Frete.com é o novo unicórnio brasileiro com aporte de R$ 1,14 bi (US$ 200 mi) liderado pelo SoftBank e Tencent

Frete.com, a maior plataforma de fretes rodoviários da América Latina, com R$ 100 bilhões em transações anuais, já levantou um total de R$ 2,2 bilhões.

SÃO PAULO, 10 de novembro de 2021 /PRNewswire/ -- O transporte rodoviário de cargas acaba de ganhar seu mais novo aliado: o grupo Frete.com. Ele nasce com status de gente grande, após receber aporte de R$ 1,14 bilhão (US$ 200 milhões) liderado pelo Softbank e Tencent. Quase uma década depois de sua primeira empreitada no mundo das logtechs, Federico Vega, junto com uma equipe de renomados executivos da indústria de transporte, tecnologia e finanças, acaba de criar o grupo Frete.com.

O grupo surge com a missão de eliminar a ineficiência do transporte de cargas na América Latina, ajudando transportadoras a aumentar a segurança e a produtividade na contratação de caminhoneiros e reduzir os custos diretos e indiretos do transporte. Ineficiência no setor, atualmente, significa capacidade ociosa dos caminhões, falta de segurança e extrema burocracia. Com a rodada, o grupo investirá em produto e tecnologia para melhorar o match entre cargas e caminhões, aumentar a segurança, reduzir a papelada e tornar todo o ecossistema mais sustentável.

O Frete.com chega ao mercado com status de unicórnio, sendo avaliado em mais de US$ 1 bilhão (mais de R$ 5,7 bilhões).



O desafio da ineficiência logística

Desde muito jovem, Federico costumava pedalar pela patagônia argentina, onde teve a oportunidade de conhecer de perto as condições difíceis de trabalho dos caminhoneiros. Acabou se especializando no mercado financeiro na Inglaterra e decidiu empreender, com a visão de um dia transformar a realidade desses profissionais. Em 2013, junto com um time experiente no setor, fundou seu primeiro projeto de logtech, escolhendo o Brasil como mercado de atuação, pela sua enorme ineficiência e por ser atualmente o terceiro maior mercado de transporte rodoviário de cargas do mundo.

Acontece que, no passado, os fretes rodoviários eram negociados em postos de combustível ou terminais de carga, muitas vezes sendo anunciados aos gritos. Caminhoneiros tinham receio de deixar o local de anúncio das cargas, por medo de perder os melhores fretes. "Quem não estivesse no lugar certo, na hora certa, perdia um bom negócio. Com esta situação, os caminhoneiros rodavam com 40 a 60% de sua capacidade ociosa, gerando impactos financeiros e ambientais no transporte de cargas." comenta Vega.

O modelo do grupo Frete.com se baseia em reduzir a ineficiência da relação entre as transportadoras e os caminhoneiros. Isso é possível através da digitalização, ou seja, usando a tecnologia para conectar cargas das transportadoras a caminhões com eficiência e precisão, revertendo o cenário atual de burocracia, insegurança e lentidão.

Federico afirma que "tornar a capacidade ociosa mais acessível gera uma economia de até 25% nos custos do transporte". Outras soluções oferecidas pelo grupo, como crédito para capital de giro, ajudam a reduzir os custos operacionais e a ampliar a operação das transportadoras. Caminhoneiros, por sua vez, incrementam seu lucro em até 50% ao acessar e negociar os fretes com mais eficiência.

"Temos orgulho de investir no Frete.com porque entendemos que a empresa traz soluções inovadoras para um mercado gigantesco, com grande demanda por digitalização e melhores serviços", afirma Carlos Medeiros, sócio de investimentos do SoftBank Latin America Fund. "Já investimos em logtechs nos principais mercados do mundo e vemos um grande potencial no setor. Estamos muito confiantes na nossa parceria com o Frete.com na América Latina ", completa Medeiros.

A Reinvent Capital também está investindo no Frete.com. De acordo com Reid Hoffman,  fundador da rede profissional Linkedin e conselheiro da Reinvent, "o poderoso efeito de rede do Frete.com e a liderança de mercado criam uma oportunidade única de investir em uma solução que está transformando substancialmente o setor de logística na região".

Na opinião de Scott Sobel, Sócio-Diretor do Grupo Valor Capital, "o Frete.com continua atraindo investidores de classe mundial para ajudar a acelerar ainda mais sua plataforma, já que o grupo foi o pioneiro e mantém sua posição de liderança na digitalização do enorme setor de transporte rodoviário de cargas. Além disso, possui uma equipe extraordinária focada na execução e que está entregando soluções reais para caminhoneiros, transportadoras e toda a comunidade.".

O grupo Frete.com é composto por três empresas: a FreteBras, que é atualmente a maior plataforma de fretes da América Latina, conectando transportadoras e caminhões digitalmente. A FretePago, nova fintech do grupo focada em pagamento e recebimento de fretes, através de uma conta digital. E a CargoX, empresa que atua de forma independente das operações anteriores e que dedica seus esforços em oferecer um pacote completo de serviços para transportadoras, como oferta de crédito para capital de giro, emissão de documentação, seguro de carga e rastreamento de caminhões. Vale ressaltar que a CargoX deixou de focar em soluções para embarcadores nos últimos anos e passou a direcionar seus esforços para ajudar transportadoras a digitalizar a operação de seus fretes.

Um novo gigante tecnológico dos transportes rodoviários

O grupo Frete.com processa, atualmente, mais de R$ 100 bilhões em transações, R$ 2,5 trilhões em valor de mercadoria transportada e cresce a um ritmo de 90% ao ano. Ao melhorar a eficiência do setor, o grupo tem gerado anualmente uma redução na emissão de 20 milhões de toneladas de CO2 na atmosfera, o dobro das emissões do Panamá e 4 vezes o volume emitido pelo Uruguai. O grupo conta, também, com 615 mil caminhoneiros cadastrados e ativos, o que representa 40% da frota de caminhões do Brasil e 80 mil usuários que publicam cargas mensalmente. Os aplicativos do grupo somam mais de dois milhões de downloads e a cada mês 1,7 milhão de transportes são realizados, cobrindo 5,000 cidades brasileiras. A plataforma soma 50x mais acessos do que os principais concorrentes somados.

O  aporte, que também conta com a participação de investidores renomados, como Henry Kravis, fundador do KKR e Jeb Bush, 43º governador da Flórida (EUA), tem destino certo: crescer a FreteBras ao aumentar o número de transportadoras e de caminhoneiros que usam a plataforma, melhorar a qualidade das transações dentro da plataforma, aumentando a precisão e segurança para os usuários, desenvolver e entregar soluções adicionais que ajudem cada vez mais a otimizar a operação das transportadoras e caminhoneiros, e fortalecimento dos times para suportar esse crescimento, passando de 1.300 para 3.500 colaboradores até o final de 2022.

Também participam do investimento a Valor Capital, LightRock, BTG Pactual, o conglomerado de infraestrutura Pattac, os multi-family offices OIKOS e PIPO e o Banco Inter-Americano de Desenvolvimento (BID Invest).

O BofA Securities atuou como assessor do Frete.com no contexto da rodada de investimentos.

SOBRE O FRETE.COM

Frete.com - o mais novo unicórnio brasileiro - foi criado com a missão de eliminar as ineficiências do setor de transporte rodoviário de cargas na América Latina. Utiliza tecnologia para tornar mais eficiente o relacionamento entre embarcadores, transportadores e caminhoneiros. Anualmente, a empresa intermedia mais de R$ 100 bilhões (US$ 18 bilhões) em transações, refletindo em R$ 2,5 trilhões (US$ 450 bilhões) no valor de mercadorias transportadas. A plataforma tem mais de 615.000 caminhoneiros registrados e ativos e mais de 80.000 usuários únicos publicando cargas todos os meses.

O Frete.com é formado pelas marcas FreteBras, maior plataforma de fretes rodoviários da América Latina, FretePago, fintech voltada para transações de pagamento e crédito para fretes, e CargoX, empresa que oferece serviços operacionais para transportadoras.

No total, Frete.com arrecadou mais de R$ 2,2 bilhões  (US$ 390 milhões) em investimentos de organizações como SoftBank Latin America Fund, Tencent, Valor Capital, LightRock, BTG Pactual, Goldman Sachs, BlackStone, Farallon Capital e Banco Inter-Americano de Desenvolvimento (BID Invest). A empresa também é apoiada por investidores de alto perfil, como Reinvent Capital, que tem entre seus sócios Reid Hoffman, um dos mais proeminentes empreendedores e investidores de tecnologia do mundo, Henry Kravis, fundador da KKR, Jeb Bush, 43º governador da Flórida-EUA, Oscar Salazar, co-fundador do Uber, Tarek Sultan, fundador da Agility, Paulo Veras, fundador do 99, e os veteranos da indústria de logística nos Estados Unidos, Paul Loeb e Eddie Leshin.

O BofA Securities atuou como assessor do Frete.com no contexto da rodada de  investimentos.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1685173/Federico_Vega___CEO_Frete_com.jpg

Logo - https://mma.prnewswire.com/media/1685174/Frete_RGB_Principal_Positivo_Logo.jpg

FONTE FreteBras

Frete.com, a maior plataforma de fretes rodoviários da América Latina, com R$ 100 bilhões em transações anuais, já levantou um total de R$ 2,2 bilhões.

SÃO PAULO, 10 de novembro de 2021 /PRNewswire/ -- O transporte rodoviário de cargas acaba de ganhar seu mais novo aliado: o grupo Frete.com. Ele nasce com status de gente grande, após receber aporte de R$ 1,14 bilhão (US$ 200 milhões) liderado pelo Softbank e Tencent. Quase uma década depois de sua primeira empreitada no mundo das logtechs, Federico Vega, junto com uma equipe de renomados executivos da indústria de transporte, tecnologia e finanças, acaba de criar o grupo Frete.com.

O grupo surge com a missão de eliminar a ineficiência do transporte de cargas na América Latina, ajudando transportadoras a aumentar a segurança e a produtividade na contratação de caminhoneiros e reduzir os custos diretos e indiretos do transporte. Ineficiência no setor, atualmente, significa capacidade ociosa dos caminhões, falta de segurança e extrema burocracia. Com a rodada, o grupo investirá em produto e tecnologia para melhorar o match entre cargas e caminhões, aumentar a segurança, reduzir a papelada e tornar todo o ecossistema mais sustentável.

O Frete.com chega ao mercado com status de unicórnio, sendo avaliado em mais de US$ 1 bilhão (mais de R$ 5,7 bilhões).



O desafio da ineficiência logística

Desde muito jovem, Federico costumava pedalar pela patagônia argentina, onde teve a oportunidade de conhecer de perto as condições difíceis de trabalho dos caminhoneiros. Acabou se especializando no mercado financeiro na Inglaterra e decidiu empreender, com a visão de um dia transformar a realidade desses profissionais. Em 2013, junto com um time experiente no setor, fundou seu primeiro projeto de logtech, escolhendo o Brasil como mercado de atuação, pela sua enorme ineficiência e por ser atualmente o terceiro maior mercado de transporte rodoviário de cargas do mundo.

Acontece que, no passado, os fretes rodoviários eram negociados em postos de combustível ou terminais de carga, muitas vezes sendo anunciados aos gritos. Caminhoneiros tinham receio de deixar o local de anúncio das cargas, por medo de perder os melhores fretes. "Quem não estivesse no lugar certo, na hora certa, perdia um bom negócio. Com esta situação, os caminhoneiros rodavam com 40 a 60% de sua capacidade ociosa, gerando impactos financeiros e ambientais no transporte de cargas." comenta Vega.

O modelo do grupo Frete.com se baseia em reduzir a ineficiência da relação entre as transportadoras e os caminhoneiros. Isso é possível através da digitalização, ou seja, usando a tecnologia para conectar cargas das transportadoras a caminhões com eficiência e precisão, revertendo o cenário atual de burocracia, insegurança e lentidão.

Federico afirma que "tornar a capacidade ociosa mais acessível gera uma economia de até 25% nos custos do transporte". Outras soluções oferecidas pelo grupo, como crédito para capital de giro, ajudam a reduzir os custos operacionais e a ampliar a operação das transportadoras. Caminhoneiros, por sua vez, incrementam seu lucro em até 50% ao acessar e negociar os fretes com mais eficiência.

"Temos orgulho de investir no Frete.com porque entendemos que a empresa traz soluções inovadoras para um mercado gigantesco, com grande demanda por digitalização e melhores serviços", afirma Carlos Medeiros, sócio de investimentos do SoftBank Latin America Fund. "Já investimos em logtechs nos principais mercados do mundo e vemos um grande potencial no setor. Estamos muito confiantes na nossa parceria com o Frete.com na América Latina ", completa Medeiros.

A Reinvent Capital também está investindo no Frete.com. De acordo com Reid Hoffman,  fundador da rede profissional Linkedin e conselheiro da Reinvent, "o poderoso efeito de rede do Frete.com e a liderança de mercado criam uma oportunidade única de investir em uma solução que está transformando substancialmente o setor de logística na região".

Na opinião de Scott Sobel, Sócio-Diretor do Grupo Valor Capital, "o Frete.com continua atraindo investidores de classe mundial para ajudar a acelerar ainda mais sua plataforma, já que o grupo foi o pioneiro e mantém sua posição de liderança na digitalização do enorme setor de transporte rodoviário de cargas. Além disso, possui uma equipe extraordinária focada na execução e que está entregando soluções reais para caminhoneiros, transportadoras e toda a comunidade.".

O grupo Frete.com é composto por três empresas: a FreteBras, que é atualmente a maior plataforma de fretes da América Latina, conectando transportadoras e caminhões digitalmente. A FretePago, nova fintech do grupo focada em pagamento e recebimento de fretes, através de uma conta digital. E a CargoX, empresa que atua de forma independente das operações anteriores e que dedica seus esforços em oferecer um pacote completo de serviços para transportadoras, como oferta de crédito para capital de giro, emissão de documentação, seguro de carga e rastreamento de caminhões. Vale ressaltar que a CargoX deixou de focar em soluções para embarcadores nos últimos anos e passou a direcionar seus esforços para ajudar transportadoras a digitalizar a operação de seus fretes.

Um novo gigante tecnológico dos transportes rodoviários

O grupo Frete.com processa, atualmente, mais de R$ 100 bilhões em transações, R$ 2,5 trilhões em valor de mercadoria transportada e cresce a um ritmo de 90% ao ano. Ao melhorar a eficiência do setor, o grupo tem gerado anualmente uma redução na emissão de 20 milhões de toneladas de CO2 na atmosfera, o dobro das emissões do Panamá e 4 vezes o volume emitido pelo Uruguai. O grupo conta, também, com 615 mil caminhoneiros cadastrados e ativos, o que representa 40% da frota de caminhões do Brasil e 80 mil usuários que publicam cargas mensalmente. Os aplicativos do grupo somam mais de dois milhões de downloads e a cada mês 1,7 milhão de transportes são realizados, cobrindo 5,000 cidades brasileiras. A plataforma soma 50x mais acessos do que os principais concorrentes somados.

O  aporte, que também conta com a participação de investidores renomados, como Henry Kravis, fundador do KKR e Jeb Bush, 43º governador da Flórida (EUA), tem destino certo: crescer a FreteBras ao aumentar o número de transportadoras e de caminhoneiros que usam a plataforma, melhorar a qualidade das transações dentro da plataforma, aumentando a precisão e segurança para os usuários, desenvolver e entregar soluções adicionais que ajudem cada vez mais a otimizar a operação das transportadoras e caminhoneiros, e fortalecimento dos times para suportar esse crescimento, passando de 1.300 para 3.500 colaboradores até o final de 2022.

Também participam do investimento a Valor Capital, LightRock, BTG Pactual, o conglomerado de infraestrutura Pattac, os multi-family offices OIKOS e PIPO e o Banco Inter-Americano de Desenvolvimento (BID Invest).

O BofA Securities atuou como assessor do Frete.com no contexto da rodada de investimentos.

SOBRE O FRETE.COM

Frete.com - o mais novo unicórnio brasileiro - foi criado com a missão de eliminar as ineficiências do setor de transporte rodoviário de cargas na América Latina. Utiliza tecnologia para tornar mais eficiente o relacionamento entre embarcadores, transportadores e caminhoneiros. Anualmente, a empresa intermedia mais de R$ 100 bilhões (US$ 18 bilhões) em transações, refletindo em R$ 2,5 trilhões (US$ 450 bilhões) no valor de mercadorias transportadas. A plataforma tem mais de 615.000 caminhoneiros registrados e ativos e mais de 80.000 usuários únicos publicando cargas todos os meses.

O Frete.com é formado pelas marcas FreteBras, maior plataforma de fretes rodoviários da América Latina, FretePago, fintech voltada para transações de pagamento e crédito para fretes, e CargoX, empresa que oferece serviços operacionais para transportadoras.

No total, Frete.com arrecadou mais de R$ 2,2 bilhões  (US$ 390 milhões) em investimentos de organizações como SoftBank Latin America Fund, Tencent, Valor Capital, LightRock, BTG Pactual, Goldman Sachs, BlackStone, Farallon Capital e Banco Inter-Americano de Desenvolvimento (BID Invest). A empresa também é apoiada por investidores de alto perfil, como Reinvent Capital, que tem entre seus sócios Reid Hoffman, um dos mais proeminentes empreendedores e investidores de tecnologia do mundo, Henry Kravis, fundador da KKR, Jeb Bush, 43º governador da Flórida-EUA, Oscar Salazar, co-fundador do Uber, Tarek Sultan, fundador da Agility, Paulo Veras, fundador do 99, e os veteranos da indústria de logística nos Estados Unidos, Paul Loeb e Eddie Leshin.

O BofA Securities atuou como assessor do Frete.com no contexto da rodada de  investimentos.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1685173/Federico_Vega___CEO_Frete_com.jpg

Logo - https://mma.prnewswire.com/media/1685174/Frete_RGB_Principal_Positivo_Logo.jpg

FONTE FreteBras

Você acabou de ler:

Frete.com é o novo unicórnio brasileiro com aporte de R$ 1,14 bi (US$ 200 mi) liderado pelo SoftBank e Tencent

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/frete-com-e-o-novo-unicornio-brasileiro-com-aporte-de-r-114-bi-us-200-mi-liderado-pelo-softbank-e-tencent/