Cuidados no salão: evite micose ao fazer as unhas

Com os comércios abertos, idas aos salões de beleza se tornam mais frequentes e a preocupação com a higienização de materiais utilizados em manicures e pedicures deve ser ainda maior

SÃO PAULO, 28 de setembro de 2021 /PRNewswire/ -- Com o fim das medidas de restrição de horários e público para funcionamento de comércios em São Paulo, bares, restaurantes, salões de beleza e outros estabelecimentos tendem a ficar cada vez mais movimentados. E, quando se trata das idas à salões de beleza, além da cautela por conta da Covid-19, é necessário o cuidado com os utensílios utilizados no momento de fazer as unhas. A médica especialista em dermatologia, Dra. Flavia Villela (CRM – SP 150947), explica o porquê:

"Dentre tantas causas, muitas pessoas acreditam que a micose de unha pode aparecer devido ao uso frequente de esmaltes cosméticos. Porém, isso é um grande mito. O que realmente deve demandar atenção, no que se refere a manter as unhas feitas, é o compartilhamento de materiais utilizados na manicure e pedicure. Objetos de uso compartilhado, como alicates, lixas, toalhas e até esmaltes, se não forem devidamente esterilizados e higienizados, podem transmitir fungos ao entrar em contato com uma unha contaminada anteriormente". No caso das idas ao salão, uma alternativa é levar um kit próprio.

São esses fungos presentes nas unhas que podem desenvolver a onicomicose, popularmente conhecida como micose de unha. "Alguns sinais que podem evidenciar são: unhas quebradiças, amareladas e variações na espessura e textura da unha", orienta a dermatologista.

Apesar dos sintomas parecerem simples, caso a micose de unha não seja tratada, as unhas podem descolar, inflamar e até causar dor. Por esse motivo, é necessário visitar um dermatologista para fazer o diagnóstico correto e iniciar um tratamento o quanto antes.

Além desses cuidados, a Dra. Flavia recomenda deixar as unhas ao natural pelo menos uma semana por mês. "Como disse, o uso frequente de esmaltes não causa micose. No entanto, podem deixá-las quebradiças e mais propensas a infiltração. Deixando a região mais vulnerável e propícia para a instalação de fungos".

Uma alternativa para o tratamento da micose de unha é o Loceryl®, um esmalte terapêutico com amorolfina (um ativo antimicótico) que elimina os fungos causadores da micose, penetrando na unha e protegendo contra a disseminação da doença¹. No geral, é necessária apenas uma aplicação semanal*. E, além de tratar as unhas, é possível deixá-las coloridas. Loceryl® pode ser usado com esmaltes cosméticos², basta apenas aguardar 10 minutos para a aplicação do esmalte convencional.

Loceryl® Esmalte (cloridrato de amorolfina) é indicado para o tratamento de micoses de unha (onicomicoses). Reg. MS 1.2916.0036. GALDERMA BRASIL LTDA./LOCERYLESM-MB01_20/SAC: 0800-155552. LOCERYL® ESMALTE É UM MEDICAMENTO. SEU USO PODE TRAZER RISCOS. PROCURE O MÉDICO E O FARMACÊUTICO. LEIA A BULA. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

*Podendo chegar a duas aplicações, dependendo da recomendação médica

¹Ghannoum M, Sevin K, Sarkany M. Amorolfine 5% Nail Lacquer Exhibits Potent Antifungal Activity Compared to Three Acid-Based Devices Indicated for the Treatment of Onychomycosis: An In Vitro Nail Penetration Assay. Dermatol Ther (Heidelb). 2016 Mar;6(1):69-75.

²Sigurgeirsson B, Ghannoum MA, Osman-Ponchet H, et al. Application of cosmetic nail varnish does not affect the antifungal efficacy of amorolfine 5% nail lacquer in the treatment of dital subungual toenail onichomycosis: results of a randomised active-controlled study and in vitro assays. Mycoses. 2016 May;59(5):319-26.

Sobre a Galderma

A Galderma, maior empresa global independente de dermatologia do mundo, foi criada em 1981 e atualmente está presente em mais de 100 países. Com um extenso portfólio de medicamentos de prescrição, soluções estéticas e produtos para o consumidor, a empresa faz parceria com profissionais de saúde em todo o mundo para atender as necessidades de saúde da pele das pessoas ao longo da vida.  A Galderma é líder em pesquisa e desenvolvimento de soluções   cientificamente definidas e clinicamente comprovadas para a pele. Para mais informações, visite: www.galderma.com.br e www.loceryl.com.br

 

FONTE Galderma

Com os comércios abertos, idas aos salões de beleza se tornam mais frequentes e a preocupação com a higienização de materiais utilizados em manicures e pedicures deve ser ainda maior

SÃO PAULO, 28 de setembro de 2021 /PRNewswire/ -- Com o fim das medidas de restrição de horários e público para funcionamento de comércios em São Paulo, bares, restaurantes, salões de beleza e outros estabelecimentos tendem a ficar cada vez mais movimentados. E, quando se trata das idas à salões de beleza, além da cautela por conta da Covid-19, é necessário o cuidado com os utensílios utilizados no momento de fazer as unhas. A médica especialista em dermatologia, Dra. Flavia Villela (CRM – SP 150947), explica o porquê:

"Dentre tantas causas, muitas pessoas acreditam que a micose de unha pode aparecer devido ao uso frequente de esmaltes cosméticos. Porém, isso é um grande mito. O que realmente deve demandar atenção, no que se refere a manter as unhas feitas, é o compartilhamento de materiais utilizados na manicure e pedicure. Objetos de uso compartilhado, como alicates, lixas, toalhas e até esmaltes, se não forem devidamente esterilizados e higienizados, podem transmitir fungos ao entrar em contato com uma unha contaminada anteriormente". No caso das idas ao salão, uma alternativa é levar um kit próprio.

São esses fungos presentes nas unhas que podem desenvolver a onicomicose, popularmente conhecida como micose de unha. "Alguns sinais que podem evidenciar são: unhas quebradiças, amareladas e variações na espessura e textura da unha", orienta a dermatologista.

Apesar dos sintomas parecerem simples, caso a micose de unha não seja tratada, as unhas podem descolar, inflamar e até causar dor. Por esse motivo, é necessário visitar um dermatologista para fazer o diagnóstico correto e iniciar um tratamento o quanto antes.

Além desses cuidados, a Dra. Flavia recomenda deixar as unhas ao natural pelo menos uma semana por mês. "Como disse, o uso frequente de esmaltes não causa micose. No entanto, podem deixá-las quebradiças e mais propensas a infiltração. Deixando a região mais vulnerável e propícia para a instalação de fungos".

Uma alternativa para o tratamento da micose de unha é o Loceryl®, um esmalte terapêutico com amorolfina (um ativo antimicótico) que elimina os fungos causadores da micose, penetrando na unha e protegendo contra a disseminação da doença¹. No geral, é necessária apenas uma aplicação semanal*. E, além de tratar as unhas, é possível deixá-las coloridas. Loceryl® pode ser usado com esmaltes cosméticos², basta apenas aguardar 10 minutos para a aplicação do esmalte convencional.

Loceryl® Esmalte (cloridrato de amorolfina) é indicado para o tratamento de micoses de unha (onicomicoses). Reg. MS 1.2916.0036. GALDERMA BRASIL LTDA./LOCERYLESM-MB01_20/SAC: 0800-155552. LOCERYL® ESMALTE É UM MEDICAMENTO. SEU USO PODE TRAZER RISCOS. PROCURE O MÉDICO E O FARMACÊUTICO. LEIA A BULA. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

*Podendo chegar a duas aplicações, dependendo da recomendação médica

¹Ghannoum M, Sevin K, Sarkany M. Amorolfine 5% Nail Lacquer Exhibits Potent Antifungal Activity Compared to Three Acid-Based Devices Indicated for the Treatment of Onychomycosis: An In Vitro Nail Penetration Assay. Dermatol Ther (Heidelb). 2016 Mar;6(1):69-75.

²Sigurgeirsson B, Ghannoum MA, Osman-Ponchet H, et al. Application of cosmetic nail varnish does not affect the antifungal efficacy of amorolfine 5% nail lacquer in the treatment of dital subungual toenail onichomycosis: results of a randomised active-controlled study and in vitro assays. Mycoses. 2016 May;59(5):319-26.

Sobre a Galderma

A Galderma, maior empresa global independente de dermatologia do mundo, foi criada em 1981 e atualmente está presente em mais de 100 países. Com um extenso portfólio de medicamentos de prescrição, soluções estéticas e produtos para o consumidor, a empresa faz parceria com profissionais de saúde em todo o mundo para atender as necessidades de saúde da pele das pessoas ao longo da vida.  A Galderma é líder em pesquisa e desenvolvimento de soluções   cientificamente definidas e clinicamente comprovadas para a pele. Para mais informações, visite: www.galderma.com.br e www.loceryl.com.br

 

FONTE Galderma

Você acabou de ler:

Cuidados no salão: evite micose ao fazer as unhas

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/cuidados-no-salao-evite-micose-ao-fazer-as-unhas/