Dia Nacional de Combate ao Colesterol: brasileiros negligenciam as doenças cardiovasculares durante a pandemia

Pacientes não procuram atendimento quando aparecem sintomas, vítimas de infartos e AVCs podem ter complicações graves ou até mesmo irem a óbito

SÃO PAULO, 6 de agosto de 2020 /PRNewswire/ -- Ficar atento à saúde, principalmente no período de quarentena, é essencial. Incluindo o monitoramento do colesterol, pois se alto, pode ser perigoso. O Dia Nacional de Combate ao Colesterol, 08 de agosto, visa conscientizar sobre a importância da prevenção das doenças cardiovasculares e cuidados que os pacientes precisam ter, especialmente neste momento, pois muitos estão negligenciando sintomas por medo de contágio pela COVID-19.

O LDL-C1 não controlado ou continuamente elevado é um dos principais fatores de risco para doença cardiovascular, como ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral.2

Porém, muitas vezes, pacientes não apresentam sintomas da doença subjacente dos vasos sanguíneos, um ataque cardíaco ou acidente cardiovascular pode ser o primeiro sinal da doença. Por isso, é importante ficar atento aos fatores de risco – tabagismo, obesidade, falta de atividade física e consumo excessivo de álcool, além de doenças como hipertensão.3

"Seguir as recomendações médicas e ter hábitos saudáveis são medidas que podem prevenir um evento cardiovascular e ajudam o organismo a lidar com o estresse desse período desafiador" explica o Dr. Sergio Timerman, Cardiologista do Instituto do Coração (Incor) HC FMUSP e membro da Sociedade Brasileira de Cardiologia.

Para pacientes que têm histórico familiar ou que são mais propensos ao nível de colesterol elevado e precisam de remédios de uso contínuo – o alerta é o mesmo: "É imprescindível seguir o tratamento conforme prescrito e manter o acompanhamento médico, realizando exames regularmente", complementa Dr. Timerman.

Acidente vascular cerebral e infarto são a principal causa de óbito no Brasil.4 Entretanto, hospitais e centros de referência relataram que houve uma queda nos atendimentos de doenças cardiovasculares desde o início da quarentena5. "Por receio de sair de casa, pacientes estão negligenciando sintomas. Isso pode comprometer a qualidade de vida e trazer complicações graves se não atendido no momento certo", explica o cardiologista.

Sobre a Amgen 

A Amgen está comprometida em liberar o potencial da biologia para pacientes que sofrem com doenças graves ao descobrir, desenvolver e produzir medicamentos inovadores. Esta abordagem começa ao utilizar ferramentas como genética humana avançada para desvendar as complexidades da doença e entender os fundamentos da biologia humana. A Amgen se concentra em áreas de necessidade médica não atendidas, potencializado a sua experiência na fabricação de produtos biológicos para buscar soluções que melhorem a saúde e a vida das pessoas. Fundada nos Estados Unidos em 1980, a Amgen tornou-se a maior empresa de biotecnologia no mundo, com milhões de pacientes atendidos e com um pipeline de medicamentos com potencial revolucionário em desenvolvimento.  

1 LDL é a sigla de Low Density Lipoproteins, que significa lipoproteínas de baixa densidade, conhecido como ''mau colesterol''.

2  World Health Organization. Prevention of Recurrences of Myocardial Infarction and Stroke Study The PREMISE programme: country projects. Disponível em: http://www.who.int/cardiovascular_diseases/priorities/secondary_prevention/country/en/index1.html

3 2020. OPAS Brasil. Doenças Cardiovasculares. 

4 As 10 principais causas de morte no Brasil. Levantamento Data SUS. 2019. 

5 Informação da Divisão de Cardiologia Clínica do Instituto do Coração. 2020.

FONTE Amgen

Pacientes não procuram atendimento quando aparecem sintomas, vítimas de infartos e AVCs podem ter complicações graves ou até mesmo irem a óbito

SÃO PAULO, 6 de agosto de 2020 /PRNewswire/ -- Ficar atento à saúde, principalmente no período de quarentena, é essencial. Incluindo o monitoramento do colesterol, pois se alto, pode ser perigoso. O Dia Nacional de Combate ao Colesterol, 08 de agosto, visa conscientizar sobre a importância da prevenção das doenças cardiovasculares e cuidados que os pacientes precisam ter, especialmente neste momento, pois muitos estão negligenciando sintomas por medo de contágio pela COVID-19.

O LDL-C1 não controlado ou continuamente elevado é um dos principais fatores de risco para doença cardiovascular, como ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral.2

Porém, muitas vezes, pacientes não apresentam sintomas da doença subjacente dos vasos sanguíneos, um ataque cardíaco ou acidente cardiovascular pode ser o primeiro sinal da doença. Por isso, é importante ficar atento aos fatores de risco – tabagismo, obesidade, falta de atividade física e consumo excessivo de álcool, além de doenças como hipertensão.3

"Seguir as recomendações médicas e ter hábitos saudáveis são medidas que podem prevenir um evento cardiovascular e ajudam o organismo a lidar com o estresse desse período desafiador" explica o Dr. Sergio Timerman, Cardiologista do Instituto do Coração (Incor) HC FMUSP e membro da Sociedade Brasileira de Cardiologia.

Para pacientes que têm histórico familiar ou que são mais propensos ao nível de colesterol elevado e precisam de remédios de uso contínuo – o alerta é o mesmo: "É imprescindível seguir o tratamento conforme prescrito e manter o acompanhamento médico, realizando exames regularmente", complementa Dr. Timerman.

Acidente vascular cerebral e infarto são a principal causa de óbito no Brasil.4 Entretanto, hospitais e centros de referência relataram que houve uma queda nos atendimentos de doenças cardiovasculares desde o início da quarentena5. "Por receio de sair de casa, pacientes estão negligenciando sintomas. Isso pode comprometer a qualidade de vida e trazer complicações graves se não atendido no momento certo", explica o cardiologista.

Sobre a Amgen 

A Amgen está comprometida em liberar o potencial da biologia para pacientes que sofrem com doenças graves ao descobrir, desenvolver e produzir medicamentos inovadores. Esta abordagem começa ao utilizar ferramentas como genética humana avançada para desvendar as complexidades da doença e entender os fundamentos da biologia humana. A Amgen se concentra em áreas de necessidade médica não atendidas, potencializado a sua experiência na fabricação de produtos biológicos para buscar soluções que melhorem a saúde e a vida das pessoas. Fundada nos Estados Unidos em 1980, a Amgen tornou-se a maior empresa de biotecnologia no mundo, com milhões de pacientes atendidos e com um pipeline de medicamentos com potencial revolucionário em desenvolvimento.  

1 LDL é a sigla de Low Density Lipoproteins, que significa lipoproteínas de baixa densidade, conhecido como ''mau colesterol''.

2  World Health Organization. Prevention of Recurrences of Myocardial Infarction and Stroke Study The PREMISE programme: country projects. Disponível em: http://www.who.int/cardiovascular_diseases/priorities/secondary_prevention/country/en/index1.html

3 2020. OPAS Brasil. Doenças Cardiovasculares. 

4 As 10 principais causas de morte no Brasil. Levantamento Data SUS. 2019. 

5 Informação da Divisão de Cardiologia Clínica do Instituto do Coração. 2020.

FONTE Amgen

Você acabou de ler:

Dia Nacional de Combate ao Colesterol: brasileiros negligenciam as doenças cardiovasculares durante a pandemia

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/dia-nacional-de-combate-ao-colesterol-brasileiros-negligenciam-as-doencas-cardiovasculares-durante-a-pandemia/