DarwinHealth anuncia colaboração de pesquisa com Bristol Myers Squibb para a iniciativa Novel Cancer Target Discovery (NCTI)

NOVA YORK, 6 de maio de 2021 /PRNewswire/ -- A DarwinHealth, uma empresa de biotecnologia com sede em Nova York, anunciou hoje uma colaboração de pesquisa científica com a Bristol-Myers Squibb Company (NYSE: BMY).  A colaboração de pesquisa, Novel Cancer Target Initiative (NCTI), emprega algoritmos fundamentados em biologia de sistemas quantitativos, bancos de dados proprietários e tecnologias validadas para identificar novos alvos de câncer (NCTs) em uma gama de subtipos de tumor.

A metodologia sustentada pela NCTI baseia-se na compreensão de mecanismos críticos associados às dependências e manutenção do tumor que vão além das mutações genéticas. Para facilitar a descoberta de NCTs, a DarwinHealth fornecerá à Bristol Myers Squibb informações proprietárias armazenadas em seus bancos de dados de medicamentos, incluindo análises específicas de contexto de Master Regulators de subtipos distintos de tumor, bem como direct upstream modulators.  

"A colaboração está focada em identificar novos alvos de câncer de alto valor em uma gama de subtipos de tumor pré-selecionados, com foco na identificação de novos alvos que são recorrentes entre diferentes tipos de câncer, levando ao projeto e ao desenvolvimento de medicamentos com indicações de vários subtipos", disse Gideon Bosker, MD, CEO, DarwinHealth. "Uma vez identificados e priorizados, esses alvos podem ser submetidos a uma rigorosa validação experimental para impulsionar o desenvolvimento de medicamentos para uma nova geração de terapias anticancerígenas que poderiam ser desenvolvidas pela Bristol Myers Squibb." 

"Os novos alvos de câncer serão selecionados e priorizados com base em seu papel como Master Regulators (MRs) ou Master Regulator Upstream Modulators (MRUMs) dentro do módulo Tumor Checkpoint de uma malignidade humana específica", disse o professor Andrea Califano, presidente do Departamento de Biologia de Sistemas da Universidade de Columbia, e cofundador e presidente do Conselho Consultivo Médico e Científico da DarwinHealth.  "Acreditamos que os insights com base em mecanismo, conforme oferecidos pelas plataformas de biologia de sistemas focados em oncologia de precisão da DarwinHealth, podem acelerar substancialmente o desenvolvimento de medicamentos que visam dependências não oncogênicas que sustentam e impulsionam as principais manifestações do câncer."

O acordo da NCTI representa uma importante extensão e alavancagem científica da colaboração multianual em curso  do Compound-2-Clinic (C2C) iniciada com a Celgene em 28 de agosto de 2019, que visa avaliar, caracterizar e priorizar o desenvolvimento clínico e a validação experimental da bioatividade relevante para a oncologia de uma biblioteca pré-especificada de compostos da Bristol Myers Squibb.

Como parte da colaboração da NCTI, a DarwinHealth receberá um pagamento adiantado, havendo a possibilidade de receber pagamentos por marcos de desenvolvimento e comercialização.

Sobre a DarwinHealth

DarwinHealth: A Precision Therapeutics for Cancer Medicine é uma empresa "frontiers of cancer" voltada para a tecnologia, fundada em conjunto pelo CEO Gideon Bosker, MD e por Andrea Califano, professor de Biologia de Sistemas Químicos e presidente do departamento Clyde and Helen Wu de Biologia de Sistemas da Universidade de Columbia. A tecnologia da empresa foi desenvolvida pelo laboratório Califano nos últimos 14 anos e é licenciada exclusivamente pela Universidade de Columbia. 

A DarwinHealth utiliza algoritmos de biologia de sistemas proprietários para fazer a correspondência entre praticamente todos os pacientes com câncer e os medicamentos e combinações de medicamentos que são mais propensos a produzir um resultado de tratamento bem-sucedido. "Por outro lado, esses mesmos algoritmos também podem priorizar medicamentos em investigação e combinações de compostos de potencial desconhecido contra um espectro completo de malignidades humanas, bem como novos alvos de câncer", explicou o Dr. Bosker, "que os tornam inestimáveis para empresas farmacêuticas que buscam otimizar seus pipelines de compostos e descobrir novos alvos de câncer e alinhamentos composto-tumor mecanicamente acionáveis."

A missão da DarwinHealth é implementar novas tecnologias enraizadas em biologia de sistemas para melhorar os resultados clínicos para tratamentos do câncer. Sua tecnologia central, o algoritmo VIPER, pode identificar estreitamente módulos de malha de proteínas reguladoras principais que representam uma nova classe de alvos terapêuticos acionáveis e biomarcadores preditivos no câncer. A metodologia é aplicada ao longo de dois eixos complementares: primeiro, as tecnologias da DarwinHealth suportam a identificação sistemática e a validação de alvos medicamentosos em um estado mais fundamental e profundo da lógica regulatória da célula cancerígena de modo que nós e nossos parceiros científicos possamos explorar a ação da próxima geração com base em dependências e mecanismos tumorais fundamentais e mais universais. Em segundo lugar, sob o ponto de vista de desenvolvimento e descoberta de medicamentos, as mesmas tecnologias são capazes de identificar novos alvos potencialmente medicamentosos com base em master regulators e upstream modulators desses alvos. É aqui que a abordagem oncotectônica da DarwinHealth, com ênfase em elucidar e focar tumor checkpoints, oferece suas soluções mais importantes e os roteiros de reposicionamento para promover a descoberta e a terapia de medicamentos com foco em precisão. 

Os métodos proprietários fundamentados em medicina de precisão empregados pela DarwinHealth são respaldados por um vasto corpo de literatura científica de autoria de sua liderança científica, incluindo o CSO da DarwinHealth, Mariano Alvarez, PhD, que desenvolveu em conjunto a infraestrutura computacional crítica da empresa. Essas estratégias proprietárias alavancam a capacidade de fazer engenharia reversa e analisar a lógica regulatória e de sinalização de todo o genoma da célula cancerígena, integrando dados de ensaios in silico, in vitro, e in vivo . Isso oferece uma plataforma de caracterização e descoberta de medicamentos totalmente integrada, desenvolvida para elucidar, acelerar e validar as trajetórias de desenvolvimento precisas para os ativos farmacêuticos, para que todo o seu potencial clínico e comercial possa ser realizado. Para mais informações, acesse: www.DarwinHealth.com.

Logotipo - https://mma.prnewswire.com/media/966600/DarwinHealth_Logo.jpg  

 

FONTE DarwinHealth

NOVA YORK, 6 de maio de 2021 /PRNewswire/ -- A DarwinHealth, uma empresa de biotecnologia com sede em Nova York, anunciou hoje uma colaboração de pesquisa científica com a Bristol-Myers Squibb Company (NYSE: BMY).  A colaboração de pesquisa, Novel Cancer Target Initiative (NCTI), emprega algoritmos fundamentados em biologia de sistemas quantitativos, bancos de dados proprietários e tecnologias validadas para identificar novos alvos de câncer (NCTs) em uma gama de subtipos de tumor.

A metodologia sustentada pela NCTI baseia-se na compreensão de mecanismos críticos associados às dependências e manutenção do tumor que vão além das mutações genéticas. Para facilitar a descoberta de NCTs, a DarwinHealth fornecerá à Bristol Myers Squibb informações proprietárias armazenadas em seus bancos de dados de medicamentos, incluindo análises específicas de contexto de Master Regulators de subtipos distintos de tumor, bem como direct upstream modulators.  

"A colaboração está focada em identificar novos alvos de câncer de alto valor em uma gama de subtipos de tumor pré-selecionados, com foco na identificação de novos alvos que são recorrentes entre diferentes tipos de câncer, levando ao projeto e ao desenvolvimento de medicamentos com indicações de vários subtipos", disse Gideon Bosker, MD, CEO, DarwinHealth. "Uma vez identificados e priorizados, esses alvos podem ser submetidos a uma rigorosa validação experimental para impulsionar o desenvolvimento de medicamentos para uma nova geração de terapias anticancerígenas que poderiam ser desenvolvidas pela Bristol Myers Squibb." 

"Os novos alvos de câncer serão selecionados e priorizados com base em seu papel como Master Regulators (MRs) ou Master Regulator Upstream Modulators (MRUMs) dentro do módulo Tumor Checkpoint de uma malignidade humana específica", disse o professor Andrea Califano, presidente do Departamento de Biologia de Sistemas da Universidade de Columbia, e cofundador e presidente do Conselho Consultivo Médico e Científico da DarwinHealth.  "Acreditamos que os insights com base em mecanismo, conforme oferecidos pelas plataformas de biologia de sistemas focados em oncologia de precisão da DarwinHealth, podem acelerar substancialmente o desenvolvimento de medicamentos que visam dependências não oncogênicas que sustentam e impulsionam as principais manifestações do câncer."

O acordo da NCTI representa uma importante extensão e alavancagem científica da colaboração multianual em curso  do Compound-2-Clinic (C2C) iniciada com a Celgene em 28 de agosto de 2019, que visa avaliar, caracterizar e priorizar o desenvolvimento clínico e a validação experimental da bioatividade relevante para a oncologia de uma biblioteca pré-especificada de compostos da Bristol Myers Squibb.

Como parte da colaboração da NCTI, a DarwinHealth receberá um pagamento adiantado, havendo a possibilidade de receber pagamentos por marcos de desenvolvimento e comercialização.

Sobre a DarwinHealth

DarwinHealth: A Precision Therapeutics for Cancer Medicine é uma empresa "frontiers of cancer" voltada para a tecnologia, fundada em conjunto pelo CEO Gideon Bosker, MD e por Andrea Califano, professor de Biologia de Sistemas Químicos e presidente do departamento Clyde and Helen Wu de Biologia de Sistemas da Universidade de Columbia. A tecnologia da empresa foi desenvolvida pelo laboratório Califano nos últimos 14 anos e é licenciada exclusivamente pela Universidade de Columbia. 

A DarwinHealth utiliza algoritmos de biologia de sistemas proprietários para fazer a correspondência entre praticamente todos os pacientes com câncer e os medicamentos e combinações de medicamentos que são mais propensos a produzir um resultado de tratamento bem-sucedido. "Por outro lado, esses mesmos algoritmos também podem priorizar medicamentos em investigação e combinações de compostos de potencial desconhecido contra um espectro completo de malignidades humanas, bem como novos alvos de câncer", explicou o Dr. Bosker, "que os tornam inestimáveis para empresas farmacêuticas que buscam otimizar seus pipelines de compostos e descobrir novos alvos de câncer e alinhamentos composto-tumor mecanicamente acionáveis."

A missão da DarwinHealth é implementar novas tecnologias enraizadas em biologia de sistemas para melhorar os resultados clínicos para tratamentos do câncer. Sua tecnologia central, o algoritmo VIPER, pode identificar estreitamente módulos de malha de proteínas reguladoras principais que representam uma nova classe de alvos terapêuticos acionáveis e biomarcadores preditivos no câncer. A metodologia é aplicada ao longo de dois eixos complementares: primeiro, as tecnologias da DarwinHealth suportam a identificação sistemática e a validação de alvos medicamentosos em um estado mais fundamental e profundo da lógica regulatória da célula cancerígena de modo que nós e nossos parceiros científicos possamos explorar a ação da próxima geração com base em dependências e mecanismos tumorais fundamentais e mais universais. Em segundo lugar, sob o ponto de vista de desenvolvimento e descoberta de medicamentos, as mesmas tecnologias são capazes de identificar novos alvos potencialmente medicamentosos com base em master regulators e upstream modulators desses alvos. É aqui que a abordagem oncotectônica da DarwinHealth, com ênfase em elucidar e focar tumor checkpoints, oferece suas soluções mais importantes e os roteiros de reposicionamento para promover a descoberta e a terapia de medicamentos com foco em precisão. 

Os métodos proprietários fundamentados em medicina de precisão empregados pela DarwinHealth são respaldados por um vasto corpo de literatura científica de autoria de sua liderança científica, incluindo o CSO da DarwinHealth, Mariano Alvarez, PhD, que desenvolveu em conjunto a infraestrutura computacional crítica da empresa. Essas estratégias proprietárias alavancam a capacidade de fazer engenharia reversa e analisar a lógica regulatória e de sinalização de todo o genoma da célula cancerígena, integrando dados de ensaios in silico, in vitro, e in vivo . Isso oferece uma plataforma de caracterização e descoberta de medicamentos totalmente integrada, desenvolvida para elucidar, acelerar e validar as trajetórias de desenvolvimento precisas para os ativos farmacêuticos, para que todo o seu potencial clínico e comercial possa ser realizado. Para mais informações, acesse: www.DarwinHealth.com.

Logotipo - https://mma.prnewswire.com/media/966600/DarwinHealth_Logo.jpg  

 

FONTE DarwinHealth

Você acabou de ler:

DarwinHealth anuncia colaboração de pesquisa com Bristol Myers Squibb para a iniciativa Novel Cancer Target Discovery (NCTI)

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/darwinhealth-anuncia-colaboracao-de-pesquisa-com-bristol-myers-squibb-para-a-iniciativa-novel-cancer-target-discovery-ncti/