Distrito de Nansha, na China, injeta novo impulso na abertura e cooperação da GBA

GUANGZHOU, China, 20 de junho de 2022 /PRNewswire/ -- O Conselho de Estado da China emitiu um plano geral para promover a cooperação abrangente entre Guangdong, Hong Kong e Macau, aprofundando ainda mais a abertura no distrito de Nansha, na província de Guangdong, no sul da China, de acordo com uma circular divulgada em 14 de junho.

Nansha intensificará essa cooperação para transformá-la em um centro de importância estratégica que colabore com Hong Kong e Macau e beneficie a região da Grande Baía (GBA) e muito mais, conforme informou a circular. O distrito deve impulsionar ainda mais a cooperação e a abertura na GBA, uma vez que adota a oportunidade de evoluir do centro geográfico da região para um papel funcional importante.

O distrito se conecta significativamente a clusters urbanos na GBA, pois atua como a única porta de entrada de Guangzhou para rotas marítimas. "A cerca de 38 milhas náuticas de Hong Kong e 41 milhas náuticas de Macau, Nansha pode se conectar às 11 cidades da GBA e aos aeroportos internacionais de Guangzhou, Shenzhen e Hong Kong em um raio de cem quilômetros", observou Dong Ke, prefeito de Nansha. O distrito agilizou a construção de um "círculo de transporte de meia hora" desde o início da construção da GBA. Isso oferece uma base mais sólida para a colaboração com Hong Kong e Macau para transformar Nansha em uma porta para abertura de alto nível, de acordo com o Governo Popular do distrito de Nansha da cidade de Guangzhou.

Caminhões de contêineres coloridos vão e voltam por toda a região do Porto de Nansha, onde predomina o ruído dos guindastes. Em 2021, ele se tornou um dos portos marítimos mais movimentados do mundo, com até 17,66 milhões de contêineres TEU (20 pés) enviados em sua rede de comércio exterior, que compreende 135 rotas marítimas. Em 30 de maio de 2022, um trem de carga China-Europa partiu do Porto de Nansha, uma manobra que marcou a integração do Cinturão Econômico da Rota da Seda com a Rota Marítima da Seda do século XXI. O sistema multimodal de transporte ferroviário-aquaviário-rodoviário foi possível pela operação da Ferrovia Portuária de Nansha, de acordo com Song Xiaoming, vice-gerente geral da Guangzhou Port Company, acrescentando que um aumento nos serviços de transporte ferroviário de carga entre a China e a Europa colocou o distrito em uma posição melhor para apoiar a GBA na construção do Cinturão e Rota e para se conectar com o resto do mundo.

Compra e venda do e para o mundo. O compromisso assumido com a abertura transformou Nansha em um centro internacional de comércio eletrônico, com um total de aproximadamente 600 empresas registradas para esse negócio específico até o momento. O valor das transações de comércio eletrônico internacional entre janeiro e maio cresceu aproximadamente 87% em relação ao ano anterior, atingindo cerca de RMB 15 bilhões.

Além disso, Nansha aparece com maior destaque no cenário global de negócios, uma vez que está a caminho de emergir como um novo centro de intercâmbio internacional. Embora o local permanente do Fórum Científico da Grande Baía esteja sendo planejado, a reunião anual do Fórum Internacional de Finanças (IFF) foi realizada sem interrupções. Dito isso, Nansha construirá uma nova plataforma para a GBA aumentar a cooperação econômica internacional sob a estrutura do Cinturão e Rota. É assim que Nansha se integrará ainda mais à economia regional e global.

Nansha agora lidera a GBA em empreendimentos de inovação científica e tecnológica. Especificamente, o distrito reúne mais de 620 empresas de inteligência artificial e biotecnologia. Uma série de empresas locais de alta tecnologia, como Zhaoke Ophthalmology e CloudWalk Technology, abriu seu capital, e a CAS Space Exploration, a primeira empresa unicórnio de Guangdong em voos espaciais comerciais, foi realocada para Nansha. Com isso, as inovações surgem em um ritmo mais rápido. Além disso, o distrito manteve o compromisso assumido com os sistemas e mecanismos conjuntos de inovação em ciência e tecnologia de Guangdong-Hong Kong-Macau, conforme evidenciado pela Universidade de Ciência e Tecnologia de Hong Kong (Guangzhou), que iniciará a operação em setembro deste ano. O projeto HKUST (GZ), por sua vez, permite que Nansha estimule as universidades a desempenharem seu papel inerente de impulsionar a inovação. E entre outros recursos, um parque industrial para empreendedores e inovadores de Guangdong, Hong Kong e Macau será implementado nas proximidades do campus HKUST (GZ) como uma forma de criar sinergia entre o governo, indústrias, universidades e institutos de pesquisa.

Fundada como uma nova área de nível estadual e parte da zona piloto de livre comércio da China (Guangdong), Nansha passou de uma zona de demonstração de cooperação completa entre Guangdong, Hong Kong e Macau a um centro mundial de importância estratégica para uma maior colaboração com Hong Kong e Macau. Isso significa que o distrito tem um papel cada vez mais fundamental nas estratégias de desenvolvimento nacional. Mais importante ainda, mostra ao mundo até onde a GBA pretende chegar e como a China continua empenhada com a reforma e a abertura.

 

 

FONTE Nansha District People's Government of Guangzhou City

GUANGZHOU, China, 20 de junho de 2022 /PRNewswire/ -- O Conselho de Estado da China emitiu um plano geral para promover a cooperação abrangente entre Guangdong, Hong Kong e Macau, aprofundando ainda mais a abertura no distrito de Nansha, na província de Guangdong, no sul da China, de acordo com uma circular divulgada em 14 de junho.

Nansha intensificará essa cooperação para transformá-la em um centro de importância estratégica que colabore com Hong Kong e Macau e beneficie a região da Grande Baía (GBA) e muito mais, conforme informou a circular. O distrito deve impulsionar ainda mais a cooperação e a abertura na GBA, uma vez que adota a oportunidade de evoluir do centro geográfico da região para um papel funcional importante.

O distrito se conecta significativamente a clusters urbanos na GBA, pois atua como a única porta de entrada de Guangzhou para rotas marítimas. "A cerca de 38 milhas náuticas de Hong Kong e 41 milhas náuticas de Macau, Nansha pode se conectar às 11 cidades da GBA e aos aeroportos internacionais de Guangzhou, Shenzhen e Hong Kong em um raio de cem quilômetros", observou Dong Ke, prefeito de Nansha. O distrito agilizou a construção de um "círculo de transporte de meia hora" desde o início da construção da GBA. Isso oferece uma base mais sólida para a colaboração com Hong Kong e Macau para transformar Nansha em uma porta para abertura de alto nível, de acordo com o Governo Popular do distrito de Nansha da cidade de Guangzhou.

Caminhões de contêineres coloridos vão e voltam por toda a região do Porto de Nansha, onde predomina o ruído dos guindastes. Em 2021, ele se tornou um dos portos marítimos mais movimentados do mundo, com até 17,66 milhões de contêineres TEU (20 pés) enviados em sua rede de comércio exterior, que compreende 135 rotas marítimas. Em 30 de maio de 2022, um trem de carga China-Europa partiu do Porto de Nansha, uma manobra que marcou a integração do Cinturão Econômico da Rota da Seda com a Rota Marítima da Seda do século XXI. O sistema multimodal de transporte ferroviário-aquaviário-rodoviário foi possível pela operação da Ferrovia Portuária de Nansha, de acordo com Song Xiaoming, vice-gerente geral da Guangzhou Port Company, acrescentando que um aumento nos serviços de transporte ferroviário de carga entre a China e a Europa colocou o distrito em uma posição melhor para apoiar a GBA na construção do Cinturão e Rota e para se conectar com o resto do mundo.

Compra e venda do e para o mundo. O compromisso assumido com a abertura transformou Nansha em um centro internacional de comércio eletrônico, com um total de aproximadamente 600 empresas registradas para esse negócio específico até o momento. O valor das transações de comércio eletrônico internacional entre janeiro e maio cresceu aproximadamente 87% em relação ao ano anterior, atingindo cerca de RMB 15 bilhões.

Além disso, Nansha aparece com maior destaque no cenário global de negócios, uma vez que está a caminho de emergir como um novo centro de intercâmbio internacional. Embora o local permanente do Fórum Científico da Grande Baía esteja sendo planejado, a reunião anual do Fórum Internacional de Finanças (IFF) foi realizada sem interrupções. Dito isso, Nansha construirá uma nova plataforma para a GBA aumentar a cooperação econômica internacional sob a estrutura do Cinturão e Rota. É assim que Nansha se integrará ainda mais à economia regional e global.

Nansha agora lidera a GBA em empreendimentos de inovação científica e tecnológica. Especificamente, o distrito reúne mais de 620 empresas de inteligência artificial e biotecnologia. Uma série de empresas locais de alta tecnologia, como Zhaoke Ophthalmology e CloudWalk Technology, abriu seu capital, e a CAS Space Exploration, a primeira empresa unicórnio de Guangdong em voos espaciais comerciais, foi realocada para Nansha. Com isso, as inovações surgem em um ritmo mais rápido. Além disso, o distrito manteve o compromisso assumido com os sistemas e mecanismos conjuntos de inovação em ciência e tecnologia de Guangdong-Hong Kong-Macau, conforme evidenciado pela Universidade de Ciência e Tecnologia de Hong Kong (Guangzhou), que iniciará a operação em setembro deste ano. O projeto HKUST (GZ), por sua vez, permite que Nansha estimule as universidades a desempenharem seu papel inerente de impulsionar a inovação. E entre outros recursos, um parque industrial para empreendedores e inovadores de Guangdong, Hong Kong e Macau será implementado nas proximidades do campus HKUST (GZ) como uma forma de criar sinergia entre o governo, indústrias, universidades e institutos de pesquisa.

Fundada como uma nova área de nível estadual e parte da zona piloto de livre comércio da China (Guangdong), Nansha passou de uma zona de demonstração de cooperação completa entre Guangdong, Hong Kong e Macau a um centro mundial de importância estratégica para uma maior colaboração com Hong Kong e Macau. Isso significa que o distrito tem um papel cada vez mais fundamental nas estratégias de desenvolvimento nacional. Mais importante ainda, mostra ao mundo até onde a GBA pretende chegar e como a China continua empenhada com a reforma e a abertura.

 

 

FONTE Nansha District People's Government of Guangzhou City