David Wang, da Huawei: Inovação, iluminando a era do 5.5G

SHENZHEN, China, 18 de julho de 2022 /PRNewswire/ -- Na semana de Inovação Win-Win da Huawei, David Wang, diretor executivo do conselho e presidente do conselho administrativo de infraestrutura de TIC da Huawei, fez um discurso intitulado "Inovação, iluminando a era do 5.5G". Em seu discurso, Wang falou sobre a próxima evolução da tecnologia 5G, que a empresa denominou de 5.5G, e o roteiro de inovação do setor para os próximos cinco a dez anos.

David Wang, diretor executivo do conselho e presidente do Conselho de Administração da infraestrutura de TIC da Huawei, fazendo um discurso de abertura

"Ao olharmos para 2025, a ampla diversidade e magnitude dos requisitos de serviços de rede criarão um enorme novo potencial de mercado", disse Wang. "Estamos aqui para discutir essas oportunidades com operadoras e parceiros do setor e explorar as inovações que precisamos para ajudar a abrir caminho para o 5.5G."

A Huawei propôs o 5.5G pela primeira vez no 11º Fórum Global de Banda Larga Móvel em 2020, e o F5.5G (ou 5.5G fixo) na Cúpula Global de Analistas em abril deste ano. Desde então, o setor vem propondo novas ideias e melhores práticas.

Uma variedade de novos requisitos elevará o padrão para a infraestrutura de TIC de última geração 

De acordo com Wang, novos desenvolvimentos em tecnologia digital precisam apoiar uma experiência verdadeiramente em tempo real, envolvente e mais imersiva no mundo digital e, gradualmente, disponibilizar uma experiência de rede de 10 Gbps em todos os lugares do planeta.

No setor industrial, a digitalização já entrou na via rápida. A IA será totalmente integrada aos processos de produção empresarial, e o tamanho do mercado de IoT de 5.5G crescerá rapidamente. A colaboração entre robôs e pessoas em cenários complexos exigirá maiores requisitos para as redes de campo industrial de próxima geração.

Atualmente, gargalos na computação, como paredes de memória, utilização desequilibrada de recursos de data center e baixa eficiência energética, estão prejudicando o aumento da nova demanda por computação. Para enfrentar esses desafios, o setor precisa inovar na arquitetura e nos níveis do sistema para aumentar o fornecimento de computação.

Seis características de 5.5G – novo valor para a vida digital e o desenvolvimento 

A primeira é uma experiência de usuário de 10 Gbps. O 5.5G proporcionará uma experiência de 10 Gbps por meio da tecnologia MIMO que apresenta maior largura de banda, maior eficiência do espectro e modulação de ordem superior. Com tecnologias de última geração como FTTR, Wi-Fi 7, 50G PON e 800G, o F5.5G trará uma experiência de 10 Gbps em todos os lugares.

No evento, Wang propôs o Net5.5G pela primeira vez, definindo a evolução das redes IP para atender à crescente demanda por poder de computação por aplicações inteligentes. "À medida que a digitalização se consolide, as aplicações inteligentes verão a comercialização e os recursos de computação em larga escala serem localizados em várias nuvens", disse Wang. "As empresas precisam utilizar o poder de computação de várias nuvens a custos mais baixos, com maior agilidade e flexibilidade. Para isso, precisamos continuar inovando com base no IPv6 para ajudar o setor a crescer. É por isso que propusemos o Net5.5G."

Em segundo lugar, o escopo da empresa irá além da conectividade O 5.5G irá além da conectividade para incluir o sensoriamento, o que resultará em uma variedade de novos cenários e aplicações. As tecnologias de sensoriamento sem fio e sensoriamento de fibra serão utilizadas em colaboração veículo-estrada e monitoramento de meio ambiente. A IoT passiva integrará tecnologias de tags celulares e passivas para criar 100 bilhões de conexões em potencial. As redes de núcleo 5.5G redefinirão arquiteturas e tecnologias fundamentais para permitir novos cenários de serviço, como redes privadas do setor, redes de campo industriais e novas chamadas.

Em terceiro lugar, a computação diversificada permitirá aplicações diversificadas. Na era 5.5G, as arquiteturas de computação serão redefinidas para aumentar a eficiência da computação em dez vezes por meio de engenharia de chips e arquiteturas completas de interconexão ponto a ponto.

Em quarto lugar, o armazenamento centrado em dados ultrapassará os limites existentes na arquitetura de armazenamento. O armazenamento futuro melhorará o desempenho de armazenamento em dez vezes por meio de arquitetura de hardware e software centrada em dados e mecanismos de aceleração de aplicações de dados diversificados.

Em quinto lugar, a IA nativa de pilha completa tornará as redes de direção altamente autônomas (ADNs) L4 uma realidade. As ADNs se tornaram um objetivo comum do setor. A IA nativa de pilha completa, desde elementos de rede a redes e serviços, acelerará os avanços na tecnologia de ADN. Os resultados da inovação, como algoritmos de compressão para centenas de indicadores de rede e identificação de falhas desconhecidos pelos modelos básicos de IA, serão amplamente aplicados na era 5.5G.

Por último, os desenvolvimentos em tecnologia ecológica e inovação em nível de sistema aumentarão a eficiência energética. O ITU-T adotou a intensidade de dados de carbono de rede/ intensidade energética (NCIe) como a métrica de eficiência energética unificada para orientar o roteiro de desenvolvimento ecológico do setor. A Huawei desenvolveu soluções inovadoras para sites verdes, redes verdes e operações verdes para aumentar a capacidade da rede e reduzir o consumo de energia por bit. Essas soluções capacitarão as operadoras na era 5.5G.

"À medida que avançamos em direção à era 5.5G, todos os participantes do setor precisam trabalhar juntos para trazer padrões para a maturidade e cultivar um setor próspero", disse Wang. Ele propôs três recomendações ao concluir seu discurso.

  • O setor precisa trabalhar em estreita colaboração para definir a visão e o roteiro para o 5.5G.
  • O setor deve definir padrões de tecnologia dentro das estruturas padrão definidas pelo 3GPP, ETSI e ITU.
  • Todos os participantes do setor devem trabalhar juntos para promover um ecossistema próspero do setor, incubando mais casos de uso e acelerando a transformação digital e inteligente.

A Semana de Inovação Win-Win da Huawei é realizada de 18 a 21 de julho em Shenzhen, na China. Juntamente com operadores globais, profissionais do setor e líderes de opinião, aprofundaremos tópicos como 5.5G, desenvolvimento verde e transformação digital para vislumbrar o sucesso compartilhado na economia digital. Para mais informações, acesse: https://carrier.huawei.com/en/events/winwin-innovation-week.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1861276/Huawei.jpg

 

FONTE Huawei

SHENZHEN, China, 18 de julho de 2022 /PRNewswire/ -- Na semana de Inovação Win-Win da Huawei, David Wang, diretor executivo do conselho e presidente do conselho administrativo de infraestrutura de TIC da Huawei, fez um discurso intitulado "Inovação, iluminando a era do 5.5G". Em seu discurso, Wang falou sobre a próxima evolução da tecnologia 5G, que a empresa denominou de 5.5G, e o roteiro de inovação do setor para os próximos cinco a dez anos.

David Wang, diretor executivo do conselho e presidente do Conselho de Administração da infraestrutura de TIC da Huawei, fazendo um discurso de abertura

"Ao olharmos para 2025, a ampla diversidade e magnitude dos requisitos de serviços de rede criarão um enorme novo potencial de mercado", disse Wang. "Estamos aqui para discutir essas oportunidades com operadoras e parceiros do setor e explorar as inovações que precisamos para ajudar a abrir caminho para o 5.5G."

A Huawei propôs o 5.5G pela primeira vez no 11º Fórum Global de Banda Larga Móvel em 2020, e o F5.5G (ou 5.5G fixo) na Cúpula Global de Analistas em abril deste ano. Desde então, o setor vem propondo novas ideias e melhores práticas.

Uma variedade de novos requisitos elevará o padrão para a infraestrutura de TIC de última geração 

De acordo com Wang, novos desenvolvimentos em tecnologia digital precisam apoiar uma experiência verdadeiramente em tempo real, envolvente e mais imersiva no mundo digital e, gradualmente, disponibilizar uma experiência de rede de 10 Gbps em todos os lugares do planeta.

No setor industrial, a digitalização já entrou na via rápida. A IA será totalmente integrada aos processos de produção empresarial, e o tamanho do mercado de IoT de 5.5G crescerá rapidamente. A colaboração entre robôs e pessoas em cenários complexos exigirá maiores requisitos para as redes de campo industrial de próxima geração.

Atualmente, gargalos na computação, como paredes de memória, utilização desequilibrada de recursos de data center e baixa eficiência energética, estão prejudicando o aumento da nova demanda por computação. Para enfrentar esses desafios, o setor precisa inovar na arquitetura e nos níveis do sistema para aumentar o fornecimento de computação.

Seis características de 5.5G – novo valor para a vida digital e o desenvolvimento 

A primeira é uma experiência de usuário de 10 Gbps. O 5.5G proporcionará uma experiência de 10 Gbps por meio da tecnologia MIMO que apresenta maior largura de banda, maior eficiência do espectro e modulação de ordem superior. Com tecnologias de última geração como FTTR, Wi-Fi 7, 50G PON e 800G, o F5.5G trará uma experiência de 10 Gbps em todos os lugares.

No evento, Wang propôs o Net5.5G pela primeira vez, definindo a evolução das redes IP para atender à crescente demanda por poder de computação por aplicações inteligentes. "À medida que a digitalização se consolide, as aplicações inteligentes verão a comercialização e os recursos de computação em larga escala serem localizados em várias nuvens", disse Wang. "As empresas precisam utilizar o poder de computação de várias nuvens a custos mais baixos, com maior agilidade e flexibilidade. Para isso, precisamos continuar inovando com base no IPv6 para ajudar o setor a crescer. É por isso que propusemos o Net5.5G."

Em segundo lugar, o escopo da empresa irá além da conectividade O 5.5G irá além da conectividade para incluir o sensoriamento, o que resultará em uma variedade de novos cenários e aplicações. As tecnologias de sensoriamento sem fio e sensoriamento de fibra serão utilizadas em colaboração veículo-estrada e monitoramento de meio ambiente. A IoT passiva integrará tecnologias de tags celulares e passivas para criar 100 bilhões de conexões em potencial. As redes de núcleo 5.5G redefinirão arquiteturas e tecnologias fundamentais para permitir novos cenários de serviço, como redes privadas do setor, redes de campo industriais e novas chamadas.

Em terceiro lugar, a computação diversificada permitirá aplicações diversificadas. Na era 5.5G, as arquiteturas de computação serão redefinidas para aumentar a eficiência da computação em dez vezes por meio de engenharia de chips e arquiteturas completas de interconexão ponto a ponto.

Em quarto lugar, o armazenamento centrado em dados ultrapassará os limites existentes na arquitetura de armazenamento. O armazenamento futuro melhorará o desempenho de armazenamento em dez vezes por meio de arquitetura de hardware e software centrada em dados e mecanismos de aceleração de aplicações de dados diversificados.

Em quinto lugar, a IA nativa de pilha completa tornará as redes de direção altamente autônomas (ADNs) L4 uma realidade. As ADNs se tornaram um objetivo comum do setor. A IA nativa de pilha completa, desde elementos de rede a redes e serviços, acelerará os avanços na tecnologia de ADN. Os resultados da inovação, como algoritmos de compressão para centenas de indicadores de rede e identificação de falhas desconhecidos pelos modelos básicos de IA, serão amplamente aplicados na era 5.5G.

Por último, os desenvolvimentos em tecnologia ecológica e inovação em nível de sistema aumentarão a eficiência energética. O ITU-T adotou a intensidade de dados de carbono de rede/ intensidade energética (NCIe) como a métrica de eficiência energética unificada para orientar o roteiro de desenvolvimento ecológico do setor. A Huawei desenvolveu soluções inovadoras para sites verdes, redes verdes e operações verdes para aumentar a capacidade da rede e reduzir o consumo de energia por bit. Essas soluções capacitarão as operadoras na era 5.5G.

"À medida que avançamos em direção à era 5.5G, todos os participantes do setor precisam trabalhar juntos para trazer padrões para a maturidade e cultivar um setor próspero", disse Wang. Ele propôs três recomendações ao concluir seu discurso.

  • O setor precisa trabalhar em estreita colaboração para definir a visão e o roteiro para o 5.5G.
  • O setor deve definir padrões de tecnologia dentro das estruturas padrão definidas pelo 3GPP, ETSI e ITU.
  • Todos os participantes do setor devem trabalhar juntos para promover um ecossistema próspero do setor, incubando mais casos de uso e acelerando a transformação digital e inteligente.

A Semana de Inovação Win-Win da Huawei é realizada de 18 a 21 de julho em Shenzhen, na China. Juntamente com operadores globais, profissionais do setor e líderes de opinião, aprofundaremos tópicos como 5.5G, desenvolvimento verde e transformação digital para vislumbrar o sucesso compartilhado na economia digital. Para mais informações, acesse: https://carrier.huawei.com/en/events/winwin-innovation-week.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1861276/Huawei.jpg

 

FONTE Huawei

Você acabou de ler:

David Wang, da Huawei: Inovação, iluminando a era do 5.5G

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/david-wang-da-huawei-inovacao-iluminando-a-era-do-5-5g/