Contagem regressiva para a Grande Final do S.Pellegrino Young Chef 2020: foram anunciados 12 finalistas e alguns destaques das competições regionais deste ano

MILÃO, 17 de dezembro de 2019 /PRNewswire/ -- A S.Pellegrino anunciou os finalistas da sua busca global de talentos da gastronomia, a competição S.Pellegrino Young Chef 2020. Lançada em 2015, a iniciativa tem como objetivo estimular o futuro da gastronomia, promovendo a próxima geração de grandes chefs de cozinha.  

Para visualizar o comunicado para a imprensa em multimídia clique:

https://www.multivu.com/players/uk/8662151-s-pellegrino-young-chef-2020/

Este ano, 134 concorrentes de todo o mundo – com idades entre 18 e 30 anos – participaram de 12 finais regionais, que selecionaram apenas 12 chefs, os quais competirão na final em maio de 2020. Clique aqui para conhecer os finalistas https://www.sanpellegrinoyoungchef.com/en/finalists

A S.Pellegrino acredita que aqueles na vanguarda da gastronomia são os pioneiros em seu uso como um dispositivo para impacto e mudança social, e isso foi demonstrado pelos jovens chefs durante toda a competição. Por exemplo, na Alemanha, o vencedor da competição da Europa Central, Levente Koppany criou um prato autoral sobre o qual contou uma emocionante história de respeito à natureza e de ação para preservar o meio ambiente. Da mesma forma, em Moscou, o vencedor da região Euro-Ásia, Vitalii Savelev, comentou que ele acredita que um chef pode causar um impacto que vai além de cozinhar um bom prato.

Além das cobiçadas classificações para as finais, foram apresentados ainda o Prêmio Acqua Panna para Conexão na Gastronomia (Acqua Panna Award for Connection in Gastronomy), votado por todos os mentores que acompanharam os jovens participantes durante a competição, e o Prêmio Alimentos para Reflexão do Fine Dining Lovers (Fine Dining Lovers Food for Thought Award), o qual foi votado pela comunidade on-line da revista Fine Dining Lovers de todo o mundo.

Por fim, um terceiro prêmio foi introduzido este ano: o Prêmio de Responsabilidade Social S.Pellegrino (S.Pellegrino Award for Social Responsibility), votado pela Food Made Good, uma voz internacionalmente reconhecida sobre a sustentabilidade nos alimentos. O prêmio foi designado para os pratos que representam o princípio de que a comida é melhor quando é o resultado de práticas sustentáveis. Premiando aqueles com novas abordagens de sustentabilidade, os juízes do prêmio de responsabilidade social consideraram o impacto de cada prato em termos de mudança climática, biodiversidade, desperdício de alimentos, uso de recursos, nutrição, colaboração, defesa e inovação.  

A origem foi um forte tópico de sustentabilidade, com um quarto de todos os chefs destacando a importância de usar ingredientes locais. A segunda questão mais mencionada foi o desperdício de alimentos, enfatizando a conscientização dos chefs em minimizar o descarte e fazer uso integral dos ingredientes.

Uma realização positiva em relação à diversidade da iniciativa completa os destaques das Competições Regionais de 2019. No início desta edição, a S.Pellegrino assumiu um compromisso de aumentar o equilíbrio de gêneros na competição, já que reconhece que a gastronomia pode ser um ambiente desafiador, algumas vezes desprovido de diversidade. Por essa razão, pelos menos três chefs mulheres foram apresentadas em cada Final Regional. E o júri, pela primeira vez, apresentou uma divisão igual - 50% de jurados e 50% de juradas - durante toda a competição. Além disso, em mais da metade das regiões, o número de juradas foi maior do que o número de jurados.

Outros anúncios serão feitos em relação aos chefs eruditos que farão parte do Júri Global de 2020, assim como mais detalhes sobre a esperada Grande Final de 2020.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1055574/S_Pellegrino.jpg

Logo - https://mma.prnewswire.com/media/899183/SPellegrino_Young_Chef_2020_Logo.jpg

 

 

 

FONTE S.Pellegrino

MILÃO, 17 de dezembro de 2019 /PRNewswire/ -- A S.Pellegrino anunciou os finalistas da sua busca global de talentos da gastronomia, a competição S.Pellegrino Young Chef 2020. Lançada em 2015, a iniciativa tem como objetivo estimular o futuro da gastronomia, promovendo a próxima geração de grandes chefs de cozinha.  

Para visualizar o comunicado para a imprensa em multimídia clique:

https://www.multivu.com/players/uk/8662151-s-pellegrino-young-chef-2020/

Este ano, 134 concorrentes de todo o mundo – com idades entre 18 e 30 anos – participaram de 12 finais regionais, que selecionaram apenas 12 chefs, os quais competirão na final em maio de 2020. Clique aqui para conhecer os finalistas https://www.sanpellegrinoyoungchef.com/en/finalists

A S.Pellegrino acredita que aqueles na vanguarda da gastronomia são os pioneiros em seu uso como um dispositivo para impacto e mudança social, e isso foi demonstrado pelos jovens chefs durante toda a competição. Por exemplo, na Alemanha, o vencedor da competição da Europa Central, Levente Koppany criou um prato autoral sobre o qual contou uma emocionante história de respeito à natureza e de ação para preservar o meio ambiente. Da mesma forma, em Moscou, o vencedor da região Euro-Ásia, Vitalii Savelev, comentou que ele acredita que um chef pode causar um impacto que vai além de cozinhar um bom prato.

Além das cobiçadas classificações para as finais, foram apresentados ainda o Prêmio Acqua Panna para Conexão na Gastronomia (Acqua Panna Award for Connection in Gastronomy), votado por todos os mentores que acompanharam os jovens participantes durante a competição, e o Prêmio Alimentos para Reflexão do Fine Dining Lovers (Fine Dining Lovers Food for Thought Award), o qual foi votado pela comunidade on-line da revista Fine Dining Lovers de todo o mundo.

Por fim, um terceiro prêmio foi introduzido este ano: o Prêmio de Responsabilidade Social S.Pellegrino (S.Pellegrino Award for Social Responsibility), votado pela Food Made Good, uma voz internacionalmente reconhecida sobre a sustentabilidade nos alimentos. O prêmio foi designado para os pratos que representam o princípio de que a comida é melhor quando é o resultado de práticas sustentáveis. Premiando aqueles com novas abordagens de sustentabilidade, os juízes do prêmio de responsabilidade social consideraram o impacto de cada prato em termos de mudança climática, biodiversidade, desperdício de alimentos, uso de recursos, nutrição, colaboração, defesa e inovação.  

A origem foi um forte tópico de sustentabilidade, com um quarto de todos os chefs destacando a importância de usar ingredientes locais. A segunda questão mais mencionada foi o desperdício de alimentos, enfatizando a conscientização dos chefs em minimizar o descarte e fazer uso integral dos ingredientes.

Uma realização positiva em relação à diversidade da iniciativa completa os destaques das Competições Regionais de 2019. No início desta edição, a S.Pellegrino assumiu um compromisso de aumentar o equilíbrio de gêneros na competição, já que reconhece que a gastronomia pode ser um ambiente desafiador, algumas vezes desprovido de diversidade. Por essa razão, pelos menos três chefs mulheres foram apresentadas em cada Final Regional. E o júri, pela primeira vez, apresentou uma divisão igual - 50% de jurados e 50% de juradas - durante toda a competição. Além disso, em mais da metade das regiões, o número de juradas foi maior do que o número de jurados.

Outros anúncios serão feitos em relação aos chefs eruditos que farão parte do Júri Global de 2020, assim como mais detalhes sobre a esperada Grande Final de 2020.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1055574/S_Pellegrino.jpg

Logo - https://mma.prnewswire.com/media/899183/SPellegrino_Young_Chef_2020_Logo.jpg

 

 

 

FONTE S.Pellegrino

Você acabou de ler:

Contagem regressiva para a Grande Final do S.Pellegrino Young Chef 2020: foram anunciados 12 finalistas e alguns destaques das competições regionais deste ano

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/contagem-regressiva-para-a-grande-final-do-s-pellegrino-young-chef-2020-foram-anunciados-12-finalistas-e-alguns-destaques-das-competicoes-regionais-deste-ano/