Escritório de advocacia de Gary R. Carlin APC protocola ação coletiva internacional contra Datto

LONG BEACH, Califórnia, 18 de novembro de 2021 /PRNewswire/ -- Uma ação coletiva protocolada no Tribunal Distrital dos Estados Unidos para o Distrito Central da Califórnia, em 27 de outubro de 2021, alega que a Datto cometeu fraude ao consumidor propositalmente, deliberadamente e conscientemente e violou múltiplas leis de proteção ao consumidor.

A Datto adquiriu a Open Mesh. A Open Mesh induziu clientes e distribuidores a comprar hardware para redes com uma promessa de uma "licença de nuvem vitalícia" gratuita para a plataforma de controlador de rede baseada na nuvem "CloudTrax" que o hardware requer para operar. A licença incluía manutenção, atualizações automáticas de firmware e suporte.  

A Datto cometeu fraude contra consumidores e distribuidores relativa ao valor pago nas compras ao desativar as atualizações automáticas de firmware, manutenção e suporte para o hardware.

A remoção dessa funcionalidade inutiliza o hardware para os fins aos quais foi anunciado e vendido para distribuidores e consumidores para sua utilização em seus negócios, como hotéis, apartamentos, lojas de varejo, restaurantes, negócios de pequeno e médio porte ou qualquer outro.

A Datto então propôs aos consumidores e distribuidores a migração do hardware Open Mesh para o CloudTrax da empresa, para recuperar essa funcionalidade caso pagassem uma taxa mensal. O CloudTrax da Datto é basicamente o mesmo que o Open Mesh CloudTrax.

O processo também alega que a Datto não cumpriu com o dever de atender aos clientes e distribuidores, violou a lei de práticas comerciais desleais, violou a lei de recursos legais do consumidor, violou seus contratos, violou a garantia implícita de comercialização, apresentou-se deliberadamente de forma enganosa e causou danos a seus clientes e distribuidores quando sua capacidade de utilizar o produto que eles compraram foi-lhes tirada à força.

Os autores e os membros da ação coletiva sofreram uma perda de ganhos econômicos e, posteriormente, outras perdas financeiras devido à alegação de falsa publicidade e atividade fraudulenta da Datto.

O processo é: Dinnerman et al v. Datto, Inc et al, 8:21-cv-01771-JVS-DFM.

Os autores, Joshua Dinnerman e Paul Feinberg, são representados pelos escritórios de advocacia de Gary R. Carlin APC, um escritório de advocacia com sede em Long Beach, Califórnia.

Se você sofreu perdas ou danos pelas práticas da Datto e desejar participar da ação coletiva da Datto, ou se tiver alguma dúvida, entre em contato com o escritório de advocacia de Gary R. Carlin APC pelo e-mail info@dattoclassaction.com ou pelo site em dattoclassaction.com.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1692541/lawoffices.jpg

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1692542/building.jpg

 

FONTE Law Offices of Gary R. Carlin APC

LONG BEACH, Califórnia, 18 de novembro de 2021 /PRNewswire/ -- Uma ação coletiva protocolada no Tribunal Distrital dos Estados Unidos para o Distrito Central da Califórnia, em 27 de outubro de 2021, alega que a Datto cometeu fraude ao consumidor propositalmente, deliberadamente e conscientemente e violou múltiplas leis de proteção ao consumidor.

A Datto adquiriu a Open Mesh. A Open Mesh induziu clientes e distribuidores a comprar hardware para redes com uma promessa de uma "licença de nuvem vitalícia" gratuita para a plataforma de controlador de rede baseada na nuvem "CloudTrax" que o hardware requer para operar. A licença incluía manutenção, atualizações automáticas de firmware e suporte.  

A Datto cometeu fraude contra consumidores e distribuidores relativa ao valor pago nas compras ao desativar as atualizações automáticas de firmware, manutenção e suporte para o hardware.

A remoção dessa funcionalidade inutiliza o hardware para os fins aos quais foi anunciado e vendido para distribuidores e consumidores para sua utilização em seus negócios, como hotéis, apartamentos, lojas de varejo, restaurantes, negócios de pequeno e médio porte ou qualquer outro.

A Datto então propôs aos consumidores e distribuidores a migração do hardware Open Mesh para o CloudTrax da empresa, para recuperar essa funcionalidade caso pagassem uma taxa mensal. O CloudTrax da Datto é basicamente o mesmo que o Open Mesh CloudTrax.

O processo também alega que a Datto não cumpriu com o dever de atender aos clientes e distribuidores, violou a lei de práticas comerciais desleais, violou a lei de recursos legais do consumidor, violou seus contratos, violou a garantia implícita de comercialização, apresentou-se deliberadamente de forma enganosa e causou danos a seus clientes e distribuidores quando sua capacidade de utilizar o produto que eles compraram foi-lhes tirada à força.

Os autores e os membros da ação coletiva sofreram uma perda de ganhos econômicos e, posteriormente, outras perdas financeiras devido à alegação de falsa publicidade e atividade fraudulenta da Datto.

O processo é: Dinnerman et al v. Datto, Inc et al, 8:21-cv-01771-JVS-DFM.

Os autores, Joshua Dinnerman e Paul Feinberg, são representados pelos escritórios de advocacia de Gary R. Carlin APC, um escritório de advocacia com sede em Long Beach, Califórnia.

Se você sofreu perdas ou danos pelas práticas da Datto e desejar participar da ação coletiva da Datto, ou se tiver alguma dúvida, entre em contato com o escritório de advocacia de Gary R. Carlin APC pelo e-mail info@dattoclassaction.com ou pelo site em dattoclassaction.com.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1692541/lawoffices.jpg

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1692542/building.jpg

 

FONTE Law Offices of Gary R. Carlin APC

Você acabou de ler:

Escritório de advocacia de Gary R. Carlin APC protocola ação coletiva internacional contra Datto

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/escritorio-de-advocacia-de-gary-r-carlin-apc-protocola-acao-coletiva-internacional-contra-datto/