GENERATION ATINGE A MARCA DE VINTE E CINCO MIL GRADUADOS DESDE O INÍCIO DA PANDEMIA

A Generation colaborou com a The BlackRock Foundation, McKinsey & Company, Microsoft Corp. e Verizon para enfrentar com sucesso o desemprego global, empregando milhares de pessoas que geraram mais de US$ 140 milhões em rendimentos salariais até o momento 

WASHINGTON, 28 de julho de 2022 /PRNewswire/ -- A Generation, rede global de empregos sem fins lucrativos, anunciou hoje que superou a marca de 25 mil graduados em 16 países desde o início da pandemia da Covid-19 em março de 2020. Isso permitiu que milhares de pessoas conseguissem um emprego e aumentou o número total de graduados para 65 mil desde que foi lançada, há mais de sete anos.

Com o compromisso conjunto da coalizão Global Jobs Recovery com The BlackRock Foundation, McKinsey & Company, Microsoft Corp. e Verizon, a Generation capacitou, empregou e ofereceu apoio a pessoas de todas as idades em carreiras que de outra forma seriam inacessíveis. Esses novos empregos já geraram mais de US$ 140 milhões em rendimentos salariais somados para os 25 mil graduados no período da pandemia.

"Estamos entusiasmados em atingir esta marca junto com nossos colaboradores, e nos sentimos inspirados pelo trabalho árduo e dedicação dos milhares de indivíduos que transformaram suas vidas por meio de nossos programas durante a pandemia", disse Mona Mourshed, CEO global e fundadora da Generation. "Vimos em primeira mão como, mesmo em ambientes remotos, as pessoas podem aprender novas habilidades, demonstrar seus talentos e se destacar no local de trabalho. No entanto, o emprego verdadeiramente inclusivo ainda enfrenta vários desafios, e continuamos a trabalhar juntamente com empregadores, governos e profissionais para criar oportunidades para candidatos talentosos de todas as etnias, gêneros, raças e formações educacionais."

Notavelmente, enquanto a maioria dos programas da Generation passou permanentemente para o formato on-line ou híbrido durante a pandemia, os resultados permaneceram fortes. Setenta e quatro por cento dos graduados foram contratados no prazo de três meses após a conclusão do programa, subindo para oitenta e cinco por cento no prazo de seis meses. Eles obtiveram um rendimento de três a quatro vezes o rendimento que possuíam antes da Generation. Após um ano desde a contratação, setenta e oito por cento permanecem empregados.

Normalmente, as pessoas que a Generation atende enfrentam uma variedade de desafios antes de participar do programa de emprego. Quarenta por cento estão desempregados há pelo menos seis meses. Para os que se formaram em 2020, apenas trinta e oito por cento deles relatam que podiam arcar com as despesas diárias antes do programa da Generation, ao passo que oitenta e um por cento deles dizem que hoje o podem fazer. Eles também são um grupo diversificado. Dois terços deste grupo de graduados no período da pandemia possuem apenas o ensino médio ou treinamento profissional, sendo cinquenta e três por cento mulheres, em sua maioria de comunidades sub-representadas onde vivem, e mais de trinta por cento possuem dependentes. 

Para cada dólar que a Generation recebeu até agora da coalização Global Jobs Recovery, esses 25 mil graduados geraram US$ 2,74 em rendimentos. A expectativa da organização é que esses graduados recebam um adicional de US$ 474,5 milhões até 2027, o que significa que cada dólar de apoio filantrópico à Generation terá gerado US$ 11,85 em rendimentos de cinco anos para este grupo.

No final de 2020, a Generation recebeu da BlackRock, McKinsey & Company, Microsoft Corp. e Verizon um novo financiamento de US$ 77 milhões e recursos não financeiros no valor de US$ 50 milhões ao longo de dois anos, incluindo financiamento em dinheiro, recursos não financeiros e conexões com empregadores em seus ecossistemas para os graduados da Generation. Até o momento, esse apoio, juntamente com o de outros financiadores nacionais e locais, tem permitido a significativa expansão, globalmente, da colaboração da Generation com governos e outros parceiros de colaboração, oferecendo apoio à integração da abordagem da Generation em larga escala nos sistemas atuais. 

O trabalho da Generation com seus parceiros continua, e a organização estima graduar 20 mil pessoas em 2022, em comparação a cerca de 12 mil no ano anterior. 

Nasira, formada pela Generation e profissional de apoio a portadores de deficiência da Royal Rehab AFEA Care Services, disse: 

"Quando meu filho nasceu com síndrome de Down, trabalhar estava fora de questão. Pouco tempo depois, chegou a pandemia e eu me senti incrivelmente inútil dentro de casa. Durante o profundo isolamento, recebi um e-mail sobre o programa de apoio a portadores de deficiência da Generation. O curso era totalmente on-line, o que me permitia concluí-lo enquanto cuidava de meu filho. Isso mudou para sempre a trajetória da vida familiar, me proporcionando o conhecimento necessário para confirmar minha vocação para cuidar dos outros e transformá-la em uma profissão."

Luciano, formado pela Generation e programador da Salesforce, disse: 

"A facilitação da economia digital promovida pela Generation e sua missão de oferecer oportunidades aos mais atingidos pela pandemia global são muito eficientes. O impacto da Covid nos voos comerciais e no setor de turismo me levou a perder meu emprego logo no início da pandemia. Antes de conhecer a Generation, não estava muito familiarizado com o mundo da programação. No entanto, orientado pela equipe de estágios, logo descobri que era uma área fascinante com constantes desafios e oportunidades para aprender, o que combina muito com as minhas habilidades."

Saiba mais em generation.org

FONTE Generation

A Generation colaborou com a The BlackRock Foundation, McKinsey & Company, Microsoft Corp. e Verizon para enfrentar com sucesso o desemprego global, empregando milhares de pessoas que geraram mais de US$ 140 milhões em rendimentos salariais até o momento 

WASHINGTON, 28 de julho de 2022 /PRNewswire/ -- A Generation, rede global de empregos sem fins lucrativos, anunciou hoje que superou a marca de 25 mil graduados em 16 países desde o início da pandemia da Covid-19 em março de 2020. Isso permitiu que milhares de pessoas conseguissem um emprego e aumentou o número total de graduados para 65 mil desde que foi lançada, há mais de sete anos.

Com o compromisso conjunto da coalizão Global Jobs Recovery com The BlackRock Foundation, McKinsey & Company, Microsoft Corp. e Verizon, a Generation capacitou, empregou e ofereceu apoio a pessoas de todas as idades em carreiras que de outra forma seriam inacessíveis. Esses novos empregos já geraram mais de US$ 140 milhões em rendimentos salariais somados para os 25 mil graduados no período da pandemia.

"Estamos entusiasmados em atingir esta marca junto com nossos colaboradores, e nos sentimos inspirados pelo trabalho árduo e dedicação dos milhares de indivíduos que transformaram suas vidas por meio de nossos programas durante a pandemia", disse Mona Mourshed, CEO global e fundadora da Generation. "Vimos em primeira mão como, mesmo em ambientes remotos, as pessoas podem aprender novas habilidades, demonstrar seus talentos e se destacar no local de trabalho. No entanto, o emprego verdadeiramente inclusivo ainda enfrenta vários desafios, e continuamos a trabalhar juntamente com empregadores, governos e profissionais para criar oportunidades para candidatos talentosos de todas as etnias, gêneros, raças e formações educacionais."

Notavelmente, enquanto a maioria dos programas da Generation passou permanentemente para o formato on-line ou híbrido durante a pandemia, os resultados permaneceram fortes. Setenta e quatro por cento dos graduados foram contratados no prazo de três meses após a conclusão do programa, subindo para oitenta e cinco por cento no prazo de seis meses. Eles obtiveram um rendimento de três a quatro vezes o rendimento que possuíam antes da Generation. Após um ano desde a contratação, setenta e oito por cento permanecem empregados.

Normalmente, as pessoas que a Generation atende enfrentam uma variedade de desafios antes de participar do programa de emprego. Quarenta por cento estão desempregados há pelo menos seis meses. Para os que se formaram em 2020, apenas trinta e oito por cento deles relatam que podiam arcar com as despesas diárias antes do programa da Generation, ao passo que oitenta e um por cento deles dizem que hoje o podem fazer. Eles também são um grupo diversificado. Dois terços deste grupo de graduados no período da pandemia possuem apenas o ensino médio ou treinamento profissional, sendo cinquenta e três por cento mulheres, em sua maioria de comunidades sub-representadas onde vivem, e mais de trinta por cento possuem dependentes. 

Para cada dólar que a Generation recebeu até agora da coalização Global Jobs Recovery, esses 25 mil graduados geraram US$ 2,74 em rendimentos. A expectativa da organização é que esses graduados recebam um adicional de US$ 474,5 milhões até 2027, o que significa que cada dólar de apoio filantrópico à Generation terá gerado US$ 11,85 em rendimentos de cinco anos para este grupo.

No final de 2020, a Generation recebeu da BlackRock, McKinsey & Company, Microsoft Corp. e Verizon um novo financiamento de US$ 77 milhões e recursos não financeiros no valor de US$ 50 milhões ao longo de dois anos, incluindo financiamento em dinheiro, recursos não financeiros e conexões com empregadores em seus ecossistemas para os graduados da Generation. Até o momento, esse apoio, juntamente com o de outros financiadores nacionais e locais, tem permitido a significativa expansão, globalmente, da colaboração da Generation com governos e outros parceiros de colaboração, oferecendo apoio à integração da abordagem da Generation em larga escala nos sistemas atuais. 

O trabalho da Generation com seus parceiros continua, e a organização estima graduar 20 mil pessoas em 2022, em comparação a cerca de 12 mil no ano anterior. 

Nasira, formada pela Generation e profissional de apoio a portadores de deficiência da Royal Rehab AFEA Care Services, disse: 

"Quando meu filho nasceu com síndrome de Down, trabalhar estava fora de questão. Pouco tempo depois, chegou a pandemia e eu me senti incrivelmente inútil dentro de casa. Durante o profundo isolamento, recebi um e-mail sobre o programa de apoio a portadores de deficiência da Generation. O curso era totalmente on-line, o que me permitia concluí-lo enquanto cuidava de meu filho. Isso mudou para sempre a trajetória da vida familiar, me proporcionando o conhecimento necessário para confirmar minha vocação para cuidar dos outros e transformá-la em uma profissão."

Luciano, formado pela Generation e programador da Salesforce, disse: 

"A facilitação da economia digital promovida pela Generation e sua missão de oferecer oportunidades aos mais atingidos pela pandemia global são muito eficientes. O impacto da Covid nos voos comerciais e no setor de turismo me levou a perder meu emprego logo no início da pandemia. Antes de conhecer a Generation, não estava muito familiarizado com o mundo da programação. No entanto, orientado pela equipe de estágios, logo descobri que era uma área fascinante com constantes desafios e oportunidades para aprender, o que combina muito com as minhas habilidades."

Saiba mais em generation.org

FONTE Generation

Você acabou de ler:

GENERATION ATINGE A MARCA DE VINTE E CINCO MIL GRADUADOS DESDE O INÍCIO DA PANDEMIA

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/generation-atinge-a-marca-de-vinte-e-cinco-mil-graduados-desde-o-inicio-da-pandemia/