Equipe realiza tratamento inovador para a osteomielite dos ossos longos

Uma equipe multidisciplinar, especializada em infecções osteo-aticulares, realiza no Brasil um novo protocolo de tratamento para as osteomielites, baseado na utilização do vidro bioativo (biovidro)

SÃO PAULO, 21 de novembro de 2019 /PRNewswire/ -- A osteomielite é uma doença caracterizada pela infecção do tecido ósseo por algum micro-organismo, geralmente devido a contaminação externa, pisar em um objeto infectado, como um prego; ou interna, quando o indivíduo possui uma infecção em outro local, garganta por exemplo, e esta se dissemina, pelo sangue, até os ossos.

Os grandes fatores de complicação da osteomielite devem-se, ao grau de agressão do micro-organismo contaminante, e ao estado geral do paciente, que é agravado pela idade e doenças pré-existentes, como diabetes, AIDS, etc.

Sua cronificação, a chamada osteomielite crônica, também é um fator de complicação, além de um grande problema de saúde pública, devido ao prolongado período de internação, utilização de medicamentos de alto custo e a necessidade de vários procedimentos cirúrgicos para controle da infecção; que apresenta entre seus piores desfechos, amputação e até mesmo a morte.

A equipe multidisciplinar, ponto crucial para o sucesso do tratamento, liderada pelo médico ortopedista Dr. Ayres Fernando Rodrigues, Chefe dos grupos de infecções ósteo-articulares do Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo e do Hospital IFOR-São Luiz Rede D´or, é também composta por, cirurgião plástico, infectologista e enfermeira especializada em feridas complexas. Utiliza Vidro Bioativo (Biovidro), produto a base de silicato, que apesar de estudado há mais de três décadas, há poucos anos voltou a ser utilizado, para preencher as cavidades residuais de onde foi retirado o osso infectado durante a cirurgia de seus pacientes, com resultados animadores.

O Biovidro possui duas carcterísticas muito importantes no tratamento das osteomielites, sua presença acelera o preenchimento ósseo nas cavidades (efeito osteocondutor); além criar um ambiente desfavorável ao crescimento das bactérias (efeito bacteriostático). A capacidade de um único implante melhorar o fluxo sanguíneo e melhorar a cicatrização óssea, além de inibir a infecção sem tratamento com antibióticos locais, é um avanço significativo na maioria dos tratamentos existentes.

Segundo o Dr Ayres Fernando: "A osteomielite crônica é notoriamente de difícil controle e erradicação. O objetivo do novo protocolo é realizar-se todo o tratamento em um estágio único. Reduzindo-se, portanto, a internações prolongadas, com todas suas consequências ao paciente e a fonte pagadora".  

Dr. Ayres Fernando Rodrigues (CRM-SP: 98770)

Site: www.ayresfernando.com.br 

Rua: Arcipreste Andrade, 727 - Cj. 125

Ipiranga - 04268-020 - São Paulo – SP

E-mail: contato@ayresfernando.com.br

Whatsapp: +55 11 96613-8192

Tel.: +55 11 3854-3069

FONTE Dr. Ayres Fernando Rodrigues

Uma equipe multidisciplinar, especializada em infecções osteo-aticulares, realiza no Brasil um novo protocolo de tratamento para as osteomielites, baseado na utilização do vidro bioativo (biovidro)

SÃO PAULO, 21 de novembro de 2019 /PRNewswire/ -- A osteomielite é uma doença caracterizada pela infecção do tecido ósseo por algum micro-organismo, geralmente devido a contaminação externa, pisar em um objeto infectado, como um prego; ou interna, quando o indivíduo possui uma infecção em outro local, garganta por exemplo, e esta se dissemina, pelo sangue, até os ossos.

Os grandes fatores de complicação da osteomielite devem-se, ao grau de agressão do micro-organismo contaminante, e ao estado geral do paciente, que é agravado pela idade e doenças pré-existentes, como diabetes, AIDS, etc.

Sua cronificação, a chamada osteomielite crônica, também é um fator de complicação, além de um grande problema de saúde pública, devido ao prolongado período de internação, utilização de medicamentos de alto custo e a necessidade de vários procedimentos cirúrgicos para controle da infecção; que apresenta entre seus piores desfechos, amputação e até mesmo a morte.

A equipe multidisciplinar, ponto crucial para o sucesso do tratamento, liderada pelo médico ortopedista Dr. Ayres Fernando Rodrigues, Chefe dos grupos de infecções ósteo-articulares do Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo e do Hospital IFOR-São Luiz Rede D´or, é também composta por, cirurgião plástico, infectologista e enfermeira especializada em feridas complexas. Utiliza Vidro Bioativo (Biovidro), produto a base de silicato, que apesar de estudado há mais de três décadas, há poucos anos voltou a ser utilizado, para preencher as cavidades residuais de onde foi retirado o osso infectado durante a cirurgia de seus pacientes, com resultados animadores.

O Biovidro possui duas carcterísticas muito importantes no tratamento das osteomielites, sua presença acelera o preenchimento ósseo nas cavidades (efeito osteocondutor); além criar um ambiente desfavorável ao crescimento das bactérias (efeito bacteriostático). A capacidade de um único implante melhorar o fluxo sanguíneo e melhorar a cicatrização óssea, além de inibir a infecção sem tratamento com antibióticos locais, é um avanço significativo na maioria dos tratamentos existentes.

Segundo o Dr Ayres Fernando: "A osteomielite crônica é notoriamente de difícil controle e erradicação. O objetivo do novo protocolo é realizar-se todo o tratamento em um estágio único. Reduzindo-se, portanto, a internações prolongadas, com todas suas consequências ao paciente e a fonte pagadora".  

Dr. Ayres Fernando Rodrigues (CRM-SP: 98770)

Site: www.ayresfernando.com.br 

Rua: Arcipreste Andrade, 727 - Cj. 125

Ipiranga - 04268-020 - São Paulo – SP

E-mail: contato@ayresfernando.com.br

Whatsapp: +55 11 96613-8192

Tel.: +55 11 3854-3069

FONTE Dr. Ayres Fernando Rodrigues