Explorador do Titanic ingressa na PO8, startup das Bahamas que usa blockchain para recuperar artefatos submersos

FREEPORT, Bahamas, 12 de julho de 2018 /PRNewswire/ -- David Gallo, um dos mais respeitados oceanógrafos do mundo, ingressou na PO8 – uma empresa startup de arqueologia marinha das Bahamas que utiliza a tecnologia blockchain para descobrir artefatos e tesouros afundados, avaliados em bilhões, da época dos galeões – navios espanhóis carregadores de tesouros – do império espanhol. 

Gallo, um veterano com 30 anos de oceanografia e ex-diretor de projetos especiais da Woods Hole Oceanographic Institution de Massachusetts, assumirá o cargo de vice-presidente de exploração da PO8. Sua carreira ilustre inclui atuar como líder adjunto da expedição para criar o primeiro detalhado e abrangente mapa do RMS Titanic e o bem-sucedido esforço internacional para identificar o local dos destroços do voo 447 da Air France.

Para Gallo, a ideia de usar a blockchain para exploração de oceanos e redefinição da posse dos artefatos recuperados é uma virada para o setor. "Para mim, a PO8 é o mais animador projeto aparecendo em décadas", diz o oceanógrafo. "Ele incentiva o desenvolvimento de novas tecnologias e técnicas para exploração e visualização submarinas. Ao fazer isso, a PO8 vai acelerar a capacidade de localizar, documentar e proteger os preciosos artefatos dos recursos culturais submarinos das Bahamas".

Um produto exclusivo que a PO8 está lançando é o Non Fungible Token – ou NFT – e sua plataforma de comercialização, a PAZAR. Os NFTs são criados na blockchain da Ethereum com o uso de tokens ERC-721 e representam a posse digital de ativos físicos, a exemplo dos artefatos subaquáticos que a PO8 vai recuperar. Cada NFT distinto possui um contrato inteligente contendo dados exclusivos dos ativos – criptograficamente certificados – confirmando a quem eles fisicamente pertencem. Os NFTs vão permitir que a maioria dos artefatos da PO8 viva na blockchain e fisicamente permaneça na custódia da Fundação PO8 (PO8 Foundation), para estudos contínuos da comunidade arqueológica e para exposição em diversos museus de todo o mundo, enquanto a posse do ativo pode ser de qualquer pessoa do planeta. NFTs serão negociáveis na plataforma PAZAR, a ser lançada no fim do ano. Os usuários da PAZAR poderão comprar, vender, leiloar, fazer leasing, negociar e alavancar seus NFTs na plataforma de comercialização.

Na atualidade, a PO8 está em meio a uma venda de tokens. A empresa está levantando fundos com a venda de tokens utilitários para uso futuro na PAZAR. Para registrar-se para vendas de tokens, visite https://tokensale.po8.io/. Em determinados países, restrições são aplicáveis.  

https://po8.io/

(Foto: https://mma.prnewswire.com/media/717780/PO8.jpg )

 

 

FONTE PO8

FREEPORT, Bahamas, 12 de julho de 2018 /PRNewswire/ -- David Gallo, um dos mais respeitados oceanógrafos do mundo, ingressou na PO8 – uma empresa startup de arqueologia marinha das Bahamas que utiliza a tecnologia blockchain para descobrir artefatos e tesouros afundados, avaliados em bilhões, da época dos galeões – navios espanhóis carregadores de tesouros – do império espanhol. 

Gallo, um veterano com 30 anos de oceanografia e ex-diretor de projetos especiais da Woods Hole Oceanographic Institution de Massachusetts, assumirá o cargo de vice-presidente de exploração da PO8. Sua carreira ilustre inclui atuar como líder adjunto da expedição para criar o primeiro detalhado e abrangente mapa do RMS Titanic e o bem-sucedido esforço internacional para identificar o local dos destroços do voo 447 da Air France.

Para Gallo, a ideia de usar a blockchain para exploração de oceanos e redefinição da posse dos artefatos recuperados é uma virada para o setor. "Para mim, a PO8 é o mais animador projeto aparecendo em décadas", diz o oceanógrafo. "Ele incentiva o desenvolvimento de novas tecnologias e técnicas para exploração e visualização submarinas. Ao fazer isso, a PO8 vai acelerar a capacidade de localizar, documentar e proteger os preciosos artefatos dos recursos culturais submarinos das Bahamas".

Um produto exclusivo que a PO8 está lançando é o Non Fungible Token – ou NFT – e sua plataforma de comercialização, a PAZAR. Os NFTs são criados na blockchain da Ethereum com o uso de tokens ERC-721 e representam a posse digital de ativos físicos, a exemplo dos artefatos subaquáticos que a PO8 vai recuperar. Cada NFT distinto possui um contrato inteligente contendo dados exclusivos dos ativos – criptograficamente certificados – confirmando a quem eles fisicamente pertencem. Os NFTs vão permitir que a maioria dos artefatos da PO8 viva na blockchain e fisicamente permaneça na custódia da Fundação PO8 (PO8 Foundation), para estudos contínuos da comunidade arqueológica e para exposição em diversos museus de todo o mundo, enquanto a posse do ativo pode ser de qualquer pessoa do planeta. NFTs serão negociáveis na plataforma PAZAR, a ser lançada no fim do ano. Os usuários da PAZAR poderão comprar, vender, leiloar, fazer leasing, negociar e alavancar seus NFTs na plataforma de comercialização.

Na atualidade, a PO8 está em meio a uma venda de tokens. A empresa está levantando fundos com a venda de tokens utilitários para uso futuro na PAZAR. Para registrar-se para vendas de tokens, visite https://tokensale.po8.io/. Em determinados países, restrições são aplicáveis.  

https://po8.io/

(Foto: https://mma.prnewswire.com/media/717780/PO8.jpg )

 

 

FONTE PO8

Você acabou de ler:

Explorador do Titanic ingressa na PO8, startup das Bahamas que usa blockchain para recuperar artefatos submersos

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/explorador-do-titanic-ingressa-na-po8-startup-das-bahamas-que-usa-blockchain-para-recuperar-artefatos-submersos/