Federação Dentária Internacional, FDI, lança Declaração de Consenso sobre saúde bucal sustentável

Pavimentando o caminho para um código de boas práticas para o setor 

- A foto está disponível no site AP Images (http://www.apimages.com) -

GENEBRA, 30 de março de 2022 /PRNewswire/ -- A Federação Dentária Internacional, FDI, lançou hoje sua primeira Declaração de Consenso sobre a assistência à saúde bucal ambientalmente sustentável, com o objetivo de que o setor mude para práticas mais ecológicas que reduzam a pegada de carbono da profissão.

A Declaração de Consenso foi divulgada hoje em uma conferência especial organizada pela FDI que reuniu uma gama diversificada de partes interessadas influentes, incluindo líderes do setor, bem como profissionais de saúde, especialistas acadêmicos, autoridades legislativas e associações de odontologia.

"Muitas pessoas se surpreenderão ao saber que o setor de saúde é responsável por cerca de cinco por cento das emissões globais de gases de efeito estufa, com uma contribuição importante do setor de saúde bucal", disse a Prof. Ihsane Ben Yahya, presidente da FDI e reitora da Faculdade de Odontologia da Universidade de Ciências de Saúde Mohammed VI, em Casablanca, no Marrocos.

"O setor de odontologia tem a responsabilidade coletiva de reduzir seu impacto ambiental e a Declaração de Consenso de hoje é um primeiro passo importante para isso. A Declaração de Consenso reflete o reconhecimento crescente na comunidade de saúde bucal de que devemos nos esforçar para melhorar a saúde bucal de forma sustentável e em conformidade com os objetivos da ONU. Bocas mais saudáveis significam um planeta mais saudável."

A saúde bucal contribui para a sobrecarga ambiental por meio da poluição do ar decorrente da liberação de CO2 associada a viagens e transportes, incineração de resíduos, falta de embalagens recicláveis, impacto dos gases de efeito estufa de gases anestésicos, como óxido nitroso, e o alto consumo de água.

A Declaração de Consenso identifica os fatores complexos que sustentam os comportamentos e as práticas atuais e recomenda estratégias de remediação baseadas nos 4 Rs: reduzir, reciclar, reutilizar e repensar.

Ao mesmo tempo, o documento destaca alguns dos impactos ambientais inevitáveis associados à realização de exames e tratamentos odontológicos acessíveis para facilitar a boa saúde bucal e reduzir as desigualdades na área da saúde. O documento também defende reduzir os tratamentos "evitáveis" de saúde bucal, argumentando que ele é melhor alcançado por meio da prestação e manutenção de um bom atendimento bucal, focado na prevenção com a promoção da uma boa higiene oral, dietas saudáveis com baixo teor de açúcar e em evitar o tabagismo.

"A prevenção é melhor do que a cura e é a forma mais impactante e prática de reduzir a necessidade de intervenções clínicas e os impactos ambientais associados", disse o Prof. Nicolas Martin, presidente da Sustainability in Dentistry Task Team da FDI e professor clínico de odontologia restauradora na Faculdade de Odontologia Clínica da Universidade de Sheffield, no Reino Unido. 

"Quando for necessário, o tratamento bucal deve se concentrar na realização de obturações duradouras, utilizando produtos e materiais de alta qualidade que durem mais e/ou exijam menos substituições."

A Declaração de Consenso é apoiada por uma explicação concisa do artigo Sustainable Oral Healthcare – A Joint Stakeholder Approach publicado hoje no International Dental Journal .

Mais informações: 

Michael Kessler

Relações com a imprensa da FDI

Cel.: + 34 655 792 699

E-mail: michael.kessler@intoon-media.com

Sobre a FDI Federação Dentária Internacional

A Federação Dentária Internacional, FDI, atua como o principal órgão representativo para mais de um milhão de dentistas em todo o mundo. Seus membros incluem cerca de 200 associações nacionais de odontologia e grupos de especialistas em mais de 130 países. A FDI tem o objetivo de conduzir o mundo à saúde bucal ideal. www.fdiworlddental.org/

Sobre o projeto Sustainability in Dentistry 

O projeto Sustainability in Dentistry da FDI foi estabelecido para motivar e inspirar o compromisso de reduzir a pegada coletiva de CO2 da odontologia, visando profissionais, pacientes e a própria cadeia de suprimentos. O projeto produzirá um conjunto de ferramentas e recursos para que as práticas odontológicas e os pacientes sejam mais ambientalmente sustentáveis. A Declaração de Consenso foi desenvolvida por meio da colaboração de várias partes interessadas e resultará em um código de boas práticas, que fornecerá diretrizes e objetivos para atingir um procedimento sustentável de compras e suprimentos. A Declaração será assinada por co-signatários de toda a cadeia de suprimentos.

O projeto é apoiado por nossos parceiros fundadores: Colgate, GSK Consumer Healthcare, Dentsply Sirona, Procter & Gamble e TePe. www.fdiworlddental.org/sustainability-dentistry

 

FONTE FDI World Dental Federation

Pavimentando o caminho para um código de boas práticas para o setor 

- A foto está disponível no site AP Images (http://www.apimages.com) -

GENEBRA, 30 de março de 2022 /PRNewswire/ -- A Federação Dentária Internacional, FDI, lançou hoje sua primeira Declaração de Consenso sobre a assistência à saúde bucal ambientalmente sustentável, com o objetivo de que o setor mude para práticas mais ecológicas que reduzam a pegada de carbono da profissão.

A Declaração de Consenso foi divulgada hoje em uma conferência especial organizada pela FDI que reuniu uma gama diversificada de partes interessadas influentes, incluindo líderes do setor, bem como profissionais de saúde, especialistas acadêmicos, autoridades legislativas e associações de odontologia.

"Muitas pessoas se surpreenderão ao saber que o setor de saúde é responsável por cerca de cinco por cento das emissões globais de gases de efeito estufa, com uma contribuição importante do setor de saúde bucal", disse a Prof. Ihsane Ben Yahya, presidente da FDI e reitora da Faculdade de Odontologia da Universidade de Ciências de Saúde Mohammed VI, em Casablanca, no Marrocos.

"O setor de odontologia tem a responsabilidade coletiva de reduzir seu impacto ambiental e a Declaração de Consenso de hoje é um primeiro passo importante para isso. A Declaração de Consenso reflete o reconhecimento crescente na comunidade de saúde bucal de que devemos nos esforçar para melhorar a saúde bucal de forma sustentável e em conformidade com os objetivos da ONU. Bocas mais saudáveis significam um planeta mais saudável."

A saúde bucal contribui para a sobrecarga ambiental por meio da poluição do ar decorrente da liberação de CO2 associada a viagens e transportes, incineração de resíduos, falta de embalagens recicláveis, impacto dos gases de efeito estufa de gases anestésicos, como óxido nitroso, e o alto consumo de água.

A Declaração de Consenso identifica os fatores complexos que sustentam os comportamentos e as práticas atuais e recomenda estratégias de remediação baseadas nos 4 Rs: reduzir, reciclar, reutilizar e repensar.

Ao mesmo tempo, o documento destaca alguns dos impactos ambientais inevitáveis associados à realização de exames e tratamentos odontológicos acessíveis para facilitar a boa saúde bucal e reduzir as desigualdades na área da saúde. O documento também defende reduzir os tratamentos "evitáveis" de saúde bucal, argumentando que ele é melhor alcançado por meio da prestação e manutenção de um bom atendimento bucal, focado na prevenção com a promoção da uma boa higiene oral, dietas saudáveis com baixo teor de açúcar e em evitar o tabagismo.

"A prevenção é melhor do que a cura e é a forma mais impactante e prática de reduzir a necessidade de intervenções clínicas e os impactos ambientais associados", disse o Prof. Nicolas Martin, presidente da Sustainability in Dentistry Task Team da FDI e professor clínico de odontologia restauradora na Faculdade de Odontologia Clínica da Universidade de Sheffield, no Reino Unido. 

"Quando for necessário, o tratamento bucal deve se concentrar na realização de obturações duradouras, utilizando produtos e materiais de alta qualidade que durem mais e/ou exijam menos substituições."

A Declaração de Consenso é apoiada por uma explicação concisa do artigo Sustainable Oral Healthcare – A Joint Stakeholder Approach publicado hoje no International Dental Journal .

Mais informações: 

Michael Kessler

Relações com a imprensa da FDI

Cel.: + 34 655 792 699

E-mail: michael.kessler@intoon-media.com

Sobre a FDI Federação Dentária Internacional

A Federação Dentária Internacional, FDI, atua como o principal órgão representativo para mais de um milhão de dentistas em todo o mundo. Seus membros incluem cerca de 200 associações nacionais de odontologia e grupos de especialistas em mais de 130 países. A FDI tem o objetivo de conduzir o mundo à saúde bucal ideal. www.fdiworlddental.org/

Sobre o projeto Sustainability in Dentistry 

O projeto Sustainability in Dentistry da FDI foi estabelecido para motivar e inspirar o compromisso de reduzir a pegada coletiva de CO2 da odontologia, visando profissionais, pacientes e a própria cadeia de suprimentos. O projeto produzirá um conjunto de ferramentas e recursos para que as práticas odontológicas e os pacientes sejam mais ambientalmente sustentáveis. A Declaração de Consenso foi desenvolvida por meio da colaboração de várias partes interessadas e resultará em um código de boas práticas, que fornecerá diretrizes e objetivos para atingir um procedimento sustentável de compras e suprimentos. A Declaração será assinada por co-signatários de toda a cadeia de suprimentos.

O projeto é apoiado por nossos parceiros fundadores: Colgate, GSK Consumer Healthcare, Dentsply Sirona, Procter & Gamble e TePe. www.fdiworlddental.org/sustainability-dentistry

 

FONTE FDI World Dental Federation

Você acabou de ler:

Federação Dentária Internacional, FDI, lança Declaração de Consenso sobre saúde bucal sustentável

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/federacao-dentaria-internacional-fdi-lanca-declaracao-de-consenso-sobre-saude-bucal-sustentavel/