''CULTURE GATE to JAPAN''

Um projeto de comunicação cultural da Agência de Assuntos Culturais Exposição de arte midiática combinando cultura tradicional japonesa e tecnologia será realizada no Aeroporto de Haneda e em outro local a partir de quarta-feira, 19 de janeiro de 2022

TÓQUIO, 26 de janeiro de 2022 /PRNewswire/ -- A Agência de Assuntos Culturais do Governo do Japão lançou, em 19 de janeiro de 2022, pelo segundo ano, um projeto inovador de promoção cultural chamado "CULTURE GATE to Japan", no Aeroporto de Haneda e no Terminal Internacional de Cruzeiros de Tóquio. Este projeto permite que artistas e criadores ativos no campo das artes midiáticas criem obras com base em vários aspectos da cultura japonesa e os exponham em aeroportos e terminais de cruzeiro para transmitir o apelo da cultura japonesa.

Duas instalações estarão em exposição no Aeroporto de Haneda. A primeira, "NEO-KAKEJIKU", combina pergaminhos tradicionais pendurados com tecnologia e em uma interpretação moderna, e a segunda instalação se baseia no tema "fogos de artifício".

O Terminal Internacional de Cruzeiros de Tóquio receberá a "+A+" (pronunciado "Plus A-Plus"), uma exposição de obras de vídeo sobre o tema do mar e do coração humano, com curadoria de TAKEKAWA Junichi  (um representante da David Watts inc.), conhecido por seu trabalho como diretor de criação da MUTEK.JP.

[Visão geral de cada exposição]



(1) Título da exposição: "NEO-KAKEJIKU"

Local: Terminal 2 do Aeroporto de Haneda, mercado do segundo andar

Período: 19 de janeiro de 2022 – 21 de março de 2022*

Link do YouTube:https://youtu.be/AT8JmxsPREQ 

A incorporação e a mistura da herança cultural tradicional com tecnologia de ponta podem ser destacadas como um apelo da cultura japonesa. Exibiremos instalações de arte de boas-vindas no aeroporto, convidando os visitantes a vivenciar e apreciar a confluência da arte tradicional japonesa com uma ampla variedade de artes midiáticas contemporâneas, incluindo formas modernas de entretenimento como mangá e animação, bem como outras formas de arte que utilizam tecnologia.

Pinturas em pergaminhos pendurados e caligrafia em locais como alcovas e paredes como decoração ou para serem apreciadas. Nesta exposição, adicionamos tecnologia e interpretações modernas dessa mídia tradicional para estabelecer novas manifestações. Foi colocado um monitor na área central chamado "honshi", que é geralmente adornado por uma foto ou caligrafia para tocar vídeos criados por cinco artistas que trabalham no campo das artes midiáticas contemporâneas.

Dentro da tela, que se assemelha a um pergaminho pendurado, os artistas e criadores apresentam a cultura e o encanto do Japão usando novas perspectivas e métodos para cumprimentar e inspirar os visitantes do aeroporto.

  • Recurso cultural × Artista:

    -Maneki-neko (gato da sorte) × AC-bu

    - Pintura "ink wash painting" × Creative Label nor

    - O Conto do Cortador de Bambu × MIYAZAKI Natsujikei

    - Papel Washi (papel japonês) x Nyamyam

    - Kaitai Shinsho (Novo Texto sobre Anatomia) × YOSHIGAI Nao

(2) Título da exposição: "Transcendendo orações"

Local: Terminal 2 do Aeroporto de Haneda, mercado do segundo andar

Período: 19 de janeiro de 2022 – a ser definido*

"Hanabi/fogos de artifício", espetáculo encantador compartilhado por muitas pessoas no mundo todo, tomou um caminho de desenvolvimento levemente único no Japão. Desde o século XVII, ele evolui junto com as culturas locais em várias regiões desta nação e chega a ter o significado cultural do país. A artista SHIMADA Sayaka, usando este símbolo global, mas local, "fogos de artifício", como forma de expressão, explora a complexa cultura do Japão, repleta de coexistência de conceitos mesmo em histórias, filosofias e estética.

Historicamente, os shows pirotécnicos são conhecidos por terem significados contraditórios de "festival" e "serviço memorial/repouso das almas" e prosperaram com ambos os aspectos. Nesta obra, SHIMADA se concentra neste dualismo do festival de fogos de artifício. Ela coleta e analisa os dados temporais e geográficos de todos os fogos de artifício cancelados no Japão em 2020 por causa da COVID-19 e cria os fogos de artifício reais que evocam outro mundo que poderia ter sido e homenagear os festivais perdidos. A forma da exposição muda em etapas, começando com um trabalho em vídeo do processo de produção e simulações de dados até a instalação composta por tubos usados a partir do lançamento real de fogos de artifício e vídeos filmados.

Não apenas como artista, mas também como uma premiada designer de fogos de artifício, SHIMADA espera criar o mundo que contrasta os vários aspectos dos fogos de artifício, examinando as origens históricas e culturais.

  • Recurso cultural × Artista:

    Fogos de artifício ×  SHIMADA Sayaka

O arquivo das obras de arte do ano passado também será exibido em monitores e painéis na CABINE DE PILOTAGEM TÓQUIO, no quinto andar do Aeroporto de Haneda, Terminal 2, até 21 de março de 2022*.

*Observe que há possibilidade de a exposição ser transferida ou suspensa devido às circunstâncias do local ou à situação relacionada à pandemia da COVID-19. Visite o site oficial para obter as informações mais recentes.



Título da exposição: "+A+"

Local: Terminal Internacional de Cruzeiros de Tóquio, 3º andar, tela de LED 

Período: a ser definido

*O Terminal Internacional de Cruzeiros de Tóquio está atualmente fechado de acordo com as políticas do Governo Metropolitano de Tóquio. A exposição está prevista para abrir juntamente com a reabertura do terminal ao público. Acesse o site oficial para obter a programação mais recente e outras informações.

Links do YouTube: 

1. https://youtu.be/h8oisus5qr8 

2. https://youtu.be/28fWPuCvdUs  

3. https://youtu.be/lXtQ_3AqWV0 

"Bem-vindo ao terminal que encanta você com o espírito do mar"

Enquanto olhamos para o mar do Terminal Internacional de Cruzeiros de Tóquio, as ondas que se aproximam e se afastam sem parar, como criadores, sentimos o "tempo" que é medido por uma escala diferente das horas da sociedade humana e imaginamos novas interações do espírito dentro de nós e das outras pessoas.

A+A (Plus A Plus) é uma exposição que utiliza som e imagens para apreciar o "mundo" de +A+, um código imaginário que se conecta ao porto. "A" representa o processo de atividades culturais e artísticas em que "A"rtistas expressam e "A"rquivam a interação entre a existência do porto, que envolve encontros e tradições, e o mar, que se "A"dapta aos contextos da cultura japonesa.

Os três artistas cujas obras estão expostas aqui têm uma visão cultural introspectiva e capturam essa relação do espírito humano e do mar como um mundo egocêntrico. O trabalho convida você para uma vista que toca o espírito e marca um momento que confronta perguntas essenciais como ondas que ultrapassam as idades. No Terminal Internacional de Cruzeiros de Tóquio, descubra o "mar" dentro de seu "espírito" e, juntamente com a vista da Baía de Tóquio, aprecie estas novas perspectivas da cultura marítima do Japão por meio de interpretações artísticas.

  • Curador: TAKEKAWA Junichi
  • Recurso cultural × Artista:

    Vista de águia do Japão× OISHI Hiroaki + NAGASHIMA Minori

    - Enoshima Engi (a história das origens de Enoshima) × EHARA Saeko

    - Edo eel × TAKIDO Dorita

ordem alfabética

AC-bu 

A equipe de criação produz obras de arte tópicas em várias mídias, incluindo TV, comerciais e vídeos musicais com base em expressões intensas e energéticas e ilustrações apaixonadas e realistas. O filme em imagens em alta velocidade "Safe Driving Guide" (2014) foi escolhido na seleção do júri para a divisão de entretenimento no 18º Festival de Arte Midiática do Japão. "Powder/New Tribe" (2019) foi indicado para a categoria de filmes de TV e encomendados no Festival Internacional de Filmes de Animação de Annecy. Desde 2019, AC-bu é uma professora visitante da Universidade de Arte de Quioto.

Creative Label nor

A Creative Label nor é uma comunidade de arte lançada em 2017 por membros de várias origens e inclui cientistas, músicos, arquitetos, programadores, engenheiros e designers. Ao utilizar a tecnologia para expressar os fenômenos naturais como obras de arte, o grupo visa incorporar a "sublação da ciência e da arte". A obra de arte "dyebirth" (2017), que derrama tinta de acordo com um algoritmo, foi escolhida nas seleções do júri para a Divisão de Arte no 22º Festival de Arte Midiática do Japão.

EHARA Saeko 

EHARA Saeko nasceu em Tóquio em 1985. Ela é uma artista e VJ. Depois de se formar na Royal Academy of Art, em Haia (KABK), na Holanda, há mais de dez anos, está envolvida no mundo do entretenimento, trabalhando como VJ em vários palcos, principalmente em concertos, em funções como produção e operação de vídeo. EHARA Saeko começou a levar a sério suas atividades no Japão e no exterior em 2020. Sob o tema "a paisagem imaculada em minhas memórias", ela cria obras de arte no campo da arte digital. Suas principais atividades mais recentes incluem "MUTEK.JP" (2021) e "XRE's Ars Electronica Festival Garden NYC Portal" (2021).

MIYAZAKI Natsujikei 

MIYAZAKI Natsujikei nasceu na Prefeitura de Miyagi em 1987 e é uma artista de mangá. Ela iniciou sua carreira em 2010 com sua primeira publicação em série, "Yugata madeni Kaeru yo" (Estarei em casa à noite; Kodansha, Ltd.) na "Gekkan Morning Two" Nº 40. "The News of Transformation" (Kodansha, Ltd., 2013) foi escolhida nas seleções do júri para a Divisão de Mangá no 17º Festival de Arte Midiática do Japão. Ela retrata o espiral de emoções intensas no dia a dia por meio de designs despreocupados.

Seus livros incluem "There's Nothing Wrong with Me" (Kodansha, Ltd.), "To, Aru Hi no Sugoku Fushigi" (Algo realmente estranho aconteceu um dia; Hayakawa Publishing Corp.); e "Anata wa Bun-chan no Koi" (Você é o amor de Bunchan; Kodansha, Ltd.).

Nyamyam 

Nyamyam (Reino Unido) é um estúdio de desenvolvimento independente composto por três criadores de jogos habilidosos do Japão, Reino Unido e Alemanha, que têm um grande amor pela cultura japonesa. "Tengami" (2014) é um jogo de enigmas de aventura que incorpora a textura do papel "washi" japonês, uma das belezas tradicionais do Japão, e a estrutura dos livros pop-up em seus visuais. Ele ganhou prêmios no SXSW 2014, IndieCade, SOWN, Develop Showcase e Game Connection BIG Festival e foi escolhido nas seleções do júri para a Divisão de Entretenimento no 18º Festival de Arte Midiática do Japão.

OISHI Hiroaki NAGASHIMA Minori 

-OISHI Hiroaki 

OISHI Hiroaki nasceu na Prefeitura de Fukuoka em 1984. Ele se formou na Faculdade de Design da Universidade de Kyushu. OISHI produz arte em vídeo que busca expressão interativa, orgânica e emocional com o corpo e o meio ambiente por meio de gráficos e algoritmos computacionais e realiza atividades educacionais e de pesquisa. Entre seus principais projetos recentes estão a produção em vídeo do teamLab de "Universe of Water Particles" (2013) e uma produção de videoclipe da "Queen of xxx" de Minori Nagashima (2019). Ele é professor sênior em informática de design na Universidade de Arte de Musashino.

-NAGASHIMA Minori 

NAGASHIMA Minori é uma artista que trabalha livremente entre os campos da música e da arte. Ela se formou na Universidade de Arte de Tóquio e na faculdade de pós-graduação da Universidade de Keio. Além de estar envolvida em apresentações de palco, desfiles de moda e produções de vídeo como compositora e organizadora, ela também participa da banda QUEEN BEE. NAGASHIMA também atua como diretora de exposições e obras de arte. Nos últimos anos, ela desempenhou um papel fundamental em importantes projetos de arte, como "yorunoyo - YOKOHAMA CROSS NIGHT ILLUMINATION" (cidade de Yokohama, 2020) e "JINTAI NETWORK SYMPHONY at THE BODY—Challenging the Mistery" (Museu Nacional da Natureza e Ciência, 2018). Seu trabalho inclui composição musical e design acústico para estas obras de arte.

SHIMADA Sayaka 

SHIMADA Sayaka se formou na Faculdade de Cinema da Universidade de Nihon e está fazendo doutorado na Universidade de Arte de Tóquio.

Ela apresenta obras de arte centradas em filmes e instalações. Enquanto era universitária, ela conheceu os fogos de artifício e ficou fascinada com sua energia. SHIMADA também trabalha como designer de shows pirotécnicos. Ela tenta trazer à tona novas realizações e questões pesquisando e reconstruindo elementos que compõem fogos de artifício, fisicalidade, engenharia de explosivos e origens culturais e históricas em diferentes áreas, a partir de vários ângulos.

Além dos fogos de artifício, ela também cria obras de arte sobre os motivos dos elementos naturais como fogo, raio, radiação e água. Ela participa de shows pirotécnicos no Japão e em outros países como diretora de fogos de artifício.

TAKIDO Dorita 

TAKIDO Dorita é uma artista e designer estabelecida em Tóquio. Ela cria novas experiências práticas que perturbam os sentidos combinando diferentes funções e sensações. TAKIDO desenvolve portais para pensamentos, ao mesmo tempo que busca tecnologia e designs sofisticados lado a lado. Ela recebeu menção honrosa na Digital Musics & Sound Art da Prix Ars Electronica e foi indicada para o prêmio STARTS de 2017 da Ars Electronica por "Bug's Beat" (2017). "Slime Synthesizer" (2014) ganhou o prêmio New Face na Divisão de Entretenimento no 18º Festival de Arte Midiática do Japão. Ela atua no Japão e internacionalmente, e seu trabalho já foi exposto em Singapura e na Holanda.

YOSHIGAI Nao 

YOSHIGAI Nao nasceu na Prefeitura de Yamaguchi em 1987. Ela é cineasta, dançarina e coreógrafa. Ela dirige, se apresenta e coreografa vídeos, filmes, comerciais e vídeos musicais, ao mesmo tempo que aborda suas próprias sensações físicas e emoções. Seu filme, "hottamaru days" (2015) ganhou o prêmio New Face na Divisão de Entretenimento no 19º Festival de Arte Midiática do Japão. Ela apareceu no videoclipe "Lemon" (2018) e também o coreografou para YONEZU Kenshi, e seu filme "Grand Bouquet" (2019) foi exibido oficialmente no Festival de Cinema de Cannes na Quinzena dos Diretores.

TAKEKAWA Junichi 

TAKEKAWA Junichi nasceu em Shinjuku em 1972 e é representante da David Watts Inc. Ele trabalha principalmente em Tóquio e Kanagawa. Ele cria momentos que dão origem à criatividade humana como experiências que descobrem conexões entre arte e tecnologia que transcendem o espaço e o tempo. TAKEKAWA está constantemente buscando novas experiências em primeira mão por meio de projetos abrangentes de planejamento e preparação em todos os setores e empresas com diferentes formas de pensar. Ele é diretor do PEACE NIPPON PROJECT da General Incorporated Association, que realiza atividades para comunicar a beleza do Japão como uma mensagem para o futuro. Ele também é diretor da General Incorporated Association MUTEK Japan e diretor de criação do MUTEK.JP, o único festival de música eletrônica e artes digitais da Ásia.

―――――――――――――――――――――――――――――――――――――――― 

Sobre a CULTURE GATE to JAPAN

A Agência de Assuntos Culturais do Governo do Japão lançou um projeto inovador de promoção cultural chamado "CULTURE GATE to Japan". O projeto consiste em uma série de instalações de arte realizadas no Aeroporto de Haneda e no Terminal Internacional de Cruzeiros de Tóquio. Os artistas e criadores participantes que atuam no campo das artes midiáticas expõem obras de arte inspiradas na cultura única de cada área de foco no Japão, com o objetivo de promover um apelo mais amplo em torno da cultura japonesa.

Organizador: Agência de Assuntos Culturais do Governo do Japão 

Site oficial: https://culture-gate.jp/ 

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1733471/image_1.jpg  

Video - https://www.youtube.com/watch?v=AT8JmxsPREQ  

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1733473/image_3.jpg  

Video - https://www.youtube.com/watch?v=h8oisus5qr8  

Video - https://www.youtube.com/watch?v=28fWPuCvdUs  

Video - https://www.youtube.com/watch?v=lXtQ_3AqWV0

FONTE CULTURE GATE to JAPAN Initiative

Um projeto de comunicação cultural da Agência de Assuntos Culturais Exposição de arte midiática combinando cultura tradicional japonesa e tecnologia será realizada no Aeroporto de Haneda e em outro local a partir de quarta-feira, 19 de janeiro de 2022

TÓQUIO, 26 de janeiro de 2022 /PRNewswire/ -- A Agência de Assuntos Culturais do Governo do Japão lançou, em 19 de janeiro de 2022, pelo segundo ano, um projeto inovador de promoção cultural chamado "CULTURE GATE to Japan", no Aeroporto de Haneda e no Terminal Internacional de Cruzeiros de Tóquio. Este projeto permite que artistas e criadores ativos no campo das artes midiáticas criem obras com base em vários aspectos da cultura japonesa e os exponham em aeroportos e terminais de cruzeiro para transmitir o apelo da cultura japonesa.

Duas instalações estarão em exposição no Aeroporto de Haneda. A primeira, "NEO-KAKEJIKU", combina pergaminhos tradicionais pendurados com tecnologia e em uma interpretação moderna, e a segunda instalação se baseia no tema "fogos de artifício".

O Terminal Internacional de Cruzeiros de Tóquio receberá a "+A+" (pronunciado "Plus A-Plus"), uma exposição de obras de vídeo sobre o tema do mar e do coração humano, com curadoria de TAKEKAWA Junichi  (um representante da David Watts inc.), conhecido por seu trabalho como diretor de criação da MUTEK.JP.

[Visão geral de cada exposição]



(1) Título da exposição: "NEO-KAKEJIKU"

Local: Terminal 2 do Aeroporto de Haneda, mercado do segundo andar

Período: 19 de janeiro de 2022 – 21 de março de 2022*

Link do YouTube:https://youtu.be/AT8JmxsPREQ 

A incorporação e a mistura da herança cultural tradicional com tecnologia de ponta podem ser destacadas como um apelo da cultura japonesa. Exibiremos instalações de arte de boas-vindas no aeroporto, convidando os visitantes a vivenciar e apreciar a confluência da arte tradicional japonesa com uma ampla variedade de artes midiáticas contemporâneas, incluindo formas modernas de entretenimento como mangá e animação, bem como outras formas de arte que utilizam tecnologia.

Pinturas em pergaminhos pendurados e caligrafia em locais como alcovas e paredes como decoração ou para serem apreciadas. Nesta exposição, adicionamos tecnologia e interpretações modernas dessa mídia tradicional para estabelecer novas manifestações. Foi colocado um monitor na área central chamado "honshi", que é geralmente adornado por uma foto ou caligrafia para tocar vídeos criados por cinco artistas que trabalham no campo das artes midiáticas contemporâneas.

Dentro da tela, que se assemelha a um pergaminho pendurado, os artistas e criadores apresentam a cultura e o encanto do Japão usando novas perspectivas e métodos para cumprimentar e inspirar os visitantes do aeroporto.

  • Recurso cultural × Artista:

    -Maneki-neko (gato da sorte) × AC-bu

    - Pintura "ink wash painting" × Creative Label nor

    - O Conto do Cortador de Bambu × MIYAZAKI Natsujikei

    - Papel Washi (papel japonês) x Nyamyam

    - Kaitai Shinsho (Novo Texto sobre Anatomia) × YOSHIGAI Nao

(2) Título da exposição: "Transcendendo orações"

Local: Terminal 2 do Aeroporto de Haneda, mercado do segundo andar

Período: 19 de janeiro de 2022 – a ser definido*

"Hanabi/fogos de artifício", espetáculo encantador compartilhado por muitas pessoas no mundo todo, tomou um caminho de desenvolvimento levemente único no Japão. Desde o século XVII, ele evolui junto com as culturas locais em várias regiões desta nação e chega a ter o significado cultural do país. A artista SHIMADA Sayaka, usando este símbolo global, mas local, "fogos de artifício", como forma de expressão, explora a complexa cultura do Japão, repleta de coexistência de conceitos mesmo em histórias, filosofias e estética.

Historicamente, os shows pirotécnicos são conhecidos por terem significados contraditórios de "festival" e "serviço memorial/repouso das almas" e prosperaram com ambos os aspectos. Nesta obra, SHIMADA se concentra neste dualismo do festival de fogos de artifício. Ela coleta e analisa os dados temporais e geográficos de todos os fogos de artifício cancelados no Japão em 2020 por causa da COVID-19 e cria os fogos de artifício reais que evocam outro mundo que poderia ter sido e homenagear os festivais perdidos. A forma da exposição muda em etapas, começando com um trabalho em vídeo do processo de produção e simulações de dados até a instalação composta por tubos usados a partir do lançamento real de fogos de artifício e vídeos filmados.

Não apenas como artista, mas também como uma premiada designer de fogos de artifício, SHIMADA espera criar o mundo que contrasta os vários aspectos dos fogos de artifício, examinando as origens históricas e culturais.

  • Recurso cultural × Artista:

    Fogos de artifício ×  SHIMADA Sayaka

O arquivo das obras de arte do ano passado também será exibido em monitores e painéis na CABINE DE PILOTAGEM TÓQUIO, no quinto andar do Aeroporto de Haneda, Terminal 2, até 21 de março de 2022*.

*Observe que há possibilidade de a exposição ser transferida ou suspensa devido às circunstâncias do local ou à situação relacionada à pandemia da COVID-19. Visite o site oficial para obter as informações mais recentes.



Título da exposição: "+A+"

Local: Terminal Internacional de Cruzeiros de Tóquio, 3º andar, tela de LED 

Período: a ser definido

*O Terminal Internacional de Cruzeiros de Tóquio está atualmente fechado de acordo com as políticas do Governo Metropolitano de Tóquio. A exposição está prevista para abrir juntamente com a reabertura do terminal ao público. Acesse o site oficial para obter a programação mais recente e outras informações.

Links do YouTube: 

1. https://youtu.be/h8oisus5qr8 

2. https://youtu.be/28fWPuCvdUs  

3. https://youtu.be/lXtQ_3AqWV0 

"Bem-vindo ao terminal que encanta você com o espírito do mar"

Enquanto olhamos para o mar do Terminal Internacional de Cruzeiros de Tóquio, as ondas que se aproximam e se afastam sem parar, como criadores, sentimos o "tempo" que é medido por uma escala diferente das horas da sociedade humana e imaginamos novas interações do espírito dentro de nós e das outras pessoas.

A+A (Plus A Plus) é uma exposição que utiliza som e imagens para apreciar o "mundo" de +A+, um código imaginário que se conecta ao porto. "A" representa o processo de atividades culturais e artísticas em que "A"rtistas expressam e "A"rquivam a interação entre a existência do porto, que envolve encontros e tradições, e o mar, que se "A"dapta aos contextos da cultura japonesa.

Os três artistas cujas obras estão expostas aqui têm uma visão cultural introspectiva e capturam essa relação do espírito humano e do mar como um mundo egocêntrico. O trabalho convida você para uma vista que toca o espírito e marca um momento que confronta perguntas essenciais como ondas que ultrapassam as idades. No Terminal Internacional de Cruzeiros de Tóquio, descubra o "mar" dentro de seu "espírito" e, juntamente com a vista da Baía de Tóquio, aprecie estas novas perspectivas da cultura marítima do Japão por meio de interpretações artísticas.

  • Curador: TAKEKAWA Junichi
  • Recurso cultural × Artista:

    Vista de águia do Japão× OISHI Hiroaki + NAGASHIMA Minori

    - Enoshima Engi (a história das origens de Enoshima) × EHARA Saeko

    - Edo eel × TAKIDO Dorita

ordem alfabética

AC-bu 

A equipe de criação produz obras de arte tópicas em várias mídias, incluindo TV, comerciais e vídeos musicais com base em expressões intensas e energéticas e ilustrações apaixonadas e realistas. O filme em imagens em alta velocidade "Safe Driving Guide" (2014) foi escolhido na seleção do júri para a divisão de entretenimento no 18º Festival de Arte Midiática do Japão. "Powder/New Tribe" (2019) foi indicado para a categoria de filmes de TV e encomendados no Festival Internacional de Filmes de Animação de Annecy. Desde 2019, AC-bu é uma professora visitante da Universidade de Arte de Quioto.

Creative Label nor

A Creative Label nor é uma comunidade de arte lançada em 2017 por membros de várias origens e inclui cientistas, músicos, arquitetos, programadores, engenheiros e designers. Ao utilizar a tecnologia para expressar os fenômenos naturais como obras de arte, o grupo visa incorporar a "sublação da ciência e da arte". A obra de arte "dyebirth" (2017), que derrama tinta de acordo com um algoritmo, foi escolhida nas seleções do júri para a Divisão de Arte no 22º Festival de Arte Midiática do Japão.

EHARA Saeko 

EHARA Saeko nasceu em Tóquio em 1985. Ela é uma artista e VJ. Depois de se formar na Royal Academy of Art, em Haia (KABK), na Holanda, há mais de dez anos, está envolvida no mundo do entretenimento, trabalhando como VJ em vários palcos, principalmente em concertos, em funções como produção e operação de vídeo. EHARA Saeko começou a levar a sério suas atividades no Japão e no exterior em 2020. Sob o tema "a paisagem imaculada em minhas memórias", ela cria obras de arte no campo da arte digital. Suas principais atividades mais recentes incluem "MUTEK.JP" (2021) e "XRE's Ars Electronica Festival Garden NYC Portal" (2021).

MIYAZAKI Natsujikei 

MIYAZAKI Natsujikei nasceu na Prefeitura de Miyagi em 1987 e é uma artista de mangá. Ela iniciou sua carreira em 2010 com sua primeira publicação em série, "Yugata madeni Kaeru yo" (Estarei em casa à noite; Kodansha, Ltd.) na "Gekkan Morning Two" Nº 40. "The News of Transformation" (Kodansha, Ltd., 2013) foi escolhida nas seleções do júri para a Divisão de Mangá no 17º Festival de Arte Midiática do Japão. Ela retrata o espiral de emoções intensas no dia a dia por meio de designs despreocupados.

Seus livros incluem "There's Nothing Wrong with Me" (Kodansha, Ltd.), "To, Aru Hi no Sugoku Fushigi" (Algo realmente estranho aconteceu um dia; Hayakawa Publishing Corp.); e "Anata wa Bun-chan no Koi" (Você é o amor de Bunchan; Kodansha, Ltd.).

Nyamyam 

Nyamyam (Reino Unido) é um estúdio de desenvolvimento independente composto por três criadores de jogos habilidosos do Japão, Reino Unido e Alemanha, que têm um grande amor pela cultura japonesa. "Tengami" (2014) é um jogo de enigmas de aventura que incorpora a textura do papel "washi" japonês, uma das belezas tradicionais do Japão, e a estrutura dos livros pop-up em seus visuais. Ele ganhou prêmios no SXSW 2014, IndieCade, SOWN, Develop Showcase e Game Connection BIG Festival e foi escolhido nas seleções do júri para a Divisão de Entretenimento no 18º Festival de Arte Midiática do Japão.

OISHI Hiroaki NAGASHIMA Minori 

-OISHI Hiroaki 

OISHI Hiroaki nasceu na Prefeitura de Fukuoka em 1984. Ele se formou na Faculdade de Design da Universidade de Kyushu. OISHI produz arte em vídeo que busca expressão interativa, orgânica e emocional com o corpo e o meio ambiente por meio de gráficos e algoritmos computacionais e realiza atividades educacionais e de pesquisa. Entre seus principais projetos recentes estão a produção em vídeo do teamLab de "Universe of Water Particles" (2013) e uma produção de videoclipe da "Queen of xxx" de Minori Nagashima (2019). Ele é professor sênior em informática de design na Universidade de Arte de Musashino.

-NAGASHIMA Minori 

NAGASHIMA Minori é uma artista que trabalha livremente entre os campos da música e da arte. Ela se formou na Universidade de Arte de Tóquio e na faculdade de pós-graduação da Universidade de Keio. Além de estar envolvida em apresentações de palco, desfiles de moda e produções de vídeo como compositora e organizadora, ela também participa da banda QUEEN BEE. NAGASHIMA também atua como diretora de exposições e obras de arte. Nos últimos anos, ela desempenhou um papel fundamental em importantes projetos de arte, como "yorunoyo - YOKOHAMA CROSS NIGHT ILLUMINATION" (cidade de Yokohama, 2020) e "JINTAI NETWORK SYMPHONY at THE BODY—Challenging the Mistery" (Museu Nacional da Natureza e Ciência, 2018). Seu trabalho inclui composição musical e design acústico para estas obras de arte.

SHIMADA Sayaka 

SHIMADA Sayaka se formou na Faculdade de Cinema da Universidade de Nihon e está fazendo doutorado na Universidade de Arte de Tóquio.

Ela apresenta obras de arte centradas em filmes e instalações. Enquanto era universitária, ela conheceu os fogos de artifício e ficou fascinada com sua energia. SHIMADA também trabalha como designer de shows pirotécnicos. Ela tenta trazer à tona novas realizações e questões pesquisando e reconstruindo elementos que compõem fogos de artifício, fisicalidade, engenharia de explosivos e origens culturais e históricas em diferentes áreas, a partir de vários ângulos.

Além dos fogos de artifício, ela também cria obras de arte sobre os motivos dos elementos naturais como fogo, raio, radiação e água. Ela participa de shows pirotécnicos no Japão e em outros países como diretora de fogos de artifício.

TAKIDO Dorita 

TAKIDO Dorita é uma artista e designer estabelecida em Tóquio. Ela cria novas experiências práticas que perturbam os sentidos combinando diferentes funções e sensações. TAKIDO desenvolve portais para pensamentos, ao mesmo tempo que busca tecnologia e designs sofisticados lado a lado. Ela recebeu menção honrosa na Digital Musics & Sound Art da Prix Ars Electronica e foi indicada para o prêmio STARTS de 2017 da Ars Electronica por "Bug's Beat" (2017). "Slime Synthesizer" (2014) ganhou o prêmio New Face na Divisão de Entretenimento no 18º Festival de Arte Midiática do Japão. Ela atua no Japão e internacionalmente, e seu trabalho já foi exposto em Singapura e na Holanda.

YOSHIGAI Nao 

YOSHIGAI Nao nasceu na Prefeitura de Yamaguchi em 1987. Ela é cineasta, dançarina e coreógrafa. Ela dirige, se apresenta e coreografa vídeos, filmes, comerciais e vídeos musicais, ao mesmo tempo que aborda suas próprias sensações físicas e emoções. Seu filme, "hottamaru days" (2015) ganhou o prêmio New Face na Divisão de Entretenimento no 19º Festival de Arte Midiática do Japão. Ela apareceu no videoclipe "Lemon" (2018) e também o coreografou para YONEZU Kenshi, e seu filme "Grand Bouquet" (2019) foi exibido oficialmente no Festival de Cinema de Cannes na Quinzena dos Diretores.

TAKEKAWA Junichi 

TAKEKAWA Junichi nasceu em Shinjuku em 1972 e é representante da David Watts Inc. Ele trabalha principalmente em Tóquio e Kanagawa. Ele cria momentos que dão origem à criatividade humana como experiências que descobrem conexões entre arte e tecnologia que transcendem o espaço e o tempo. TAKEKAWA está constantemente buscando novas experiências em primeira mão por meio de projetos abrangentes de planejamento e preparação em todos os setores e empresas com diferentes formas de pensar. Ele é diretor do PEACE NIPPON PROJECT da General Incorporated Association, que realiza atividades para comunicar a beleza do Japão como uma mensagem para o futuro. Ele também é diretor da General Incorporated Association MUTEK Japan e diretor de criação do MUTEK.JP, o único festival de música eletrônica e artes digitais da Ásia.

―――――――――――――――――――――――――――――――――――――――― 

Sobre a CULTURE GATE to JAPAN

A Agência de Assuntos Culturais do Governo do Japão lançou um projeto inovador de promoção cultural chamado "CULTURE GATE to Japan". O projeto consiste em uma série de instalações de arte realizadas no Aeroporto de Haneda e no Terminal Internacional de Cruzeiros de Tóquio. Os artistas e criadores participantes que atuam no campo das artes midiáticas expõem obras de arte inspiradas na cultura única de cada área de foco no Japão, com o objetivo de promover um apelo mais amplo em torno da cultura japonesa.

Organizador: Agência de Assuntos Culturais do Governo do Japão 

Site oficial: https://culture-gate.jp/ 

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1733471/image_1.jpg  

Video - https://www.youtube.com/watch?v=AT8JmxsPREQ  

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1733473/image_3.jpg  

Video - https://www.youtube.com/watch?v=h8oisus5qr8  

Video - https://www.youtube.com/watch?v=28fWPuCvdUs  

Video - https://www.youtube.com/watch?v=lXtQ_3AqWV0

FONTE CULTURE GATE to JAPAN Initiative

Você acabou de ler:

''CULTURE GATE to JAPAN''

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/culture-gate-to-japan/