É hora de cuidar da saúde dos seus ossos

No Dia Mundial da Osteoporose, a International Osteoporosis Foundation (IOF) sinaliza o impacto negativo da pandemia sobre a saúde geral dos ossos e adverte para uma atenção renovada à prevenção contra a osteoporose e cuidados após a fratura

NYON, Suíça, 20 de outubro de 2021 /PRNewswire/ --

- Foto está disponível em AP Images (http://www.apimages.com) -

Um acúmulo na avaliação de osteoporose, atrasos em tratamentos e estilos de vida em ambientes fechados e sedentários: essas são diversas formas por meio das quais a pandemia da COVID-19 impactou a saúde dos ossos e prejudicou a assistência global para a osteoporose.

A osteoporose é uma doença óssea comum que faz com que os ossos se tornem fracos e quebradiços e quebrem facilmente.. A fratura osteoporótica geralmente ocorre como resultado da queda de uma altura em pé ou até mesmo por curvar-se para pegar as bolsas do mercado.

No mundo todo, as fraturas associadas à osteoporose afetam uma a cada três mulheres e um a cada cinco homens com 50 anos ou mais. Aproximadamente 9 milhões de fraturas ocorrem anualmente, com um impacto enorme nos pacientes e nas suas famílias, bem como nos sistemas de saúde. Entre as fraturas osteoporóticas, as fraturas na coluna e nos quadris apresentam as consequências mais graves e geram enormes custos médicos de longo prazo. Em razão da deficiência e perda de funcionalidade que ocorre após uma fratura de quadril, 33% dos pacientes que têm esse tipo de fratura tornam-se totalmente dependentes ou têm de estar em uma casa de repouso no ano posterior à fratura. 

O Presidente e professor Cyrus Cooper da IOF afirmou:

"As consequências negativas da pandemia para a saúde óssea e para a avaliação e tratamento oportunos da osteoporose são uma questão de preocupação global.. Neste contexto, é mais importante do que nunca ser proativo em termos de saúde óssea. As fraturas relacionadas à osteoporose são a principal causa de dor, deficiências e perda de independência nos adultos com idade mais avançada. Essas lesões que mudam a vida de uma pessoa podem ser evitadas com cuidados permanentes de saúde óssea, diagnóstico precoce e tratamento apropriado para quem está em risco".

"No entanto, apesar do enorme problema representado pelas fraturas de fragilidade, a osteoporose continua sendo amplamente pouco diagnosticada e pouco tratada. Mesmo após uma fratura osteoporótica, aproximadamente 80% dos pacientes não são examinados ou tratados para a causa subjacente. Isso é inadmissível, em forte contraste com a prevenção de doenças cardiovasculares, em que os pacientes são tratados frequentemente com relação à pressão sanguínea ou colesterol para evitar possíveis derrames ou infartos".

No Dia Mundial da Osteoporose, a IOF e seus membros em todo o mundo, mais de 265 sociedades médicas e de pacientes nacionais, apelam a indivíduos e autoridades de saúde a priorizar a saúde óssea e a prevenção de fraturas. A IOF adverte que os adultos de idade mais avançada façam exercícios regularmente, tomem a quantidade suficiente de vitamina D, expondo-se à luz do sol ou tomando suplementos e ingiram alimentos saudáveis para os ossos que contêm cálcio, proteína e outros nutrientes importantes. A Verificação de Risco de Osteoporose da IOF, um questionário on-line, é uma forma fácil de estar atento a qualquer fator de risco pessoal referente à doença.

«Se estiver em risco, consulte o seu médico para avaliação e tratamento imediatos. Isso é especialmente importante se você sofreu uma fratura depois dos 50 anos, percebeu que sua altura diminuiu ou que suas costas estão arqueadas, ou se você tem histórico familiar de osteoporose ", alerta o presidente da IOF.Sem um tratamento de proteção, um primeiro osso quebrado dobra o risco de outras fraturas que podem colocar a vida em risco. É fundamental que aqueles que sofreram uma fratura por fragilidade recebam cuidados pós-fratura adequados e cuidados para prevenir fraturas recorrentes.. Em www.capturethefracture.org você pode consultar um mapa-múndi de hospitais e instituições de saúde com Unidades Coordenadoras de Fraturas, conhecidas como FLS.

Dia Mundial da Osteoporose (DMO), comemorado em 20 de outubro, adverte para ação global para combater a osteoporose e fraturas relacionadas. www.worldosteoporosisday.org 

Parceiros do DMO: Sunsweet, UCB, Amgen, Sandoz, Theramex

A Fundação Internacional da Osteoporose é a maior organização não governamental dedicada à prevenção da osteoporose e fratura. www.osteoporosis.foundation  

Verificação de risco de osteoporose da IOF: https://riskcheck.osteoporosis.foundation/ 

Contato de mídia: L.Misteli, IOF info@osteoporosis.foundation

FONTE The International Osteoporosis Foundation (IOF)

No Dia Mundial da Osteoporose, a International Osteoporosis Foundation (IOF) sinaliza o impacto negativo da pandemia sobre a saúde geral dos ossos e adverte para uma atenção renovada à prevenção contra a osteoporose e cuidados após a fratura

NYON, Suíça, 20 de outubro de 2021 /PRNewswire/ --

- Foto está disponível em AP Images (http://www.apimages.com) -

Um acúmulo na avaliação de osteoporose, atrasos em tratamentos e estilos de vida em ambientes fechados e sedentários: essas são diversas formas por meio das quais a pandemia da COVID-19 impactou a saúde dos ossos e prejudicou a assistência global para a osteoporose.

A osteoporose é uma doença óssea comum que faz com que os ossos se tornem fracos e quebradiços e quebrem facilmente.. A fratura osteoporótica geralmente ocorre como resultado da queda de uma altura em pé ou até mesmo por curvar-se para pegar as bolsas do mercado.

No mundo todo, as fraturas associadas à osteoporose afetam uma a cada três mulheres e um a cada cinco homens com 50 anos ou mais. Aproximadamente 9 milhões de fraturas ocorrem anualmente, com um impacto enorme nos pacientes e nas suas famílias, bem como nos sistemas de saúde. Entre as fraturas osteoporóticas, as fraturas na coluna e nos quadris apresentam as consequências mais graves e geram enormes custos médicos de longo prazo. Em razão da deficiência e perda de funcionalidade que ocorre após uma fratura de quadril, 33% dos pacientes que têm esse tipo de fratura tornam-se totalmente dependentes ou têm de estar em uma casa de repouso no ano posterior à fratura. 

O Presidente e professor Cyrus Cooper da IOF afirmou:

"As consequências negativas da pandemia para a saúde óssea e para a avaliação e tratamento oportunos da osteoporose são uma questão de preocupação global.. Neste contexto, é mais importante do que nunca ser proativo em termos de saúde óssea. As fraturas relacionadas à osteoporose são a principal causa de dor, deficiências e perda de independência nos adultos com idade mais avançada. Essas lesões que mudam a vida de uma pessoa podem ser evitadas com cuidados permanentes de saúde óssea, diagnóstico precoce e tratamento apropriado para quem está em risco".

"No entanto, apesar do enorme problema representado pelas fraturas de fragilidade, a osteoporose continua sendo amplamente pouco diagnosticada e pouco tratada. Mesmo após uma fratura osteoporótica, aproximadamente 80% dos pacientes não são examinados ou tratados para a causa subjacente. Isso é inadmissível, em forte contraste com a prevenção de doenças cardiovasculares, em que os pacientes são tratados frequentemente com relação à pressão sanguínea ou colesterol para evitar possíveis derrames ou infartos".

No Dia Mundial da Osteoporose, a IOF e seus membros em todo o mundo, mais de 265 sociedades médicas e de pacientes nacionais, apelam a indivíduos e autoridades de saúde a priorizar a saúde óssea e a prevenção de fraturas. A IOF adverte que os adultos de idade mais avançada façam exercícios regularmente, tomem a quantidade suficiente de vitamina D, expondo-se à luz do sol ou tomando suplementos e ingiram alimentos saudáveis para os ossos que contêm cálcio, proteína e outros nutrientes importantes. A Verificação de Risco de Osteoporose da IOF, um questionário on-line, é uma forma fácil de estar atento a qualquer fator de risco pessoal referente à doença.

«Se estiver em risco, consulte o seu médico para avaliação e tratamento imediatos. Isso é especialmente importante se você sofreu uma fratura depois dos 50 anos, percebeu que sua altura diminuiu ou que suas costas estão arqueadas, ou se você tem histórico familiar de osteoporose ", alerta o presidente da IOF.Sem um tratamento de proteção, um primeiro osso quebrado dobra o risco de outras fraturas que podem colocar a vida em risco. É fundamental que aqueles que sofreram uma fratura por fragilidade recebam cuidados pós-fratura adequados e cuidados para prevenir fraturas recorrentes.. Em www.capturethefracture.org você pode consultar um mapa-múndi de hospitais e instituições de saúde com Unidades Coordenadoras de Fraturas, conhecidas como FLS.

Dia Mundial da Osteoporose (DMO), comemorado em 20 de outubro, adverte para ação global para combater a osteoporose e fraturas relacionadas. www.worldosteoporosisday.org 

Parceiros do DMO: Sunsweet, UCB, Amgen, Sandoz, Theramex

A Fundação Internacional da Osteoporose é a maior organização não governamental dedicada à prevenção da osteoporose e fratura. www.osteoporosis.foundation  

Verificação de risco de osteoporose da IOF: https://riskcheck.osteoporosis.foundation/ 

Contato de mídia: L.Misteli, IOF info@osteoporosis.foundation

FONTE The International Osteoporosis Foundation (IOF)

Você acabou de ler:

É hora de cuidar da saúde dos seus ossos

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/e-hora-de-cuidar-da-saude-dos-seus-ossos/