e desenvolvimento econômico. Com o uso de infraestrutural inteligente, o projeto de cidade inteligente de Rustemburgo fornece dados e outros indicadores essenciais em tempo real, usando tecnologias tais como analítica de big data e internet das coisas (IoT) para tomar decisões orientadas por dados para o desenvolvimento sustentável da cidade. Aplicações essenciais como plataforma de pagamento integrada, iluminação pública inteligente, estacionamento inteligente e sistema de transporte inteligente foram implementadas para melhorar a administração dos serviços públicos e o uso de instalações municipais. Em consequência, o consumo de energia no município caiu 50% e o uso de transporte público aumentou. Maior conectividade e produtividade da cidade elevou o padrão de vida de mais de 600.000 cidadãos. Em termos de segurança pública, a polícia usa agora comunicações, monitoramento e análise de dados de vídeo avançados, com sistemas de identificação para reduzir tempos de resposta, o que diminuiu o índice de criminalidade em mais de 50% e tornou a cidade mais segura. Na transformação digital de Rustemburgo, a Internet gratuita foi implementada em áreas afetadas pela pobreza e mais de 1.500 empregos foram criados. Além disso, o projeto de cidade inteligente de Rustemburgo levou à criação de múltiplas aplicações para a cidade e aplicações empresariais, bem como à formação de uma plataforma abrangente de empreendedorismo, conectando cidadãos, governo e empresas de pequeno e médio porte. A cidade permanece comprometida com o desenvolvimento de uma economia digital e um ecossistema inovador.

Qingdao, na China, foi finalista do Prêmio Ideia de Inovação por seu projeto agrícola de melhora do plantio de arroz, que revitalizou terras não cultivadas

O acadêmico Yuan Longping liderou o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Arroz Tolerante à Salinidade e Alcalinidade de Qingdao, para desenvolver um tipo de arroz salino-alcalino. Esse tipo de arroz rende o máximo de 620 kg por mǔ (área equivalente a cerca de 666,66m2) na China e 500 kg por mǔ em áreas desertas de Dubai. A realização é duplamente atribuída à invenção científica e ao sistema Element IoT da Huawei. No sistema de IoT, sensores de superfície e do subsolo coletam vários tipos de dados, tais como dados de iluminação, umidade, salinidade e alcalinidade, que são enviados para o Centro de Big Data na Nuvem da Huawei através de redes eLTE. Os sistemas de IA e especialistas analisam então esses dados e providenciam pulverização dirigida de pesticidas, fertilizantes e soluções de controle de insetos, para melhorar o desempenho e a produção de arroz salino-alcalino. Isso levou à redução de 30% no consumo de água, redução de 40% no consumo de fertilizantes e aumento de 20% em benefícios econômicos. A transformação de 100 milhões de mǔ de terras salinas-alcalinas pode render 30 bilhões de quilos de arroz e alimentar 80 milhões de pessoas. Essa inovação científica e tecnológica deverá beneficiar pessoas em todo o mundo. Além disso, o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Arroz Tolerante à Salinidade e Alcalinidade de Qingdao, liderado pela Huawei e por Yuan, estabeleceu o Centro Global de Inovação Conjunta de IoT Agrícola, para desenvolver uma "Plataforma Agrícola de Solo Fértil" para o setor agrícola global, que tem o objetivo de acelerar o desenvolvimento da agricultura inteligente 4.0 com suporte de tecnologias de IoT, big data, conectividade móvel e computação em nuvem.

A solução de cidade inteligente da Huawei já serviu mais de 160 cidades, em mais de 40 países. O Congresso Mundial e Exposição de Cidades Inteligentes (SCEWC) de 2018 é realizado em Barcelona, Espanha, de 13 a 15 de novembro. O estande da Huawei fica na seção B200 do salão de exposição da Gran Via 2 (salão 2). Para obter mais informações sobre a solução de cidade inteligente da Huawei e melhores práticas, visite http://e.huawei.com/topic/smartcity2018/en/index.html.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/785240/Huawei.jpg

FONTE Huawei

Você acabou de ler:

Clientes da Huawei reconhecidos por suas realizações em cidade inteligente no Congresso Mundial e Exposição de Cidades Inteligentes de 2018

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/clientes-da-huawei-reconhecidos-por-suas-realizacoes-em-cidade-inteligente-no-congresso-mundial-e-exposicao-de-cidades-inteligentes-de-2018/