Estudo sobre o perfil de segurança da Sputnik V na Bielorrúsia mostra 96,3% de eficácia contra o COVID após a vacinação de mais de 1,2 milhão de pessoas

MOSCOU, 17 de novembro de 2021 /PRNewswire/ -- O Fundo Russo de Investimento Direto (RDIF, fundo soberano da Rússia) anuncia que a vacina russa contra o coronavírus Sputnik V demonstrou 96,3% de eficácia e alto perfil de segurança com base em um novo estudo de indivíduos vacinados na República da Bielorrússia.

Um artigo analisando a eficácia da vacina Sputnik V contra o coronavírus durante a campanha de vacinação na Bielorrússia foi publicado na plataforma científica medRxiv no link:

https://www.medrxiv.org/content/10.1101/2021.11.15.21265526v1

A eficácia da Sputnik V foi medida com base em dados de mais de 1,2 milhão de pessoas vacinadas com os dois componentes da vacina entre janeiro e setembro de 2021. A alta eficácia da Sputnik V é confirmada contra a variante Delta, predominante na Bielorrússia desde julho de 2021.

O estudo também confirmou o alto perfil de segurança da Sputnik V:

  • Os eventos adversos reportados após a vacinação foram leves ou moderados;
  • Não há óbitos relacionados à vacinação.

Novos dados complementam dados anteriores sobre a alta eficácia e a segurança da Sputnik V durante a campanha de vacinação na Bielorrússia entre janeiro e julho de 2021 mostrando que a vacina russa demonstrou 97,2% de eficácia contra o coronavírus com base em dados de mais de 860.000 pessoas.

A Bielorrússia foi o primeiro país estrangeiro a registrar e usar a Sputnik V para a vacinação da população.

O RDIF e seus parceiros facilitaram a transferência de tecnologia para a produção da Sputnik V para a empresa bielorrussa Belmedpreparaty, que está fabricando com sucesso a Sputnik V. Em abril de 2021, a vacina produzida na Bielorrússia foi autorizada pelo Ministério da Saúde.

Em abril de 2021, a vacina Sputnik Light (o primeiro componente da Sputnik V baseado no sorotipo 26 do adenovírus humano) também foi registrada no país.

FONTE The Russian Direct Invest Fund (RDIF)

MOSCOU, 17 de novembro de 2021 /PRNewswire/ -- O Fundo Russo de Investimento Direto (RDIF, fundo soberano da Rússia) anuncia que a vacina russa contra o coronavírus Sputnik V demonstrou 96,3% de eficácia e alto perfil de segurança com base em um novo estudo de indivíduos vacinados na República da Bielorrússia.

Um artigo analisando a eficácia da vacina Sputnik V contra o coronavírus durante a campanha de vacinação na Bielorrússia foi publicado na plataforma científica medRxiv no link:

https://www.medrxiv.org/content/10.1101/2021.11.15.21265526v1

A eficácia da Sputnik V foi medida com base em dados de mais de 1,2 milhão de pessoas vacinadas com os dois componentes da vacina entre janeiro e setembro de 2021. A alta eficácia da Sputnik V é confirmada contra a variante Delta, predominante na Bielorrússia desde julho de 2021.

O estudo também confirmou o alto perfil de segurança da Sputnik V:

  • Os eventos adversos reportados após a vacinação foram leves ou moderados;
  • Não há óbitos relacionados à vacinação.

Novos dados complementam dados anteriores sobre a alta eficácia e a segurança da Sputnik V durante a campanha de vacinação na Bielorrússia entre janeiro e julho de 2021 mostrando que a vacina russa demonstrou 97,2% de eficácia contra o coronavírus com base em dados de mais de 860.000 pessoas.

A Bielorrússia foi o primeiro país estrangeiro a registrar e usar a Sputnik V para a vacinação da população.

O RDIF e seus parceiros facilitaram a transferência de tecnologia para a produção da Sputnik V para a empresa bielorrussa Belmedpreparaty, que está fabricando com sucesso a Sputnik V. Em abril de 2021, a vacina produzida na Bielorrússia foi autorizada pelo Ministério da Saúde.

Em abril de 2021, a vacina Sputnik Light (o primeiro componente da Sputnik V baseado no sorotipo 26 do adenovírus humano) também foi registrada no país.

FONTE The Russian Direct Invest Fund (RDIF)

Você acabou de ler:

Estudo sobre o perfil de segurança da Sputnik V na Bielorrúsia mostra 96,3% de eficácia contra o COVID após a vacinação de mais de 1,2 milhão de pessoas

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/estudo-sobre-o-perfil-de-seguranca-da-sputnik-v-na-bielorrusia-mostra-963-de-eficacia-contra-o-covid-apos-a-vacinacao-de-mais-de-12-milhao-de-pessoas/