Fábrica alemã da CATL recebe aprovação para a produção de células de bateria

ARNSTADT, Alemanha, 6 de abril de 2022 /PRNewswire/ -- Em 4 de abril, a Contemporary Amperex Technology Thuringia GmbH (CATT), primeira fábrica da CATL fora da China, recebeu a segunda aprovação parcial do estado da Turíngia, na Alemanha, para o comissionamento de uma nova unidade para a produção de células de bateria, um marco significativo para a expansão global da presença da CATL, apesar da pandemia.

 

Na cerimônia realizada na CATT, na área industrial de Erfurter Kreuz, Anja Siegesmund, ministra de Meio Ambiente, Energia e Conservação da Natureza da Turíngia, e Wolfgang Tiefensee, ministro da Economia da Turíngia, entregaram a licença a Matthias Zentgraf, presidente da CATL na Europa, permitindo uma capacidade inicial de 8 GWh por ano para a unidade.

A construção, que também é a primeira fábrica de baterias da Alemanha, está em estágio final, e a o maquinário está sendo instalado para que as primeiras células possam sair das linhas de montagem até o final de 2022.

"A CATT oferece um impulso fundamental para a transição energética urgentemente necessária, e estamos felizes em ser a primeira empresa a receber aprovação para a produção de baterias 'Fabricadas na Alemanha'", disse Zentgraf, acrescentando que a cooperação com as autoridades durante o processo de aprovação ocorreu de forma exemplar.

A mobilidade elétrica na Alemanha está ganhando grande impulso atualmente, e o Estado precisa de empresas comprometidas em levar em consideração a sustentabilidade e a conservação, desde a fase de produção, disse Siegesmund.

"Para a Turíngia, a CATT é um dos investimentos industriais mais importantes nas últimas décadas", disse Tiefensee. "Além disso, o projeto pode ser o ponto de partida para o surgimento de um 'Vale da Baterias na Turíngia', já que as primeiras empresas fornecedoras da CATL se instalaram na região."

A CATT é composta por dois edifícios: o G1, uma construção já existente adquirida de outra empresa e onde as células são montadas em módulos, e o G2, uma fábrica recém-construída pela CATT e onde as células serão produzidas. A aprovação foi emitida na segunda-feira para permitir a produção de células do G2.

Com salas limpas, limpeza técnica e umidade constante, a unidade é quase tão complexa quanto uma fábrica de chips. Além disso, a fábrica gera parte de sua energia a partir dos painéis de energia solar instalados no telhado do edifício, com o objetivo de manter a produção sustentável.

A CATL inaugurou sua fábrica alemã em 2019 e está programada para iniciar a produção de células até o final de 2022, quando um total de 1.500 empregos será gerado na Alemanha.

Com um investimento total de 1,8 bilhão de euros, a CATL pretende alcançar uma capacidade de produção de 14 GWh e gerar dois mil empregos na Alemanha no futuro.  

Localizada no centro da Alemanha, a unidade está preparada para oferecer produtos e serviços de alta qualidade para grandes fabricantes de automóveis na Alemanha, promovendo assim a mobilidade elétrica e a transformação de energia na Europa.  

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1780812/Image1.jpg 

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1780814/Image2.jpg 

FONTE CATL

ARNSTADT, Alemanha, 6 de abril de 2022 /PRNewswire/ -- Em 4 de abril, a Contemporary Amperex Technology Thuringia GmbH (CATT), primeira fábrica da CATL fora da China, recebeu a segunda aprovação parcial do estado da Turíngia, na Alemanha, para o comissionamento de uma nova unidade para a produção de células de bateria, um marco significativo para a expansão global da presença da CATL, apesar da pandemia.

 

Na cerimônia realizada na CATT, na área industrial de Erfurter Kreuz, Anja Siegesmund, ministra de Meio Ambiente, Energia e Conservação da Natureza da Turíngia, e Wolfgang Tiefensee, ministro da Economia da Turíngia, entregaram a licença a Matthias Zentgraf, presidente da CATL na Europa, permitindo uma capacidade inicial de 8 GWh por ano para a unidade.

A construção, que também é a primeira fábrica de baterias da Alemanha, está em estágio final, e a o maquinário está sendo instalado para que as primeiras células possam sair das linhas de montagem até o final de 2022.

"A CATT oferece um impulso fundamental para a transição energética urgentemente necessária, e estamos felizes em ser a primeira empresa a receber aprovação para a produção de baterias 'Fabricadas na Alemanha'", disse Zentgraf, acrescentando que a cooperação com as autoridades durante o processo de aprovação ocorreu de forma exemplar.

A mobilidade elétrica na Alemanha está ganhando grande impulso atualmente, e o Estado precisa de empresas comprometidas em levar em consideração a sustentabilidade e a conservação, desde a fase de produção, disse Siegesmund.

"Para a Turíngia, a CATT é um dos investimentos industriais mais importantes nas últimas décadas", disse Tiefensee. "Além disso, o projeto pode ser o ponto de partida para o surgimento de um 'Vale da Baterias na Turíngia', já que as primeiras empresas fornecedoras da CATL se instalaram na região."

A CATT é composta por dois edifícios: o G1, uma construção já existente adquirida de outra empresa e onde as células são montadas em módulos, e o G2, uma fábrica recém-construída pela CATT e onde as células serão produzidas. A aprovação foi emitida na segunda-feira para permitir a produção de células do G2.

Com salas limpas, limpeza técnica e umidade constante, a unidade é quase tão complexa quanto uma fábrica de chips. Além disso, a fábrica gera parte de sua energia a partir dos painéis de energia solar instalados no telhado do edifício, com o objetivo de manter a produção sustentável.

A CATL inaugurou sua fábrica alemã em 2019 e está programada para iniciar a produção de células até o final de 2022, quando um total de 1.500 empregos será gerado na Alemanha.

Com um investimento total de 1,8 bilhão de euros, a CATL pretende alcançar uma capacidade de produção de 14 GWh e gerar dois mil empregos na Alemanha no futuro.  

Localizada no centro da Alemanha, a unidade está preparada para oferecer produtos e serviços de alta qualidade para grandes fabricantes de automóveis na Alemanha, promovendo assim a mobilidade elétrica e a transformação de energia na Europa.  

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1780812/Image1.jpg 

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1780814/Image2.jpg 

FONTE CATL

Você acabou de ler:

Fábrica alemã da CATL recebe aprovação para a produção de células de bateria

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/fabrica-alema-da-catl-recebe-aprovacao-para-a-producao-de-celulas-de-bateria/