Forte interesse mundial no processo de licitação das concessões de petróleo e gás de Ras Al Khaimah, Emirados Árabes Unidos, revela diretor executivo da RAKPA

RAS AL KHAIMAH, Emirados Árabes Unidos, 23 de maio de 2018 /PRNewswire/ -- Com reservas comprovadas de hidrocarboneto, infraestrutura existente facilmente acessível, termos de partilha de produção atraentes e planos de comercialização, o processo de licitação para explorar os recursos de petróleo e gás em Ras Al Khaimah recebeu interesses positivos em uma escala mundial. 

Lançada em 1 de abril de 2018 e administrada pela recém-criada Autoridade de Petróleo de Ras Al Khaimah (RAK Petroleum Authority/RAKPA) para atrair empresas regionais e internacionais visando expandir seus portfólios nos Emirados Árabes Unidos (EAU), a rodada de licenciamento RAK 2018 está provando ser popular, com muitas firmas já aproveitando as vantagens das salas de dados facilitadas pela empresa nacional de petróleo de RAK, a RAK Gas.

"A rodada de licenciamento com sucesso gerou uma resposta encorajadora e positiva de muitas empresas internacionais ávidas por explorar o potencial de petróleo e gás de Ras Al Khaimah", disse Nishant Dighe, CEO de ambas RAK Petroleum Authority e RAK Gas.

O processo de licenciamento cobre sete áreas de contratos que abrangem quase todo o emirado de Ras Al Khaimah – estas incluem quatro blocos de águas rasas offshore e três blocos onshore.

Rodeado por campos de produção de petróleo e gás de grande produção, Ras Al Khaimah possui diversos sistemas de petróleo em funcionamento. Oportunidades de exploração estão presentes desde o jurássico ao terciário e em ambas as configurações de trapa – estrutural e estratigráfica. Entretanto, a província permanece ainda pouco explorada.

Os 2.200 km2 de nova sísmica 3D, adquiridos 2018, serão um fator de transformação na criação de compreensão regional e para destravar o potencial de exploração de Ras Al Khaimah.

Esta revolucionária sísmica 3D de banda larga também vai grandemente reduzir o tempo de exploração. Salas de dados foram montadas em RAK e Londres e estão disponíveis para visualização mediante reserva.

As firmas também podem aproveitar a estrutura de petróleo existente, incluindo dutos e unidades de processamento, bem como a facilidade de acesso aos mercados local e internacional.

Os direitos do petróleo serão governados por um novo Contrato de Partilha de Exploração e Produção.

O Sr. Dighe acrescentou: "Além da riqueza dos dados sísmicos disponibilizados pelas pesquisas já realizadas, a geologia única do RAK, uma consequência da elevação das montanhas Hajar, e a existência de campos de petróleo e de gás nas proximidades, significam que os setes blocos disponíveis para exploração têm grande potencial para os hidrocarbonetos ainda inexplorados".

http://www.rakpa.ae

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/695570/3D_broadband_seismic.jpg 

FONTE RAK Petroleum Authority